Rotinas

Adaptação da rotina aos 6 meses.

Quando o Paul completou 3 meses, a rotina deu uma alterada extremamente significativa. Com 6 meses, achei que seria mais ou menos a mesma coisa, mas foi uma diferença enorme! O salto dos 6 meses chegou com força aqui e ainda estamos nos adaptando. Por isso, vou postar aqui algumas informações que eu tenho para trocarmos ideias.

Alimentação

* Ele faz três refeições por dia, além do leite. Ainda estamos nos adaptando e ele está passando a mamar menos (quando comeu bem no intervalo, ele mama coisa de 90 a 150ml, mas quando come pouco ele chega a 270ml, pra mais! faço sempre 9 medidas). Lembrando que passei a dar a refeição por volta das 17h porque ele estava morrendo de fome nesse horário e a pediatra autorizou. Isso deu uma aliviada, porque ele geralmente ficava enjoado antes de tomar banho, e descobri que era fome (mesmo se ele tivesse mamado às 16h, às 18h ele chorava porque associa o banho + ritual de dormir ao leitinho, e com a papinha às 17h ele fica mais tranquilo).

* Tenho uma planilha de preparo de alimentos organizada semanalmente para todo o sétimo mês. A ideia é preparar as papinhas salgadas em um dia, as sopas em outro e congelar. Minha avó adora fazer pelo menos uma sopinha para ele nos finais de semana, então alivia um pouco a minha barra.

* O esquema de alimentação é o seguinte: fruta (manhã), papinha salgada (almoço) e sopinha ou outra fruta (janta). Estou tentando intercalar alimentos que prendem/soltam o intestino e fazer refeições leves à tarde. Introduzo alimentos novos pela manhã e, quando aprovados (= nenhuma reação significativa), passo para os outros horários.

Atividades

* Não sei se é ansiedade da separação já. O fato é que ele está super manhoso… comigo! Ouve a minha voz e já resmunga, ou chora quando o deixo brincando sozinho.

* Ele, como toda criança, adora sair de casa. Todos os dias saio com ele, exceto quando está chovendo muito. Se está só garoando, coloco a capa de chuva no carrinho e vou até o supermercado. Aliás, recomendo demais essa capa. Uso quando chove, está ventando forte ou muito frio.

* Ele ainda não fica muito tempo sentado sozinho mas já começa a se arrastar, quase engatinhando, e aguenta ficar de pé apoiado na mesa de centro. Não consigo entender, mas vamos que vamos.

* Peguei a manha da choradinha de tédio quando ele está brincando. Deixo ele sozinho com uns três brinquedos. Quando ele começa a reclamar, tiro os brinquedos e coloco um só, e aos poucos vou colocando outro e outro. Vou fazendo um rodízio e ele fica numa boa.

* De manhã, quando preciso trabalhar em algo que exige concentração maior, eu deixo a tv ligada no Discovery Kids durante uns 20 minutos. Consigo fazer o que eu preciso e ele fica quietinho assistindo. Não deixo ele ver mais tv do que isso, mesmo porque ele fica irritado com a superestimulação. No entanto, é bom ter uma arma secreta para momentos em que preciso me concentrar rapidamente!

* Melhor lugar EVER para comprar presentes para crianças: www.trenzinho.com.br A loja é enorme e tem muitos brinquedos educativos separados por área (música, ciências, dinossauros). No site não dá para ter muita noção – só indo na loja mesmo. Tem bastante coisa de madeira, brinquedos vintage, livros legais (dá vontade de comprar todos). Mês que vem volto lá para comprar uma guitarra semi-acústica de brinquedo.

* Ele tem muitos brinquedos. A única coisa que eu comprei foi o tapetinho de atividades. O resto, ele ganhou tudo. Talvez eu dê até uma freada nessa presenteação toda, porque daqui a pouco vou precisar me mudar para caber tanta coisa.

Sono

* Até semana passada, nós tínhamos tirado a grade do berço e acoplado-o à cama para que a cama compartilhada continuasse, porém com mais espaço. Na hora de dormir dá super certo, mas para as sonecas do dia simplesmente não funciona. É horrível ter que ajoelhar sobre a cama para colocá-lo dormindo no berço. Ficamos assim durante uma semana e colocamos a grade novamente. Nem se compara a facilidade. Prefiro que ele durma na nossa cama normalmente a ter que quase abrir o corte da cesárea de tanto ajoelhar e carregá-lo para lá e para cá sem jeito. Acredito que a coisa de acoplar o berço à cama deva servir para bebês que só dormem mamando ou então quando ele for maior e puder ir sozinho dormir, mas agora não tem condições.

* O que tem atrapalhado demais o sono dele é a mania de virar de bruços. Se ele está dormindo e vira, é só ajeitar a cabeça dele com a chupeta e fica tudo bem, ele dorme numa boa. Agora, o problema é que, quando ele está pegando no sono, fica querendo virar de bruços o tempo inteiro, e chora ao virar. Ele não consegue simplesmente desvirar ou colocar a cabeça no travesseiro e dormir. Então tenho que ficar lá, desvirando e colocando-o para dormir até ele pegar no sono de vez. Fora que às vezes ele também acorda ao virar. Bom, não tem jeito – já li que é fase e tem que esperar passar. Ele se mexe demais e gira pra lá e pra cá o tempo todo no berço ou na cama.


* Ele tem dormido bem duas sonecas: uma de manhã, outra à tarde. O que acontece é que ele divide cada soneca em duas mais curtas, em alguns dias. Acorda sorrindo, empolgado, e fica com sono meia hora depois. Respeito o ritmo dele, porque se tentar colocá-lo para dormir de novo ele fica hiper nervoso. Ainda estamos nos adaptando a essa nova fase de sonecas, mas a primeira acontece por volta das 10h (se ele acorda às 6h30) e a outra por volta das 14h.

* Ter uma rotina noturna está sendo mais importante do que nunca nesses momentos difíceis! Acho que eu comentei há alguns dias que tentaríamos colocá-lo para dormir mais tarde, não foi? Pois é, não deu certo. Ele ficou com o sono muito mais agitado e acordando mais cedo (antes das 6h).

* O horário de verão não trouxe alterações nervosas na rotina. Ele está pegando no sono por volta das 19h (antes era às 18h ou 18h30) e acordando às 6h30 (ou 5h30, nhai). No primeiro dia, ele acordou às 8h (7h), mas só. Já voltou a acordar cedo novamente, fica rolando na cama, dando gritinhos. Nem tem como colocá-lo de volta para dormir. Também não quero acostumá-lo a acordar tarde porque um dia vou voltar a trabalhar e vou acordar cedo de qualquer forma, e ele precisará ir para a escolinha, então deixa acordar nesse horário que está bom.

Eu

* Pense em uma pessoa com projetos. Além de voltar a procurar emprego (quem sabe não aparece algo bom, perto e que pague bem?), estou fazendo a revisão do meu livro (que espero terminar até o solstício), montando o pré-projeto de mestrado (que espero terminar em fevereiro, mas acho que é muito perto para quem ainda está estudando a bibliografia) e trabalhando nos meus sites (que demandam atualizações diárias). Além disso, quero tirar carta de motorista ainda este ano. Não, eu não tenho. Nunca tive interesse, sempre andei numa boa de táxi e ônibus, sem neuras. Mas agora tenho um filho e acho importante. Além do que, se começar a trabalhar, será uma boa comprar um carro.

* Tempo para fazer tudo isso? Vamos nos virando.

* Eu acompanho todos os blogs pelo Google Reader e, sempre que quero comentar algum post, envio para o meu e-mail e eles ficam na pastinha “comentar”. O problema é que realmente não consegui fazer isso ainda e a pastinha está enorme. Com a viagem + o final de semana passado super tenso, Anderson tocando todos os dias, trabalhando e a correria do show do Paul McCartney, não consegui nem entrar direito na internet. Agora as coisas estão se acalmando e em breve coloco tudo em dia, prometo.

* Quanto aos ingressos, aliás, conseguimos! Imaginem o meu estado:

Você também pode gostar...

Posts mais acessados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *