Como acabar com a bagunça

22
9995
{Imagem: Getty Images}

O problema da maioria das pessoas que não conseguem se organizar chama-se excesso de bagunça. Veja como acabar com ela:

1 – Assuma a bagunça. Assuma que a situação está fora de controle e que você precisa tomar uma providência. Pare de dar desculpas como “meu bebê nasceu há um ano” ou “chego muito tarde em casa”. Simplesmente assuma que está uma bagunça e você fará o melhor que puder daqui em diante, com o tempo e a disponibilidade que tem.

2 – Sua casa (ou a situação) não ficou assim da noite para o dia. Vá aos poucos. Não adianta pirar na organização e depois “voltar ao normal”. Tudo faz parte de um processo que vira hábito. Não sabe por onde começar? Marque 15 minutos no timer (você pode usar o alarme do celular ou um despertador também), pegue uma sacola de plástico e ande pela casa, recolhendo o que for lixo: embalagens vazias, propagandas, papéis espalhados, folhetos, enfim, tralha no geral. É assim que você deve começar e esse hábito deve ser mantido diariamente, pois a tralha nunca acaba. Sempre compramos coisas novas que geram embalagens vazias e mais lixo. Comprar menos ajuda também, é claro.

3 – Depois de se livrar da tralha, ficará mais fácil manter a casa arrumada. Por isso é tão importante se desfazer do que é inútil. Até lá, concentre-se nessa atividade.

4 – Não tente organizar a casa se ainda há muita tralha. Você só vai trazer mais objetos para a sua casa, achando que eles ajudarão em alguma coisa: caixas organizadoras, pastas etc. Isso só aumenta o número de objetos em casa e você gastará dinheiro para organizar tralha. Não compensa. Primeiro reduza. Se você acha que não tem espaço para as suas coisas, significa que você tem coisas demais, e não falta de espaço.

5 – Cada coisa que você decidir manter deve ter uma “casa” – ou seja, um lugar para ser guardada. Se não tem, veja se precisa providenciar (ex: sapateira para sapatos) ou se vale a pena realmente manter o objeto.

6 – Não se prenda a “regras” de organização ou decoração. Elas podem ajudar e inspirar, mas quem deve saber o que deve ter em sua casa é você e as pessoas que vivem com você.

7 – Quando tudo estiver um caos, não se desespere. Lembre-se que fazer um pouco é melhor do que não fazer nada. Colocar a roupa suja que está espalhada em um único cesto não resolve o problema, mas já melhora a situação. Essa é a ideia.

8 – Procure não bagunçar mais. Se seu guarda-roupa já está cheio de roupas amassadas, não jogue mais uma blusa naquele monte – guarde-a no lugar certo. Se a pia já está cheia de louça e você acabou de beber um copo d’água, lave-o em vez de colocar lá dentro com o resto da louça suja.

9 – Uma casa extremamente organizada, onde nada está fora do lugar (nem pode ser tirado, com risco de ira profunda do dono), é uma chatice. Não tenha um ideal desses de organização na sua cabeça. Bagunça dá um certo borogodó a qualquer residência, mas não bagunça demais. Pense que ideal mesmo é estar contente na situação em que está e deixar a perfeição de lado às vezes nos dá um respiro. Faça o suficiente, só isso. Não deixe que a neura pela organização atrapalhe a sua vida. Nem a bagunça. Encontre o seu equilíbrio.

10 – Tudo em nossa vida é integrado. Se a sua casa está bagunçada, é provável que outros setores em sua vida estejam também. Não devemos nos livrar somente da tralha em nossa casa, mas em nossa vida. Falsas amizades são tão opressivas como uma pia cheia de louça suja na segunda-feira à noite. Talvez você queira fazer uma lista de providências que queira tomar no geral: na vida, no trabalho, no casamento etc. Sempre é bom escrever, porque exteriorizamos nossos objetivos. Daí é só ir riscando, à medida que vai fazendo, e deixando para trás o que é tralha, seja material ou não.

Talvez você tenha certa dificuldade de se livrar da tralha. Trabalhe nisso para não ficar presa(o) ao que é puramente material. Ter somente o que se ama ou tem utilidade em casa é a única maneira de acabar com a bagunça. Faça esse pequeno esforço para libertar a sua casa e a sua vida.

22 comentários

  1. Olha, vc me ajudou demais hoje..
    assim que saísse do serviço eu ia, “pirar na organização” do meu guarda roupas. Mas tenho certeza que em uma semana ele voltaria ao normal..
    Vou tentar produzir um habito de guardar as coisas nos devidos lugares!
    A proposito, você já tem ( ou poderia fazer) um post sobre a organização do tempo?
    Obrigada por tudo, seu blog tem me ajudado a não tornar minha vida um caos!

