05 Feb 2013

Novidades de fevereiro no blog

Pessoal, hoje estou escrevendo para contar que o blog terá muitas novidades em fevereiro. Vou tentar, na medida do possível, sempre fazer um post mensal sobre essas novidades, pois assim todos ficam sabendo o que tem acontecido. =)

Eu li (e continuo lendo) os resultados (que continuam chegando) da pesquisa sobre o blog e, como vocês devem ter notado, já implementei um montão de sugestões que vocês enviaram lá. Podem continuar participando, pois é um retorno muito importante que tenho de vocês.

Uma das perguntas da pesquisa é sobre a publicação de publieditoriais e, para a minha surpresa, cerca de 95% das opiniões são favoráveis aos publieditoriais, desde que tenham a ver com o assunto do blog. Desta forma, uma das novidades é que eu resolvi voltar com os publis, mas farei um post detalhando cada forma de publicidade que existirá no blog para que vocês saibam. A transparência é muito importante para mim.

Eu decidi fazer isso porque o blog tem tido muita procura depois de ganhar o prêmio e, com o filho na escolinha, financiamento do carro e outras atribuições novas, todo dinheiro é bem-vindo para ajudar no nosso orçamento familiar, que está bastante apertado. Eu espero que vocês compreendam que o blog não é um trabalho remunerado, mas será muito bom receber algum retorno financeiro através de publicidade veiculada nele. Isso possibilitará uma série de outras coisas bacanas para o próprio blog, mas isso eu vou falando aos poucos. Não se preocupem que a publicidade não afetará a qualidade editorial do blog.

Por falar nisso, a outra novidade justamente para melhorar o conteúdo do blog é a entrada de novos colaboradores! Sim, minha gente: depois de seis anos e alguns meses levando o blog sozinha, finalmente desapeguei <3 e resolvi convidar alguns colaboradores para o blog. Para falar a verdade, a ideia é abrir cada vez mais esse espaço a quem tiver interesse, pois acredito que todo mundo tenha uma história interessante para contar sobre organização. Sendo assim, se você for uma dessas pessoas e achar que escreve bem, entre em contato. =)

A ideia é aumentar a quantidade de conteúdo sem perder a qualidade que vocês já conhecem do blog.

Muito em breve vocês verão todas essas novidades implementadas aqui e eu espero que vocês gostem! Lembrem-se que existe sempre a página de contato como um meio para suas sugestões, elogios e reclamações, além dos comentários nos próprios posts.

Obrigada por tudo pessoal!

05 Feb 2013

Linkagem extraordinária: as crianças e o Carnaval

Olá Thais achei o máximo esta abertura de idéias para o blog .Quando estou na minha folguinha dou sempre uma olhadinha no email,sempre visualizando o time,kkkk.Afinal horario de trabalho ,é para se trabalhar.Gostei muito das dicas para os pais com crianças em idade escolar.Algumas mães sofrem muito pq o horario é muito corrido principalmente de manhã,as crianças de hj elas tem muitas atividades, mais são crianças .Em algumas lincagens antigas ,existem dicas para os pais que nesta semana os filhos retornam as atividades escolares (rotinal semanal).E eu poderia sugerir um tag sobre fantasias infantis, pois estamos a pouco dias do carnaval(ex:pintura facial onde comprar, é qualquer tinta que posso usar?ou este material eu acho em loja de cosmeticos?)

Querida leitora,

Fiz uma pesquisa sobre o tema e resolvi fazer uma linkagem extraordinária sobre esse assunto com textos bacanas que encontrei já prontos pela web, tá bem? Lá vai:

Espero que ajude. =)

05 Feb 2013

Organizando um método de estudo

Começo este post dizendo que encontrar um método de estudo é um processo muito particular e que pode levar algum tempo até que cada um descubra o que é melhor para si. Eu mesma já tentei diversos métodos e somente ano passado consegui chegar a um que me deixasse satisfeita (pelo menos por enquanto). Assim, quando eu vou estudar um assunto, eu o divido por fases de estudo.

Este esquema de estudos funciona muito bem para quem estiver prestando vestibular ou estudando para concursos públicos.

Primeira fase

Fase introdutória, destinada ao aprendizado do conteúdo. Nesta fase, eu utilizo livros introdutórios, mais básicos, faço aulas, cursos, procuro esquemas, faço resumos. Eu descobri que assimilo muito o conteúdo quando faço resumos, escrevendo à mão mesmo. Algumas pessoas acreditam que isso é uma perda de tempo, e realmente aumenta o tempo investido nessa fase. Porém, é importante encontrar o que funciona melhor para você. Se para mim os resumos funcionam, acredito que o tempo gasto na sua produção na verdade seja um investimento. Por isso, eu gosto bastante de fazê-los.

Segunda fase

A segunda fase de estudos já leva em consideração que as disciplinas da primeira fase foram fechadas – ou seja, se você estiver estudando por tópicos de um edital, por exemplo, ou tiver uma lista de assuntos bem definidos para estudar, significa que você só passará da primeira fase quando tiver estudado de forma efetiva todos esses tópicos.

Então a principal característica da segunda fase é a revisão constante dos conteúdos, além da leitura dos resumos feitos anteriormente. Aqui também pode entrar a produção de fichas. Sabem aquelas fichas vendidas em papelarias, de diversos tamanhos? Algumas pessoas gostam de criar pequenos esquemas e resumos nelas, fazendo resumos dos resumos. Ou seja, sintetizar ao máximo o assunto estudado, para que a revisão seja feita somente por esses conceitos-chave.

Uma boa ideia nesta fase é estudar também por livros com questões comentadas.

Terceira fase

A terceira fase do estudo é quando você já se sente segura(o) para revisar o conteúdo somente fazendo exercícios de provas anteriores. Nesta fase, você pode baixar provas antigas de vestibulares e concursos e estudar somente por elas, revisando o conteúdo quando tiver dúvidas. É a minha fase preferida do estudo, porque significa que a matéria já foi bem assimilada e agora você só precisa fazer a manutenção na memória.

Como intercalar as fases

No estudo para concursos públicos, é comum começar com as matérias básicas (umas cinco disciplinas somente, por exemplo) e, aos poucos, ir introduzindo outras. Como eu já comentei aqui, utilizo o sistema de ciclos do Alexandre Meirelles, apenas para vocês terem como referência.

Então, suponhamos que você estude cinco disciplinas básicas durante uns seis meses. Isso significa que, nesse primeiro momento, você tem todas as disciplinas na fase 1.

Disciplinas Fase
Disciplina 1 1
Disciplina 2 1
Disciplina 3 1
Disciplina 4 1
Disciplina 5 1

Depois de algum tempo, quando tiver fechado essas disciplinas, você adiciona mais três. Essas primeiras disciplinas estudadas já estarão na segunda fase, tomando menor tempo de estudo. Assim, você poderá concentrar suas forças na primeira fase das novas disciplinas, onde precisa aprender de verdade.

Disciplinas Fase
Disciplina 1 2
Disciplina 2 2
Disciplina 3 2
Disciplina 4 2
Disciplina 5 2
Disciplina 6 1
Disciplina 7 1
Disciplina 8 1

Aí você descobre, finalmente, que é hora de adicionar novas disciplinas – talvez depois do edital, quando saírem disciplinas inéditas. Então você adiciona essas duas disciplinas inéditas e continua o estudo das demais:

Disciplinas Fase
Disciplina 1 3
Disciplina 2 3
Disciplina 3 3
Disciplina 4 3
Disciplina 5 3
Disciplina 6 2
Disciplina 7 2
Disciplina 8 2
Disciplina 9 1
Disciplina 10 1

Para organizar esses ciclos, eu tenho uma planilha no Excel. É bem simples. Você também pode fazer no Google Calendar ou mesmo em uma folha de papel, para ter um controle básico de onde está.

Agora eu vou explicar como funciona o meu esquema de revisões que, ao meu ver, é o grande truque quando se trata de manter o aprendizado fresco na memória em médio e longo prazo. Eu divido meu estudo assim: por exemplo, se eu preciso estudar hoje o capítulo 18 do livro X, meu planejamento é o seguinte:

Assunto Data Tipo de estudo
Capítulo 18 – Livro X 05/02/13 Teoria
Capítulo 18 – Livro X 06/02/13 (no dia seguinte) Revisão 24h
Capítulo 18 – Livro X 13/02/13 (uma semana depois) Revisão semanal
Capítulo 18 – Livro X 13/03/13 (um mês depois) Revisão mensal
Capítulo 18 – Livro X 13/04/13 (um mês depois) Revisão mensal (…)

A revisão mensal segue indefinidamente.

O que eu faço em cada um desses tipos de estudo é basicamente o mesmo roteiro, mas altera de pessoa para pessoa.

Teoria: Leitura atenta do material.
Revisão 24h: Nova leitura, desta vez grifando as palavras-chave com caneta marca-texto.
Revisão semanal: Resumo.
Revisão mensal 1: Leitura do resumo.
Revisão mensal 2: Produção de fichas, por exemplo.
Revisão mensal 3: Questões comentadas.
Revisão mensal 4: Exercícios de provas anteriores.
Etc.

Existem outros tipos de estudo também, como assistir aula, fazer um curso etc. Neste caso, de cursos, a ordem seria: Aula – Teoria – Revisão 24h e assim por diante.

Algumas pessoas podem achar que as revisões tomam muito tempo, mas elas são necessárias. Se você não fizer revisões, esquecerá tudo muito rapidamente. Além do mais, com o passar do tempo as revisões vão ficando cada vez mais curtas, levando poucos minutos. Quando chegar a fase de exercícios, sequer haverá leitura de teoria, a não ser em pontos que ainda tragam dúvidas. Também há dias em que eu faço somente revisões.

É assim que eu organizo os meus estudos. =) Se tiverem dúvidas, por favor, postem nos comentários.

04 Feb 2013

Organizando sua casa para a volta às aulas

A volta às aulas influencia em toda a rotina familiar, mesmo a de pessoas que não estejam estudando. Assim, é importante se organizar para que o estresse não se instaure e as atividades cotidianas possam ser feitas de forma clara e previsíveis (na medida do possível).

1. Cantinho do estudo

É fundamental que os estudantes da casa tenham um espaço para estudar com qualidade. Esse espaço deve, dentro do possível, ser isolado do restante da casa (por causa do barulho), com uma boa iluminação e uma cadeira confortável. Todos os materiais necessários devem estar por perto, para que o estudo não seja interrompido. O canto de estudo dos filhos pode ser no próprio quarto deles. O ideal é que cada um tenha o seu próprio lugar para estudar, até mesmo para que consigam estudar ao mesmo tempo, sem “rodízios”.

2. Organize a papelada

Quem estuda sabe que a papelada é frequente. Por isso, é necessário pensar em soluções que atendam cada caso. Eu já escrevi aqui como se organizar no ensino médio (que serve para as outras séries também) e na faculdade. Outros arquivamentos podem ser relevantes também, como no exemplo que eu dei outro dia sobre o arquivo de referência rápida. Todos esses métodos podem ser utilizados.

3. Estoque alguns materiais

Muitas vezes precisamos comprar materiais que servirão durante o ano todo, como lápis, borracha, canetas, marca-textos etc. Verifique se não fica mais em conta comprar em quantidade maior, mas veja também se você tem espaço para armazenar esses itens. Se tiver, certamente é uma boa opção.

4. Fique de olho no planejamento

Tenha agendados todos os compromissos escolares do seu filho para o ano inteiro. Se é você quem está estudando, agende-os também. Outro ponto importante para quem organiza seus próprios estudos é planejar o que está sendo estudado. Isso é excelente para quem está prestando vestibular, por exemplo.

5. Organize a entrada de casa

A entrada é o filtro da casa. Ela deve servir toda a família assim que chega da rua. Estabeleça um lugar para colocar os tênis, as mochilas, os casacos, as solicitações escolares que chegam, os trabalhos, os brinquedos feitos à mão. Aqui no blog já foram postadas algumas dicas para organizar esse cantinho da casa.

6. Organize a cozinha

Compre com antecedência e já deixe separados os lanches na geladeira. Planeje um menu semanal para não perder tempo de noite pensando no que vai cozinhar.

7. Tenha uma rotina de lavanderia

As crianças precisam de uniformes sempre limpos. Ou você compra a mais, para sempre ter reservas, ou instaura uma rotina de lavagem de acordo com as necessidades da sua família e a quantidade de filhos.

8. Tenha uma rotina pré e pós escola

Definir o que será feito antes de as crianças irem para a escola e depois que elas chegam é fundamental para garantir que elas estejam vestidas, alimentadas, que façam a lição de casa e por aí vai. Para criança pequenas, vale a pena fazer um cartaz com desenhos indicando a sequência.

A volta às aulas sempre mexe com a rotina e é importante se organizar para não ficar estressada(o). Quais suas dicas para facilitar esse momento?

03 Feb 2013

Linkagem de domingo {36}

Toda semana eu separo alguns links que li e gostaria de compartilhar com os leitores do blog. Os desta semana são:

Uma boa semana para vocês. =)

01 Feb 2013

Checklist de fevereiro 2013

Segue checklist sugerida para fevereiro de 2013:

  1. Definir as metas do mês e como fará para alcançá-las
  2. Descansar (nem que seja um pouquinho) no feriado de Carnaval
  3. Criar uma rotina para os filhos em idade escolar
  4. Comprar o presente de Valentine’s Day
  5. Implementar um sistema para organizar a papelada dos filhos que chega diariamente da escola
  6. Negociar possíveis dívidas
  7. Procurar um novo emprego
  8. Fazer uma lista de atividades para realizar com os filhos ao longo do mês
  9. Anotar na agenda todos os compromissos escolares dos filhos durante o ano
  10. Planejar os lanches que as crianças levarão para a escola e comprar com antecedência
  11. Instaurar uma rotina em casa para toda a família
  12. Planejar o fim do horário de verão
  13. Agendar algumas consultas médicas de rotina
  14. Organizar um canto para estudos em casa
  15. Planejar os estudos para um concurso público que você sempre pensou em passar
  16. Colocar um cesto para sucata na área de serviço para ir coletando para os trabalhos escolares
  17. Planejar um menu semanal para não perder tempo com isso no dia a dia
  18. Colocar perto do telefone uma lista com todos os contatos de emergência

Um bom mês para você!

31 Jan 2013

Dúvida da leitora: o que fazer com presentes que não gostamos?

Olá, Thais!
Acompanho o vida organizada há um bom tempo, e posso dizer com toda a certeza que contribuiu e muito para eu me motivar quanto à organização.
Gostaria de ajuda pra um probleminha que muitas pessoas têm: presentes que ganhamos e que não tem a ver com o estilo da casa ou com o nosso estilo mesmo.. Eu por exemplo, ganhei um relógio em forma de sapo esses tempos, bem bonitinho… pra quem gosta de sapos, ou pra quem gosta de verde.. e sempre fico louca pra me desfazer mas sempre tem aquela coisa de “nossa, seria muito indelicado da minha parte com a pessoa que me presenteou”..
Enfim, gostaria de uma luz pra esse problema.
Tudo de bom pra você e pra sua família!
Abraço :)

Olá querida leitora,

Esse assunto é mesmo muito delicado.

Eu faria o seguinte: se, e somente se, essa pessoa fosse muito importante para mim, eu manteria o objeto. Especialmente se eu tiver lugar em casa para guardá-lo. Em todo o resto dos casos, eu doaria sem remorso. Não vale a pena manter em casa um objeto que não usamos ou muito menos que não gostamos, pois vira tralha. Nossa casa deve ser vista como um espaço sagrado, onde guardamos somente aquilo que gostamos e usamos, pois faz parte da nossa vida.

Muitas vezes, uma pessoa dá um presente qualquer para “se livrar” da obrigação de comprar o presente. Essa mesma pessoa pode visitar sua casa tempos depois e sequer se lembrar do presente. Ou ela mesma pode já ter repassado um presente que ganhou e não gostou.

Portanto, não se sinta culpada em doar o dito cujo. Se essa pessoa for à sua casa e tiver a indelicadeza de perguntar onde você guardou o tal presente, diga que quebrou, infelizmente. Coloque a culpa no gato, no bebê, diga que você é desastrada e deixou cair, mas livre-se desse fardo.

Não vale a pena manter em nossa casa algo que não amamos e que poderia estar sendo usado por outras pessoa. Não se sinta mal por isso, de verdade.