13 Feb 2013

Minha faculdade de Publicidade

Olá Thais, sou do blog adeustralha.blogspot.com que começando…
E quando comecei a procurar mais sobre dicas do GTD eu encontrei o seu blog e muitas coisas legais por lá, agora sempre dou um pulinho no seu site.. Mas enfim…

Eu tenho 20 anos e estou pensando muito em fazer o curso de PP ano que vem. Eu queria ouvir de alguém mais focada na coisa como é o curso, se as oportunidades de emprego são poucas como dizem. Se é dificil… Ah, e em que áreas quem se forma poderá trabalhar e claro, se você gosta e o que pretende com o curso…

Acho que renderia um bom post, eu não sei se você já falou sobre isso, mas não encontrei lá. Então é isso e até mais! =D

Wellington D.

Oi Wellington,

Olha, eu sou suspeita para falar, porque eu amo a minha profissão! Eu comecei a minha vida acadêmica cursando Jornalismo, mas tranquei o curso no meio e fui fazer Publicidade porque já trabalhava na área, e nunca me arrependi.

No geral, acredito que a área de Publicidade esteja sempre aquecida. Publicitários sempre serão demandados em nosso mundo capitalista, pois pessoas estão o tempo todo vendendo ideias, serviços e produtos. Sempre vejo também muitas ofertas de emprego. O único problema, ao meu ver, é que não é um mercado que paga muito bem. Estagiários costumam ganhar entre R$600 e R$1000 no máximo, com raras exceções. Vejo coordenadores ganhando menos de R$3000, enquanto em outras áreas eles ganham R$7000 ou R$8000. Muitos publicitários acabam fazendo trabalhos freelance (como se fossem “bicos” voltados para a área) para complementar a sua renda, e por isso trabalham muito. Mesmo sem fazer freelas, publicitários estão sempre trabalhando. É comum ver um publicitário passando a noite na agência, por exemplo, ou ficando até tarde inúmeras vezes. Não que isso seja certo ou aceitável, mas infelizmente é a realidade. Porém, há bons empregos onde você entra e sai no horário. Também há pessoas que ganham bastante dinheiro com Publicidade, mas elas geralmente estão em cargos de diretoria e com décadas de experiência nas costas.

Hoje eu vejo três caminhos interessantes para quem está buscando se formar na área:

  1. Trabalhar em uma agência, e existem muitas espalhadas pelo Brasil;
  2. Trabalhar no departamento de marketing de uma empresa, que é a grande maioria das opções (há mais empresas que agências, claro);
  3. Trabalhar por conta própria, seja como for.

Eu já trabalhei das três formas e vou contar um pouco como foi cada fase da minha vida.

A faculdade de Publicidade é muito bacana e o currículo acadêmico varia demais de uma instituição para a outra. No geral, você vai ter matérias mais teóricas de Comunicação (que eu sempre gostei – quase fiz uma pós em Semiótica depois), as paralelas (Sociologia, Estatística, Economia) e as práticas e específicas (Planejamento, Redação, Design etc). O pessoal que faz Publicidade costuma ser bem extrovertido e gostar bastante de festas. Eu sempre fui amiga da galera no geral, mas nunca fui a uma só festa da faculdade, porque nunca fui “chegada”. Naquela época, eu estava tocando com a minha banda e não tinha os finais de semana livres também. Quando tinha, preferia ficar em casa estudando ou vendo filmes.

No segundo ano da faculdade, comecei a estagiar no departamento de marketing de uma empresa, onde fiquei pouco mais de um ano. Foi uma experiência incrível onde eu aprendi muito e trabalhei demaaais, como todo estagiário. Depois disso, passei a trabalhar em casa somente fazendo freelas de design, que era a minha área na época. No último ano da faculdade, consegui emprego em uma agência e, de lá até o meu emprego atual, nunca mais trabalhei em ambiente corporativo.

Trabalhar em agência é duro e cansativo, mas muito legal. Você tem a oportunidade de trabalhar com grandes marcas, fazer reuniões com clientes bacanas e conhecer muita gente, muitos assuntos, além de trabalhar em um ambiente mais informal e descontraído. Além disso, você precisa se manter atualizado o tempo todo. Claro que isso acontece em qualquer profissão, mas em Publicidade é mais ou menos assim: se algo mudou no Facebook durante a noite, na manhã seguinte já está todo mundo comentando.

É muito diferente e o pessoal é bastante engajado. Todo mundo quer mostrar resultado, o que acaba gerando um ambiente competitivo também. Em toda empresa há as famosas puxadas de tapete, mas em agências você vê isso acontecendo com uma frequência enorme. Algumas pessoas são mandadas embora com uma facilidade e frequência maior também (eu sempre vi isso acontecer o tempo inteiro em todas as agências onde eu trabalhei).

A rotatividade das agências costuma ser grande, mas isso em grande parte porque essa geração é diferente. É comum uma pessoa trabalhar um mês em uma agência, mudar para outra com oportunidade melhor e ficar lá seis meses, partindo para outra e ficando mais um tempo. Talvez o fato de muitas contratações não serem CLT influenciem nisso.

Hoje em dia, eu trabalho em uma empresa novamente e a rotina é muito mais tranquila que em uma agência, apesar de ter a mesma intensidade. Eu gosto de ambos os ambientes, mas talvez o ambiente corporativo combine mais com essa minha fase de mãe de filho pequeno etc. O engraçado é que, quando eu trabalhava em agência, eu costumava ficar até mais tarde diversas vezes, e achava que isso não aconteceria em ambiente corporativo. Hoje, no entanto, apesar de sair no meu horário na maioria das vezes, eu viajo muito mais a trabalho e já precisei ficar até mais tarde sim, especialmente quando estamos envolvidos em eventos da empresa. Então, a coisa de só quem trabalha em agência fica até mais tarde é mito – a prática acaba atingindo todos os publicitários mesmo, além de profissionais de outras áreas.

Sobre escolher uma área para atuar (Criação, Planejamento, Mídia, Atendimento etc), isso é muito relativo. Eu sempre achei que trabalharia com criação (que até foi o meu início), mas depois acabei indo para o lado do Planejamento e do Conteúdo para diversas mídias. A cara de quem faz Planejamento ser uma pessoa organizada, rs. Sempre gostei muito da parte mais estratégica e de controle dos projetos, gerenciamento de equipes etc. Quando você consegue o seu primeiro emprego, vai dançando conforme a música e, se você tiver sorte, encontrará uma oportunidade na própria empresa para trabalhar com o que você quer.

Uma coisa que eu acho muito importante sobre a profissão é você sempre estar envolvido no que está acontecendo – seja lendo feeds, fazendo cursos, assistindo palestras, participando de grupos, indo a eventos como Campus Party etc. Não tem como ser publicitário sem estar antenado com tudo isso mesmo.

É basicamente o que eu descrevi. Se tiver mais alguma dúvida, por favor, poste nos comentários. =)

13 Feb 2013

Organizando as compras via Internet e economizando dinheiro

Uma das melhores vantagens da tecnologia é facilitar a nossa vida em diversos aspectos. Quando começaram a surgir as primeiras lojas online, muita gente ficou desconfiada. Todo mundo demorou um pouco para se acostumar com a ideia, mas a adesão de lojas grandes fez com que todo mundo tomasse confiança. Hoje, se eu pudesse, compraria tudo pela Internet. Acho que a única coisa que não compro pela Internet são roupas e comida, simplesmente por não existirem tantas opções. No dia que tiver, com preço atrativo, certamente vou passar a comprar também.

Por exemplo, há lojas como a Renner e a Marisa que vendem roupas online (nunca testei) e o próprio Extra tem entrega de compra de mercado para algumas regiões (que eu também nunca testei por achar os preços mais caros), então precisamos pesquisar para encontrar o melhor preço mesmo. Há coisas que compensam comprarmos online e outras não.

