05 Apr 2013

Organizando três festinhas de aniversário para o meu filho

Imagem: 100layercakelet.com

Imagem: 100layercakelet.com

Nós moramos em uma cidade diferente da nossa família atualmente. Nossos amigos moram lá também. por esse motivo, por mais que tenhamos salão de festas no condomínio onde moramos, não compensa para a gente fazer a festa de aniversário do nosso filho lá, pois muitas pessoas não poderiam vir.

Para piorar, a família do meu marido mora no outro extremo da cidade, o que transforma o transporte em uma viagem. Enfim, por esses e outros motivos, nos dois últimos aniversários do nosso filho, nós fizemos duas festinhas simples, uma na casa de cada avó – e quem quisesse ir às duas, ficava à vontade. Neste ano, não será diferente, e faremos duas festas. Como ele está na escolinha, terá uma festinha lá também.

Como são três festinhas, não vemos sentido em gastar muito dinheiro em cada uma delas. São sempre festinhas simples, mas divertidas, com as pessoas que amamos. Eu acredito que seja o suficiente. Apesar de a minha mãe ser decoradora de festas infantis, não gosto muito do efeito disneylândia-anos-80 das festas com enfeites gigantescos e muitos balões.

Também cheguei a cogitar valores de buffets há cerca de oito meses, e estavam na faixa de R$2000 ou R$2500 para uma festa para 60 pessoas. Não se trate sequer da questão de ter ou não dinheiro para pagar, porque poderíamos economizar ao longo do ano, mas acho um valor muito alto para uma festa que ele não aproveitará muito, já que há poucas crianças.

Então minha ideia é, no ano que vem, fazer uma festinha para chamar seus colegas da escola, o que vai ser mais legal para ele. E, em São Paulo, faremos o tradicional bolinho na casa de cada avó. Ainda estou pensando nisso, mas acredito que a gente acabe fazendo assim mesmo.

O dia do aniversário dele cai em uma segunda-feira neste ano, e será o dia em que ele fará a festa na escola. A escola dele tem regras a serem seguidas com relação a aniversários, que já recebemos logo quando fizemos a matrícula. Não precisamos levar nada de copinhos e embalagens, pois eles pedem já no material, no início do ano. Precisamos levar somente o bolo e, se quisermos, lembrancinhas para os coleguinhas. Então estou na fase de escolher as lembrancinhas e definir se levarei o bolo inteiro (para eles cantarem parabéns) ou os pedaços já embalados em papel alumínio.

Para as festinhas na casa das avós, ambas serão muito simples. As duas festas terão um bolo, bexigas, salgadinhos, docinhos, bebidas (nada alcóolico), lembrancinhas e alguma decoração. Para uma das festas a minha mãe está fazendo um enfeite com muitas letrinhas e, para a outra, faremos enfeites com números (que ele adora).

Com relação a comes e bebes, todas as avós e tias fizeram questão de colaborar, então tudo o que precisaremos fazer é pagar pelos ingredientes em alguns casos! Em uma festinha teremos sanduichinhos de carne maluca, enquanto na outra teremos mini-hot-dogs. De doces, somente brigadeiro e beijinho. E o bolo, é claro.

Meu marido vai para São Paulo dois dias antes (pois fará shows lá) e vai aproveitar para já comprar as bebidas. Eu irei um dia antes para acordar bem cedo e cuidar da montagem dos enfeites, encher as bexigas etc.

Quanto às compras, não tem muito segredo. Temos a rua 25 de Março, em São Paulo, que tem tudo, e a rua José Paulino, aqui em Campinas, com uma boa variedade de lojas. Também há opções pela Internet, apesar de eu nunca ter usado. Pretendo produzir algumas coisas eu mesma também.

Não sou muito fã de preparar festas caras, pois me importo mais com as lembranças. Quando ele for maior e puder aproveitar mais, subir e descer naqueles brinquedos legais de buffet, talvez a gente acabe fazendo dessa forma, pelo custo-benefício geral. Mas, por enquanto, ele está completando três anos e não vemos essa necessidade. Além do que, voltaremos para Campinas no mesmo dia (uma festa será no sábado e outra será no domingo).

Para me organizar, nada muito complicado: fiz uma lista do que precisaria para cada festa e comecei a providenciar. A ideia é estar com tudo pronto a uma semana das festas. O bolo da escolinha eu mesma farei no sábado anterior.

E é isso. =) Quando tiver mais novidades, eu postarei por aqui.

36 comentários . Comentar via blog

  1. Para a festinha na escola sugiro o bolo inteiro, as crianças irão ficar mais animadas! Se levar tudo já cortado vai parecer apenas um lanche e não uma festinha de aniversário.

    Responder
    1. Thais Godinho

      Oi Gisele. Dá para fazer uma caixa de isopor decorada para o bolo, a vela vai em cima e tudo. Aí os pedaços vão dentro. ;D

      Responder
      1. Nossa que legal. Eu nunca tinha pensado nisso. BEM MELHOR ASSIM.

        Responder
  2. Marcela*

    A expectativa do cortar o bolo…é tudo de bom!!! Quando eu era criança adorava todo ritual do parabéns, assoprar a velinha, o aguardar o pedaço do bolo…e detestava quando o bolo era ´já cortado e embrulhado. Nada contra quem faz e se for te facilitar melhor ainda, mas concordo com a Gisele, por mais que vá numa caixa decorada o bolo de aniversário é tudo!!!
    Fiquei com dúvida o que é carne maluca, por um acaso é carne moída, no RJ falamos assim.
    Bjs para vc e em especial para o seu filhote!!!

    Responder
    1. Thais Godinho

      É uma carne desfiada feita na panela com molho, nham!

      Responder
    2. Thais Godinho

      PS – Eu também prefiro o bolo normal, mas a escola que manda né. Nas outras duas festinhas, ele vai cortar o bolo. =)

      Responder
  3. NAJARA

    Olá Thaís!
    Para a festinha da escola, você pode fazer Cupcake, provavelmente você encontra a forma de silicone na vinte cinco de março e o preço é mais em conta do que a de metal, além de ser muito prática. Aqui em Minas já fiz com a mistura de bolo da Vilma Alimentos( menos de R$ 2,00) e deu super certo. Tem umas embalagens super fofas. Se quiser agregar um tema, você pode imprimir kits gratuítos de rotúlo disponiveis no (www.fazendoaminhafesta.com.br) há e você pode personaliza-los com o nome e idade de seu filho usando o paint ou ate memo o photoscape. Bjos

    Responder
    1. Thais Godinho

      Infelizmente lá só pode bolo normal mesmo.

      Responder
    2. Vanessa

      Adorei a dica, Najara, vou copiar!

      Responder
  4. Eu aprendi a fazer festa d tanto fazer a festa dos meninos, agora virou minha profissão, passo a semana toda fazendo docinhos personalizados, acho ótimo porque trabalho pertinhos deles. Fazer festa de criança é uma delicia eu já me divirto no planejamento.

    Boa sorte com as festinhas, se precisar de alguma receitinha pode contar comigo!

    Beijos

    Responder
  5. Camila Santos

    oláaa Thais! Acompanho seu blog a quase 2 anos mas sou daquele tipo de leitor anonimo! rsrsrs Adorei este post, o assunto é bem legal, eu mesma vivo planejando festas e fazendo mil listinhas, quem sabe um dia sai do papel! rsrs, mas acho que o que gostei mais é a forma clara, simples e pé no chão que você trata este assunto e tantos outros! Seu filhinho vai adorar as comemorações, tenho certeza! bjusss

    Responder
  6. Carla

    a minha faz aniver em junho e também vou fazer uma festa na casa de cada vô (ano passado foi assim, ou só uma na casa de um deles – ó dúvida) e mais a festa na escolinha.
    ai, preciso de dicas pra festa na escolinha, embora eu ache q uma das mães q já fez a festinha da filha dela vai me ajudar bastante.
    por isso estou ansiosa por “mais novidades”…
    beijo

    Responder
  7. NAJARA

    Oi Thaís!

    Sou eu de novo rs… Se possivel pode trazer materias do tipo como se organizar para montar o proprio negocio. bjos

    Responder
  8. Juba

    Thais, adorei as ideias! No ano passado, meus sogros compraram os descartáveis em Catanduva pois estavam mais baratos que na 25 (choquei!).

    Não usei balões, comprei flores de tecido no Elo7 que foram a decoração e a lembrança, imprimi fotos grandes em preto e branco, com molduras de papel de scrapbooking em poá vermelho e branco, ficaram muito bonitas e hoje decoram meu escritório em casa.

    Carne louca é mesmo ótima, prática e rende bastante. Aqui também fizemos patês de frango, salmão (sobras de salmão assado) e de berinjela (estilo babaganoush). Como o pão aqui é caseiro (casa de alérgico), o pessoal gostou e se esbaldou, foram as duas fornadas feitas para a festa e mais a que eu fizera para nosso consumo durante a semana. E olha que tinha muitas outras comidas!

    Se a escola permitir, eu levaria o bolo inteiro, apesar do gelado ser bem gostoso eu sempre comia papel de alumínio junto :P

    Abraços

    Responder
    1. Vanessa

      Adorei suas dicas, Juba!

      Responder
      1. Juba

        :) Então, segue mais uma: nunca use o iPhoto no lugar do Picasa. As fotos da festinha desapareceram, a pasta continuou no lugar, mas vazia. Na sincronização periódica, o mesmo ocorreu com o back-up. Primeiro aniversário da caçula sem foto!

        Responder
  9. Je

    Oi Thais,

    To adorando o blog tá ficando cada vez mais fofo.
    sei que vc é super responsável com a questão de segurança, mas dá pra dizer com qt tempo de antecedencia vc começou a se organizar pra(s) festinhas.
    Vou fazer 25 anos em maio, e quero comemorar em grande estilo, afinal 1/4 de século vivido é td de bom, acho que já estou meio atrasada pros preparativos, mas quero me organizar pra fazer a coisa direitinho daqui pra frente
    Bjs Thais, cada vez admiro mais o seu trabalho

    Responder
    1. Thais Godinho

      8 meses antes quando pensei que faria em um buffet.

      2 meses antes quando decidi que faria as festas simples.

      Responder
  10. Tatiana

    Oi Thais! Já comprei artigos de festinha pela internet e deu certo. Há boas lojas com sede na 25 de março de São Paulo que vendem on line; mas não se iluda pela mais barata, o melhor é pesquisar e comprar numa loja com referência! E na única festinha da minha filha na escola (entrou ano passado) levei o bolo inteiro e as crianças adoraram ver aquele bolão!! Era um bolo de laranja, super simples, mas fiz cobertura de glacê rosa (comestível, claro!) e ficou lindo em cima da mesa! Boas festinhas e parabéns pro seu filho, beijos!!!

    Responder
  11. Ponha fotos da decoração depois? :)

    Responder
  12. Nanda

    Olá Thaís… Meu filho faz aniversario em junho e até agora nao tenho nada preparado e nem sei por onde começar… Rsrs… Poderia postar a lista do que fazer e como se organizar para a festa? Bjos

    Responder
  13. Nilza

    Comentei o caso do bolo cortado com a minha filha. Perguntei o que ela acharia, se ainda fosse pequena. Ela disse tendo bolo e sendo de chocolate e gostoso, tanto faz que o bolo seja cortado ou não. Bjs.

    Responder
  14. Anna Lara

    Ola Thais,
    Tenho uma filha de 17 anos,fiz apenas 3 festinhas ,1 delas com buffet que me arrependi amargamente,pois quando fazemos por conta propria noemalmente compramos coisa de melhor qualidade. Tambem nao gosto do efeito disnaylandia,rsrsr.Ela nao gosta de festa de aniversario (eu tambem nunca gostei),por isso depois de mais crescida ela escolhe o proprio passeio e presente,depois dos 15 comecaram as viagens internacionais(alem de divertido ,acho um aprendizado pra vida inteira).Voce esta na faze de curtir as festinhas pra reunir os amigos,alias reunir amigos e o que me faz comemorar aniversario.
    Bjs

    Responder
  15. Anna Lara

    Adoro ler os comentarios,nos brasileiros somos muito festeiros,rsrrs,as festas em alguns paises do exterior sao super simples,acho lindo algumas cores ,apenas uma mesa com varios doces decorando.Aqui onde moro,mesmo as pessoas muito ricas fazem festa apenas para reunir os amigos mesmo,sem decoracao e a comida chega a ser engracado ( pra nos brasileiros que amamos variedade)pipoca,mini-pizza e um bolo dos mais simples. Minha filha foi a festa em clube que serviram isso e em outros serviram petiscos que compram prontos. O que quero dizer que acho que devemos e podemos procurar nosso proprio estilo de festas,alem dos que crescemos vendo.
    Bjs a todas

    Responder
  16. Nayara

    Parabéns, Thais! Uma supermãe precisa ser organizada! Um dia eu chego lá!
    Sucesso nas festinhas!

    Responder
  17. Zilda Stock

    Oi Thaís. Aproveite essa fase de reunir os parentes e amigos, pois ela passa com o tempo. Conforme ele vai crescendo a festa vai ficando menor, naturalmente ele vai dispensando as produções, até chegar numa simples ida à pizzaria com os melhores amigos e amigas. Aí, papai, mamãe e vovós ficam de fora, pois se tornam “micos”. Aproveite enquanto pode.
    Bjs. Zilda.

    Responder
  18. Amanda

    Thais, eu sei que é mais prático levar cortado, mas mesmo que vá em caixa enfeitada, nada é mais legal do que o bolo ser de verdade, pode crer. É muuito frustrante para a criança ver aquele “bolo” bonito e descobrir que não é bolo de verdade, que só vem com os pedaços dentro, a criança se sente logo enganada, hehe. Com três anos já se lembra de muita coisa, especialmente aniversários.
    Bjs!

    Responder
  19. Milena

    Thaís tudo bem?
    Smp leio seu blog, mas nunca comentei… Hoje fiquei com vontade de compartilhar uma marca bacana, chama Parangolé e eles vendem on line e tem lojas físicas tbm! Eles tem copos, pratinhos e decorações simples e diferentes… Vale a pena dar uma olhadinha, nao sei se vc conhece!

    Bjos

    Responder
  20. Vanessa

    Eita, meu problema é diferente do seu, Thaís. Vc tem família espalhada e mora em outra cidade. Eu nasci e morei minha vida inteira em Brasília e meu marido também. Logo, temos “500 mil” amigos e parentes e todo ano é um drama essa questão da festa porque temos muitos convidados e isso encarece muito. Minha filha faz 3 anos em junho. No primeiro ano dela, foi uma confusão de tanta festa. Acabei delegando de mais e tendo 3 festas, sendo que só gostei de uma. Separamos a minha família da dele e ficou estranho. Com 2 anos, decidimos não fazer festa nenhuma, e também foi ruim. Este ano estamos decididos a fazer festa. Não poderemos chamar todos e uma festa dessas de casa de festas é muito cara e não cabe ninguém. Estamos planejando uma festa pela manhã, tipo brunch, com direito a desenhar, pintar com guache e outras atividades artísticas, talvez no parque da cidade, ainda não decidimos o local certo. Pra quem é daqui do DF, a dica que recebi foi ir ao Tagua Center, em Taguatinga, para baratear os custos com a decoração que é bem salgado. Adorei as dicas de organização. Também aguardo mais dicas de festinhas. Beijo Grande.

    Responder
  21. Roberta Nascimento

    Me identifiquei demais com esse post. Sinto q. tenho q. corre pois Lipe fará aniversário dia 13 de maio e será tb em uma segunda e na escola. Porém no final de semana faremos uma festinha(talvez almoço) na casa da avó paterna, que fica em outra cidade.

    Responder
  22. Marcela Palassi

    Adoro as festinhas de aniversário simples. Elas são inesquecíveis. Esse domingo fui a um aniversário em que a mãe fez em um parque ao ar livre, levou bolo e alguns sanduíches e as crianças se divertiram.

    Responder
  23. Rafaella Luzzo

    Olá Thais, estou a 2 meses preparando a festinha da minha filha de 8 anos que será em minha resid~encia emsmo, ano passado fiz em buffet, mas tive q deixar os adultos de lado pelo preço alto, justo, ela aproveitou demais e senti os 2.000 bem pagos, afinal ela tinah já 7 anos e usou e abusou de tudo. este ano a grana ta mais curta mas mesmo assim nao deixaremos de comemorar, como você algumas pessoas da familia resolveram colaborar, então teremos até aluguel de brinquedos ( o que é uma ótima ideia para entreter a criançada e diminuir a bagunça dentro de casa).
    quanto as comidinhas será assim tb, carne louca da vovó, salgadinhos encomendados e os docinhos de copinho (mto mais rápidos de serem preparados. eu mesma tb estou produzindo alguma decoração,o tema será FLORES, vou tirar várias fotos e te mandar para dar ideias as mães desesperadas como eu :) bjs e parabéns pelo blog.

    Responder
  24. Sou da mesmíssima opinião: não gosto de festas caras. Até porque isso é mais pra impressionar convidados do que para a criança. Criança curte diversão e criatividade, e não é preciso investir uma fortuna pra conseguir isso. Ainda mais aquelas festas caras de um ano, acho isso meio inútil. A criança ainda é um bebê, não pode curtir tudo aquilo, tem os rituais, fazer fotos posadas, o bebê não tem muita disposição. Me parece que é forçar um pouco a barra com o aniversariante.
    Pra mim, o importante e ter em foco que a festa é para a criança.
    Beijo.

    Responder
  25. Oi, Thais!
    Aqui nós fizemos a festa do nosso filho de 1 ano em um buffet mesmo. Sei que todo mundo fala que não aproveita, etc, mas é algo pessoal, né? Eu gostei porque meu filho tem muuuitos priminhos e aqui não teria espaço e os avós moram em apartamento sem salão de festas. Meu bebê gostou bastante porque tinha brinquedos para bebês também e se divertiu por lá, ficou com a gente todo o tempo mas não deu um pingo de trabalho. rs
    Moramos longe de muitos parentes, mas tivemos mesmo que fazer aqui e graças a Deus vieram todos.

    A próxima festa eu mesma pretendo fazer tudo.
    É uma delícia preparar essas coisas.

    Beijos!

    Responder
    1. Thais Godinho

      Brenda, no seu caso eu acho que também faria! Eu só não fiz esse ano porque ele não tem tantos primos crianças mas, se tivesse, com certeza seria a melhor opção.

      Responder
  26. Oi, Thais! A festinha de 3 anos do meu filho está se aproximando e estou super confusa em relação à decoração. Será na casa de uma das avós, só pra família e os mais mais chegados. Não pretendo gastar muito, mas quero fazer uma coisa beeeem lindinha pra ele! Já olhei muitas coisas na internet, mas gostaria de saber se não tem como vc postar algumas fotinhos das suas festinhas (SOMENTE DA DECORAÇÃO! :) )
    Obrigada,

    Responder

Deixe um comentário