ou

Nessa transição de um ano para o outro, é comum pensarmos mais nos nossos objetivos. O que é tudo bem mas, será que eles estão coerentes entre si? Ou seja, o que você quer a curto prazo tem a ver com o que você quer a longo prazo? Seus projetos atuais refletem tais objetivos? Neste post, você vai aprender a identificar e refletir sobre o que quer alcançar em curto, médio e longo prazo na sua vida, sem pressão. A ideia é entender se o seu tempo está sendo aproveitado de uma maneira que te deixa feliz.

A vida é uma aventura. Definir objetivos significa ter um mapa em mãos quando se coloca o pé na estrada. Você pode até mudar um pouco um percurso mas, se se perder, você sabe que o seu mapa está ali para te ajudar. A ideia de ter objetivos listados é a mesma. Eles não são engessados, cravados em pedra. Você pode mudá-los, se sua vida caminhar para isso. Mas, uma vez que você os tenha definido, isso te ajuda a não perder coisas que não tenham a ver com você e com a vida que você quer viver.

Às vezes é mais fácil pensar em objetivos de longo prazo, pois eles denunciam valores importantes. Por isso, podem ser um ponto de partida. No entanto, não existe jeito certo de definir objetivos. Você pode simplesmente identificá-los.

Vamos às definições:

  • Um objetivo de curto prazo é um objetivo que você pode querer alcançar em até dois anos. Essa definição tem muito a ver com o GTD (método de produtividade). O que você quer que seja verdade até o fim do ano que vem? Essa abordagem é interessante porque permite que a gente reflita sobre estados que não temos hoje em nossa vida. Analisando todas as áreas da minha vida, o que eu quero que seja verdade em cada uma delas? Em Finanças, por exemplo, pode ser algo como “Guardar X reais para dar entrada em um apartamento”. Em Saúde, pode ser “Emagrecer 10kg”. Em Carreira, pode ser “Mudar de emprego”. Perceba que todos esses objetivos podem levar menos tempo que até dois anos, por isso que falamos em “até”, e não “em”. Os objetivos de curto prazo expressam vontades.
  • Um objetivo de longo prazo é aquele objetivo de vida, que você vê lá na frente, como algo que você quer conquistar na sua vida. Pode ser “Comprar um apartamento no bairro desejado” ou “Ter uma família grande e unida”. Os objetivos de longo prazo expressam valores.
  • Já o objetivo de médio prazo é aquele no meio termo, que engloba a maior parte da sua vida. De 3 a 10, 20 anos adiante, você pode ter objetivos de médio prazo. Os objetivos de médio prazo expressam seu estilo de vida. Como eu quero estar vivendo daqui a 10, 15 anos? Como eu quero que seja o meu trabalho daqui a 20 anos? E, uma vez identificados, você consegue trazer metas intermediárias para mais perto, que talvez vão gerar projetos.

O exercício aqui só pode ficar mais personalizado se nós trabalharmos juntos no processo de coaching. <3 Porque a ideia é você exercitar esse raciocínio em cada uma dessas esferas e aí comparar um com o outro. Por exemplo: se eu quero ter uma família grande e unida, o que precisa acontecer antes? Casar, ter um, dois filhos, ou adotar. E para isso acontecer, o que tenho que fazer? Como isso impacta no meu hoje? Exemplo prático:

Objetivo de longo prazo: Comprar um apartamento no bairro desejado
Objetivo de médio prazo: Comprar um apartamento
Objetivo de curto prazo: Guardar X reais para dar entrada em um apartamento
Projetos que podem ter a ver: Buscar investimentos com lucratividade X por mês, Buscar uma segunda atividade remunerada, Definir o tipo de apartamento que consigo comprar e por aí vai.

Dá pra tirar uma tarde para pensar nisso, não? 😉

Thais Godinho
16/01/2017
11
Seus objetivos conversam entre si?
Pergunta do dia: qual a sua paixão?
Em que fuso horário você está?

>

  1. Se algo cheira mal na cozinha, jogue fora. Não é só comida não. Serve para aqueles potes antigos, talheres etc.
  2. Tire do seu guarda-roupa tudo o que você não usou no último ano. Doe, venda, dê adeus.
  3. Jogue fora, venda ou doe aquilo que está quebrado e você disse que consertaria, mas nunca consertou.
  4. Se você esconde alguma coisa, é porque tem vergonha de mostrá-la. Por que você a guarda?
  5. Limpe embaixo da cama.
  6. Tire todas as roupas do chão da lavanderia. Dê um jeito nelas, nem que seja apenas transferindo-as para um cesto, provisoriamente.
  7. Processe seu e-mail todos os dias. Separe o que é lixo, o que precisa responder, o que é referência etc. Quando tiver 15 minutos livres, responda o que puder.
  8. Todos os dias, antes de dormir, arrume as mesas da casa. Tire de cima o que não lhes pertence.
  9. Tenha um lugar para guardar artigos de craft (cola, tesoura, papéis, canetas), nem que seja uma caixa de papelão. Melhor do que deixar em cima da mesa de jantar.
  10. Mantenha a pia do banheiro limpa.
Thais Godinho
19/10/2010
6
Antes e depois: home-office
Maneiras de organizar receitas
Receitas de segunda-feira {7}

>

(Foto: Apartment Theraphy)

Não precisam!

Não sei. Vejo os livros todos em uma só estante e enxergo apenas um aglomerado de lombadas. Funciona em alguns casos, mas acho tão mais bonito – e organizado – distribuir os livros pela casa. Mesmo porque há livros que praticamente pedem para ficar no quarto, enquanto outros fazem bonito na sala. Por que acumular no mesmo lugar? Livros são a alma da casa e podem sim ir além da utilidade e tornar-se parte da decoração. Use sua criatividade!

Thais Godinho
30/09/2010
2
Organize o seu guarda-roupa para o verão
Dúvida da leitora: você ainda está fazendo armário-cápsula?
Para fazer no domingo: separar as roupas que usará durante a semana