Categoria(s) do post: Diário da Thais
Imagem: Getty Images

E lá vai embora 2011, outro ano em nossas vidas. Todo último dia do ano nos traz a reflexão sobre o que fizemos e deixamos de fazer. E é inevitável pensar nos sonhos e desejos que temos para o ano novo que começa, mas será que conseguiremos fazer diferente? Apesar de todos termos listinhas para 2012, como tivemos em todos os anos anteriores, por que conseguimos realizar algumas coisas e outras não? Tente ser realista e buscar metas possíveis, mas não deixe também de sonhar – afinal, sem sonhos, nossa vida não é nada. Que você consiga tê-los em mente durante todos os dias do ano que vem. Feliz 2012!

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Diário da Thais, Mudanças

Chegamos ao último post do especial! Foi muito bacana registrar aqui como foi a mudança e, agora, vou contar como as coisas aconteceram no último mês.

Encaixotando coisas

Foi tranquilo encaixotar tudo porque comecei a encaixotar o que não usamos no dia-a-dia bem antes. A transportadora levou as caixas em casa duas semanas antes da mudança e nós pudemos embalar o resto. Eu tinha programado a mudança para um dia depois do feriado e pude usar esse dia de folga para encaixotar o restante.

A mudança

Por uma programação nas entregas, eu tive que vir de ônibus bem cedo no dia da mudança, quase de madrugada, e deixar meu marido sozinho com a mudança e uma lista com o que faltava. No final das contas, correu tudo bem e ele não esqueceu nada XD. Eu aproveitei que cheguei mais cedo para limpar mais um pouco o apartamento e conversar com o síndico. Ele já estava de sobreaviso da mudança e tinha reservado uma vaga para o caminhão. Isso é importante.

Quando o caminhão chegou, minha decisão foi não começar a abrir nenhuma caixa enquanto eles não tivessem ido embora, por segurança mesmo. Eles subiram as caixas super rápido e logo entramos em ação. Eu vi no meu inventário de caixas quais precisavam ser abertas primeiro (para pegar toalhas e artigos básicos) e fomos arrumando aos poucos. O que deu mais trabalho foram os itens de cozinha, que lavei um a um porque alguns estavam guardados há bastante tempo. Eu não abria nenhuma caixa que eu não fosse guardar os itens, para não bagunçar.

Mais tarde, meu marido ainda tinha um show para fazer em São Paulo (sim, acreditem) e foi embora mais cedo. Terminei de guardar tudo o que fosse mais importante e deixei para o dia seguinte somente algumas caixas. Meu marido voltaria já com o nosso filho (que ficou na minha sogra no dia da mudança), então eu precisava deixar as coisas dele prontas.

No geral, desencaixotar e guardar foi muito tranquilo. O que me deu dor de cabeça mesmo foi o processo de entregas de compras que fizemos.

Pedidos, entregas e instalações

Outro dia me perguntaram nos comentários por que nós estamos comprando tudo de novo, se já não tínhamos essas coisas em São Paulo. Sim, e ainda temos, mas deixamos lá. Precisamos deixar muita coisa em São Paulo porque iremos para lá semanalmente (quando não os dois, ou eu ou meu marido). Meu marido faz shows em São Paulo, eu tenho minha pós-graduação e queremos levar sempre o filhote para ver os avós, então foi necessário manter essa estrutura. Por esse motivo, tivemos que comprar muitas coisas novas, economizando o máximo possível.

Por fim, optamos por comprar muitas coisas nas lojas físicas mesmo para agendar a entrega e garantir que nada se atrasaria (afinal, fim de ano, compras pela internet… já sabem). Agendamos cama + colchão, geladeira, máquina de lavar, fogão e uma estante da cozinha. Outras compras (mesa, cadeiras, armários da área de serviço, estante para os livros etc) agendamos para mais tarde, pois não eram de primeira necessidade. O que acontece é que a geladeira, o fogão e a estante chegaram no dia. O resto não. E aí começou toda a dor de cabeça que nos assola até hoje. Para não ser injusta, vou comentar aqui de cada loja e de cada atendimento para servir como referência.

