ou

Eu sei que aqui no Brasil os imóveis são diferentes dos dos Estados Unidos e que nem sempre encontramos imóveis legais com o pé direito tão alto, mas achei a ideia tão legal que quis compartilhar com vocês.

021115-closetquarto

Imagem: Apartment Therapy

Olha só que legal: pouco espaço, mas pé direito alto, então a dona fez o closet embaixo e colocou a cama em cima, em uma espécie de mezanino. Talvez não seja uma ideia tão difícil assim de se aplicar por aqui – basta reduzir a altura do “closet”. Existem algumas camas de crianças e de adultos que têm esse espaço embaixo para escrivaninha, por exemplo. Que tal usar o mesmo raciocínio para closets?

Talvez em apartamentos seja mais difícil fazer isso (a não ser que sejam apartamentos antigos), mas em casas pode ser uma solução legal.

Enfim, não é para todo mundo, mas fica a ideia. Você pode ver o post completo com mais fotos no site do Apartment Therapy (em inglês).

Se você quiser saber mais sobre como construir seu estilo e organizar seu guarda-roupa, as inscrições para o nosso workshop ainda estão abertas. Será no dia 14 de novembro em São Paulo e falaremos exatamente sobre todo esse trabalho de conscientização para se vestir de acordo com a vida que se tem, de acordo com quem a gente é, e organizar nosso armário da maneira mais funcional possível para o dia a dia. Clique aqui para ver a programação do curso e se inscrever.
Thais Godinho
07/11/2015
8
Ideia do David Allen para usar cadernos no Evernote
Como eu estou usando o arquivo de referência rápida do GTD atualmente
A pressão para fazer o máximo

É muito comum vermos guarda-roupas com poucas gavetas ou prateleiras, ou mesmo áreas mais altas que o necessário. Veja neste post dicas simples para aproveitar melhor o espaço que você tem.

O grande segredo está no uso de caixas organizadoras. Melhores do que gaveteiros (que geralmente são feios e ocupam muito espaço), as caixas possuem mobilidade melhor e você pode customizar da maneira como quiser. Por exemplo: um gaveteiro tem gavetas do mesmo tamanho, enquanto que as caixas você pode comprar do tamanho necessário para cada função (uma caixa para guardar malhas geralmente é maior que uma caixa para guardar lenços).

Pense nas caixas como gavetas. As caixas preenchem o guarda-roupa como se fossem gavetas mesmo, com a diferença que você pode montar do jeito que você precisa. Tudo o que pode ser guardado em uma gaveta pode ser guardado em caixas. Não parece ótimo?

Você pode literalmente guardar todo tipo de coisas: calcinhas, camisetas, meias, malhas e o que quiser:

Imagem: Imperfectly Polished

Imagem: Imperfectly Polished

Você pode guardar bolsas:

Imagem: Cury.net

Imagem: Cury.net

Você pode guardar sapatos:

Imagem: Fashionismo

Imagem: Fashionismo

Simplesmente acrescente caixas de acordo com sua necessidade e crie suas próprias “gavetas”!

Outras dicas para otimizar o espaço em guarda-roupas pequenos:

  • Tenha somente roupas que tenham a ver com seu estilo no seu armário! Quem tem pouco espaço não pode se dar ao luxo de comprar sem pensar.
  • Leve acessórios para a decoração do quarto, como chapéus pendurados na parede ou colares em um quadro com moldura. Assim, você libera espaço no seu armário.
  • Use caixas de sapato como divisores de gavetas, em vez de comprar produtos organizadores específicos.
  • Organize suas peças de roupas em gavetas na vertical. É simples: em vez de colocá-las deitadas, dobre uma vez mais para que fiquem “durinhas” e guarde-as em pé, uma atrás da outra.
  • Em vez de dobrar as roupas que vão em prateleiras de forma padrão, diminua a largura das pilhas para conseguir guardar mais peças.
  • Guarde as roupas de outra estação em uma mala em cima do seu guarda-roupa e deixe embaixo somente aquilo que usará durante os próximos meses. Faça escolhas.
Se você quiser saber mais sobre como construir seu estilo e organizar seu guarda-roupa, as inscrições para o nosso workshop ainda estão abertas. Será no dia 14 de novembro em São Paulo e falaremos exatamente sobre todo esse trabalho de conscientização para se vestir de acordo com a vida que se tem, de acordo com quem a gente é, e organizar nosso armário da maneira mais funcional possível para o dia a dia. Clique aqui para ver a programação do curso e se inscrever.
Thais Godinho
06/11/2015
Veja mais sobre:
, Closet, Espaços pequenos, Guarda-roupa
5
Como estou organizando meu sistema GTD atualmente
O modelo tríplice para avaliar o seu trabalho diário
Checklist de novembro 2013

capa-gtd-todoist

Começo hoje oficialmente a série de implementação do GTD no Todoist. Ela servirá como exemplo de aprendizado da parte Organização da série Aprenda GTD. Ou seja, você que vem acompanhando a série, aprenderá agora a organizar todo o seu sistema com o exemplo do Todoist.

Acompanhe todos os posts desta série através da tag Guia GTD e Todoist.
Você também pode assinar os feeds do blog ou se cadastrar para receber por e-mail.
Por gentileza, leia antes o post Como usar o GTD no Todoist – uma introdução, que traz conceitos básicos sobre a ferramenta. Para conhecer o GTD, recomendo que leia todos os posts da série Aprenda GTD até aqui, pois é onde abordo didaticamente todos os conceitos do método. Nossa série abordará a implementação direta, sem esclarecer conceitos básicos que já foram vistos nesses posts anteriores.

O que você aprenderá neste guia:

  1. Parte 1 – Introdução
  2. Parte 2 – Como usar a caixa de entrada e organizar suas listas
  3. Parte 3 – Uso do calendário, datas e prazos
  4. Parte 4 – Organizando o workflow diário
  5. Parte 5 – Usando checklists de apoio
  6. Parte 6 – Organizando projetos em andamento e para algum dia / talvez
  7. Parte 7 – Organizando os níveis mais altos: opções
  8. Parte 8 – Opções avançadas para usuários Premium do Todoist

Até o próximo post!

Thais Godinho
05/11/2015
36
A versão simplificada do GTD
FLY Lady e GTD: Zonas da semana
Planeje seus deslocamentos