24 May 2014

15 músicas para ouvir enquanto limpa a casa

Playlist especial com músicas que nos animam enquanto fazemos faxina:

1. ‘Happy together’, The Turtles

2. ‘Material girl’, Madonna

3. ‘She bangs’, Rick Martin

4. ‘Sonífera ilha’, Titãs

5. ‘I want to break free’, Queen

6. ‘Chega mais’, Rita Lee

7. ‘Garota nacional’, Skank

8. ‘Listen to the music’, The Doobie Brothers

9. ‘Drive my car’, The Beatles

10. ‘Roar’, Katy Perry

11. ‘Rock you like a hurricane’, Scorpions

12. ‘Fireworks’, Katy Perry

13. ‘Dos margaritas’, Paralamas do Sucesso

14. ‘Under my thumb’, Rolling Stones

15. ‘Vertigo’, U2

Curta sua faxina! =)

23 May 2014

{Download} Plano de ação diário

Criei um plano de ação diário para que você possa baixar e imprimir para utilizar no dia a dia. Clique na imagem abaixo para fazer o download e leia as explicações em seguida:

230514-planodeacaoImprima um ou dois por página e utilize diariamente.

Plano de ação diário (doc)

Na parte superior, insira a data do dia em questão.

Do lado esquerdo, você tem um espaço para seus compromissos, dividido por manhã, tarde e noite. Embaixo, você pode planejar o menu daquele dia (veja como preparar o menu semanal), inserir a missão do dia da FLY Lady (entenda aqui como funciona) e as rotinas de limpeza da casa (veja como organizar uma rotina de limpeza doméstica).

Do lado direito, você pode inserir lembretes diversos (ex: aniversário de fulano). Na sequência, as “big rocks” do seu dia, que são as três coisas mais importantes que você precisa fazer no dia em questão. E, embaixo delas, tarefas diversas para fazer naquele dia.

Espero que o arquivo ajude você a se organizar um pouquinho. Por favor, deixe seu feedback nos comentários. Obrigada!

 

22 May 2014

Curso GTD: nova turma aberta da Call Daniel em junho

Pessoal, eu sempre divulgo aqui quando tem turma aberta da Call Daniel porque muitos leitores me perguntam onde fazer um curso sobre o GTD, e só o Daniel é certificado hoje no Brasil para dar esse curso. A próxima turma será no dia 7 de junho, um sábado, e eu gostaria muito de contar com a presença de vocês! Já estive presencialmente nesse curso e ele é bem dinâmico – a pessoa sai pronta para implementar o GTD depois dele. Também serve para quem já começou no método mas precisa tirar dúvidas. Vale a pena! Faça sua inscrição.

220514-turma-aberta

GTD™ é a abreviação da marca “Getting Things Done™” (“A Arte de Fazer Acontecer”). Um sistema de gestão inovador para a vida pessoal e profissional, criado pelo renomado consultor americano David Allen, que fornece soluções concretas para transformar o “corre-corre” diário e as incertezas em um sistema integrado de produção sem estresse. O GTD™ é um poderoso método para gerenciar compromissos, informações e comunicações. É o resultado de 30 anos de prática em serviços de consultoria, Coaching, acompanhamento pessoal, treinamentos e programas organizacionais, realizados com milhões de pessoas em todo o mundo, que lhe renderam a reputação de padrão ouro na produtividade pessoal e organizacional. O GTD™ permite maior desempenho, capacidade de realização e inovação. Alivia a sensação de sobrecarga, gerando foco, clareza e confiança. Décadas de pesquisa e prática do GTD™ no cotidiano, levaram à publicação do Best-Seller Internacional: “Getting Things Done” (A Arte de Fazer Acontecer). Publicado em mais de 28 idiomas, a revista TIME o anunciou como: “O livro definitivo de autoajuda para negócios do seu tempo”.

Clique aqui para saber mais e fazer sua inscrição!

Obs – Este post NÃO é um publieditorial. Eu trabalho com o Daniel e divulgo porque o curso é muito bom, é o único sobre GTD no Brasil e é de interesse dos leitores. ;D

21 May 2014

GTD – Saiba por que você não consegue finalizar seus projetos

O GTD tem uma má fama com relação à execução. A verdade é que o método é tão completo, que a gente pode querer ficar mais tempo organizando tudo que fazendo mesmo, e isso pode atrapalhar. Já escrevi um pouco sobre isso aqui, mas hoje eu gostaria de falar sobre os motivos que podem te levar a não finalizar seus projetos, a fim de promover uma reflexão e, com ela, melhorias para a sua produtividade.

