15 Oct 2012

Dicas de organização para professores

Em primeiro lugar, parabéns a todos os professores e professoras pelo seu dia! Eu sempre quis ser professora, desde pequena. Todo mundo brincava de escolinha, mas eu fazia planejamento das aulas (oi?) e lista de presença, por exemplo. Sempre gostei da coisa toda. Comecei a fazer faculdade de História duas vezes e considerei a de Pedagogia, e só não as fiz porque minha vida profissional me levou por outros caminhos. Eu percebi que poderia ser professora sem necessariamente ter uma licenciatura, então esse é um dos meus objetivos profissionais no momento.

Muitas pessoas me solicitam dicas de organização específicas para professores e, apesar de eu ainda não dar aulas, tenho muito material guardado sobre o assunto pois, como disse, é do meu interesse. Também convivo com muitos amigos professores e testei algumas dicas minhas com eles. Se eu estivesse dando aulas hoje, essas seriam as minhas táticas para minha organizar:

  • Manter uma mesma bolsa ou sacola para usar todos os dias, com tudo o que precisa dentro (especialmente papelada). Todos os dias, ao chegar em casa, tirar dali o que não é de uso diário. Deixar arrumada para o dia seguinte.
  • Usar um caderno para anotar ideias, tarefas e qualquer outra coisa que tenha lembrado. Nada de anotar no canto do diário de classe! Tenha um caderno pequeno sempre com você, com uma caneta dentro, para essas notas ocasionais.
  • Montar um planejamento das aulas adequado à sua disciplina e à grade curricular da instituição onde leciona. Se você é professor(a) de faculdade, ter um plano para cada disciplina que leciona. Planejar cada aula.
  • Ver cada aula como um mini-projeto, onde você buscará as informações necessárias para fazer o melhor possível utilizando lousa, material disponível, indicação de livros, filmes etc. Organize o tempo de cada aula. Isso só pode ser feito com plenajamento anterior.
  • Organizar a matéria na lousa para que os alunos também se organizem. Anotar em um canto do quadro as próximas datas importantes (trabalhos, provas). Sempre escrever o título da matéria, em que aula está, data e, se estiver inspirado(a), um pequeno sumário da aula. Encare o quadro como se fosse uma apresentação de Power Point: as informações devem ser claras e sucintas, e poucas. Escreva pouco e fale mais.
  • Utilizar a agenda do Google para organizar as datas de provas e trabalhos das turmas. Se for da turma do papel, utilize uma agenda com visualização mensal ou semanal e utilize marcadores de cores diferentes.
  • Montar pastas para deixar a papelada em ordem. Você deve criar seu sistema pessoal, pois ele dependerá muito de cada lugar onde você leciona. No geral, tenha uma cor de pasta para cada instituição e uma pasta com divisórias diferente para cada turma. As divisórias podem ser divididas como corrigir, ler, copiar, entregar etc. Quando chegar na sala com a turma em questão, você não precisará ficar procurando.
  • Deixar um “kit de sobrevivência” no seu armário na sala dos professores, com itens de higiene e até maquiagem.
  • Organizar suas leituras diárias com o Google Reader, separando por categorias. Se eu fosse professora de História, por exemplo, dividiria os feeds de acordo com as épocas abordadas. Pesquise blogs sobre os assuntos de seu interesse e cadastre-os.
  • Limpar seus arquivos a cada fim de semestre e ano letivo para guardar somente o necessário. Veja o que pode ser arquivado na própria escola e digitalize o restante.

Será que tem algum(a) professor(a) lendo este blog hoje? As dicas foram úteis? Você tem mais alguma dica para compartilhar com outros colegas de profissão?

41 comentários . Comentar via blog

  1. Andressa

    Thaís,
    Bom dia!
    Sou professora e adoro seu blog! Acompanho todos os dias suas dicas, e procuro realizá-las! Algumas estão dando muito certo, outras preciso adaptar…e outras ainda preciso me esforçar para conseguir realizar.
    Fiquei feliz com o título do post de hoje!! As dicas foram ótimas! Mas, para mim o que mais me angustia nessa organização da vida profissional é a quantidade de trabalho que preciso levar para casa. O trabalho do professor na sala de aula é só a pontinha do iceberg, e isso tem me deixado muito cansada pois quando chego em casa, além dos cuidados com a casa e com os filhos, preciso trabalhar e muito!E essa divisão de tempo para cada “coisa” está sendo bem difícil…
    Beijinhos

    Responder
  2. Emanoel Dias

    Tem professor lendo sim Thais.

    Já acompanho teu blog a aproximadamente 2 anos e ele têm me incentivado MUITO a me organizar.

    Parabéns por essa postagem, pois realmente professor que não adota técnicas pra se organizar acaba prejudicando seu trabalho. Especialmente no meu caso que trabalho 3 turnos em 2 escolas diferentes.

    Saudações e continue com esse blog fantástico.

    Responder
  3. Olha outra! Do outro lado do Atlântico ;)

    Sou professora de português. É verdade…mas as coisas estão tão mal em Portugal no que diz respeito à colocação dos professores (45.000 não colocados…) que decidi continuar um projecto parado há algum tempo: prpearar workshops de culinária. No fundo, no fundo, o que eu gosto é de ensinar! :)

    As dicas deixadas são fundamentais para termos o trabalho organizado. E preparava cada aula, tentando cativar os meus alunos. Mas, se a aula for noutra direcção, temos de estar preparados para refazer o nosso plano no momento.

    Tentar aproveitar o tempo em que temos mesmo de estar na escola para adiantar trabalho, como corrigir testes, fazer algumas leituras. Enfim! Evitar levar tanto trabalho para casa ;)

    Óptimas dicas Thais! Um bom dia!

    Responder
  4. Organiza-se

    Olá Thaís!!!
    Aqui está mais uma professora, costumo dizer que estou professora, e não sou professora, mas mesmo assim agradeço o post de hoje :). Dou aula numa universidade, pois sou Engenheira por profissão.

    As dicas são de grande valia, pois como a colega Andressa citou: “O trabalho do professor na sala de aula é só a pontinha do iceberg” se trabalha muito mais fora da classe. E hoje em dia a situação do professor perante a instituição e em sala de aula e cada vez mais decadente (triste cenário).

    Quando comecei a dar aulas estava muito empolgada, como organizada que sou fiz quase tudo em que vc citou em seu post hoje, mas conseguiram “botar água no meu chopp” a cada dia que passa fica ainda mais difícil, e vc ve um TRABALHO todo por trás dos bastidores ir pelo ralo.

    Você se prepara, estuda, arruma tempo aonde não tem para preparar um plano de aula com conteúdo, um trabalho que desse sustenção a sua aula, anotações, etc etc e uma turma vem e põe tudo a perder, ou então a coordenação te chama para uma conversa e vc entende que tem que agir conforme o sistema.

    TRISTE THAÍS :(!!!Mas é assim mesmo que as coisas funcionam, hj estou mais “descolada” ( ficar fazendo malabarismo, jamaiis) danço conforme a música e te digo não estou tão stressada como antes…afinal A VIDA ENSINA (melhor professora não há)a mim e a eles

    Responder
  5. Erika/SP

    Oi Thais! Sou educadora infantil e suas dicas me ajudam em todos os aspectos da minha vida, inclusive profissional. Separar os materiais para as aulas, preparar e planejar sao fundamentais para quem leciona. Embora nos dias atuais a nossa profissao nao seja mais valorizada, eu acredito que sem a educacao nao ha como a sociedade progredir. Mesmo que seja um trabalho de formiguinha, eu sei que entre os meus 70 alunos (sao 2 turmas) pelo menos a vida de um eu posso transformar. Isso me motiva a lecionar e nao abandonar a carreira. Obrigada mais uma vez pr suas dicas. Sao fundamentais para mim. Beijos, Erika/SP

    Responder
  6. Elizângela

    Oi Thais, mais uma professora aqui..heheh. Feliz dia do professor a todas nós!!Leciono na Educação Infantil e no Primeiro ano do ensino fundamental, sempre gostei do seu blog, desde o orkut..mt tempo né? E foi justamente pelo meu trabalho que comecei a precisar de ajuda. As dicas que mais tem me ajudado são: a primeira e máxima:livrar-se da tralha..pq sinceramente, professor, principalmente infantil e séries iniciais juntam tralha demais. Sempre ficava guardando papéis, modelos, hj a maior parte do meu acervo é digital, procuro em blogs e os livros de coleções que tenho, só xeroco o que vou usar mesmo, não guardo cópia, e meus planos agora são: terminar de scaneálos para facilitar meu trabalho, tenho alguns encadernados(xérox, miografados) mas depois que comprei uma impressora a laser, facilitou mais minha vida, apesar do custa sair do meu bolso..infelismente como disse minha amiga ai de cima. No dia á dia carrego uma bolsinha dentro da bolsa com os itens usados: tesoura, grampeador, tesoura de picotar, revolver de cola quente, pen drive. Mas já estou pensando em organizar td isso dentro do carro dentro de uma maletinha, caixinha,algo assim.Como leciono em duas escolas, o básico: caneta, lápis etc, tenho para cada uma um estojo que deixo dentro do armário. Outra dica importante: nunca deixo acumular, no máximo um dia: caderneta, semanário( que é um caderno onde planejo as aulas e colo as atividades feitas pelos alunos), pq senão meu Deus isso é essencial. Algum comentário. Como meus alunos são pequenos, tenho uma rotina diária e semanal, para que eles não fiquem anciosos e eu não me perca hehe. Pesquiso em casa, sobre os assuntos trabalhados nas aulas e levo pronto para imprimir no trabalho ou imprimo em casa quando a impressora da escola está sem tonner(escola pública minha gente)Outra coisa que aprendi com uma amiga, é ter um caderno de modelo, guardo lembrancinhas rsrs qd estamos sem idéias, mas como ele ficou cheio, agora guardo no pen drive..Já usei mt o mimiógrafo, e sinceramente, a tecnologia tem ajudado muito.

    Responder
  7. Marcela Santos

    Oi Thais, sou professora de faculdade e há alguns meses te incomodei hehehe no facebook pedindo dicas como essa, parabéns pelo post. Adoto alguns dessas dicas no meu dia-a-dia e as coisas estão andando mais organizadas, moro sozinha e cuido da casa tb com suas dicas, tenho conseguido até fazer atividades físicas regularmente. Sim é cansativo, sim temos que nadar contra uma corrente que é maioria no nosso país, onde educação é uma das últimas prioridades mas faz muito bem qnd as coisas tem gerado frutos, alunos falando que aprenderam com vc, alunos te procurando pra orientação mesmo com tantas reclamações por parte dos que não querem estudar. Por isso alunos que estejam lendo esse comentário elogiem seus professores, não precisa ser em público, um email falando que tem aprendido com o professor ou dando sugestões e comprometimento com o aprendizado nos fazem muito bem. Sou engenheira de computação por formação, muitos me perguntam pq eu não estou por ai ganhando grana mas eu amoooooooooooooo estudar e quero cada vez mais melhorar e melhorar. Fiz mestrado e um dos projetos de 2013 é a entrada no doutorado. Enfim, resolvi falar tudo isso pra incentivar quem pensa em ensinar e dar um ânimo pra quem anda meio decepcionada. Bjs e parabéns a todos os mestres desse mundo!!!!

    Responder
  8. Vanessa Rosa

    Thais, sou professora de Geografia e achei as dicas muito válidas, várias delas eu costumo seguir pra organizar o trabalho. Tenho vários sites e blogs na minha aba de favoritos, mas são tantos que acho que preciso dar um “limpada” e ficar com os melhores. Gostei da ideia do Google Reader. Concordo com as meninas quanto à carga de trabalho e as dificuldades que encontramos, tanto na sala de aula ao lidar com alunos difíceis como na estrutura que nos desvaloriza. O que compensa tudo isso é ver, nos olhos dos alunos, às vezes por breves momentos, um brilho de interesse e o pensamento em um rumo diferente, descobrindo coisas que façam sentido na vida deles. Ouvi no rádio várias homenagens aos professores e estou me sentindo lisonjeada por ser de certa forma reconhecida por tanta gente que no entanto nem me conhece, é muito legal isso! Bjos!

    Responder
  9. Fabiola

    Oi, Thais, bom dia!
    Sou professora de Português e Literatura, atuo no ensino público fundamental e médio, manhã e noite, e não é nada fácil a clientela que temos hoje, mas amo minha profissão, essa foi minha descoberta da maturidade, na juventude estudei Arquitetura um tempo, porém a faculdade era muito elitista, me desencantei e larguei.
    Suas dicas estão coincidindo com minha prática, com exceção do kit sobrevivência na sala dos professores, pq a sala dos profs, vou te contar…melhor nem contar, kkk
    Uma situação que precisamos organizar bem é a quantidade de tarefas que trazemos para casa, se não fizermos um planejamento sensato o tempo fora da escola fica tomado inteiramente por tarefas do trabalho, isso não é legal.
    Infelizmente, o sistema hoje está montado para dar errado, nadamos na contramão, não há dúvida de que o nosso trabalho incomoda muita gente.
    Sou grata a todos os excelentes professores que tive ao longo da vida.
    Parabéns a todos os colegas, bjs,

    Responder
  10. Juliana Rodrigues

    Thaís,não tive tempo de ler o blog esse fim de semana,então, hoje quando comecei a olhar seus post’s do dia 14,fiquei impressionada como vc está magra… Por favor se vc puder falar mais um pouco sobre como vc está conseguindo.
    Vc está muito bem.Parabéns!

    Responder
  11. Olá Thaís. mais uma professora do outro lado do atlântico. As dicas são todas muito úteis. O teu blog tem sido um dos que me tem inspirado para tentar ser mais organizada, e tentar que a minha casa esteja sempre “impec”.
    Continuação de bons posts.

    Responder
  12. Gabi

    Obrigada pelas dicas,Thais!

    Sou professora universitária e de pós-graduação, e suas dicas são perfeitas!

    A organização é essencial , principalmente para quem tem jornada dupla como muitos profs. universitários, que atuam de dia em empresas e à noite,na universidade. Já me peguei terminando job no intervalo da aulas e corrigindo provas antes de reunião com cliente… :/

    Como minhas aulas são práticas, eu preciso avaliar os alunos individualmente.Para isso, uso o “carômetro”, que é uma lista de chamada com fotos 3×4 de todos os alunos (peço as fotos logo na primeira semana de aula).

    Assim, não corro o risco de confundir os alunos ou simplesmente não saber de quem se trata… Acredite: em turmas de 100 alunos, é muito comum se confundir ou esquecer nomes….

    Parabéns a todos os colegas professores!

    Responder
  13. Ótimas dicas, adorei todas! Vou começar a dar aulas ano que vem e espero usar tudo o que você sugeriu!

    Responder
  14. Maiara

    Gostei das dicas de organização. Sou professora há cinco anos (comecei cedo, com 18, antes de terminar a licenciatura). Fui aprendendo aps poucos como me organizar para não passar aperto. Como dou aulas de inglês, tenho algumas especificidades que outros professores não têm. Tenho menos alunos em sala (o que pode ser bom ou ruim, depende da turma). E uso várias dicas que foram dadas acima hehehehe. Mas tenho algumas para compartilhar também :)
    Acho que a dica mais importante para qualquer professor é: planejar com antecedência, e nunca planejar a menos (pois sua aula pode render mais do que o esperado. Acontece bastante em aulas de ESL, meu caso). Costumo planejar as aulas da semana toda (às vezes até de duas semanas para frente) todo fim de semana. Além disso, com o tempo, a gente acaba montando um banco de materiais de apoio que podem ser reutilizados – apostilas, exercícios, algumas atividades extras. Isso facilita muito a vida!
    Outra dica que eu dou é justamente evitar o peso. Eu tenho a vantagem de poder corrigr muita coisa on-line nos lugares onde trabalho, além de poder deixar exercícios dos alunos na escola, que corrijo nas horas que tenho que ficar lá cumprindo horário. Comprei um iPad para evitar carregar vários livros (acontece, principalmente considerando que ensino diversos níveis diferentes em um mesmo dia), e digitalizo tudo que posso. Quando dá, deixo material na escola, no meu armário. Pode parecer bobeira, mas carregar muito peso não faz bem pra ninguém. Minha mãe, professora também, teve problemas de coluna por conta disso.
    Acho que o planejamento é útil justamente porque nos permite aproveitar tempo, principalmente para descansar. Dar aulas pode ser bem estressante, e considero importante ter um tempo para si próprio, para lazer. Consigo equilibrar bem meu tempo e sempre sobra um tempinho para ler, ir na academia, estudar (aliás, considero importante professores separarem tempo para estudos. Temos que estar atualizados). Vejo colegas que não têm os mesmos hábitos que vivm estressados e nunca têm tempo para nada justamente por não criarem certos hábitos de organização como esses que você sugeriu.
    Enfim, organizar é palavra chave para professores. Parabéns pelo post, e parabéns a todos os professores.

    Responder
  15. Olá Thaís! Gostei muito do post, sou professora Cristão Infantil e coordenadora das educadoras da minha Igreja, e procuro sempre me organizar para realizar melhor meu trabalho.
    Thaís, queria post para organização para o ano novo. Sei que todo ano vc faz isso, pode até “re postar” posts antigos. É que eu este ano levei muito a serio a questão da organização, mas para o ao que vem quero sair do nivel 1, sabe? Exemplo, vou fazer como vc faz a cada mes, fazer check list mensal, já comecei para os ultimos tres meses e está dando super certo. Hoje já com 31 anos amadureci bastante a questão da organização, não é só uma coisa de gente metódica, não.É questão de sobrevivência.
    Mas as pessoas só se lembram de organizar o ano novo em janeiro, daí o ano já começou, e tudo vira uma bagunça de novo
    bjoss

    Responder
  16. Olá Thais,
    Parabéns pelo blog. Sou professora de música e além disso esposa, mãe e dona de casa. Seus textos tem sido de grande ajuda em minha organização diária. Obrigada por isso.
    Beijocas,
    Ju.

    Responder
  17. Oi Thais! Eu não sou professora ainda, mas acredito que um dia serei, porque quero mesmo seguir a carreira acadêmica na Universidade, em especial na área de pesquisa, a qual iniciei recentemente com um “estágio” (iniciação científica). Estou gostando muito e, desde já, estou organizando muito bem minhas anotações e pesquisas, assim como já faço com as minhas coisas da graduação. Adorei o post, vc falou de muitas coisas que ainda nao tinham passado pela minha cabeça e de outras que eu já tinha planejado hehehe.

    Beijão!

    Responder
  18. Bruna

    Olá!

    Eu sou psicóloga, mas trabalho em uma escolinha infantil como educadora. A proposta pedagógica da instituição é simplificar, olhar para as crianças e propor projetos que tenham a ver com o que a turma se interessa, por exemplo.

    Quando eu comecei a trabalhar lá, há pouco mais de um ano, a habilidade dos educadores de planejar atividades me impressionava. Eu me frustrei desde o começo percebendo a minha inabilidade – óbvia, afinal era a minha primeira experiência profissional dentro de uma escola! – e nunca soube o que fazer com isso…

    Uma das maiores e melhores descobertas que eu fiz foi que eu precisava de um repertório de atividades, e que um inventário desse tipo requer planejamento e organização – coisas que eu ADORO! O meu trabalho melhorou muito depois disso, e deve melhorar mais ainda com as suas dicas!

    Descobri o seu blog procurando dicas sobre morar sozinha. Desde então eu venho todos os dias, leio um pouco, e venho ficando mais tranquila e organizada – a cada dia, sem atropelar, a bagunça não se instalou de repente na minha vida, afinal de contas!

    Abraços agradecidos!

    Responder
  19. Thaís

    Oi Thaís…minha xará e minha ídola! Sou uma desorganizada bem revoltada e estressada com a minha situação. Parece que a desordem nasceu comigo e luto bravamente contra isso. Sou professora de educação infantil e ensino fundamental…imaginou a papelada em casa? Morava sozinha e tinha um “quarto pedagógico” agora que voltei a morar com meus pais só me resta o guarda roupas que está um caos. Suas dicas me ajudam muito a perseverar, a tentar a tentar de forma diferente e a insistir na tentativa. Adorei as dicas para os professores!
    Beijos!

    Responder
  20. Climene

    Ótimas , dicas! Muito obrigada! Voce eH show!

    Responder
  21. Susana

    Sou professora, mãe, dona de casa, estudante, esposa…
    Leio muito o seu blog e indico também. Seu blog tem me ajudado muito. Aproveito muitas dicas. Costumo compartilhar seu blog no facebook também.
    Agradeço mt.
    Abraço,

    Responder
  22. Professora de música (ensino especializado) aqui!! :)

    Eu crio no word uma tabela com as datas todas do período, planeio logo as datas dos testes e coloco o que é realmente indispensavel de ensinar logo na tabela. Depois com o decorrer do período letivo organizo direitinho cada exercício a fazer, etc.
    Fazer backup do material que vamos fazendo é importante, sobretudo organizado por pastas.

    Boa semana!

    Responder
  23. Helen

    Adoreiiii ver tantos professores e professoras reunidos no blog… qnd pequena eu queria ser professora tmb, adorava brincar de escolinha e eu sempre tinha q ser a Prof. rsrs…. minha vida tmb tomou outro rumo e acabei me formando em ADM….
    gostaria muito de parabenizar todos que aqui estão… sei que vcs não tem os devidos reconhecimentos, mas não desistam dessa maravilhosa profissão e nem de seus alunos, sempre haverá aqueles que farão valer a pena de tanto esforço…

    Responder
  24. aline

    Hey Thaís, muito obrigada pela homenagem!!! Me senti muito honrada! A questão é que para fazermos um salário digno temos que lecionar dois ou até 3 turnos (o que é o meu caso) e não sobra tempo pra muita coisa mesmo. Gostaria de dicas para organizar o home office, pois tenho muitos livros aqui em casa (muuuitos mesmo!) e o espaço é de 3 metros quadrados e alugado!! Gostaria q vc morasse aki perto p ser minha personal organizer…rs…mas já que não conto com seu posto. Ok?!? Bjus e boa semana!

    Responder
  25. Simone Ribeiro

    Olá Thais! Pode postar mais dicas pois pelo visto seu público de professores não é pequeno!!! Gosto muito de suas sugestões obrigada por nos iluminar. Bjs

    Responder
  26. Professora

    Uma psicóloga dando aula?! É isso mesmo?

    se for isso, mais uma vez fica claro quanto a profissão é desvalorizada. Um nutricionista pode ser médico? um advogado faz projeto de engenharia?

    Mas qualquer um pode ser professor?!?!?

    Realmente…nos falta um Conselho Federal!

    Responder
  27. Organiza-se

    Cara Professora,

    Vejo o quanto a Sra. está equivocada um pscicólogo pode ser sim um professor, desde que dê aula dentro da atividade especifica. Sou engenheira e dou aulas, estou professora dentro de um curso de engenharia, tenho um mestrado e uma docência em ensino superior. Sou qualificada para dar aulas e me vejo essencial para minha turma, pois tenho conhecimento técnico e específico.

    Vejo que a nossa colega psicóloga dentro da ementa de graduação tem condições SIM de ser uma educadora infantil, lembro a Sra. que até pouco tempo para ser professora da classe de ensino fundamental, bastava apenas o curso profissional em educação, antigo NORMAL, 2ºgrau. Hoje sim, que cobram uma gradução para tais professores o que eu acho plenamente válido!!! Mas, daí dizer que ela não pode lecionar…

    Responder
  28. Professora

    rsrsrsrsrsrs
    Cara organiza-se, obviamente os cursos de Ensino Superior devem ter como professores os então oriundos do curso, mesmo que alguns deles não tenham a didática ou a docência nas veias.
    Contudo, não podemos comparar a formação de pedagogos e licenciados em Letras, preparados para educar com a de um bacharel.
    A antiga Escola Normal era de formação de professores, logo, poderiam atuar em sala de aula tendo em vista que o Currículo era voltado para as disciplinas didático-pedagógicas.
    Refiro-me, ainda, de modo geral, aos que, sem nenhuma formação pedagógica adentram a sala de aula. Se a referida tem o devido preparo para o letramento que adentre a sala de aula.
    Que tal, eu, advogada, contruir a sua casa?!

    Mas você entrega seu filho a qualquer profissional? Procura saber qual sua formação e experiência?
    Interessante como tantos pensam assim.
    O pior de tudo, as escolas admitirem essas pessoas.
    Se a psicóloga tem ou não esse preparo para letramento não vem ao caso aqui. CONTINUO me referindo de forma geral: ESSA PROFISSÃO CONTINUA A SER DESVALORIZADA e por situações como estas.

    Responder
  29. Camila

    Oi Thaís,
    aqui há dois professores fazendo a leitura das suas dicas e, mesmo que um dia depois da data, obrigada pela atenção dedicada aos profissionais da área da Educação.
    Eu estou longe da sala de aula. Antônio, porém, continua. E essas dicas, penso que vão ajudá-lo a tentar se organizar (o que é muito difícil para ele no momento)
    Eu enquanto estava em sala de aula fazia como você indioou: relacionava os pontos mais importantes da aula na lousa, usava-a mesmo como uma apresentação de pps. Muito boas as dicas.
    Valeu e feliz dia pra vc tb

    Responder
  30. Tem professor sim! De inglês aqui! ;D

    Muitas das dicas eu já colocava em prática. Gostei muito da ideias das pastas (em especial para professores universitários). Nos cursos eu já mantinha algo muito parecido, mas não levava para casa. A ideia da agenda com as anotações das datas também é muito útil para quem tem um número grande de turmas. Mas algo que ainda realmente me falta é organizar todos os sites com bons materiais… cheguei a anotar num caderno uma vez, mas ele acabou ficando em um lugar que não trabalho mais.

    Fiquei realmente muito feliz pelo post! :]

    Responder
  31. Gisele

    Também sou professora e visito seu blog já tem quase 1 ano. Adorei as dicas !

    Responder
  32. Débora do Nascimento

    Legal ler os comentários dos colegas aqui. Thais, realmente é um número bem considerável o seu público de professores! Muito obrigada por lembrar de nós!!! Como sempre suas dicas foram ótimas!
    A minha maior dificuldade no momento é conciliar vida familiar e profissional, já que sempre trago muito trabalho pra casa. Na nossa escola não tem essa de hora pedagógica, fora da sala, só para planejar, corrigir, etc. Sonho com isso!
    Que venham mais dicas para docentes, então! rsrs
    Suas dicas serão (todas) sempre muito bem-vindas!

    Responder
  33. Zulmira

    Boa noite a todos. Embora um tanto atrasada, resolvi deixar aqui uma dica que uso desde sempre nos cursos que dou: um “diário de bordo”. Trata-se de um fichário com capa dura (de plástico transparente é melhor), daqueles em que você vai colocando folhas perfuradas (utilizo as de tamanho 140 x 210 mm, que são menores e mais práticas). Faço separações para as diversas turmas, e a cada aula anoto ali TUDO o que acontece em sala de aula, desde faltas e conteúdo lecionado até incidentes, solicitações, etc. Alguém pode dizer: “mas o diário de classe já existe e é para isso mesmo”, e eu responderei: o “diário de bordo” é melhor, porque é meu, posso levar para casa, posso escrever o que quiser e como quiser, e depois passo a limpo para o “diário de classe” só o que for pertinente. Mas os detalhes (por exemplo uma pergunta que precisarei pesquisar para responder melhor, uma idéia para algum exercício, uma observação útil, etc.) ficam perfeitamente registrados e assim não me confundo nem esqueço nada. Utilizo para escrever nesse fichário canetas Stabilo fine 0,4 porque, sendo de ponta porosa e bem finas, permitem uma escrita rápida em qualquer condição adversa (circulando no meio das carteiras por exemplo). Porém estou ciente de que a maioria dos professores não tem tempo de “passar a limpo” e prefere sair da sala com o diário já em dia. Eu trabalho em uma única escola e fico pelo menos meia hora após o horário colocando as informações em ordem. Se não fizer dessa maneira me perco completamente. Admiro muito quem consegue fazer jornada tripla e mesmo assim administrar as suas coisas. Como não consigo, tive que achar um método que funciona para mim. Espero que a idéia sirva para alguém. :)

    Responder
  34. Alessandra

    A dica da Zulmira é muito boa, pois precisamos registrar todos os dias o conteúdo lecionado. Sou professora universitária.

    Responder
  35. Sou professora das séries iniciais e as dicas foram muito úteis! :)
    Pode ter certeza que muitas delas eu farei uso.

    Beijo grande :*

    Responder
  36. sstela

    Adorei as dicas irei compartilhar com todas as minhas amigas professoras! Muito úteis p min!

    Responder
  37. Adriana

    Gostaria de parabenizar não só a Thais, mas tbém todos os outros educadores que escreveram suas dicas… tbém sou educadora do fundamental 1 e a organização é fundamental.
    Faço do pedido dos colegas o meu, Thais nos ajude com mais dicas… pois precisamos e muito.

    Um grande abraço

    Responder
  38. Agnes

    Bom Dia!
    Amei o seu post sobre organização para professores. Adoro suas dicas! Bjus> Agnes

    Responder
    1. Thais Godinho

      Obrigada a todos que comentaram. Vou estudar cada uma das dúvidas para elaborar algo legal.

      Responder
  39. Ola Thais.

    Sou professora de história e acompanho a blog tem um tempo já. Fazia alguns meses que não passava por aqui por conta da profissão mesmo. Me formei em 2010 e só comecei a lecionar ano passado, em escola pública, Ensino Fundamental. Achei as suas dicas preciosas!

    Adorei saber que já iniciou a licenciatura em história. E gostaria de compartilhar um “método” que utilizo para organizar minhas aulas. Leciono em duas escolas do mesmo município que estão em patamares diferentes (uma utiliza o bom e velho diário de classe no papel e a outra é uma escola piloto para o uso de um sistema virtual de diário de classe. Quando comecei a dar aula ficava bem perdida, não sabia como manter organizado e registrado o que dava em cada aula, pois o diário de classe de papel chegava só no final do trimestre e o virtual era difícil de atualizar regularmente por conta da falta de organização no tempo de trabalho em casa (esse eu ainda tenho que achar um jeito de organizar).

    Nesse ano adotei um caderninho para anotar dia por dia o que planejei (conteúdo abordado, se passarei um texto, exercício, se corrigirei, se terá atividade para entregar, prova, etc). Por turno e por turma (na ordem do horário). Daí eu coloco um sinal de OK do lado daquilo que consegui de fato fazer, um NÃO do lado daquilo que não fiz (tudo com uma cor diferente) e ainda passo um marcado azul sobre aquilo que ficou incompleto, indicando com uma palavra chave onde parei.

    Esse caderninho é complementar ao plano de aula, visto que nele vai até a chamada, para não esquecer de fazer. E o bacana é que depois, na hora de montar os diários de classe, está tudo ali, todas as turmas, no dia certinho, tudo que fiz. Fica bem mais fácil.

    Não sei se ficou claro, mas deixo essa dica para quem quiser aproveitar.

    beijos

    Responder

Deixe um comentário