Ponto Frio – Mesma logística de entrega das Casas Bahia, entregou a geladeira e o fogão direitinho. A máquina de lavar, porém, estava “fora de estoque” (isso não impediu a loja de nos vendê-la…) e chegaria somente na segunda-feira (era um final de semana). Não chegou. Depois de muitas ligações, ela chegou no sábado. Passamos uma semana sem máquina de lavar, mas não foi terrível quanto eu pensava. Apenas lavamos um pouquinho por dia e foi tranquilo. O que realmente deu dor de cabeça foi a geladeira, que veio com defeito de fabricação (não refrigera o suficiente). Ainda estamos esperando a assistência técnica vir resolver o problema e, por isso, tendo que ir diariamente ao mercado fazer a compra do dia, pois tudo estraga.

Magazine Luiza – Compramos nosso sofá lá e chegou até antes do prazo previsto. Não tenho reclamações a fazer.

Extra Online – Compramos um montão de coisas lá e chegaram direitinho, no prazo estabelecido. Para mim, foi uma agradável surpresa e certamente terei como loja confiável para futuras compras. Afinal, compramos bem em época de Natal e sabemos como são as coisas.

Tok&Stok – Dos melhores atendimentos. Compramos a estante na loja, agendamos a entrega, eles ligaram um dia antes para confirmar, os montadores foram rápidos (além de chegarem no horário exato combinado) e ainda me ligaram no mesmo dia para confirmar a entrega. Sempre que eu puder ($$$), comprarei lá por ser confiável.

Ortobom – Comprei a cama box e o colchão lá por indicação de uma amiga, que descreveu o serviço como excelente. Eles entregaram sem frete para a minha cidade (comprei em uma loja em São Paulo), mas não chegou no dia agendado. Isso me deixou extremamente decepcionada, pois precisei passar a noite pós-mudança, cansadérrima, dormindo no chão. =( Eu liguei no dia para a loja e o vendedor que me atendeu foi super solícito, ligou na transportadora e me deu um número de telefone direto para atendimento. O que eles me disseram foi que os pedidos estavam atrasados em um dia e que só chegaria na segunda-feira. Expliquei que eu tinha me mudado, estava sem cama etc, e eles agendaram a entrega para o dia seguinte (sábado). Chegou às 8h da manhã. Apesar de ter tido essa dor de cabeça, eles resolveram rapidamente o problema.

Evolukit – Atendimento muito bom também. O pedido chegou no dia certinho, os montadores foram rápidos e os produtos vieram sem problemas. Não tenho o que reclamar.

Meu Móvel de Madeira – Sempre namorei essa loja pela internet, mas nunca tinha comprado. Li as recomendações no site e elas me deram confiança, pois eram todas boas. Comprei a nossa mesa lá e o atendimento foi excelente – entregaram antes do previsto, confirmaram, enviaram e-mail de feedback etc. Gostei muito de lá e pretendo comprar mais vezes.

O certo seria ter comprado tudo antes para já estar aqui quando nos mudássemos, mas duas coisas foram obstáculos para isso:

1) A construtora precisou fazer reparos no apartamento uma semana antes da mudança e eu precisei deixar a chave com o síndico.
2) Sem carro, não tínhamos como vir para o apartamento para ficar esperando as entregas.

Mas, tirando os problemas da primeira semana, correu tudo muito bem, se formos pensar. Nosso único estresse no momento é com a geladeira.

Balanço geral

Todo o processo da mudança foi muito tranquilo. Desde o processo de encaixotar até chegar no apartamento, guardar tudo, aguardar as entregas e tudo o mais, em nenhum momento nos estressamos ou cansamos além do previsto. Em 24 horas, já tínhamos arrumado quase tudo – sobraram somente as caixas dos livros (a estante chegaria só duas semanas depois) e duas caixas com roupas que eu queria lavar antes de guardar (e ficamos esperando pela máquina). Quando nosso filho chegou, no dia seguinte, já estava tudo bonitinho e limpinho. Quando eu acordei, levei todas as caixas para o lixo do prédio (muitas e muitas viagens de elevador para levar tudo), passei o mop em todo o apartamento e deixei o quartinho dele prontíssimo. Foi um barato quando ele chegou, pois ficou surpreso com tudo e correndo para lá e para cá o tempo todo. Não tivemos dificuldades com a adaptação – ela acordou assustado na segunda noite, mas foi só essa vez.

Se você quiser ler como foi o andamento de toda a mudança, veja os links abaixo:

Andamento da mudança – parte I
Andamento da mudança – parte II
Andamento da mudança – parte III
Andamento da mudança – parte IV
Andamento da mudança – parte V

Obrigada por ter me acompanhado nessa jornada. =)

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Blog

Não tem jeito: essa semana é de retrospectiva! Um resumão do ano para você garantir que não perdeu nada:

Os posts mais populares

  1. Como ser uma pessoa organizada
  2. 5 coisas para fazer toda segunda-feira
  3. 10 dicas para transformar o seu quarto
  4. 10 ferramentas baratas e essenciais para organização
  5. Como eu me tornei uma pessoa organizada
  6. Como começar no sistema FLY Lady
  7. Como planejar o menu semanal (guia prático para pais e mães muito ocupados)
  8. 30 dicas de organização essenciais para a sua vida
  9. Top 10 desculpas das pessoas desorganizadas
  10. O que te inspira a limpar a casa?

Os posts que eu mais gostei de escrever

  1. Como definir prioridades e executar tarefas (meu preferido de todo o blog!)
  2. Porque eu tenho um blog sobre organização
  3. Será que você está perdendo tempo?
  4. Tralha emocional
  5. “Não consigo me organizar porque o que eu arrumo os outros bagunçam!”
  6. Montando um cronograma semanal de limpeza doméstica
  7. Como organizar o quarto do bebê
  8. 2 maneiras de saber se você é bem-sucedido
  9. Como organizar seus estudos para o vestibular
  10. Benefícios de destralhar a casa
  11. Como ter um dia-a-dia minimalista
  12. Por onde começar quando está tudo um caos?
  13. Organização é diferente de arrumação
  14. Como organizar a chegada do bebê
  15. Seja uma mãe organizada agora!

E você, gostou mais de qual post? Está na lista acima?

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Blog

Última semana de 2011 já! Muitas coisas boas aconteceram com o blog neste ano e eu quis fazer um post com uma retrospectiva daqui e também de fatos importantes que aconteceram este ano na minha vida.

Aqui vai um pequeno resumo:

  • Publiquei o e-book 365 dicas de organização para o ano todo.
  • O blog completou 5 anos de vida, apesar de eu já ter blogs há mais de 10 anos.
  • Participei de uma reportagem para a revista Época sobre o equilíbrio na organização.
  • O blog alcançou 1000 “likes” no Facebook e, pouco tempo depois, 2000 likes.
  • Eu mudei de uma casa grande para um apartamento bem menor e estou vivendo muito bem.
  • Aliás, “destralhar” tem sido verbo ativo na minha vida e, por que não, uma terapia.
  • Comecei a postar checklists mensais.
  • Voltei a trabalhar fora depois do nascimento do meu filho e, apesar dos altos e baixos, hoje estou bem quanto a isso.
  • Meu marido virou realmente companheiro cuidando do filhote e fazendo pela casa tanto quanto eu.
  • Conquistei um emprego com significado, que me faz querer ficar anos trabalhando a favor.
  • Passei a postar pelo menos uma vez por dia no blog.
  • Colaborei com matérias para a revista Crescer e o blog foi indicado pela revista Minha Casa.
  • Participei do Seminário Crescer sobre mães sem tempo e famílias geek.
  • Expliquei aqui no blog como eu me tornei uma pessoa organizada e também mostrei como você pode se organizar.
  • Mudei o design do blog para algo mais a ver comigo, com uma pegada retrô.

Eu tenho um montão de objetivos para 2012, mas isso é assunto para outro post. Obrigada por estar sempre comigo por aqui, comentando, participando, ou apenas lendo timidamente. O crescente número de acessos (praticamente dobra a cada mês!) me mostra que devo estar fazendo alguma coisa certa. Mas sabe, a gente não consegue escrever sobre algo a não ser que a gente goste muito e perceba que outras pessoas gostam também. Então, por isso, eu gostaria de agradecer a todo mundo que esteve por aqui em 2011. 2012 está logo ali, virando a esquina!

Categoria(s) do post: Blog

Pessoal, vamos aproveitar o final do ano para fazer algumas mudanças estruturais no blog, coisa chata de servidor mesmo, e pode ser que a gente fique fora do ar durante algum tempo. Não se preocupem! Está tudo sob controle, e em breve chegaremos com novidades (de verdade! aguardem!). Obrigada!

Categoria(s) do post: Lazer

A partir de hoje até o Natal, o Vida Organizada terá um checklist semanal para que nada seja esquecido.

Checklist para a semana de 19 a 25 de dezembro de 2011:

(   ) Compre os presentes de última hora
(   ) Compre tudo o que percebeu que está faltando
(   ) Monte os arranjos de mesa
(   ) Prepare a casa para receber convidados

Tudo tranquilo ou a correria de sempre? Falta só uma semana!

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Casa

Minha máquina de lavar roupas ainda não chegou. Temos um novo prazo essa semana mas, com as vendas de final de ano, as lojas aparentemente já assumiram como normal esse tipo de atraso.

Logo, estamos sem máquina. Sujando roupas diariamente, com filho pequeno. Mas estamos sobrevivendo.

Eis algumas dicas para você que não tem máquina porque não quer, porque não pode ou porque está passando pela mesma situação que eu:

  • Lavar calcinhas e cuecas durante o banho, uma por dia para não ficar muito pesado, claro. E cada um lava a sua!
  • Meias e roupas íntimas vão para o molho com sabão e amaciante todos os dias. Na noite seguinte, esfrego, enxaguo, torço e penduro no varal, colocando depois as peças do dia de molho. E assim vai.
  • Roupas com manchas são lavadas no mesmo dia e colocadas no varal (inclusive – e principalmente – as do bebê).
  • Roupas de uso comum são colocadas em um balde de molho (as nossas ficam separadas das do bebê, que são lavadas com outro tipo de sabão).
  • Tentar sujar o menos possível no dia-a-dia e lavar somente o que for necessário.
  • Todos os dias fazer um pouquinho. Isso é essencial para não virar um caos.
  • Balde cheio = esfregar, enxaguar, torcer e pendurar. Depois, as roupas que estão no cesto de roupa suja vão para o molho.
Na verdade, tudo isso é um grande aprendizado de economia de água. Confesso que eu colocava qualquer roupa para lavar anteriormente.

E você, tem mais alguma dica de organização para quem não tem máquina de lavar?

Categoria(s) do post: Lazer

Vi esta coluna da Época sobre uma marca da Malásia que propôe 10 únicas peças para usar o ano inteiro, apenas trocando as combinações. Será que dá?

O que eu mais gostei de ver foram os comentários:

Certamente, quem pensou na coleção não tem filhos!

Uma coisa pode ser comparada à outra, será?

Eu concordo, mas precisa ver a viabilidade do uso mesmo. Vide a questão com bebês acima.

E você, acha que dá?

Categoria(s) do post: Lazer
Imagem: Getty Images

Eu assino muitos, muitos feeds relacionados a casa, comida, limpeza, decoração, organização, e diariamente tenho recebido muitas atualizações sobre o Natal: planejamento, presentes, artesanato, cardápio etc.

Que tal trocar todo esse estresse relacionado ao Natal por simplesmente… nada?

Este ano, pela primeira vez, eu não estou me preocupando com absolutamente nada relacionado ao Natal. Com a mudança, nossa prioridade de foco e de dinheiro tem sido tornar nosso novo apartamento um lar habitável e isso exclui gastos com presentes, árvore de Natal etc.

É claro que eu tenho a imensa sorte de passar o Natal na casa da minha avó, onde ela organiza tudo (e adora, já é tradição). Se o Natal da família fosse em casa, certamente tudo seria diferente. De qualquer forma, eu reduziria ao mínimo:

  • Cada visita seria responsável por um prato e eu seria a responsável (talvez) pelo peru, pela recepção e pela decoração, o que já é bastante coisa.
  • A decoração seria mínima também: luzinhas baratinhas e uma guirlanda com material reciclável na porta. Não teria árvore de Natal porque nosso filho mexeria nela a todo instante e eu prefiro simplificar.
  • O que fosse necessário comprar – bebidas e utensílios de mesa  eu já teria comprado até novembro, para evitar aglomerações.

Como não é o caso, nada disso foi necessário. Compramos um único presente (para o nosso filho) e um par de luzes de Natal (que vou pendurar depois que as redes de proteção forem instaladas no apartamento).

