Categoria(s) do post: Casa, Áreas da Vida
Imagem: 1kindesign

Não é possível organizar tralha. Essa frase da FLY Lady já virou lema aqui no blog. Diariamente, coisas novas entram em nossa casa – das embalagens das compras no mercado às contas que chegam pelo correio. Destralhar precisa ser um hábito diário, já incorporado à nossa rotina, para que a gente não deixe a tralha se acumular.

Veja dicas definitivas para conseguir se livrar da tralha:

E você, destralha sua casa (e sua vida) todos os dias?

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Deixe seu comentário

9 comentários

  1. Vivi Lemes comentou:

    Oi Thais!
    adorei o post! reuniu várias informações importantes pra quem está começando agora e encontrando dificuldades!
    Bjs!

  2. comentou:

    Adorei o post! É impressionante a quantidade de tralhas que surgem todos os dias! Estou sempre jogando coisas fora: notinhas de compras, embalagens que coisas que chegam pela internet, coisas quebradas…nossa!

  3. Dani Cano comentou:

    Esse fim de semana arrumei o quartinho da “bagunça”. Na verdade é um banheiro desativado do meu quarto que virou um sapateiro com 4 prateleiras ao longo parede. Joguei muita coisa fora, separei o que era útil p/ doação e limpei e arrumei tudo. O cômodo está com outra cara. Acho que esse era o último cômodo a ser destralhado em casa.

    bjos

  4. Talita comentou:

    Sinto minha casa e minha mente mais leve depois que conheci seu blog. A dica de passar a sacolinha pela casa tirando tudo o que não é útil tem me ajudado muito a gostar mais do meu lar. Obrigada por compartilhar seus ‘truques’ conosco.

  5. Edvaldo comentou:

    Olá Thais, seu blog é show!. parabéns.
    Sou organizado e adepto do “destralhamento”, minimalismo e tudo mais que reduza o meu trabalho e que resulte em mais tempo livre.
    Porem tenho duas questões, um é um filho pequeno e seus brinquedos, e ele ganha muitos pois a família é grande. E minha esposa que é desorganizada ao extremo, como lidar com essa situação, o que voce sugere? abraços e obrigado.