5 conceitos para ter em mente diariamente quando se trata de organização

6
2168

Organização não é coisa de “viciado em organização” – trata-se de aproveitar melhor o tempo e viver bem. No dia-a-dia, é importante ter em mente os seguintes conceitos:

1. Fazer um pouco é melhor do que não fazer nada

Quantas vezes você não deixou de fazer alguma coisa porque pensou que seria um trabalho de formiguinha que não faria diferença na infinidade de tarefas? Quando temos tanta coisa para fazer, qualquer passo que dermos já é melhor que continuar no mesmo lugar.

2. Se não há lugar para guardar algo, verifique a necessidade de ter o objeto

Já aconteceu com você? Você ganha um brinde em um evento e descobre que não tem lugar para colocar aquele objeto em casa. Resultado? Deixa ele embrulhado dentro da sacola, encostado ao lado da estante. E aí caímos no conceito seguinte:

3. Pilhas de tralha temporárias rapidamente se tornam permanentes

A probabilidade de manter uma pilha de coisas em um lugar temporário para sempre é enorme. Ninguém consegue arrumar tudo de uma vez (especialmente nos casos de mudanças de casa), mas em 90% dos casos é provável que você acabe deixando tudo como está durante muito tempo, quando não para sempre. Precisa deixar a coisa ali, sem lugar específico? Ok, mas comprometa-se de verdade a dar um jeito naquilo.

4. Agora é melhor do que mais tarde, que é melhor do que nunca

Se você pode fazer algo nesse exato momento, por que vai deixar para depois? Você não sabe se terá disponibilidade depois.

5. Tudo bem desencanar às vezes

Ninguém precisa ser viciado em organização e extremamente perfeito o tempo todo. Eu mesma, quando estou cansada, deixo tudo de lado para conseguir ficar bem e, quando eu estiver, aí sim volto às minhas atividades normais. Ou mesmo aqueles dias em que não temos vontade de fazer nada… não precisa se sentir culpado(a). Só desconfie se fizer isso sempre – porque isso sim pode prejudicar seus projetos e fazer você perder mais tempo ainda.

Tenha esses cinco conceitos em mente todos os dias para não cair na bagunça geral.

6 comentários

  1. Olá Thais tudo bem?

    Diariamente entro no seu blog, ele me serve de inspiração e força nos momentos que mais preciso, por mais que seja algo que vc faça por gosto, vim agradecer por ter tido a ideia de criar o blog e atualiza-lo com ideias, experiencias e tudo mais.

    Posso pedir um post? Sobre “Zona de Conforto”? Porque acho que mais nos impede de movimentar as mudanças nas nossas vidas são justamente sair da zona de conforto… A casa tá baguncada? tudo bem, não gosto mas já estou acostumada, estou atrasada pq nao arrumei as coisas que iria precisar usar? tudo bem já estou acostumada. Sei que ja falou algo sobre isso ( no post das desculpites) mas queria ler mais sobre sua experiencia de sair da zona de conforto, e como lidar com grandes mudanças principalmente quando não se lida bem com isso.

    Vejo que nem sempre tem cometários aqui no blog mas tenha certeza que as vezes não comentamos por simplesmente não saber o que dizer ( tipo só obrigado por essa ideia genial que nao acredito que nao pensei nisso antes?)

    Entao esse comentário é para agradecer pelo seu trabalho, pedir um post e incentivar que seu trabalho no post sirva sim para o seu tcc (sei que é a pos mas agora nao estou lembrando o nome) e que vc aplique aqui a sua teoria porque é um trabalho adimirável esse que vc faz, pois percebe se um conteudo unico( pq cansa esses blogs todos iguais e falando da mesma coisa sempre) e o seu pra mim se difere muito dos outros.
    Parabens.

  2. “1. Fazer um pouco é melhor do que não fazer nada” – pra isso as rotininhas básicas da manhã e da noite tem me auxiliado demais, não passo de 35 minutos por dia juntando as duas rotinas e fica tudo em ordem. =)

  3. Thais,

    Gosto muito do seu blog e o acompanho semanalmente, apesar de não ter deixado nenhum comentário antes.
    Comprei o livro ” A arte de fazer acontecer” que você indicou…chegou hoje e vou começar a leitura o quanto antes.
    Tenho 33 anos, sou casada, advogada e ainda não tenho filhos. Sou uma pessoa muito organizada…no meu trabalho, tenho diversos apelidos e todos sempre se lembram de mim como a pessoa mais organizada que conhecem, mas eu sempre acho que poderia ser mais organizada.Eu mantenho listas em fichas que carrego na bolsa e também no meu Iphone.
    Nos próximos dias vou mudar do meu apto. para nossa nova casa, que acabou de ser construída num condomínio fechado. Queria saber se por acaso você já escreveu algo sobre “Mudança”, pois gostaria de me organizar para fazer tudo da melhor forma.
    Quero te agradecer, pois apesar de você não me conhecer, eu aprendo muita coisa lendo o seu blog, além de me identificar com seu jeito. Muitas das coisas que você faz em seu dia a dia, eu também faço. Algumas não, mas logo que aprendo, começo a praticar no dia a dia…

    Beijos,

    Samantha.

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui