Categoria(s) do post: Lazer

Lousa na cozinha já virou modinha na maioria das revistas e blogs de decoração, mas tem um motivo: são muito bacanas! Também gostei muito da decoração minimalista em preto e branco. Não sei se faria na minha casa, mas achei bonita. Daqui.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Diário da Thais, Mudanças

O mês de outubro foi agitado! Não era para ser diferente: a mudança está próxima. A data continua a mesma (primeira quinzena de dezembro), mas ainda não encontramos apartamento. Para falar a verdade, apareceu um apartamento muito bom, no bairro que queríamos, semana passada, mas eu viajei a trabalho, fiquei a semana toda fora e, quando voltei, ele já havia recebido uma proposta. Pode ser que os pensamentos positivos de vocês façam com que a proposta seja recusada e a corretora nos ligue, mas do contrário continuamos procurando. Dá um certo medinho de não encontrar nada até lá porque, se não nos mudarmos na data planejada, vai ficar para janeiro (temos as festas de final de ano etc) e não queremos isso. A ideia é mudar, curtir as festas de final de ano já com essa questão resolvida e ainda aproveitar as minhas férias da pós até fevereiro. Tem que ter pensamento positivo e acreditar que vai dar tudo certo, e é o que estamos tentando fazer!

Eu encaixotei poucas coisas nesse mês que passou porque a empresa que pretendemos contratar para fazer a mudança fornece o material (caixas, plástico-bolha etc). Encaixotei alguns livros e DVDs, mas ainda tenho a esperança de me livrar de todas as capas para reduzir o espaço utilizado no apartamento novo. O único problema é que não encontro os plásticos com divisórias.

No início do mês, cometi a loucura organizacional de anotar todos os nossos pertences. Esse processo durou alguns dias e muitas páginas do meu tradicional caderno de anotações, mas valeu a pena por dar uma noção completa do que temos, do que vamos manter, do que vamos doar etc.

Itens listados no caderno e riscados à medida que passados para a planilha

Depois, a tarefa consistiu em passar para uma planilha todos os itens, divididos nas colunas: item, vai/fica, cômodo onde está, cômodo onde ficará, providência, se já dá para tomar essa providência (pode ser encaixotar) e observações. Fiz essa planilha em menos de uma hora.

Itens organizados em uma planilha. Ufa!

Com o passar do mês, a planilha foi se expandindo para mais categorias:

  • nossos pertences (onde listei os itens descritos acima)
  • compras necessárias: o que precisaremos comprar para nos mudarmos
  • itens de armazenamento: caixas que já tenho, estantes, cestos etc.
  • itens que precisam de armazenamento: livros, discos, pastas, cadernos etc.
  • compras por mês: o que devemos comprar em cada mês até a mudança
  • lista do que vai: separada por cômodos, para facilitar a estimativa da quantidade de caixas
Os itens que iremos levar foram organizados por cômodo

Confesso que estou com um pouco dificuldade para fazer uma estimativa do número de caixas, mesmo com os itens listados aí! As caixas têm tamanhos variados e isso me deixa um pouco confusa. Telefonarei semana que vem para a empresa transportadora e pedirei mais detalhes, então acho que ficará mais fácil.

O que fizemos no mês de outubro, então:

  • encaixotamos algumas coisas
  • listamos todos os nossos itens
  • montamos a_planilha com tudo organizado (não sei o que seria de mim sem ela)
  • compramos mais algumas coisas menores (talheres, panelas)
  • continuamos procurando imóvel
  • ligamos nas imobiliárias e pedimos retorno
  • planejamos as finanças

Eu não queria que fosse assim, mas percebi que as imobiliárias são meio preguiçosas com quem está querendo alugar um imóvel. Eu sei que um comprador em potencial é mais interessante por causa da comissão dos corretores, mas poxa vida. Ligamos em muitas, muitas mesmo, e a atenção é dada durante um dia. No outro, já se esqueceram da gente. Bem que eu gostaria de alugar direto com o proprietário, mas não temos carro para passear pelos bairros e aí fica difícil. Por esse motivo, pelo menos para esse imóvel nós dependemos delas.

Para novembro, nosso planejamento é o seguinte: encontrar o imóvel e terminar de encaixotar a maioria das coisas (deixando somente os itens do dia-a-dia para a última semana). Dá um friozinho na barriga saber que está tão perto, mas é aquele friozinho bom.