19 Dec 2012

Organizando a cozinha com nichos

Imagem: http://s-c-r-a-p-b-o-o-k.tumblr.com/post/36652988437

Imagem: http://s-c-r-a-p-b-o-o-k.tumblr.com/post/36652988437

Que tal utilizar nichos para organizar a cozinha? Algumas pessoas não são fãs dos armários abertos na cozinha mas, para quem gosta, pode ser uma boa ideia usar nichos (que geralmente são usados em outros cômodos, mas não na cozinha) para guardar utensílios menores. Esses aí da foto inclusive parecem caixas de madeira sem o fundo, ou seja, são mais artesanais ainda! Você também pode imitar e colar um papel decorado no fundo para dar um efeito decorativo. Eu gostei.

19 Dec 2012

Um pouco sobre organizadores profissionais

Muitas pessoas me escrevem perguntando um pouco sobre o mercado de organizadores profissionais, então resolvi escrever este post para tentar tirar algumas dúvidas e também falar um pouco sobre a minha experiência.

Não existe, hoje, formação oficial para ser um organizador profissional. Não é como nos Estados Unidos, por exemplo, onde existe uma associação (NAPO) que regula as atividades pelo país e concede certificados em diversos níveis. Teoricamente, se você quiser trabalhar como organizador profissional no Brasil, basta querer.

Porém, é claro que as coisas não são assim tão simples. Primeiro, porque você precisa ter um conhecimento gigantesco sobre organização. Segundo, porque existem diversas áreas de atuação – gestão do tempo, organização de residências, organização de escritórios, entre outras. Terceiro, porque é necessário ter espírito empreendedor para tocar este que é um verdadeiro negócio, com suas regras e leis. Não temos leis para organizadores profissionais, mas temos para trabalhadores autônomos, então isso deve ser respeitado.

Muitas pessoas têm a visão romântica de que organizadores profissionais trabalham menos e ganham bastante dinheiro. Gente, isso não existe. Se você já arrumou o quarto da tralha na sua casa, isso não é NADA comparado ao que você vai enfrentar diariamente com seus clientes. Você vai lidar com situações de todos os tipos, envolvendo muita sujeira, bichos, mofo, além dos próprios clientes difíceis (acumuladores, teimosos etc). Além disso, um organizador profissional não fica rico. Com grandes exceções, tipo a apresentadora e organizadora profissional Micaela Góes, do programa Santa Ajuda, no GNT, que só atende clientes classe AAA, a grande maioria dos organizadores vai pegar um público de A a B, e isso só com muitos contatos, com o tempo.

Se você acessar hoje o site da OZ, você terá uma listagem imensa de organizadores espalhados por todo o Brasil, já preparados para fazer uma coisa que você está apenas cogitando começar a fazer. E isso porque o site só disponibiliza essa divulgação por seis meses para cada profissional, então existem muitos outros por aí. Eles mesmos não têm tantos clientes assim. Pense que organizar uma casa é um serviço que você faz com uma frequência pequena. Um cliente pode te contratar hoje e só te chamar novamente daqui a um ano para fazer novamente a organização, como pode te chamar seis meses depois ou nunca mais. É claro que você terá que trabalhar com muitos, muitos clientes mesmo para conseguir ao menos garantir um certo sustento com a sua nova empresa.

É necessário ter disponibilidade de tempo. Você dificilmente conseguirá conciliar com outra profissão, pois um organizador profissional precisa fazer visitas, vistorias e trabalhar quando o cliente não estiver em casa, o que normalmente acontece durante o dia. Se isso é contornável? Acredito que sim, mas eu não me imagino, hoje, trabalhando durante o dia e organizando casa de cliente até a meia-noite. Nem acho que o serviço possa ser feito direitinho dessa forma. Você precisa sair, visitar fornecedores, fazer compras, e essas coisas precisam ser feitas em horário comercial.

Você precisará, na maioria dos casos, de um ajudante. Você pode contratar alguém por hora que vai te ajudar, e essa pessoa pode fazer o trabalho mais pesado ou enfadonho, como dobrar roupas etc. Mas pense nessa despesa, além das despesas com transporte, alimentação e suas ferramentas de trabalho, que devem estar sempre disponíveis e em boas condições.

Apesar de não existir uma formação específica para ser organizador profissional, eu não consigo imaginar uma pessoa trabalhando com isso sem ter feito o excelente curso da OZ. O curso mostra tudo o que é top com relação a organização de residências, desde dobras de roupa íntima até soluções estruturais em armários de cozinha, por exemplo. Não tem como uma pessoa se dizer organizadora profissional sem aprender tudo aquilo. Além do que, o curso também tem o módulo de negócios, que eu considero o diferencial. Quando eu fiz o curso, tive aula com a professora Irene, da Benfatto Organiza, e ela deu um show de experiência, falou sobre os desafios do profissional, dicas para trabalhar etc. Enfim, eu recomendo bastante o curso.

Eu resolvi fazê-lo simplesmente por causa do blog, para ter o certificado (ligado à NAPO, o único no Brasil). Uma vez li uma entrevista da Martha Stewart onde ela disse que, não importa o que você faça, você tem que ser o melhor da categoria. E sinceramente, é isso o que eu busco. Se eu estou falando de organização no blog, eu tenho que estudar muito, correr atrás para virar uma especialista. Então fazer esse curso foi interessante para mim nesse sentido. Eu não tenho disponibilidade de tempo hoje para trabalhar como organizadora profissional, pois tenho a minha profissão. Minha forma de atuação é exclusivamente no blog, e acredito que assim eu cumpro o meu papel.

Quanto à remuneração, varia bastante e, no curso, eles ensinam como fazer o cálculo. Basicamente, depende da sua experiência e do lugar onde você mora. Alguns profissionais cobram por hora, outros por pacote. Tudo depende. Não tem como chutar um valor, pois são muitas variantes. Mas a própria Irene, que trabalha com isso há anos e tem inúmeros clientes, disse que ninguém fica rico sendo organizador profissional. A não ser, é claro, que você já esteja inserido(a) em uma rede de contatos quentíssima, no mercado de luxo, por exemplo, e venda seu serviço a esses clientes. Isso são “outros quinhentos”. Mas é exceção.

Quem tiver interesse na profissão, então, eu recomendo que faça o curso da OZ e aí sim decida se é o que deseja fazer, pois ele dá uma ideia bem geral. Muitas pessoas chegam lá achando que querem isso com certeza e acabam mudando de ideia, pois vêem que o buraco é mais embaixo.

Se é uma profissão bacana? Com certeza! Quem ama organização ao menos uma vez na vida já deve ter considerado essa possibilidade. Mas precisa ter um conhecimento grande da área de atuação para abrir uma empresa desse tipo, assim como para abrir uma empresa em qualquer ramo, na verdade. Por isso eu recomendo que seja feito o curso, para só depois ponderar e avaliar se serve mesmo para você.

Espero ter esclarecido todas as dúvidas a respeito. Obrigada por tudo, pessoal.

18 Dec 2012

Móbile de corações

Imagem: Honeybee Vintage

Imagem: Honeybee Vintage

Eu gosto de móbiles porque eles são baratos e têm alto grau de customização – ou seja, podemos usar a criatividade e pendurar qualquer coisinha ali. Esse móbile com corações colocado em cima da cama é bastante simples de ser feito e muda totalmente a cara do cômodo mais simples. Uma boa ideia para quem quer decorar sem gastar muito.

18 Dec 2012

Como estudar para concursos – parte 3 – Depois da autorização

Continuando a série sobre organização dos estudos para passar em concursos públicos, hoje o post falará sobre como organizar os estudos depois da autorização.

Antes de continuar, gostaria de dizer que, como expliquei no primeiro post da série, todas as dicas aqui foram fruto de pesquisas em fontes diversas, sempre citadas. Para não restarem dúvidas, seguem as minhas fontes:

  • Livro “Guia de aprovação em concursos públicos” – William Douglas
  • Livro “Como estudar para concursos” – Alexandre Meirelles
  • Livro “Manual de um concurseiro” – Alex Viegas
  • Livro “Vencendo a maratona de concursos públicos” – Lia Salgado
  • Entrevistas do Deme (Demétrio Pépice) coletadas pela internet
  • Dicas de aprovados no Fórum Concurseiros
  • Entrevistas de aprovados no site do Ponto dos Concursos
  • Dicas compartilhadas por amigos e conhecidos aprovados em concursos públicos

Dito isso, vamos continuar com a nossa série. =)

Continue seguindo todas as dicas dadas nos posts anteriores, além do direcionamento novo a partir da autorização, com as dicas deste post.

Analisando todas as dicas que eu li, percebi que existe uma diferença enorme entre você estudar antes do edital e depois da autorização. Por quê? Porque, antes da autorização, você pode até ter ideia de que concurso você quer prestar, mas a autorização dá a certeza de que ele vai acontecer. Significa que, a partir daquele momento, você pode focar exclusivamente naquele concurso. Suponhamos que você esteja estudando para uma área, com as matérias genéricas. A partir da autorização, você pode focar exclusivamente naquele concurso, se for o seu objetivo.

Assim, a primeira coisa que você deve fazer é:

1. Analisar o último edital

Você deve pegar o último edital do concurso em questão e analisar com calma as disciplinas e tópicos abordados. Também deve verificar quantas questões de cada disciplina caem na prova, quais os pesos etc. Essa análise servirá como guia de estudos daqui para a frente. É claro que matérias entram e saem, assim como podem continuar iguais, mas você precisa se arriscar. Vale a pena estudar o que caiu no último edital e depois utilizar o tempo para estudar as matérias novas.

2. Conhecer a banca

Muitas vezes, quando é publicada a autorização do concurso, já é anunciada também a banca que realizará as provas. Se isso acontecer, seu objetivo deve ser conhecê-la. Por quê? Oras, porque as bancas repetem as questões e têm um estilo próprio. É muito diferente fazer uma prova da FCC ou da ESAF, por exemplo. Você precisa entender como funciona a “cabeça” da banca, pois isso já garantirá um avanço enorme na hora de resolver as questões na prova.

Para fazer isso, baixe provas anteriores da banca, fique atento(a) às provas de concursos em andamento e resolva as questões relacionadas às matérias que te interessam. Sempre que acontecer alguma prova da banca com pelo menos uma matéria que consta no edital do seu concurso, vale a pena baixar e fazer.

É consenso entre os concurseiros bem aprovados que a resolução de provas da banca é fundamental na aprovação. Não descarte esse método, pois ele realmente é importante.

3. Fechar as matérias

Vejo muito nas discussões de concurseiros o termo “fechar a matéria”, que basicamente significa ter estudado todos os pontos abordados no edital anterior e um pouco mais, estudando pelos livros ou fazendo cursos. Procure ter essa meta de fechar as matérias antes da publicação do edital. Você terá cerca de três meses (ou mais) até isso acontecer, então foque nos estudos! Agora é a hora de intensificar o seu ritmo e correr atrás do que não fez antes.

Fechando as matérias antes da publicação do edital, você estará apto a pegar o documento e ficar feliz! Pense nisso! Você verá todos os pontos já estudados ali, na sua frente, e poderá se concentrar nas matérias novas que entrarem, por exemplo, ou nos tópicos diferentes. Mas sobre isso eu falarei no próximo post. =)

17 Dec 2012

Ideia para empacotar presentes para crianças

presentes-criancas

Que tal fazer do pacote de presente o presente em si? Essa blogueira deu uma ideia muito bacana para as embalagens. No post em questão, tem também um presente embalado com um jogo de caça-palavras! Divertido e muito econômico. Veja aqui.

 

17 Dec 2012

Antes e depois: sala da leitora

Oi Thais!

É um prazer finalmente participar do seu blog! Eu comecei a me organizar ém setembro do ano passado, comecei pela parte financeira :-) Hoje posso dizer que já sou uma xiita no assunto !!!

Depois comecei a organizar minha casa, era mãe solteira, morava numa casa grande só eu e meu filho de 4 anos!!! (E um monte de animais domésticos) Trabalho em casa, então era fundamental arrumar as coisas…

A foto que eu mandei é da minha sala de jantar e sala de TV, ela era desse jeitinho no começo do ano!! MAS alguns meses depois minha vida sofreu uma reviravolta, engravidei e meu namorado veio morar com a gente!! Estamos começando a nos organizar tudo denovo! mas meu escritório virou o quarto do bebê e a escrivaninha, estante, impressora, etc mudaram pra sala… Mas foi legal achar essa foto da minha sala organizadinha! Sei que com o bebê e o novo morador da casa ainda vai demorar um pouco pra arrumarmos tudo, mas com certeza ler seu blog faz com que a gente queira manter a ordem…

Parabéns pelo blog, ele é muito inspirador!!!

Bjos,

Gabi

Gabi, eu achei chocante! Obrigada por compartilhar. =)

Quer participar do blog? Veja como.

16 Dec 2012

Linkagem de domingo {31}

Toda semana eu seleciono alguns links que li, gostei e achei interessantes para os leitores do Vida Organizada. =)

Os dessa semana são esses:

Um bom domingo para você.