Manha não é panha.

Paul e papai estão brincando juntos, sem problemas. Mamãe chega para almoçar e vê os dois se divertindo. Ao anunciar a chegada, o bebê começa a choramingar, esticando os bracinhos e pedindo colo. Manha.

Mas o que fazer? Não pegar? Claro que eu pego. Antes, tento fazê-lo parar de chorar com alguma coisa ao redor, distraindo-o. Quando ele para, eu o pego, encho de beijos e devolvo ao chão para brincar.
É só comigo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Carta da Editora – Maio 2020

Todo mês eu escolho um tema para nortear os conteúdos que serão criados nos diversos canais do Vida Organizada e o tema de maio...
Ler

Veja Também

“Thais, sua família segue a sua dieta?”

Existem algumas perguntas que eu recebo com muita frequência, então, sempre que eu identificar alguma assim, vou criar um post com a...

Sopa de inhame com espinafre e especiarias (vegana)

Seguindo por aqui na pegada de fazer receitas com base em cremes, caldos e purês durante a...

“Hábitos Atômicos” (James Clear)

Mais um livro da série “boas leituras para o período de quarentena”. Tenho lido alguns livros (e relido outros) que eu acredito...

Como eu estudo Ayurveda

Desde que comecei a estudar Ayurveda de maneira mais "oficial", sempre recebo comentários de vocês nas diversas redes sociais perguntando que curso estou fazendo...

O lance da água morna com limão todo dia de manhã

Alguns anos atrás eu publiquei aqui no blog um texto sobre o hábito de tomar água morna com limão pela manhã e até hoje...

Outros artigos como este