Para comprar online, é necessário verificar algumas condições básicas de segurança para conferir se a loja é idônea. Existe inclusive uma cartilha elaborada pelo Cert.br (recomendo) sobre ataques e formas de proteção na Internet. Lá existem muitas dicas para descobrir se o seu computador está seguro para realizar compras via web e outras sobre como comprar com segurança. Vale a leitura.

Uma coisa que virou mania até pouco tempo atrás foram os sites de compras coletivas. Hoje, passada a euforia, a maioria das pessoas já consegue segurar mais o cartão no bolso para não sair comprando cupons que podem nem conseguir usar. As ofertas são tentadoras, então aquela máxima de “comprar só quando precisa” se aplica aqui também.

O que não dá para negar é que comprar online facilita demais no dia a dia! Só de não precisar sair de casa, gastar gasolina (ou dinheiro de ônibus e táxi) e perder tempo em filas, já valeria a pena. Mas uma das principais vantagens é que podemos pesquisar os melhores preços pela Internet e comprar em diversas lojas sem sair da cadeira onde estamos sentados.

E foi aí que eu descobri o site Dsconto – um site que reúne os melhores descontos em sites de e-commerce, compras coletivas e cupons pela web, tudo em um só lugar! Ou seja, eles vasculham toda a web e trazem as ofertas unificadas em um só lugar. Em vez de entrar em diversos sites para verificar as ofertas, basta entrar no site e navegar pelas categorias: cupons de desconto, ofertas em compras coletivas e ofertas em e-commerce.

Aí você pode pensar: “mas já existem sites assim, como o Buscapé ou o JáCotei”. São sites excelentes que podem ser acessados também, ao procurar um produto específico. Mas essa não é o diferencial do Dsconto – lá, a ideia é:

  • Juntar todos os cupons de desconto pela web. Por exemplo, se o Extra estiver oferecendo um cupom de 15% de desconto na área de eletrodomésticos, aparecerá ali. Você não precisa vasculhar o site do Extra para encontrar (e alguns sites sequer disponibilizam isso publicamente, reservando a e-mails);
  • Filtrar as lojas seguras. Quem nunca deixou de comprar algo pela Internet porque não sabia se a loja era idônea? Lá no Dsconto, você encontra a relação de e-commerces seguros.
  • Relação de ofertas por cidade. Em vez de se cadastrar em todos os sites de compras coletivas, basta você acessar uma única página para conferir as ofertas em sua região. A praticidade disso é incrível e o tempo que se economiza é enorme.

Além disso, eles também têm um blog com dicas de uso de produtos das diversas categorias cadastradas no site. Se eles listam lojas de roupas, por exemplo, lá dão dicas de tendências de moda para o verão 2013, e assim vai para todos os assuntos.

Conheci o portal Dsconto porque eles entraram em contato comigo para divulgar um concurso muito bacana aqui no blog, chamado “Viaje nesse Carnaval com o Dsconto”, que nada mais nada menos dará um pacote de viagem pela CVC ao participante ganhador.

Clique na imagem abaixo para participar:

publi-dsconto

É uma pena que eu não possa participar. Ganhar uma viagem não seria nada mal. =)

Este post é um publieditorial.

12 Feb 2013

Como guardar uniformes escolares

Se você precisa usar uniforme no dia a dia ou tem filhos que estejam nessa fase, pode ser interessante separar uma prateleira (ou gaveta) do guarda-roupa especialmente para colocar os uniformes. Aqui em casa, eu usei a prateleira que fica na altura dos meus ombros, que é a prateleira de mais fácil acesso. Como são as roupas que você vai mexer todos os dias, precisam ficar acessíveis.

Se seus filhos já se vestem sozinhos, a ideia é colocar as roupas em uma prateleira que seja acessível para eles, claro. Não se esqueça de colocar um espelho de corpo inteiro no quarto também!

Se você tem mais de um filho, pode usar uma coluna para cada um, etiquetando embaixo, na prateleira. Ou pode usar armários com nichos, assim:

uniformes01

A outra alternativa é separar por dias, mas para isso você precisa de mais espaço:

Imagem: The Gunny Sack

Imagem: The Gunny Sack

 

11 Feb 2013

Como organizar: Lista de tarefas só para a faculdade

Este post foi uma sugestão do leitor Marcos Q.

Para mim, a dica é muito prática: se você não utiliza nenhum método de organização (como o GTD), meu conselho é comprar uma agenda semanal, daquelas que tem a página com os dias da semana de um lado e uma página de notas no outro e centralizar todos os seus compromissos (trabalhos, provas) e tarefas (por semana) ali.

Existem algumas marcas de agendas que oferecem esse modelo, como Moleskine, Cícero e Tilibra.

moleskine-weekly

Quando eu fiz faculdade de História, utilizei uma agenda assim. Achei bastante eficiente. Se eu não estivesse usando a agenda online do Google, acho que voltaria a essa agenda semanal. Tentei novamente a diária e não preciso de tanto espaço. Para quem não usa o GTD, é uma excelente opção não só para a faculdade como para o dia a dia mesmo, pois cabem todas as tarefas possíveis para cada semana ali do lado.

10 Feb 2013

Linkagem de domingo {37}

Toda semana eu separo alguns links que gostei e gostaria de compartilhar com vocês. Os desta semana são:

Um bom restinho de feriado para vocês. =)

09 Feb 2013

Dica da leitora: faça você mesma(o) nichos de madeira com pastilhas de vidro

Oi Thais, tudo bem?

Gosto muito do seu blog e quando recebi o email avisando do post novo lembrei logo de um post recente que publiquei no meu blog!

Eu coloquei um passo a passo de como fazer nichos de madeira com pastilhas de vidro, no caso, para banheiros.

Segue o link:
http://paisagistica.wordpress.com/2012/11/12/nichos-com-pastilhas/

Parabéns pelo seu trabalho, adoro as suas dicas!

Um abraço,

Ana Claudia

nichos01

Querida Ana Claudia,

Fantástico o seu tutorial. Os nichos ficaram lindos, parabéns!

Quem quiser conferir como se faz, a Ana Claudia postou no blog dela um tutorial muito detalhado e seria muita indelicadeza de minha parte não pedir que vocês vejam no próprio blog dela. Aqui!

08 Feb 2013

Dicas de última hora para organizar sua viagem

Sexta-feira, véspera de feriadão nacional, muita gente pegando estrada ou voando em direção ao destino dos próximos quatro dias de folia ou descanso. No meu caso, ficarei na cidade mesmo. Vou passear, fazer algumas coisas que eu não faço há tempo, levar meu filho para se divertir e, é claro, ainda arrumar um tempinho para estudar!

O post de hoje contém dicas de última hora para que você viaje de forma mais tranquila. Lá vão elas:

  • Lembre-se de verificar tudo em casa antes de viajar! Aqui tem um checklist para você não se perder.
  • Vai viajar com crianças? Veja um kit de sobrevivência.
  • Alguns itens são essenciais ao viajar por qualquer meio. Uma roupa confortável, lanchinhos práticos e algo para se distrair são os preferidos.
  • Se você ainda não arrumou as suas malas, veja o post sobre o que levar para viajar no Carnaval.
  • Você também pode querer ver o que levar na necéssaire.
  • Procure levar pouca coisa – somente o que pretende usar mesmo. Otimize as roupas levando peças versáteis qe possam ser usadas em diversas situações.
  • Se for de carro, considere colocar um kit de emergência no porta-malas.
  • Se for de avião, faça o check-in online antes para pegar um lugar melhor.
  • Mantenha a calma. Quem viaja em véspera de feriado sabe que vai pegar fila, trânsito, enfrentar atrasos etc. Aceite o fato.

Boa viagem!