A sensação é de alívio. Estou vivendo uma época da vida em que quero reduzir tudo ao essencial, para não perder tempo com o que não importa tanto e reduzir meu estresse.

Se você gostou dessa ideia, participe da campanha por um Natal mais simples no Facebook!

Categoria(s) do post: Diário da Thais

Nossa mudança aconteceu na sexta-feira e está tudo bem, tirando todos os percalços possíveis que nos atingiram. A mudança em si foi bastante rápida e, em 24 horas, o apartamento já estava arrumado (Geller falando). Porém, aconteceram diversos imprevistos:

  • A cama com o colchão não chegou na sexta-feira (conforme havíamos agendado) e eu precisei dormir no chão. Imaginem uma pessoa que acordou às 4h da manhã, fez uma mudança e teve que dormir no chão duro, forrado somente com um edredon.
  • A máquina de lavar também não chegou, então além de fazer a mudança, eu precisei me preocupar em lavar, esfregar, torcer e pendurar roupa.
  • Greve de ônibus bem quando eu voltei ao trabalho.

Depois pretendo fazer um post sobre todas as marcas, entregas, reclamações e elogios possíveis. Afinal, estamos aí para isso.

No geral, estamos muito bem. Quando chegarem todas as coisas (faltam sofá, armários da área de serviço, mesa de jantar e outras coisinhas), tiro fotos e posto aqui. Estamos nos virando.

Sempre vivemos momentos de estresse como esse na vida, e o que eu costumo fazer é focar no essencial e deixar todo o resto passar. Essa foi a maneira que encontrei para não enlouquecer. Li um post sobre ficar 100 dias sem objetivos e isso me deu um estalo sobre minimalismo no dia-a-dia, o que eu estou aplicando mesmo sem ter dado nome. Ficar sem mil tarefas nos possibilita a focar no que realmente importa, resolver o que é importante naquele momento e ser muito mais produtivo.

Com a mudança, tem sido essencial não se estressar com o que não tenho controle sobre. Vale lembrar que escolhas são diferentes de metas mas, quando as fazemos, as metas acabam sendo naturalmente cumpridas.

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Finalmente nós nos mudamos e está tudo bem, no geral. A mudança foi na sexta-feira passada e o Paul chegou no sábado. Ele ficou admirado com tudo no condomínio, e ele tem uma coisa muito fofa atualmente que é fazer um “aaah” de surpresa toda vez que vê algo que ele considera cool. E, quando ele chegou no prédio, eu fiquei toda emocionada e ele todo feliz vendo as árvores, o playground, a piscina. Eu fiquei assim porque esperava por esse dia há muito tempo, e agora a nossa família está junta, num cantinho próprio e cheio de possibilidades.

No primeiro dia, ele dormiu muito bem. Acho que estava cansado da viagem e foi dormir mais tarde (umas 20h), que é o horário que começa a anoitecer aqui por causa do horário de verão. Na segunda noite, ele acordou muitas vezes, estranhando. Eu sabia que isso aconteceria, mas foi só essa vez. Ele vem dormindo bem todos os dias e já se acostumou com tudo.

Nossa principal paranóia é com a segurança dele, pois só hoje (seis dias depois da mudança) a empresa foi instalar as redes. Não que isso fará com que a gente o deixe livre, leve e solto, mas já dá uma segurança. As facas da cozinha estão guardadas em um outro lugar em cima da pia, bem longe das supostas mãozinhas dele. Nas gavetas, só os itens mais inofensivos, e mesmo assim instalamos protetores para que ele não abra. No armário embaixo da pia, panelas e tupperwares que, se ele abrir e fizer bagunça, não se machucará. Vidros e eletrodomésticos menores (processador, liquidificador, microondas), tudo no alto. O próximo passo é comprar um portãozinho para a área de serviço, onde ficam a despensa, os produtos, ferro, baldes com produtos, lixeira etc. No quarto dele, as três tomadas estão com protetores e com coisas na frente, para evitar o interesse. Por enquanto tem dado super certo e ele não teve interesse, mas a área de serviço é um parque de diversões com a despensa aberta, então o portão será a próxima providência. Ainda não compramos porque todo comércio está impossível ultimamente e preferimos esperar passar o Natal.

Uma coisa que foi muito arriscada, morri de medo de dar errado por ser muita mudança ao mesmo tempo, mas que no final acabou dando certo, foi termos comprado uma caminha em vez de um berço. Na outra casa, ele estava tentando pular o berço mesmo com o estrado na posição mais baixa e já tínhamos deixado edredons e outras coisas moles, caso ele caísse, mas eu sempre tive pavor de imaginá-lo caindo de cabeça do berço. Mesmo sendo a hora da transição, eu achei que eram mudanças demais e tinha medo de ele cair da cama, pois aquela proteção até a metade não garante nada. Até que encontrei um modelo muito bom, que me deu segurança, e sabia que daria certo:

Tok&Stok

A caminha tem proteção em toda a volta e ele vai usar até uns cinco anos, eu acredito. Ela é uma graça pessoalmente e eu achei que seria o modelo ideal. Minha mãe acabou dando de presente para o Paul, o que aliviou as nossas contas.

No primeiro dia, eu imaginei que ele cairia, que não dormiria, mas dormiu. Quer dizer – precisamos fazê-lo pegar no sono na nossa cama para depois levá-lo até lá. Agora, ele já vai dormir lá mesmo. Fomos um pouco mais maleáveis porque sabíamos que era TUDO diferente para ele – cama, quarto, apartamento. Ele acordou bastante de domingo para segunda, mas depois dormiu bem todas as outras noites. Ele só não aprendeu que ele pode sair da caminha sozinho, hihi. Ele fica ajoelhado naquela parte mais alta do pé chamando pela gente, quando ele acorda. Vai ser libertador, quando ele descobrir.

De resto, ele está curtindo muito tudo. O condomínio tem muitas opções para crianças e ele já brincou com algumas. Nesse final de semana teremos a oportunidade de conhecer mais vizinhos, se não chover de novo. Minha vizinha da frente tem um bebê de 1 ano e 3 meses que eu não conheci até hoje (ela me contou em um desses encontros de elevador).

Para mim, a mudança foi significativa demais. Meu trabalho tem um horário flexível, então posso controlar meu horário de entrada e saída. Ontem mesmo saí mais cedo e cheguei em casa na hora de ele jantar, tomar banho, brincar, e só depois de um tempão ir dormir. pela manhã, fico muito tempo com ele, brinco, dou café-da-manhã, escovo os dentes, todas essas coisas. Só de pensar em como posso ficar mais tempo com ele já me dá vontade de chorar. Estamos todos muito bem.

Nem consigo descrever a diferença em termos de qualidade de vida também. Ok, vou ao trabalho de ônibus (pego de 2 a 3, dependendo do dia), geralmente cheio, mas esse processo é todo muito rápido (sem trãnsito, levo de 30 a 40 minutos para chegar ao trabalho, mas no máximo uma hora). Para quem acordava 4h30, 5h para pegar um ônibus fretado e demorar duas horas para ir trabalhar e duas horas e meia para chegar em casa, é um alívio e tanto. Fora a liberdade de escolher o melhor horário, acordar sem pressa, tomar café-da-manhã, ver jornal, enfim… vida de verdade.

Ainda estamos nos adaptando, pois existem n pendências chatinhas, tipo metade das tomadas do apartamento não estarem funcionando (está acontecendo em outros do edifício) e a construtora dar chá de sumiço e fingir que não sabe de nada, ou achar que a geladeira não está funcionando direito (o técnico vem amanhã) e não termos telefone (aguardando autorização da prefeitura). Mas estamos nos virando bem. O Paul está ótimo – certamente ele sente a diferença no nosso astral e está muito tranquilo, empolgadão com tudo, tagarelando, obedecendo (hehe) e tendo a mamãe muito mais perto.

Eu estou muito feliz. <3

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Lazer

A partir de hoje até o Natal, o Vida Organizada terá um checklist semanal para que nada seja esquecido.

Checklist para a semana de 12 a 18 de dezembro de 2011:

(   ) Se precisar enviar presentes pelo correio, envie esta semana
(   ) Limpe os artigos de prata
(   ) Providencie os artigos para a mesa (pratos, talheres, guardanapos etc)
(   ) Se ainda não fez isso, encomende o peru (se for comprar pronto)

Falta pouco mais de uma semana!

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.