Como empacotar tudo para mudanças

26
19835

Este post faz parte do Especial – Mudanças, onde darei dicas para quem quiser se mudar baseadas em minha experiência pessoal, pois nos mudaremos muito em breve.

Na última atualização sobre o andamento da nossa mudança, eu falei um pouquinho sobre como estamos identificando as caixas (tem também um post só sobre o material para mudanças), mas o post de hoje é sobre o processo de empacotar – como fazer com objetos delicados, roupa de cama, sapatos e todos os outros itens da sua casa.

Alguns precisam de certas particularidades no processo e é sobre elas que vou falar nas dicas abaixo:

  • Os primeiros itens que devem ser embalados são os pequenos itens de cada cômodo – especialmente objetos decorativos, que não são de essencial utilidade -, principalmente nos quartos, sala e escritório. Os objetos na cozinha e no banheiro podem ainda ser utilizados antes da mudança e devem ser deixados por último;
  • Regra geral: embale primeiro o que você não usa no dia-a-dia e deixe por último os itens do cotidiano;
  • Prefira sempre caixas pequenas e médias às caixas grandes, pois são mais fáceis de carregar;
  • Reforce a parte de baixo das caixas de papelão com a fita adesiva;
  • Roupas podem ser armazenadas em malas de viagem, em vez de caixas;
  • Não utilize muitos sacos para embalar pertences, em vez de caixas, pois eles são menos resistentes;
  • Tente não encaixotar líquidos (frascos de shampoo, por exemplo), pois eles correm o risco de vazar com facilidade. Programe-se para utilizar o que já tem até a data da mudança e compre novos quando chegar ao endereço novo;
  • O que deve ser encaixotado e embalado somente no último dia antes da mudança: chuveiro, gás de cozinha, cosméticos, um par de toalhas, mudas de roupas e sapatos, alguns pratos, copos e talheres utilizados no dia e panos de limpeza em uso;
  • Caixas de papelão pequenas podem armazenar fotos e itens menores, mais frágeis. Embale cada um com a proteção que achar necessária (jornal, plástico-bolha etc);
  • Coloque bolsas menores dentro de bolsas maiores para facilitar o transporte;
  • Enrole tapetes e carpetes e amarre-os com uma cordinha;
  • Pratos e outros itens frágeis de cozinha devem ser embalados com plástico-bolha. Não economize nesse quesito;
  • Não utilize jornal diretamente sobre os objetos, pois eles podem ficar manchados. Utilize plástico-bolha e, em seguida, o jornal;
  • Utilize pequenos saquinhos plásticos para embalar parafusos e outros itens pequenos. Cole com fita adesiva junto a alguma parte do móvel que pertencem;
  • Cubra quadros com papelão e amarre com uma cordinha. Depois, embale com plástico-bolha;
  • Se precisar transportar móveis com gavetas, utilize o compartimento como própria embalagem para transporte. Coloque a gaveta dentro de um saco plástico e amarre bem com fita adesiva. Dessa forma, ao chegar na casa nova, bastará tirar de dentro do plástico e encaixar no móvel correspondente, já com o conteúdo dentro;
  • Aproveite a roupa de cama fofa (cobertores, edredons) para embalar objetos delicados do quarto, como um abajour;
  • Encaixote livros utilizando caixas pequenas para facilitar na hora do carregamento (as caixas não ficam tão pesadas);
  • Caixas grandes devem guardar coisas leves, como travesseiros, roupas de cama e outros itens maiores que não pesem tanto;
  • Algumas caixas podem ficar com espaços vazios. Se os objetos guardados ali podem se quebrar com o balanço do trajeto, é melhor preencher os espaços com jornais amassados, de modo que o objeto fique mais firme;
  • Para encaixotar quadros com frente de vidro, embale cada um com plástico-bolha e amarre com uma cordinha ou fita adesiva, para proteger;
  • Sempre que encaixotar itens frágeis, escreva claramente na caixa em questão “cuidado! vidros” ou “frágil”;
  • Utilize toalhas e panos velhos para embalar artigos mais frágeis;
  • Nunca encha demais uma caixa. O ideal é que ela fique “retinha” em cima – nem afundada, nem elevada;
  • Animais de estimação devem ser transportados em caixas específicas para tal. Informe-se em petshops;
  • Lembre-se de indicar “este lado para cima” em caixas com objetos mais frágeis;
  • Jóias e objetos mais valiosos devem ser transportados com você;
  • Monte algumas caixas para “a primeira noite” com artigos de primeira necessidade: pratos, talheres, copos, guardanapos, panos multiuso, toalhas, roupa de cama, mudas de roupas para os membros da família, chinelos, escovas e pastas de dentes, papel-toalha, sabonete, detergente, esponja, brinquedos para as crianças, sacos de lixo e o que mais você achar necessário. Essas caixas deverão ser abertas primeiro ao chegar na nova casa, portanto, embale-as por último.

Como você pode ver, algumas dicas facilitam e muito o processo de empacotar nossos pertences quando decidimos nós mesmos fazer isso, em vez de contratar profissionais. Você tem mais alguma dica para compartilhar? Deixe nos comentários. =)

26 comentários

  1. Além de jóias e objetos valiosos, carrego sempre comigo nas mudanças todos os documentos das pessoas da casa, além da caixa com as notas fiscais.

  2. A minha dica é: comece a embalar e encaixotar tudo com antecedência, mas lacre as caixas apenas na última semana antes de mudar. Porque é incrível como sempre precisamos de itens, que não usamos normalmente, depois que embalamos… aconteceu comigo semana passada, meu modem estragou e o outro já estava embalado, por sorte eu não tinha lacrado as caixas com fitas…

  3. Nossa…esse foi o melhor post da série mudança!!! Obrigada!!Uma coisa da minha última mudança q não quero repetir na de agora…é em relação a geladeira..quero deixar a geladeira praticamente vazia até lá. Foi de dar dó as coisas q se perderam…e olha q doei muita coisa, na última hora para os porteiros do prédio…mas, teve coisa q não deu pra ficar com eles..acabou indo pro lixo. Uma dúvida q tenho agora é em relação ao gás q está em uso e tenho medo de não gastar todo o botijão até o dia da mudança…tem como transportar com segurança o q sobrar?! Obrigada!

  4. Aninha, em todo lugar que eu busquei como referência, diz que só pode transportar vazio. O que vc pode fazer é ligar para a companhia de gás e pedir algumas orientações.

  5. Obrigada pela atenção Thais! Eu tbm só estou encontrando esta informação, de tranpostar vazio…acho q meu filho vai ter de comer muito bolo, biscoito, pao de queijo…bora gastar o gás…rs! Valeu!!

  6. Olá! Parabéns pelo artigo. Vc saberia informar algumas empresas de mudança de Porto Alegre para São Paulo capital? Obrigado.

  7. Muito legal, a lista é ótima: não sabia por onde começar a empacotar e agora já tenho um rumo. Obrigada!

  8. Olá Thais, primeiramente gostaria de lhe parabenizar pelo post, muito útil para quem está fazendo uma mudança.
    Gostaria de deixar uma dica aqui para seus leitores também, nós da Caixa de Papelão Deise trabalhamos com caixas de papelão seminovas, uma ótima opção para mudança, já que são mais baratas e ainda preservam o meio ambiente. Caso queira conferir segue o endereço: http://www.caixadepapelaodeise.com.br/aplicacoes/caixas-de-papelao-para-mudanca/.
    Forte abraço.

  9. Olá Thais, tudo bem? espero que sim. gostaria que você me desse uma dica sobre como proteger as peças de moveis ,como: guarda roupas ,cômodas ,armário multiuso e etc.

  10. Olá! Como eu encaixoto um televisão? Não tenho mais a caixa original e não consigo achar uma que sirva 🙁

  11. Realmente é um bom conhunto de dicas. Só n não achei no post a dica para etiquetar todas as caixas com o nome dos itens principais. E eu ainda indicaria em qual peça da casa nova devem ser colocadas. Mesmo se a transportadora largar tudo na sala principal, é mais fácil lidar com as caixas sabendo de que área vieram ou pra que área eu destinei!

    • Walter, essa dica não está de propósito. A ideia é numerar as caixas e fazer um inventário do que tem dentro de cada uma elas. É um grane descuido com a segurança deixar o nome dos itens estampado na caixa.

  12. Gostei muito do artigo, estou de mudança de São Paulo para a Bahia, como devo proceder para levar minhas cachorrinhas? Tenho duas, uma pequena (4kg) e a outra grande (17kg), não posso levá-las de avião e o caminhão da mudança é fechado. O que eu faço?

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui