18 Feb 2010

Dicas definitivas para economizar na compra do enxoval do bebê

>Está montando o enxoval para a chegada do bebê? Confira as dicas:

Coisas de banho:

* A banheira é um artigo extremamente necessário, mas compre uma banheira simples (custa por volta dos R$25,00) e utilize em cima da cama, enquanto o bebê for pequenininho. O que acontece é que, quando ele começar a crescer, você colocará a banheira no chão do box e ele vai curtir a água do chuveiro caindo na “piscininha”. Se quiser investir em algo melhor, ou for ganhar de alguém, peça o modelo com suporte (suas costas agradecem) ou, melhor ainda, com trocador em cima. Mas descarte este último caso já disponha de algum lugar onde trocar o bebê. Se você não tiver uma cômoda para isso ou não quiser trocar em cima da cama, pode ser prático. Para economizar: vá na simples.

* Redinha ou suporte de plástico para colocar dentro da banheira, para manter o bebê mais firme. É útil, mas não é necessário. Se precisa economizar, esqueça que existe.

* Cesto de toilette. Jamais compre aqueles caros, vendidos em lojas. Arranje uma cesta de plástico e coloque tudo dentro. Não complique. Garrafa térmica, você já deve ter. Se não tiver, compre uma pequena. Sai mais barato que comprar a do kit. Os cotonetes já são vendidos em potinhos. Arranje um outro pote para colocar o algodão, se achar que assim fica mais prático do que deixar a embalagem ali em cima. As lojas de 1,99 vendem isso aos montes. Se quiser ir na loja específica, compre no site da Coza.

* Nenhum termômetro para banho é melhor que o seu cotovelo. No entanto, se fizer questão, escolha um daqueles que parecem brinquedo e peça de presente no chá de bebê. Pelo menos você não gastará com isso.

* Toalha fralda. Precisa. Compre umas 3 ou 4. O que acontece é que o bebê, quando é novinho, não pode ser enxugado com aquelas toalhas normais, porque a pele é muito fininha. Existem umas toalhas com forro de pano de fralda, e é só pedir nas lojas de enxoval que as atendentes já sabem do que se trata. Isso é necessário sim ter. Se elas tiverem capuz, melhor ainda, porque protegem ainda mais o bebê da friagem. Existem ainda modelos cujo forro pode ser removido mais tarde, e você continuará com as toalhas quando seu bebê estiver maiorzinho. Por que 3 ou 4? Porque elas podem se sujar facilmente e também podem estragar fácil, e tudo o que você não quer é uma complicação a mais enquanto se adapta ao seu bebezinho.

* Trocador, aquele colchonete plastificado para trocar o bebê, é extremamente necessário. Ok, você pode trocá-lo em cima da sua cama, sobre uma toalha, mas e se ele fizer xixi? Adeus edredon. Dá para achar por menos de 10,00.

* Considere a compra de um balde transparente e de plástico firme para dar banhos noturnos nos bebês. Eles adoram, porque ficam na posição em que ficavam no útero. Além do que, você pode colocar o balde sobre uma cadeira e dar banho nele sentada. Se você pesquisar vídeos no YouTube, vai ver como parece compensar, porque os bebês relaxam e aí você já sabe, dormem mais fácil. Procure por “tummy tub”.

* Bichinhos de banho. Todo bebê adora. Típico presente de chá de bebê.

Coisas de higiene:

* Aqui é a parte que você vai gastar mais, mas tente abstrair e pensar que muita coisa pode ser pedida no chá de bebê. Cada produto é barato, mas juntando tudo fica uma fortuna. Então, quanto mais você ganhar, melhor. Deixe para comprar o que falta depois do seu chá de bebê. Não compre nada antes.

* Caixa de cotonetes, pode pedir à vontade. Usa bastante para limpar as partezinhas mais difíceis do bebê, especialmente o umbigo, nos primeiros dias. Peça já naqueles potes, pra ficar mais prático.

* Colônia é o tipo de coisa que é uma delícia de ter, porque o bebê fica cheiroso, mas pegue leve na pele dele no começo, para não dar alergia. O ideal é usar nas roupinhas, no carrinho, no berço… mas peça sim no chá de bebê! Escolha duas que você goste e peça. Depois, quando acabar, você compra de outros aromas.

* O conjunto de manicure completo não é necessário. Compre só o cortador de unha. Se pedir no chá de bebê, peça o kit com trim, lixa e tesourinha, porque as pessoas gostam de dar presentes melhorzinhos.

* Creme para assaduras é indispensável. Como esses cremes custam de R$10,00 a R$20,00, é legal pedir no chá de bebê. Hipoglós é o mais popular, mas muitas mães recomendam o Dermodex Prevent (que é mais caro). Eu recomendo que você peça um tubo de cada no chá de bebê, porque 1) você pode detestar o cheiro e 2) pode dar alergia, então nunca escolha uma marca só.

* Conjuntinho de pente e escova é o típico presentinho de chá de bebê. Apesar de ser baratinho, não precisa pensar em gastar com isso, a não ser que você não ganhe no chá.

* Fita crepe só é necessária se você usar fraldas de pano. Como hoje em dia dificilmente alguém usa, nem precisa colocar na lista.

* Loção higienizante não é necessária, também. No começo, você usará muito algodão + água para limpar o bebê, pois é o menos agressivo e mais eficiente. Com o passar do tempo, você usará lenços umedecidos.

* Massageador de gengiva: não precisa. Peça um mordedor no chá de bebê. Os dentinhos começam a nascer só depois, mas é sempre bom o bebê ter algo apropriado para levar à boca (e ele vai levar o que estiver à mão).

* Óleo só é bom se você quiser fazer massagens no bebê, o que eu considero uma prática muito bacana e espero conseguir manter essa rotina (he). Mas peça no chá. Eles custam de R$8,00 a R$15,00 e é sempre melhor ganhar, right? Se você não tem certeza se vai mesmo usar, peça somente um vidrinho. Se for empolgada como eu e já estiver lendo livros sobre shantala, peça logo 3.

* Fraldas descartáveis. Chegamos ao ponto crucial da nossa jornada. Muita gente faz chá de fraldas ou começa a estocar desde o início da gravidez, por achar que assim está fazendo uma economia enorme. Mas o perigo disso é que é extremamente comum os bebês terem alergia a determinadas marcas. Imagine você com 150 pacotes da Pampers Total Confort e o seu bebê se empipocar todo com a primeira RN no hospital. Então, minhas dicas são as seguintes: 1) compre (e peça) sempre de duas marcas diferentes. A Pampers Total Confort é recomendada por todo mundo como a melhor, mas a Turma da Mônica Soft Touch também está logo ali; 2) compre as fraldas em lojas que permitam a troca por fraldas de outra marca depois que o bebê nascer. Algumas lojas, como a Alô Bebê, permitem essa troca, pois sabem desse problema das alergias. Informe-se. Quanto ao tamanho das fraldas, você vai ouvir todas as opiniões possíveis. Compre você mesma uns 3 pacotes de RN, porque no saco da Pampers, vai até 4,5kg, então é provável que, ao menos na maternidade, você acabe usando. Se for necessário, você pede para alguém comprar mais. Compre bastante P e mais M, mas não exagere mesmo assim. O ideal é ter um m?
?nimo e depois ir complementando, se precisar. Não peça só fraldas P porque você corre o risco de ter um estoque enorme encalhado quando seu filho estiver usando só M. P se usa até os 6kg, então faça as contas. Um bebê troca, em média, 8 vezes de fralda por dia. Compre o equivalente a 2 meses de cada tamanho. Lembre-se também que, se você comprar em lojas onde é permitida a troca, você não perde por causa do tamanho.

* Algodão, peça muitos pacotes. Você vai usar como se não houvesse amanhã. Sabe aqueles pacotes enormes com bolinhas de algodão. Peça sem medo uns 10 daqueles. Nunca é demais.

* Lenços umedecidos você não vai usar muito no começo, pois agride a pele fininha do bebê. Porém, é bom ter, porque num piscar de olhos seu bebê já vai precisar de algo melhor que algodão + água pra limpar o cocô. E daí usa MUITO. Peça no chá. De 3 a 5 potes está ok. Você irá aproveitar bastante quando sair com o seu bebê e precisar colocar tudo na bolsa.

* Sabonete, prefira os neutros, glicerinados. Não arrisque tacar um monte de química no seu filho ainda novinho. Imagine a profusão de alergias. Peça un 5 ou 6 no chá de bebê. São baratinhos e você pode ter a sorte de alguém fazer uma caixinha fofa e presentear vocês com todos de uma vez. As pessoas gostam desse tipo de coisa, então não se preocupe em pedir.

* Você vai precisar de pelo menos uma saboneteira, claro. Você pode comprar qualquer uma na loja de R$1,99 ou pedir uma cheia de frescuras no chá.

* Talco não é necessário e é até mesmo considerado perigoso. Guarde seu dinheiro para o que realmente precisa (e seus pedidos no chá de bebê também, para não correr o risco de só ganhar o que não for de muita utilidade).

* Considere a compra de um pote de álcool anti-séptico para deixar perto do berço ou na pia do banheiro. Você vai receber muitas visitas quando ele nascer, e é melhor ser desagradável a ponto de pedir para fulano limpar a mão do que correr o risco do seu bebê pegar qualquer infecção por causa das bactérias e sujeiras trazidas da rua.

* Shampoo, peça 2 ou 3 no chá, da sua marca preferida.

Coisas para passear:

* Bebê conforto. Se você não tiver carro, não precisa. Se tiver, é necessário por lei. Preste atenção antes de comprar o mais barato. Nesse caso, segurança é essencial e existe muita porcaria por aí. Verifique se foi testado pelo InMetro, se a assistência técnica é boa etc. Como ela serve somente no primeiro ano do bebê, é uma bopa conseguir emprestado e, depois, comprar logo a cadeirinha para bebês maiores, que servirá mais tempo.

* Carrinho sempre vai precisar. Algumas pessoas precisam mais, outras menos, mas sempre é útil, mesmo virando um trambolho depois. Não se iluda achando que pode levar seu bebê no colo para todo passeio que quiser. Você vai cansar e ele também, e é ótimo ter um lugarzinho seguro onde você possa colocá-lo pra dormir. Isso inclui passeios na casa dos avós, titias, amigos etc. Enfim, o carrinho é útil mesmo em casa. Escolha aqueles que viram berço, ou seja, reclinam totalmente. Os carrinhos de passeio não reclinam assim e só podem ser usados por bebês maiores, que tenham o corpo mais durinho etc. Se você anda bastante a pé, compre um carrinho estruturado, leve e que não vá empacar no meio da rua. Nem sempre os mais baratos são os melhores. Aqui é onde você vai acabar gastando um pouquinho a mais do que o esperado. É o presente perfeito para pedir para os vovós, caso eles se ofereçam para comprar. Não fique tímida. Todo mundo sabe como você precisa economizar nesse momento.

* Colchonete para carrinho é uma coisa ótima, pois deixa o bebê mais confortável. Eles são de tamanho padrão então é um bom pedido para o chá de bebê, pois não importa qual o modelo do carrinho que você ainda pense em comprar.

* Existem outros acessórios para usar no carrinho e você pode pedir no chá de bebê se quiser, mas não gaste dinheiro com eles. São coisas como: encosto para a cabeça, lençol e coisas do tipo. Sempre dá pra improvisar com outros itens que você já tenha, então não se preocupe. A única coisa que é boa de ter é o travesseirinho. Compre (ou peça) o anti-alérgico e que tenha furinhos, pois são anti-sufocantes.

* Moisés, não precisa. Se você tiver o bebê conforto, ele pode ser usado com a mesma finalidade. Se não tiver, você usará o carrinho ou colocará o bebê na cama, cercado de travesseiros. Não gaste dinheiro com isso, é besteira.

* Sacola de bebê, depende. Geralmente essas sacolas são mais caras só porque são de bebê. Se você ganhar de alguém, ótimo. Se não, pense bem, pesquise, veja se compensa. Por que as sacolas são legais? Porque elas vêm com trocador portátil, diversos compartimentos, e algumas delas são térmicas (ótimas pra levar mamadeiras e papinhas futuramente). Se você achar que a questão térmica é desnecessária (sempre se pode comprar uma frasqueira menor e mais barata depois, se for necessário), compre uma sacola grande normal ou mesmo uma mochila (depende do que combina mais com você), e coloque tudo dentro. Mesmo trocadores avulsos você pode comprar em lojas de enxoval por R$10,00 a R$20,00. Uma sacola de bebê custa, em média, R$40,00. Veja aí. Se encontrar uma boa promoção, pode ser que compense. Mas tenha em mente as opções.

* Você vai precisar de uma mala para levar suas roupas para a maternidade, e outra para as roupas do bebê. Não precisa comprar uma mala só pra isso. Para você, leve em uma sacola normal de viagem. As coisas do bebê também, se não couberem na sacola dele.

* Como eu disse acima, futuramente você pode precisar de uma frasqueira térmica para levar papinhas e mamadeira. No começo, você vai amamentar seu bebê só com o leite do peito, então isso não será necessário. Mas pode ser que compense já pedir no chá para você não ter que gastar com isso mais tarde. Avalie. Se for convidar bastante gente para o chá, talvez compense sim pedir. Mas tem que ser a térmica. Senão, vira mais uma coisa inútil.

Coisas diversas:

* Aquecedor de mamadeiras é besteira. Se está precisando economizar, não compre. Se ganhar de alguém, ótimo, mas não é um artigo necessário.

* Aspirador nasal, apesar de parecer algo esquisito, é extremamente útil ter sempre à mão, pois os bebês não sabem assoar o nariz quando estão constipados. Peça no chá. O modelo mais recomendado é o da marca Safety. Tem gente que nunca usou, mas quem usou, recomenda. É tão barato que compensa ter, por precaução. Também pode ser pedido no chá de bebê.

* Canguru de carregar nenê você vai usar somente nos primeiros meses e não é recomendado, porque os modelos vendidos no Brasil seguram os bebês pelos seus genitais, deixando as pernas penduradas, o que obviamente não é legal. Prefira um sling, que é uma espécie de pano que você enrola ao seu redor e deixa o bebê bem juntinho do corpo.
Você pode usá-lo em diversas posições e pode ser útil inclusive para amamentar em público. Além disso, outras pessoas podem usar e você fica com as mãos livres. É um bom investimento, pois você pode usar até quando seu filho estiver com uns 4 anos, se aguentar o peso. É um bom acessório para pedir de presente.

* Chupetas são controversas. Se você acha que não custa ter, peça no chá. Lembre-se de pedir também o prendedor e o porta-chupeta, pra ela não ficar rolando na bolsa suja.

* Coador e funil só são necessários quando o bebê está comendo papinhas. Ou seja, depois dos 6 meses. Não perca tempo com isso agora.

* Conta gotas é inútil. A maioria das coisas que precisam de conta-gotas já vêm com ele na tampa.

* Mamadeiras e acessórios. Isso vai de você: a OMS recomenda que os bebês sejam amamentados exclusivamente com leite do peito até os 6 meses de idade. Mesmo que você tenha algum problema e não consiga amamentar, você pode 1) tirar leite do peito para dar para ele e 2) precisar dar leite artificial. Nas duas alternativas, a melhor coisa é usar um copo de transição, para o bebê não confundir os bicos. Isso se você ainda estiver tentando fazê-lo pegar o peito. Se já tiver desistido, a mamadeira será util para você, então. Peça no chá aquele kit com 3 (uma de cada tamanho) e a escova de limpar, extremamente necessária, da marca Nuk (todas recomendam como a melhor). Todo o resto (escorredor de mamadeira, esterilizador etc) é desnecessário.

* Termômetro é indispensável. Tenha o digital, que é mais confiável. Ótimo item para pedir no chá de bebê.

* Vaporizador e inalador. Coisas caras que você não sabe se serão necessárias. Compensa esperar o bebê nascer e pedir a opinião do seu pediatra.

Coisas para você:

* É de extrema importância que você ligue na maternidade onde planeja ter o bebê e pergunte o que é necessário levar para o parto. Cada maternidade tem uma lista específica e você deve se basear nela. De qualquer forma, é importante você ter alguns itens, independentemente da lista. Veja abaixo.

* Absorventes para seios. Quando você amamentar, seus seios vão vazar leite toda hora. Esses absorventes são uns círculos de algodão que você usa dentro do sutiã. Precisa e muito. Talvez até na gravidez você já precise usar, se seus seios vazarem do sétimo mês em diante. Então, nunca é desnecessário. Como é uma coisa meio chata de pedir no chá de bebê, compre você mesma. Compre 2 pacotes com 25 cada e, à medida que for usando, compre mais.

* Almofada para amamentar é um artigo controverso. Muita gente compra e acaba não usando, dizendo que mais atrapalha do que ajuda. Se o negócio é gastar somente com o necessário, deixe pra lá. O mesmo vale para aquelas almofadas de barriga, que você usa para dormir. Um travesseiro fininho cumpre o mesmo papel. Para amamentar, também dá para usar uma almofada ou travesseiro comum.

* Concha para seios pode ser necessária se você não tiver o bico bem feito para amamentar. Seu GO já deve ter conversado com você a respeito. Se não, converse com ele. Muitas mamães utilizam as conchas quando estão amamentando, dizendo que dói menos. Mas nós sabemos que o que machuca o peito é a pega errada, e não é remediando a situação que a coisa funciona. Meu conselho final é: deixe pra comprar somente se precisar depois. Não compre agora, pois pode ser inútil e virar tralha.

* Da mesma forma, existem protetores de silicone para os seios. Deixe para comprar somente se precisar. Algumas mamães têm tanto leite antes mesmo do bebê nascer que já na gestação precisam utilizar (os absorventes não são suficientes). Mas não precisa comprar se não tiver certeza de seu uso. Talvez você nunca precise.

* Aparelho para tirar leite é útil sim. Mesmo que você amamente normalmente, pode querer tirar o leite quando seus seios parecem estar quase explodindo, e ele pode ser dado no copinho pelo papai. Se você está de licença-maternidade, também será útil para tirar o leite no trabalho e armazenar para dar para o bebê. No entanto, é o tipo de coisa que vale a pena comprar só quando estiver já amamentando. Não precisa comprar agora, pois pode ser desnecessário. Se convidar muita gente para o chá de bebê e achar que vale a pena pedir, então peça, mas não deixe de pedir outras coisas mais importantes para pedir isso.

* Camisola com abertura na frente. Sim, você vai usar no hospital e em casa. Elas são feinhas, mas muito práticas, especialmente no começo. Toda lista de maternidade pede essas camisolas, porque é praticamente o que você vai usar no hospital. Tenha no mínimo 3. No hospital, elas podem manchar de sangue etc, e não dá pra lavar, esperar secar etc – precisa ter outra limpa à mão. Em casa, nos primeiros dias, e depois, de noite, elas serão a coisa mais confortável que você poderá usar para amamentar. Não abra mão delas. Nas lojas Marisa, elas custam R$30,00, em média. Compre uma por mês e está tudo certo. Não deixe para o último mês para não gastar quase R$100,00 com uma coisa dessas assim de uma só vez.

* Sutiã para amamentação. Não que seja realmente necessário, mas é uma mão na roda. Geralmente esses sutiãs abrem a parte da frente, deixando o bico disponível para o bebê, mas continuam dando sustentação ao restante do seio. Pode ser que você ache prático, mas não é essencial. O ideal é ter um sem fecho atrás, tipo aqueles de ginástica, super confortáveis, pra usar na hora de dormir; um bonito, com bojo, pra quando sair de casa; e um normal, de fecho atrás, mas que abra na frente, pra usar com roupas mais confortáveis ou passar o dia em casa.

* Cinta pós-parto. Depende do parto, se for cesárea ou normal. E depende de você: tem gente que nunca usou, dizendo que é desconfortável. Necessário, não é. Mas converse com seu GO e veja o que ele sugere.

Coisas para o quarto do bebê:

* Por menor que seja o seu espaço, tenha um berço. Não precisa pagar caro. Há excelentes modelos por menos de R$300,00. Se comprar no meio da gravidez, parcele até o mês do nascimento do bebê, e não ficará pesado o pagamento. Deixe para comprar o colchão somente depois de comprar o berço, pois os tamanhos variam (e escolha um que tenha proteção de plástico, para não estragar com vazamentos). Os berços americanos, apesar de serem melhores, são muito grandes. Prefira os menores, pois espaço é ouro. Não compre aqueles berços que viram caminhas, pois além de serem mais caros, compensa mais comprar uma cama de verdade depois. Você gastará menos.

* Providencie um cesto para as roupinhas sujas. Não pague caro – compre na loja da esquina mesmo, daqueles de plástico.

* Cobertor de berço é sempre necessário, não importa se você mora em Gramado ou em Ilhéus. A diferença está na quantidade. Se mora em um lugar muito quente, compre só um. Para
qualquer outro lugar, 2 já são suficientes. Não precisa de mais do que isso. Compre os anti-alérgicos. Você pode querer comprar 1 ou 2 cobertores mais fininhos para levar no carrinho. Sempre bate uma brisinha mais fresca à tarde.

* Mantinhas de plush são ótimas para levar no carrinho, enrolar o bebê e levar na sacola. Tenha 2 (se morar em um lugar quente, tenha uma de plush e outra de malha; em outros casos, 2 de plush e 1 de malha).

* Não use colcha para forrar o berço. Use um edredon leve, que é mais confortável. Eles normalmente vêm naqueles kits de berço, mas são baratos, caso não venham.

* Fronhas avulsas sempre são necessárias, porque sujam bastante com baba, por exemplo. Tenha umas 4 ou 5.

* Lençol de berço, não compensa comprar muitos jogos. Compre mais lençol de forrar o colchão, pois o de cobrir você vai usar menos. Economize. Tenha uns 4 ou 5 lençóis, pois eles também sujam bastante.

* Fralda de boca é uma das coisas que você vai mais usar. São baratinhas e perfeitas para pedir no chá de bebê. Peça muitas, muitas mesmo, coisa de 30. É sempre bom ter uma limpinha à mão. Você usará em todas as ocasiões possíveis: para dar de mamar e limpar o que escorrer, para limpar baba, vômito, na hora de trocar a fralda etc.

* Kit para berço é um daqueles típicos elefantes brancos do enxoval. Quando você tiver comprado o berço, tiver o tamanho certinho, e se achar extremamente necessário, compre UM kit. Não precisa mais do que isso. Se alguém quiser te dar outro de presente, tudo bem, aceite, mas tenha no máximo 2. Não suja tanto assim. É legal de ter, deixa o berço lindo e protegido, mas são muito caros. Então tente encontrar um barato, e somente um. O que realmente é importante é a lateral protetora, então você pode comprar só isso e depois ir complementando.

* Móbile. Todo bebê gosta. Existem aqueles musicais que custam os olhos da cara. Se você não tem dinheiro para gastar numa coisa dessas, nem pretende ganhar de alguém, pode comprar um bem baratinho ou até mesmo fazer o seu. Vá até uma loja de armarinhos e consiga um aro de madeira (daqueles de bordar), fios de nylon e enfeites diversos. É só pendurar. Se você for prendada (haha), pode fazer bolinhas ou bichinhos de feltro. Taí algo para brincar com a criatividade. Mas não precisa gastar muito dinheiro. É legal ter sim, porque os bebês se distraem, mas pegue leve.

* Mosquiteiro no berço. Se você mora em apartamento, especialmente em andares altos, não é necessário. Se você mora em andares baixos ou em casa, talvez você precise, porque tem muito mosquito. Só você pode saber se onde você mora tem muito pernilongo, mosca, barata etc. Se achar que sim, vale a pena ter. Muitos berços ou kits já vêm com mosquiteiro. Se não vierem, um avulso custa bem baratinho, coisa de R$20,00 também em qualquer loja de enxoval.

* Posicionador para dormir. São rolinhos que seguram o bebê para ele não virar e correr o risco de ter morte súbita (credo). Não custa ter. Peça no chá de bebê.

* Saia de berço. Só serve pra juntar pó. Totalmente desnecessária.

* Travesseiro anti-sufocante para berço. Peça no chá de bebê. Sempre é bom ter 2, caso um molhe com vômito, por exemplo, mas esse segundo pode ser o do carrinho.

* Cômoda. Se tiver espaço, o legal da cômoda é o espaço em cima para colocar o trocador. Mais uma vez, não pire. Existem cômodas de até R$150,00 por aí. Mas se você já tem algum outro lugar para guardar as roupinhas do bebê e não fizer questão de um lugar para o trocador, guarde o dinheiro para outras coisas.

* Guarda-roupa não é necessário. Uma cômoda basta. Se você não tem nenhum dos dois e precisa de um lugar único para guardar tudo do bebê, talvez compense comprar um barato e com muitas gavetas. Se for apenas para enfeitar e pendurar as roupinhas mais bonitinhas, é perda de dinheiro.

Roupinhas:

* Chegamos no terreno perigoso, onde todo mundo gasta mais do que precisa. Mantenha o foco, ok?

* Para todas as coisas de pano, leve em conta a frequência com que lava roupas.

* Compre somente o necessário: body de manga curta, body de manga longa, mijões (calça com pé), macacões e meinhas.

* Atente para a época do ano em que seu bebê irá nascer. Se ele vai nascer no alto verão, não precisa comprar roupas de manga longa RN e P. Pondere.

* O tamanho das peças varia de confecção para confecção. Tenho um macacão RN que parece M, de tão enorme. Tudo bem, porque uma peça compensa a outra. A questão dos tamanhos é mais para você se guiar na hora da compra. O ideal é ter um número em mente para não comprar a mais. Eu estou comprando nas seguintes quantidade as peças que falei acima: RN (6), P (10), M (pelo menos 10) e G (pelo menos 10). RN e P são o que você precisa ter quando o bebê nascer. Depois, você pode comprar mais coisas. Fora os presentes. Se alguém perguntar que tamanho dar, peça M e G. Geralmente os presentes são mais bonitinhos (e mais caros), então é legal que durem mais, portanto peça tamanhos maiores.

* Não fique contando com presentes para as coisas essenciais, pois pode correr o risco de não ter o necessário. Compre o que precisa e deixe os supérfluos para os presentes. Especialmente RN e P, tenha o necessário para quando o bebê nascer. O que você ganhar a mais, ótimo.

* RN você vai usar pouco, mas vai usar. Geralmente, as listas de maternidade pedem roupinhas RN porque o bebê perde peso ao nascer. E, em casa, você precisará de roupas limpas, mas talvez as Ps sirvam. Se você não gosta de bebês usando roupas enormes, compre algumas peças RN. Mas compre peças baratíssimas, porque vai perder logo. No máximo um macacão mais bonitinho pra sair da maternidade, mas só. Eu estou comprando 6 peças RN de cada: 6 bodies de manga curta, 6 bodies de manga longa (porque ele vai nascer no começo do inverno), 6 macacões de manga longa, 6 meinhas e 6 mijões. No Brás, aqui em SP, você encontra bodies por até R$3,00. São esses os RNs que eu estou comprando.

* P, estou comprando, como disse acima, 10 peças de cada, mas daquelas que citei, somente. São 10 bodies de manga curta, 10 bodies de manga longa, 10 macacões, 10 meinhas e 10 mijões. Vai estar frio, mas eu garanto os dias de sol no inverno com os bodies de manga curta + fralda. As roupinhas tamanho P você já pode comprar mais bonitinhas, porque são as roupinhas de receber visita ou de passeio (nem que seja só até o pediatra…), mas mesmo assim, não pague caro. Compre algumas peças que realmente gostar, se forem um pouco mais caras, mas não exagere.

* M já é território dos presentes. Eu estou me preocupando só com RN e P agora, assim, pra ter tudo até o bebê nascer, porque M e G dá pra comprar depois. Claro que, se vejo algo mais bonitinho, acabo comprando maiorzinho, mas procuro não gastar com isso no momento. A prioridade é ter o que o bebê precisa no momento em que ele nascer, quando não vou poder ficar saindo de casa pra comprar coisas
. E, se alguém te perguntar que tamanho dar roupinha de presente, diga sempre M ou G. Se pedir roupinhas na lista do chá de bebê, já estipule esses dois tamanhos, pra ganhar roupas legais de um tamanho maior e que durarão mais.

* Camisetas e culotes (calças sem pé) são lindinhas, mas não gaste com isso. Compre se achar alguma peça irresistível, e sempre de M pra cima, mas procure se controlar e deixar para os presentes, ou para comprar quando o bebê for maiorzinho. Concentre-se nos bodies, mijões e macacões.

* Casaquinhos de lã com capuz podem ser necessários se o bebê for nascer quando estiver muito frio. Mesmo assim, tenha no máximo 3. Alguns bebês acabam com a pele irritada com a lã. Prefira tecidos mais leves, como o plush e o soft. Sempre tem a mantinha pra enrolar o bebê naqueles dias mais punks.

* Conjuntinho pagão é outro elefante branco do enxoval. São chatos de usar, tem que amarrar atrás, ficam subindo, enfim, um saco. Não gaste dinheiro com eles. Se ganhar de presente, ok, mas não precisa comprar.

* Cueiros são recomendados por muitas mamães para embalar os bebês e usar para cobrir todas as superfícies onde ele possa vir a se deitar na casa dos outros etc. De 5 a 10 é uma quantidade razoável.

* Fraldas de tecido podem parecem aterrorizantes, mas muitas mamães preferem usá-las em vez de usar as descartáveis. Se for o seu caso, boa sorte. Se não for, vale a pena ter algumas para levar na maternidade, pois se o bebê nascer pequeno, mesmo as fraldas RN podem ficar grandes. Não custa ter meia dúzia delas. Peça no chá de bebê. São vendidas caixinhas com 5 ou 6 nas lojas de enxoval.

* Luvas são controversas. Apesar de algumas mamães dizerem que nunca usaram, muitos hospitais pedem, pois as unhas do bebê podem machucar o rostinho, quando eles levam as mãos ao rosto. Eu acho que não custa ter uns 3 parzinhos. Peça de presente no chá. São bem baratinhas.

* Meias você acaba perdendo logo, mas elas são úteis para manter os pés do bebê quentinhos, mesmo naqueles dias mais quentes quando ele ficar só de body e fralda. Tenha na proporção das roupinhas (6 RNs, 10 Ps, pelo menos 10 M e G).

* Sapatinhos são lindos, mas inúteis. Quando o bebê é pequeno e não anda, pra quê? No entanto, as pessoas adoram dar sapatinhos de presente. Eu mesma já ganhei uns 6 pares. Deixe para os presentes, então. Quando seu bebê começar a andar, você pensa em comprar. Agora, é gastar dinheiro à toa.

* Saída de maternidade. Geralmente são peças bem mais caras que serão usadas em um só momento. Muitas mamães acham importante ter para depois guardar de lembrança. Minha recomendação é ter um macacão RN super fofo e só. Não precisa comprar aquele kit de saída da maternidade, que é muito mais caro que o mais lindo dos macacões.

* Touca. Se o seu bebê nascer no frio, é importante ter, pra proteger as orelhinhas. Você sabia que é pela cabeça que a gente toma mais friagem? Então proteja o seu bebê! Tenha gorrinhos de soft, que são menos agressivos que os de lã, que podem pinicar. Se for mesmo pegar frio, tenha uns 3. Se morar em um lugar quente, talvez nenhum seja necessário. A dica definitiva é: compre somente os que amarram embaixo do queixo, para não ficarem caindo da cabeça o tempo todo.

* Babador. Sim, usa bastante, e é sempre bom ter um limpinho à mão. Não existe uma quantidade definida como ideal. Analise sua rotina de lavanderia. Compre somente babadores com fecho de velcro ou botão – os de amarrar são muito complicados quando se tem um bebê agitado no colo.

61 comentários . Comentar via blog

  1. >Muito bom! Amei as dicas e anotei tudinho. Tem tanta coisa prá fazer, comprar que eu tô quase pirando! Abraços.

    Responder
  2. >Gostei das dicas. Eu também estou pirando, enxoval, comprar casa… Não é fácil!Mas tudo vai dar certo, boa sorte para nós.

    Responder
  3. >Incrível esse post, muito legal… pena que encontrei só agora que meu filho já tá com 2 anos. De qualquer forma vai ser muito útil agora pro segundo (afinal a gente esquece muita coisa, acho que pra lembrar tudo na hora H só se tivesse uns 10 kkkkkkkkkk).Guardei tb pra poder passar pras amigas. São dicas de ouro e já muito bem organizadas.

    Responder
  4. >Sou extremamente organizada…e como marinheira de primeira viagem pesquiso muito antes de ir as compras, nao só pelo preço mas pela utilidade dos objetos. Amei as dicas

    Responder
  5. >Finalmente encontrei um post que vale a pena ser lido! Obrigada por compartilhar! ps: ja li vários posts sobre enxoval de bebê. O seu foi o melhor.

    Responder
  6. >muito obrigada pelas dicas!adorei e me ajudou muito.

    Responder
  7. DANIELLE

    ADORRREEEEIIII…ESTÁ MUITO BEM ESCRITO. ERA OQUE EU ESTAVA ESPERANDO PARA PODER IR ÀS COMPRAS. OBRIGADA POR ENRIQUECER NOSSAS VIDAS.

    Responder
  8. ranne

    seu blog mudou a minha vida em 360º e continua mudando até hoje, sou fã de carteirinha!

    Responder
    1. Thais Godinho
      Thais Godinho

      Obrigada, Ranne =)

      Responder
  9. Elaine

    q post maravilhosoooooooooooooooooo VC ILUUMINOU MINHA VIDA kkkk eu n sabia por onde começar adorei obrigada!

    Responder
  10. Adriana

    Adorei!!
    Muito obrigada por compartilhar conosco essas valiosas dicas.
    Um grande abraço.

    Responder
  11. rosangela

    Nossa!depois q li tudo isso fiquei mais aliviada, agora sim posso ir as compras, ñ sabia por onde começar, mãe de primeira viagem td é dificil…muito obg pelas dicas, me ajudou muito.

    Responder
  12. ana carla

    adorei e isso que eu tava procurado para fazer a lista de meu bebe adorei msm

    Responder
  13. Helen

    Adorei as dica! Com certeza vou aproveitá-las.
    abs

    Responder
  14. Ana Kris

    Amei as Dicas , realmente eu estava perdida sem noçao lol…
    Acho que é assim com todas as maes de primeira viajem .
    Mas mto Obrigado Thais agora sei por onde começar :)

    Responder
  15. May

    Lindo post..ajudou muito

    Responder
  16. Eláide

    Nossa,amei muito obrigada,nos ajudou bastante…Bjsssss

    Responder
  17. juliana

    Oi Thais, seu filhote já está grande, mas o meu vai chegar no fim de Abril e, como mãe de primeira viagem ando lendo muito sobre o que comprar, mesmo porque decidi não fazer chá e sei que não vou poder contar com ganhar muitos presentes. Seu post está muito melhor que estes especializados em bebes pela internet afora, realista e sem aquela lista infinita de frescuras que ninguém usa depois do bebe nascer. O chato de morar no interior é que nessa época do ano e difícil encontrar roupinhas de inverno e para deixar para Março acho que estarei cansada demais, então darei um pulo às cidadezinhas de Minas para comprar o enxovalzinho. Obrigada pelas dicas!

    Responder
  18. Regiane

    Amei as dicas! Com toda a certeza irei aplicá-las na espera do meu bebê! Obrigada por compartilhar essas informações tão úteis para nós, gestantes! Eu, por exemplo, sempre me excedo, e no enxoval não seria diferente! =D

    Beijos

    Responder
  19. Selma

    Adorei seu blog, está me ajudando bastante. A gente não tem muita idéia por onde começar, e eu já comecei a ficar doida… tanta coisa para providenciar em tão pouco tempo… Mas estou anciosa, faltam 4 meses para a chegada do meu pequeno! Obrigada!

    Responder
  20. carolina

    ameiiii … me ajudou mto …. gostei mto ….

    Responder
  21. Cada dia que passa amo mais o seu blog!!!

    hahahahaha

    Só coisa útil, é uma questão de utilidade publica essas informações.

    Grande beijo!!

    Responder
  22. Amei as suas dicas, foram realmente esclarecedoras. Por ser marinheira de primeira viagem eu fico meio perdida, mas seu artigo me ajudou muito… Obrigaderrima *–*

    Responder
  23. Andrea Feitosa

    Acheiiii oque eu estave prucurando,muiiito bom,simples,direto e não complicado como as dicas que estou vendo em sites e blogs espicializado no assunto>Estou c 5 mêses e o meu enxoval vai ser baseado no seu blog…Muitoo obgggg#anotei tudinhooo rsrsrs

    Responder
  24. Negra Jack

    Thais estou sempre fuçando por aqui.E agora gravida de 2 meses veio a curiosidade a respeito de enxoval de bebe.Esse post aqui e super interessante.Mais me surgiu uma duvida,a parti de quantos meses de gravidez devo começar a montar o quarto do bebe ?
    Tem mais uma duvida ,muitas mães me orientou a comprar o enxoval depois do chá de bebe,o que vc acha ja posso comprar algo pra prevenir ?
    Ressaltando só mãe de primeira viagem,desempregada e com a cabeça cheia de sonho…rsrsrs.
    Bjs no core.

    Responder
  25. andreza

    nossa otimas dicas estou gravida pela segunda vez e e quando ganhei minha primeira filha eu nao tinha informaçao nenhuma e fiz tudo pertinho do tempo de nascer agora estou prevenida …com as sua dicas bjs

    Responder
  26. Camila

    Adorei as dicas, é isso mesmo que eu estava procurando.beijos

    Responder
  27. juliele

    Adorei todas as dicas,agora sim estou confiante para comprar um enxoval

    Responder
  28. Raquel

    Amei suas dicas, este é o melhor site para futuras mães entre os váaaaarios que li. Aproveitei cada conselho. Fiz toda a lista baseada nos seus conselhos e assim vou às compras mais decidida do que procuro, o que proporcionará escolhas melhores e mais adequadas em menos tempo. Obrigada!

    Responder
  29. ELLEN

    Adorei as dicas, tudo muito objetivo. me esclareceu muito!!! ja esta salvo aqui para usar tudo na minha lista do chá e nas compras . ameiiii:-)

    Responder
  30. Bárbara

    Thais obrigada! Você tem indicação de loja no Brás pra comprar os bodies?! Bjs

    Responder
  31. Riane

    Ameiiiii
    Mamãe de primeira viajem, confesso que estou um pouco perdida rs, ou melhor, estava né; no seu blog encontrei td que preciso!!!! Obg

    Responder
  32. Ana Paula

    Pensei que eu era a única perdida kkkkkkkk.
    Odorei as dicas.

    Responder
  33. renata

    Nossa super obrigada!!!! Tava muito perdida, principalmente em relação a roupas, vou usar seu post como guia!!!!

    Responder
  34. Aline

    Fantástico. Parabéns!!!!

    Também sou marinheira de primeira viagem e estava totalmente perdida. Obrigada pelas informações, me ajudou muito.

    Responder
  35. Fabiana

    Muito bacana as dicas, a gente fica perdida e desesperada para organizar tudo com a chegada do bebê, mas agora vou imprimir tudo e levar comigo, adorei, obg!!!

    Responder
  36. amei as dicas! É muito bom saber essas coisas de forma sincera e prática como está no post. Nem sempre podemos confiar no que lemos por aí. Minha única dúvida agora vai ser quanto às cores do enxoval hehe Obrigada ;)

    Responder
  37. Daiane F

    Oi amei suas dicas sempre passo por aqui ainda nao estou gravida mas ja vale a pena ir anotando p não esquecer nada.kkk bjos gostei muito Thais parabens!!!

    Responder
  38. Lucimeres Coelho

    Que dicas valiosas! Muito obrigada por compartilhar. Certamente visitarei muitas vezes seu blog.
    Valeu;) Felicidades!

    Responder
  39. Bete

    Você tem os nomes das ruas onde comprou roupas de gestante e maternidade?
    Obrigada.

    Responder
    1. Thais Godinho

      Oi Bete, não tenho.

      Responder
  40. Maria da Guia

    Amei Thais, tenho 42 anos, sou técnica em enfermagem, trabalho em uma maternidade publica.
    Estou gravida pela primeira vez. Estava algo perdida antes de ler essa pagina. Obrigado. Antes não havia atentado a essas dicas, são uteis.
    Muito boa matéria. Parabéns.

    Responder
    1. Thais Godinho

      Obrigada e parabéns pelo bebê!

      Responder
  41. Caramba, nunca vi um post tão completo! Achei o post por procurar dicas de carrinho de bebê mas vale para absolutamente tudo! É o tipo de post que fica nos favoritos para sempre para consultar quando se têm bebês em casa hehe Parabéns, adorei!!!

    Responder
  42. Eu acho que de todos os itens do enxoval o que me deixou mais da dúvida foi o carrinho de bebê.
    Acho que roupinhas, sapatinhos e todo o resto não tem um custo tão alto quanto o carrinho e por isso se errar não é tão ruim.
    Além do que o carrinho muda a praticidade na sua vida e na do seu bebê, o que complica tudo rs.
    Enfim, parabéns pelo texto e por todas as informações. Com certeza ajudou e ainda vai ajudar muitas mães.
    Beijinhos, Laíza.

    Responder
  43. Tatiane

    Thais,

    A+D+O+R+E+I seu post sobre economizar no enxoval.
    Tudo gira em torno de nós como forma de consumo e mãe de primeira viagem onde tudo que se vê quer comprar. Tudo o que se vê para festa de casamento e enxoval de bebê é muuuuito mais caro se for para outras ocasiões.
    Achei que você foi muito objetiva em todas as dicas.
    Com esta vida maluca que temos em cidade grande, nada como ser um ‘mãe descomplicada’
    ;-)

    Responder
  44. adorei estou com 16 semana

    Responder
  45. Raquel Soares

    Amei as dicas.Vou anotar tudo e seguir à risca.Me ajudou muito.Obrigada

    Responder
  46. Marcela

    Adorei!!! estou com 20 semanas e ainda não comprei nada estou um pouco perdida.

    Suas dicas, são boas e econômicas.

    Obrigada!!!!

    Responder
  47. Nancy

    Macacões – não macacãos.

    Responder
    1. Thais Godinho

      Thais, acho que você errou ao digitar “macacãos” no lugar de “macacões”!

      Ah, obrigada, leitora. É normal passar um errinho assim porque não existem terceiros revisando os textos. Obrigada por apontar o erro com educação e me ajudar a corrigir.

      Responder

Deixe um comentário