Categoria(s) do post: Casa, Áreas da Vida

Toda semana eu posto sugestões de cardápio aqui no blog para ajudá-los(as) a criar o menu semanal. As sugestões desta semana são:

Segunda – bife de filé mignon com alho + salada verde + talharim ao alho e óleo

Terça – arroz + filé de tilápia + salada verde

Quarta – empadão de atum

Quinta – frango com cogumelos e ervilhas + arroz

Sexta – rocambole de carne moída + arroz

Sábado – assado de salsichas frescas com tomate e queijo

Domingo – frango assado perfeito do Jamie Oliver + batatas assadas + salada verde

Boa segunda-feira!

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Em primeiro lugar, parabéns a todos os professores e professoras pelo seu dia! Eu sempre quis ser professora, desde pequena. Todo mundo brincava de escolinha, mas eu fazia planejamento das aulas (oi?) e lista de presença, por exemplo. Sempre gostei da coisa toda. Comecei a fazer faculdade de História duas vezes e considerei a de Pedagogia, e só não as fiz porque minha vida profissional me levou por outros caminhos. Eu percebi que poderia ser professora sem necessariamente ter uma licenciatura, então esse é um dos meus objetivos profissionais no momento.

Muitas pessoas me solicitam dicas de organização específicas para professores e, apesar de eu ainda não dar aulas, tenho muito material guardado sobre o assunto pois, como disse, é do meu interesse. Também convivo com muitos amigos professores e testei algumas dicas minhas com eles. Se eu estivesse dando aulas hoje, essas seriam as minhas táticas para minha organizar:

  • Manter uma mesma bolsa ou sacola para usar todos os dias, com tudo o que precisa dentro (especialmente papelada). Todos os dias, ao chegar em casa, tirar dali o que não é de uso diário. Deixar arrumada para o dia seguinte.
  • Usar um caderno para anotar ideias, tarefas e qualquer outra coisa que tenha lembrado. Nada de anotar no canto do diário de classe! Tenha um caderno pequeno sempre com você, com uma caneta dentro, para essas notas ocasionais.
  • Montar um planejamento das aulas adequado à sua disciplina e à grade curricular da instituição onde leciona. Se você é professor(a) de faculdade, ter um plano para cada disciplina que leciona. Planejar cada aula.
  • Ver cada aula como um mini-projeto, onde você buscará as informações necessárias para fazer o melhor possível utilizando lousa, material disponível, indicação de livros, filmes etc. Organize o tempo de cada aula. Isso só pode ser feito com plenajamento anterior.
  • Organizar a matéria na lousa para que os alunos também se organizem. Anotar em um canto do quadro as próximas datas importantes (trabalhos, provas). Sempre escrever o título da matéria, em que aula está, data e, se estiver inspirado(a), um pequeno sumário da aula. Encare o quadro como se fosse uma apresentação de Power Point: as informações devem ser claras e sucintas, e poucas. Escreva pouco e fale mais.
  • Utilizar a agenda do Google para organizar as datas de provas e trabalhos das turmas. Se for da turma do papel, utilize uma agenda com visualização mensal ou semanal e utilize marcadores de cores diferentes.
  • Montar pastas para deixar a papelada em ordem. Você deve criar seu sistema pessoal, pois ele dependerá muito de cada lugar onde você leciona. No geral, tenha uma cor de pasta para cada instituição e uma pasta com divisórias diferente para cada turma. As divisórias podem ser divididas como corrigir, ler, copiar, entregar etc. Quando chegar na sala com a turma em questão, você não precisará ficar procurando.
  • Deixar um “kit de sobrevivência” no seu armário na sala dos professores, com itens de higiene e até maquiagem.
  • Organizar suas leituras diárias com o Google Reader, separando por categorias. Se eu fosse professora de História, por exemplo, dividiria os feeds de acordo com as épocas abordadas. Pesquise blogs sobre os assuntos de seu interesse e cadastre-os.
  • Limpar seus arquivos a cada fim de semestre e ano letivo para guardar somente o necessário. Veja o que pode ser arquivado na própria escola e digitalize o restante.

Será que tem algum(a) professor(a) lendo este blog hoje? As dicas foram úteis? Você tem mais alguma dica para compartilhar com outros colegas de profissão?