São eles:

  1. Você não sabe o que você está fazendo. Você pode ter criado seus projetos, mas não sabe exatamente como diferenciar um projeto de uma tarefa, nem como organizar cada um deles. Existem projetos sem uma tarefa vinculada a eles, o que chamamos de próxima ação. Como solucionar: garanta que todo projeto tenha ao menos uma próxima ação definida. Se não tiver, ele não é um projeto em andamento, mas um projeto para algum dia / talvez ou em espera. Se há próximas ações, mas você tem dificuldade em definí-las, tente desmembrá-las. É normal um projeto ter sub-projetos. Não se prenda ao sistema, mas ao que precisa ser feito. O importante é que você consiga soltar o gargalo e fazer acontecer. Para isso, tudo deve se resumir em uma próxima ação. Pode facilitar ter uma lista de todas as tarefas vinculadas ao projeto, até chegar na próxima ação. Se você organizar seus projetos no Evernote (como eu), você pode chamar essa lista de Nota Master do Projeto.
  2. Você não sabe quais são suas prioridades. Não adianta ter 60 projetos em andamento se você não conhece a importância de cada um deles. Se você não vê diferença entre uma tarefa relacionada a um projeto que é um hobby de uma tarefa relacionada a um projeto de trabalho que tem prazo latente explodindo na sua cara, é porque você não tem as prioridades definidas. É nesse ponto que a gente pode fazer um paralelo do GTD com o método do Christian Barbosa (tríade), categorizando os projetos em importantes, urgentes e circunstanciais. Não precisa ter uma estrutura para organizar isso, se você não quiser – basta fazer uma reflexão e ter em mente o que entra em cada uma dessas categorias. Quando você faz isso, na verdade está mandando um recado para o seu cérebro de que está investindo tempo no que realmente importa ou precisa ser feito.
  3. Você tem medo de perder tempo ou fazer as coisas rápido demais. Isso vem de saber estabelecer prioridades. Não tem problema acabar no dia 5 uma tarefa que tinha como prazo o dia 17 – é legal isso! Sinta-se produtivo(a) se conseguir terminar as coisas antes do prazo, e não culpado por ter feito rápido demais ou com medo do que vem a seguir. Esse item pode parecer complexo, mas pense bem e veja como você pode identificá-lo no seu dia a dia. Há pessoas que inclusive trabalham com prazos maiores para poderem ter mais tempo livre e procrastinarem eternamente – veja se não é o seu caso. Desafie-se, produza melhor, por você – não pela empresa, pelo seu chefe ou pelo seu cliente. Quando a gente perde tempo no dia a dia porque está esperando prazos, em vez de executar, pode estar fazendo um perigoso pacto com a mediocridade, e ninguém quer isso.

Existem diversos motivos pelos quais podemos não estar finalizando nossos projetos, então é importante analisar os três itens acima e modificar algumas atitudes no seu dia a dia, se eles forem identificados como hábitos que você tem.

20 May 2014

5 coisas para você organizar no seu trabalho agora

Você sente que poderia se organizar melhor no trabalho? Veja cinco dicas rápidas e certeiras que você pode implementar AGORA:

1. E-mails. Os e-mails podem se tornar os grandes vilões da produtividade se a gente não tiver uma maneira simples e rápida de lidar com eles. Veja como estou organizando meus e-mails atualmente, pois a organização que utilizo com relação a horários e pastas funciona muito bem e pode ser que funcione para você. Para aplicar agora: desligue seus alertas de novas mensagens. Estabeleça horários para acessar seus e-mails, se possível, senão você perderá o seu dia inteiro sendo reativo e atendendo cada demanda que chegar, interrompendo seu trabalho de verdade. Não é todo mundo que pode fazer isso mas, se você puder, recomendo que o faça.

2. Arquivo e materiais de referência. Toda pessoa deve ter um sistema de arquivo que funcione bem para ela, o que significa que não existem regras nesse setor. A maneira mais simples de organizar é a alfabética, sem hierarquias. Assim, use o que for mais intuitivo para você. Para itens em papel, você pode usar pastas de plástico ou pastas suspensas. Se puder digitalizar, recomendo o Evernote. Eu utilizo tags para categorizar esse material. A vantagem do Evernote é a busca altamente eficiente e o acesso a partir de diversos dispositivos, além de liberar espaço físico.

3. Informações sobre projetos em andamento. Você pode utilizar uma única pasta para guardar esses papéis, que podem ficar dentro de plásticos (por projeto) ou separados por clipes. Também pode usar uma pasta menor ou um arquivo de pastas suspensas. Eu digitalizo todos os papéis (ou não os imprimo, simplesmente) e guardo no Evernote. Veja aqui como organizo meus projetos.

4. Cartões de visita. Você pode ter uma pequena caixinha própria para guardar cartões de visita, ou mesmo uma pasta, que são itens comumente vendidos em papelarias e lojas de materiais para escritório. Outra maneira de organizar cartões de visitas é digitalizá-los com a câmera do celular (recomendo o aplicativo CamScanner) e exportar para o Evernote. Assim, seus cartões ficarão organizados e facilmente acessíveis a partir de qualquer dispositivo.

5. Correspondência. Recebemos enormes quantidades de papéis diariamente. Para administrá-los, vale a pena ter uma caixa de entrada em sua mesa, com pelo menos duas divisórias: entrada e saída. Na entrada, você coloca tudo o que chega até você. Na saída, você coloca o que precisa arquivar, pagar, enviar por fax e outras providências. É uma maneira simples de organizar a correspondência que chega e, se você não tiver como providenciar uma caixa de entrada agora, separe os papéis em duas pilhas na sua mesa até conseguir. Já ajuda a categorizar.

Nosso trabalho toma muito tempo de nossa vida e, se não nos organizarmos, podemos nos atrapalhar muito e prejudicar nossa produtividade, fazendo a gente perder tempo. Por isso, tente se organizar aos poucos, e as cinco dicas acima são uma maneira de começar.