  2. visito todos os dia seu blog e recomendo para minhas amigas pois nos ajuda muito na tarefa de ser mãe, dona de casa e profissional. Muito obrigada por compartilhar conosco seus conhecimentos!!!

  3. Esse foi o melhor post que já li desde que acompanho o seu blog. Ele foi direto ao problema, além de dar grande incentivo. Parabéns!

  4. Confesso que desde que mudei (abril) ainda nao botei realmente a mao na massa aqui em casa. Meninos vao viajar estasemana e aí sim (ponho a culpa neles kk)

  5. Cara, eu sou a rainha das desculpas. Me casei em Novembro de 2010 e tenho caixa até hoje pra arrumar. Mas como eu tô com prazo pra entregar a monografia, tô desesperada e a casa largada.
    Adorei esses post porque me de deu um tapa na cara.
    Obrigada!

  6. estou fazendo tipo aquelas promessas de fim de ano…rsrs
    devo me mudar no início de setembro e o novo ap é maior e tem guarda-roupas grandes e cozinha e area de serviço cheias de armários.
    quero tudo organizado!!!
    no meu ap mini, digo que é bagunçado pq não tenho onde guardar as coisas direito, no novo ap, quero ver!!! rsrs

    estava no processo desses itens do post aqui em casa, mas agora que vou me mudar ja to pensando em como fazer isso sem passar o resto do ano com tudo entulhado e perdido…

    *** será que até agosto sai a matéria sobre MUDANÇA??? tô na torcida!!!

    bjs thais, adorei esse post.

  7. Olha, um método q uso pra não esquecer meu propósito de ser organizada é visitar regularmente aqui, assim renovo meu compromisso comigo mesma e sempre vejo novas idéias pra me melhorar. Obrigada, Thais! De sugestão pra quem tá cheio de tralha como eu, uma coisa q funciona muito é dar “endereço” para as coisas, geralmente sobra um monte de coisa q vc simplesmente não encontra uma categoria para catalogar…90% destas coisa, sem dó…é lixo, tralha, msm!! e aí, só jogando fora, doando…enfim, não serve pra vc! Comigo tem funcionado…valeu! bjs!

  8. Oi, lindona, descobri seu blog ontem e estou devorando ele inteiro! 😀
    Parabéns pela organização e por compartilhar essas dicas preciosas. Estou em uma fase da minha vida, onde planejamento e organização são minhas palavras-chave.

    Um abraço!

  9. acho que minha vida esta bem sobrecarregada, quando minha primeira filha nasceu eu não tive licença maternidade e tive que voltar logo na semana seguinte do nascimento dela para o trabalho,meu marido não me ajudava em nada ,depois ela cresceu e três anos depois eu engravidei de novo ,ate ai tudo bem ,eu conseguia manter a casa arrumada mesmo com muita dor nas costas eu consegui dar conta de tudoi casa; trabalho,gravides e a minha outra folha,mas meu bebe nasceu morto,pronto ,tudo virou de cabeça para baixo,ja faz um ano e eu consigo organizar nem minha cabeça e nem minha casa,agora meu marido me ajuda mas minha CABEÇA TA TAO BAGUNÇADA E CONFUSA QUE ISSO TA SE REFLETINDO NA MINHA CASA QUE RA SEMPRE UMA BAGUNÇA.NAO AGUENTO MAIS .PRESCISO DE ALGUS CONSELHOS.

  10. Thais, boas festas e que Deus abençoe você e toda sua familia.
    Gostaria de um conselho. É o seguinte: Minha casa é bem grandinha, com ajuda do seu blog estou aprendedo a organizar e deixa-la arrumadinha. Entretando, não consigo mante-la pois meu irmão mais velho de 29 anos não me ajuda na hora de arrumar e nem ajuda manter. Para você ter ideia, pedir para ele limpar o banheiro que ele sujou e ele deu pitir e recusou.Fiz uma faxina no quarto de mamãe e ficou lindo. Para minha tristeza, meu irmão dormiu lá ( o quarto dele esta super bagunçado) e no dia seguinte o quarto ficou de ponta cabeça: revistas esphadas, copo, ropupa suja no chão, cama bagunçada e lençol jogada no criado-mudo. Pedi para ele deiar comoestava antes e ele recusou. So foi ajeitar depois que perdir o controle e gritei histerica. Ele não tem nenhuma obrigação, é formado mas não quer saber de traballhar. Queria que ele me ajuda-se a dividir as obrigações domesticas ou que ele mante-se arrumado e organizado. Ja tentei conversar, mas ele não ouve e dar pitir que nem uma criança. Como faço para eleajudar-me?

    • Margarida, ele é bem grandinho né? Infelizmente não temos como obrigar ninguém a ajudar. Se ele não tem essa responsabilidade por si mesmo, fica complicado. Faça a sua parte e peça a colaboração dele apenas para que não bagunce o que foi arrumado. Boa sorte.

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui