28 Apr 2014

Livros lidos em abril ’14

Sempre quis criar o hábito de postar aqui no blog as minhas leituras, porque leio muitos livros ao mesmo tempo e vira e mexe posto a respeito no Instagram e todos me perguntam. Vou criar este post e espero realmente que ele vire uma série mensal onde eu consiga escrever sobre os livros que li no último mês.

Gosto muito de ler, desde criança, e acredito que essa seja a minha principal característica. Quando começamos a namorar, a família do meu marido me chamada de “a menina que lê”, para vocês terem uma ideia. Eu sempre estou lendo, seja onde for. Gosto! Ponto.

Tanto que, mensalmente, tenho minhas passagens por lugares determinados onde costumo brincar dizendo que faço minha “compra do mês”, como a Livraria Cultura, Saraiva, Fnac, Leitura, Livraria da Vila, loja do Kindle, sebos em São Paulo e Campinas, entre outras.

Como algumas pessoas no Instagram ficaram impressionadas com a quantidade, eu postei também quanto tempo eu levei para ler cada um deles. Não tem segredo, eu acho – basta ler sempre que tiver um tempinho. Eu leio antes de dormir, de noite, quando tenho insônia, no banheiro, nas filas, na hora do almoço, viajando… enfim, estou sempre lendo. Alguns livros têm a leitura mais fácil que outros, então dá para ler mais rápido. Tem livros que eu leio do início ao fim e uns (a maioria) que eu alterno a leitura com outros.Varia bastante!

Os livros que eu li em abril, por fim, foram os seguintes:

Do Instagram do blog: /blogvidaorganizada

Do Instagram do blog: /blogvidaorganizada

What the most successful people do before breakfast

Autora: Laura Vanderkam

Já tinha lido o livro na versão e-book (no Kindle) e, quando o encontrei para vender no aeroporto, comprei porque a edição reúne não só esse, mas outros dois e-books dela (What the most successful people do on the weekend e What the most successful people do at work).Todos com dicas maravilhosas de produtividade para você aproveitar suas horas antes de o mundo inteiro acordar, aos finais de semana e durante o horário de trabalho. Este livro existe somente em inglês.

Tempo de leitura: praticamente 1 mês. Como ele é em inglês, e eu não tenho essa proficiência toda no idioma, a leitura foi mais lenta.

O segredo das reuniões produtivas

Autor: Charlie Hawkins

O livro definitivo sobre reuniões organizadas. Ele é tão bom que, ao começar a leitura, já pude implementar várias dicas, como ter uma pauta estruturada, estabeceler papéis durante as reuniões e as melhores maneiras de tomar notas. Apesar de eu acreditar que a melhor dica de produtividade com relação a reuniões seja não fazer reuniões, elas ainda são inevitáveis, especialmente para quem trabalha em escritório. Livro essencial para quem gostaria de sofrer menos com as reuniões de trabalho.

Tempo de leitura: duas semanas, lendo somente antes de dormir e fazendo anotações.

60 estratégicas práticas para ganhar mais tempo

Autor: Christian Barbosa

O livro já havia sido lançado há algum tempo e é basicamente uma coletânea dos artigos do excelente blog do Christian, Mais Tempo, mas mesmo assim eu não resisti e acabei comprando. O livro é composto por capítulos curtos e temáticos, com foco prático e participação de algumas pessoas que gostamos, como a Bia Kunze, em um texto sobre o Evernote. Excelente livro para ler e reler sempre que quiser dar uma melhorada na produtividade diária.

Tempo de leitura: uma semana.

Trabalhe quatro horas por dia

Autor: Timothy Ferris

Existem alguns livros que dão uma chacoalhada na vida quando a gente lê, e esse é O LIVRO para fazer isso. Mexeu tanto comigo que mudou todo o meu conceito de produtividade para a vida, e ainda estou me recuperando desse terremoto que foi a leitura. Sabe quando você relê só para ver se absorveu direito o que aprendeu? Mais ou menos isso. Recomendadíssimo. Pretendo inclusive fazer um post exclusivamente sobre ele, em breve.

Tempo de leitura: um dia. Li e não parei até terminar.

Make up to break up

Autor: Peter Criss

Não é segredo para ninguém que eu sou uma grande fã da banda KISS e esse livro do Peter (ex-baterista da banda) ficou no meu criado-mudo um tempão, mas finalmente terminei de lê-lo esse mês. Amei e odiei o Peter ao longo do livro e abandonei a leitura diversas vezes. Minha conclusão final é que o livro poderia ser muito bom se não fosse a insistência frequente do Peter em falar mal dos outros caras. Mostrou muita amargura, auto-apreço e imaturidade. Porém, é um livro cheio de curiosidades sobre o KISS que todo fã deve ler, pois vale a pena.

Tempo de leitura: uns três meses. Li e parei diversas vezes, e finalmente terminei em abril.

Como ter uma vida normal sendo louca

Autoras: Camila Fremder e Jana Rosa

Eu faço parte de uma geração perdida que não é nem X nem Y e, para mim, algumas coisas são meio bobas. O livro é bacana, as autoras também e a proposta é ótima mas, no final, ele é tão centrado no sexo oposto e em neuras dos 20 anos que me fez perder o interesse várias vezes. Nada contra o livro – eu que já passei da idade mesmo. Mesmo assim, dei várias risadas e presentearia minha irmã mais nova com ele (se eu tivesse uma).

Tempo de leitura: duas horas.

Não tenha medo de gerenciar seu chefe

Autor: Bruce Tulgan

Bom, eu sou budista, então acredito que a mudança no mundo começa dentro da nossa cabeça. Não são as condições exteriores que fazem a vida ficar boa, mas como nós reagimos diante delas. Mesmo assim, ter um chefe esquisito é problema para 99% das pessoas que possuem empregos atualmente, então a leitura é interessante. Recomendo muito o livro para quem tem problemas com chefes dos mais variados tipos, pois o autor não cai em conceitos clichê e sabe a real mesmo. O livro tem várias dicas de produtividade e pode valer a pena se você não estiver se sentindo muito bem no trabalho e coloca a culpa no seu chefe por isso. Bruce Tulgan também é autor do livro Não tenha medo de ser chefe, que eu fiquei com vontade de ler depois desse, pois gostei dos conhecimentos que ele passa.

Tempo de leitura: uma semana.

Ao fazer o post, reparei que não finalizei nenhum livro sobre Budismo, e estou lendo vários. Fico lendo um monte ao mesmo tempo e ainda faço parte do grupo de estudos do Centro, que vai lendo e discutindo os pontos de um livro em particular por vez, mas prometo que na lista de maio terá ao menos um deles terminado e micro-resenhado como os outros.

Ontem eu baixei diversos livros para o Kindle, então minha lista de maio já está prontinha. É um mês que promete muitas leituras. Está frio, vou fazer algumas viagens, estou tentando pegar mais leve e ter mais tempo para isso, então acredito que consiga ler bastante.

E você, o que leu em abril? Poste suas dicas e recomendações nos comentários! Obrigada.

27 Apr 2014

Menu semanal, de 28 de abril a 4 de maio

Toda semana, tentarei postar sugestões de receitas diferentes para variar o menu semanal. A ideia não é seguir rigorosamente – são apenas sugestões que você pode implementar ou não, para sair da rotina do dia a dia. E uma receita não exclui a outra: afinal, você pode preparar algo diferente para o almoço e para o jantar, assim como preparar o que quiser em um dia e complementar com uma sobremesa. A ideia é inspirar e curtir esse momento tão bom no dia a dia, que é quando a gente prepara com amor o que vai comer, tendo família ou não, e tem aquela agradável refeição com as pessoas que a gente ama ou curtindo a própria companhia, porque comer bem deveria ser sagrado.

As sugestões para a semana de 28 de abril a 4 de maio são (clique nas imagens para ver a receita):

Segunda, 28: Sopa de abóbora

Imagem: M de Mulher

Imagem: M de Mulher

Terça, 29: Polpetines de carne de porco

Imagem: Segredos da Tia Emilia

Imagem: Segredos da Tia Emilia

Quarta, 30: Pão de queijo de caneca

Imagem: Panelaterapia

Imagem: Panelaterapia

Quinta, 1: Salada de berinjela e abobrinha grelhadas

Imagem: Simplesmente Delícia

Imagem: Simplesmente Delícia

Sexta, 2: Bolo de goiabada cascão

Imagem: Segredos da Tia Emilia

Imagem: Segredos da Tia Emilia

Sábado, 3: Arroz com costelinha

Imagem: Panelaterapia

Imagem: Panelaterapia

Domingo, 4: Torta brownie sem farinha com brigadeiro de limão

Imagem: Panelaterapia

Imagem: Na Minha Panela

Aff, apenas falecendo com essas receitas. Espero que gostem e tenham uma boa semana.

27 Apr 2014

Linkagem de domingo {84}

linkagem-de-domingo

Bom domingo a todos.

25 Apr 2014

Receitas congeladas e saudáveis para quem é muito ocupado: mito ou realidade?

Temos a impressão (com todos os motivos do mundo) de que toda comida congelada não é lá muito saudável. Isso porque, quando falamos em comidas congeladas, nos lembramos das lasanhas cheias de sódio e empanados feitos com restos de frango. Mas não precisa ser assim. Dá para ter algumas opções congeladas em casa que sejam saudáveis, especialmente porque todos nós passamos por momentos em que precisamos optar por esse recurso. Um pós-parto, uma semana cheia de compromissos e reuniões fora, muitas viagens, quem trabalha e estuda e mil outros motivos – que seja simplesmente querer ter mais praticidade. Pesquisei um pouco sobre o assunto para escrever este post com algumas receitas e espero que seja útil a todos vocês.

Clique na imagem para ir à receita.

Frango à parmeggiana light

Imagem: Projeto Super Saudável

Imagem: Projeto Super Saudável

Risoto verde aos 2 queijos

250414-congelados02

Imagem: GNT

Hambúrguer caseiro com aveia

Imagem: Tem Delícia na Cozinha

Imagem: Tem Delícia na Cozinha

Frango xadrez

Imagem: Projeto Super Saudável

Imagem: Projeto Super Saudável

Salmão ao molho de mostarda light

Imagem: GNT

Imagem: GNT

Sopa de chuchu, cenoura e frango

Imagem: Projeto Super Saudável

Imagem: Projeto Super Saudável

Nuggets super saudáveis

Imagem: Projeto Super Saudável

Imagem: Projeto Super Saudável

Este post foi criado para ser construído de forma coletiva. Portanto, se você tiver alguma receita saudável de comida que possa ser congelada, por favor, deixe nos comentários! Obrigada!

24 Apr 2014

Fazendo histórias: uma Vida Organizada com o Evernote

evernote02

Fui convidada a participar da seção “Fazendo histórias” do blog oficial do Evernote Brasil, e a entrevista foi publicada na semana passada. Fiquei muito contente por participar, pois eu sempre lia essa seção imaginando que um dia eu pudesse estar ali. =)

Basicamente, eu conto um pouco sobre como eu me organizo no geral, falo sobre o blog e como o Evernote ajuda a manter minha vida organizada.

Clique aqui para acessar e ler a entrevista. Espero que gostem!

Um obrigada a toda a equipe do Evernote Brasil. <3

* Este post não é um publieditorial.