ou

180214-exercicios

Eu não sou uma pessoa atlética. Já fui! Praticava muitos esportes, era magra e tinha um corpo legal. Aí entrei na faculdade, parei e fui engordando, engordando… cheguei a pesar quase 100kg. Emagreci algumas dezenas de quilos. Mesmo assim, ainda estou acima do meu peso e não aguento mais fazer dieta. Tempo para se exercitar? Oras, sei que para quem vive disso, é fácil encontrar tempo. Eu não vou acordar 6h para ir para uma academia que não tenho dinheiro para pagar e para fazer uma atividade que eu odeio (levantar ferrinhos). Talvez um dia, lá na frente, eu me empolgue e passe a gostar disso, pois quando a gente vai emagrecendo e fazendo uma atividade física como rotina, a gente quer sempre fazer mais e melhor. Espero mesmo que isso aconteça e, se você tem esse ritmo de academia, fico feliz por você. Mas hoje minha realidade é a seguinte: ou eu faço algumas poucas coisas, ou não faço nada. Não tenho espaço para o ideal no momento. Portanto, neste post, vou compartilhar algumas dicas e ideias minhas para fazer atividade física no dia a dia, além de outras de fontes diversas (sites, livros etc).

Gostaria de pedir que, enquanto você estiver lendo, contraia o abdômen a cada dica lida. Só para ir entrando no clima. =)

  • Yoga. Não vou me aprofundar tanto nesse assunto porque sou leiga de tudo. Venho fazendo uma sequência noturna (chamada “saudação à lua”) para preparar o corpo para dormir, e me sinto muito bem. Não é uma sequência difícil e pode ser encontrada no YouTube. Quem puder fazer aulas presenciais, recomendo, para ter a postura corrigida. Quando aprender, faça as sequências em casa. Também há bons sites com uma mensalidade ínfima que te dão acesso às aulas online com bons professores, e assim você poderá dar continuidade à prática em casa.
  • Faça o que fizer, tenha constância. Não é incomum gente passar mal porque só se exercita aos finais de semana – ou aquele tradicional joguinho de futebol às quartas. Isso porque você sobrecarrega seu corpo, que estava acostumado a ser sedentário. E o medo de ter um treco e morrer do coração? Portanto, vale mais a pena ter pequenas atividades ao longo da semana que um dia inteiro de maratonista.
  • Explore atividades curtas. Colocar tênis, roupa de ginástica e ir até a academia… andar na esteira… é muito depressivo, não? Portanto, faça pequenas caminhadas ao longo do dia. Ande mais a pé. Dê cinco voltas no quarteirão. Não precisa caminhar durante 40 minutos de manhã. Caminhe 20 de manhã, 20 à noite. 15 de manhã, 15 na hora do almoço, 15 à noite. Atividade física, para mim, se for um estorvo, não vai dar certo. E se eu tiver que “gastar” 1h inteira de uma vez todos os dias fazer um exercício, a chance de não fazer é imensa, porque 1h é muito tempo no meu dia a dia. Agora, se distribuir ao longo do dia, fica rápido, fica fácil, praticamente impossível de arranjar desculpa.
  • Use as escadas. Ah tá, essa dica é velha, você pode pensar. Mas… você faz isso? Você sobe de escada para o seu apartamento no sexto andar? Você leva o lixo na lixeira geral do prédio, ou deixa na lixeira do andar? O mesmo vale para o seu trabalho. Quem tem sobrado em casa pode colocar o timer para 15 minutos e subir e descer as escadas uma vez por dia. Pensando bem, quem mora em apartamento também pode fazer isso!
  • Foque na atividade física adequada. Hoje, quando se fala em fazer atividade física, a gente logo pensa em se matricular em uma academia. Ai gente, que falta de criatividade! Encontre algo que você realmente goste de fazer e isso pode revolucionar a sua vida! Tipo andar de bicicleta, fazer aula de dança, caminhar no parque, praticar um esporte diferente (esgrima?), jogar vídeo-game com kinnect. Abra o leque de possibilidades, veja o que tem por perto da sua casa ou trabalho e informe-se. Mesmo assim, pode ser que você não tenha tempo para isso. Se tiver, maravilha! Vale a pena tentar! Além de ser algo que você goste, deve se encaixar na sua rotina e ser eficiente. Porque, se não fizer diferença, não tem muito por que a gente fazer, né?
  • Faça sessões de alongamento em família. Alongar o corpo é maravilhoso. Yoga explora esse lado (e muito mais!) e por isso faz tão bem. Mas você não precisa ir tão longe, se não quiser. Aprenda sequências simples de alongamento e faça desse momento um momento de diversão em família. Envolva seu marido ou esposa, sua mãe ou pai, seus filhos, e faça 15 minutos de alongamento de noite, em casa, ou pela manhã (se não estiverem correndo tanto). Além de fazer uma atividade física, é mais um momento em família.
  • Faça exercícios em casa. Ok, fazer exercícios sem supervisão pode ser perigoso. Portanto, consulte um médico, faça exames e veja se está tudo bem antes de começar. Se estiver, você pode fazer exercícios simples, mas simples messssmo, daqueles que estamos cansados de conhecer, como: abdominais, poli-chinelos, flexões, levantamento de pesos com objetos da casa (livros, potes de mantimentos, equipamentos diversos). Você também pode correr no mesmo lugar! É difícil, a gente parece bobo, mas é melhor do que nada!
  • Contraia os músculos. Eu não estava brincando no começo do post e espero mesmo que você esteja contraindo o abdômen a cada dica lida. Mas, além disso, explore mais esse movimento no seu dia a dia – é um exercício que você pode fazer em absolutamente qualquer lugar, até trabalhando no computador! Quando carregar as compras do mercado, por exemplo, ou quando for estender a roupa lavada no varal.
  • Exercite-se quando acordar. Não é para acordar 5h da manhã e ir correr na esteira não! Se você quiser fazer isso, no entanto, bom para você! Mas a ideia aqui é espichar o corpo assim que acordar, alongando-se na cama mesmo. E aí, partir para uma sequência básica de abdominais.
  • Veja vídeos no YouTube. Hoje em dia temos muuitas opções de vídeos com sequências de exercícios para serem feitos em casa – basta abusar da busca no site. Quando tiver um tempinho, que sejam cinco minutos, faça alguma atividade. O mais legal é que dá para fazer enquanto vê um filme, uma série ou a novela.
  • Não dispense oportunidades de se exercitar. Você sabe bem como é: pra que subir de escada se seguraram o elevador para mim? Temos oportunidades durante o dia para fazer exercícios (e recusá-los). Não recuse! Leve o cachorro para passear, dê a volta no quarteirão, vá ao mercado a pé, estacione o carro em uma vaga mais longe no shopping, vá trabalhar de bicicleta, pule corda… etc!
  • Faça exercícios no trabalho. Use metade do seu horário de almoço ou pequenos intervalos ao longo do dia (em vez de fumar ou tomar café, por exemplo). Caminhe em volta do estacionamento da empresa, suba e desça escadas, faça polichinelos em um lugar discreto (vale até o banheiro), corra no lugar, alongue-se. E, muito importante: corrija sua postura na cadeira. Tem a ver com seu bem-estar, que tem a ver com a sua disposição, e faz você ter mais vontade de fazer as coisas ou não – inclusive exercícios.
  • Faça exercícios no seu horário de lazer. Leve seus filhos para passear no parque, ande até a sorveteria, acampe, jogue bola, brinque com o cachorro, cultive uma horta, ande bastante no shopping, saia para dançar, faça uma trilha. Escolha atividades saudáveis e que te façam se exercitar. Faz diferença!
  • Analise a compra de aparelhos. Se você tiver dinheiro e espaço para isso, além de gostar da atividade (claro), pode comprar alguns (ou um) aparelhos de ginástica para ter em casa. Um bicicleta ergométrica não ocupa tanto espaço quanto uma esteira e já é um excelente exercício, se você fizer todos os dias. Não pense que vai comprar e deixar encostada! Compre e use! Compre com uma motivação! Se não gostar dessa opção, não compre. Simples assim!
  • Limpe a casa. Essa dica pode parecer boba, mas não é! Limpar a casa é uma atividade física excelente: esfregar chão, varrer, secar, limpar box, subir na escada, descer, tirar o pó, passar roupa, arrumar a cama, pintar paredes, passar aspirador. Quando estiver limpando a casa, pense na atividade física que está fazendo. Tente melhorar a coisa toda contraindo o abdômen ou inserindo sequências ao longo da faxina (levantar peso com algo que tenha pego na mão, por exemplo).
  • Mantenha a rotina. Estabeleça uma meta (exemplo: 1h de exercícios todos os dias) e preencha seu tempo ao longo do dia com atividades relacionadas. Podem ser 20 minutos de manhã, 20 na hora do almoço e 20 de noite, ou então 40 minutos de manhã e 20 de noite. Tanto faz! Mas tenha suas metas e faça do cumprimento delas sua rotina. Lembre-se: constância.

E aí, ainda acha que não tem tempo para se exercitar? Com pouco tempo ao longo do dia, tendo criatividade e pensando na atividade física de outra maneira, é possível ter uma rotina de exercícios para manter o corpo em movimento e ser uma pessoa mais saudável. Tente!

Thais Godinho
Veja mais sobre:
26
Evolução do escritório (cuidado, bagunça!)
Aviso: e-mails recebidos em 2013
Sugestão de cardápio para a semana de 1 a 7 de outubro

 

  1. Biessa 17/02/2014

    O ótimo é inimigo do bom. Qdo comecei minha reeducação alimentar, estava impedida de fazer exercícios por causa de uma fascite plantar. Só de passar a subir de escada e saltar um ponto de ônibus antes, tive uma melhora no emagrecimento.
    E mais importante que emagrecer, é que se manter ativo traz mtos benefícios: minha disposição melhorou, meu humor também, e dizem que isso traz uma velhice melhor! Tomara!
    Hoje em dia não fico sem tempo pra malhar nunca mais, eu sempre dou um jeito de encaixar a atividade fisica na minha rotina. no fds, ao inves de ficar largada no sofá pra ‘relaxar’ eu marco trilhas, passeios de bike etc pra me mexer!

  2. Char 17/02/2014

    Thais,

    Muito bom o post. Tenho algumas sugestões. Os americanos tem exercícios de curta duração e alto gasto calórico. Programas de exercício em DVD como o Insanity, P90X (30 min, sendo que o P90X tem duas versões de 60 min) e até o T25, com 25 minutos. Apesar dos DVD serem em inglês os movimentos são muito simples dá para imitar mesmo sem falar inglês. Para ajudar recomendo o site do Victor, o http://treinop90x.wordpress.com que tem todas as informações para quem quer iniciar nos programas.

    A Nike também tem um aplicativo gratuito com exercícios, o Nike Training Club. Tem versões para Android e IOS, não sei para outras plataformas. Tem diversas opções de exercícios, alguns não precisam de acessórios como elásticos, pesinhos, etc que as vezes são necessários nesses programas para fazer em casa. Estão disponíveis programas de 15 min, 30 min, 45 min. Também é em inglês.

    Novamente como você disse acompanhamento especializado é altamente recomendável, mas fica a dica de algumas opções para quem não tem tempo.

    Bjs e boa semana

  3. Viviane 17/02/2014

    Olá, ultimamente tenho subido e descido escadas (12 andares). Próximo do natal um dos elevadores do prédio quebrou e com o verão tinha muitos turistas alugando o apartamento e era demorado ficar esperando o elevador ai usava a escada só para descer. Só que o pobre coitado não aguentou o uso constante e com carga acima da capacidade (famílias inteiras de 10 pessoas querendo descer todos juntos num elevador que suporta 6 adultos) e pifou também, ai não teve jeito, era descer e subir todos os dias ou não sair de casa. Agora com quase um mês de conserto mantive o hábito e já melhorei muito o condicionamento físico.

    Uma idéia para quem tem grana e for comprar uma bicicleta ergométrica é que dá pra fazer o exercício vendo tv. Uma tia minha perdeu muito peso colocando a bike na sala e ficava pedalando enquanto assistia as novelas (ela vê todas rs). Diz ela que nem percebia o tempo passar e no fim estava tão cansada que tomava banho, lanchava e dormia melhor.

  4. Fatima 17/02/2014

    Uma das minhas proposições de fim de ano foi deixar de ser sedentária e até agora estou conseguindo acordar as 5 da manhã para ir caminhar e correr um poquinho e as seis já estar me arrumando e arrumando minha gatinha de 4 anos para ir a escola e eu ir trabalhar atá as seis, estou adorando cada avanço do meu corpo, parece até que ele estava adormecido e a cada dia fica mais ágil e forte, as doeres do começo desapareceram e olha que começei dia 02 de janeiro… Acredito que já estou recebendo um retorno dessa iniciativa pois chego ao fim do dia menos cansada. Beijos!

  5. ronise 17/02/2014

    eu acho que todo mundo tem TEMPO para atividades físicas, mas para a maioria das pessoas essa não é uma PRIORIDADE, preferem usar seu tempo para outras coisas (por exemplo, não querem abrir mão de algumas horas de sono para ir na academia ou caminhar de manhã). no ano passado eu decidi que precisava incluir atividades físicas na minha vida, porque já passei dos 30 e me faria bem. vou na academia perto do meu trabalho, na hora do almoço. comecei indo 3x por semana, hoje vou 5x por semana. fico apenas 45 minutos me exercitando, com isso tenho tempo de tomar banho, almoçar e voltar para o trabalho no horário. as pessoas precisam parar de dizer que não tem tempo para as coisas, porque quando a gente quer mesmo fazer alguma coisa a gente arruma um tempinho. é apenas uma questão de definir com o que queremos utilizar nosso tempo. é o que eu acho. 🙂

    • Thais Godinho respondeu ronise 17/02/2014

      Super concordo. O tempo é o mesmo para todo mundo, o que faz diferença é a definição de prioridades.

  6. Academia é um tormento, você paga o anual (porque teoricamente é mais barato) e na real só vai uns 4 meses e olha lá. Já fiz isso milhões de vezes, mas agora estou firme no Treinamento Funcional; é mais caro que uma academia mas vale cada centavo.
    Na academia o instrutor não esta nem aí se você foi, se não foi, se a postura esta certa, se não esta; e ainda tem aquela “fila” no aparelho.
    No Treinamento Funcional não, você já marca seu horário com a personal, todo dia aquele horário você sabe que ela estará te esperando, e que você não pode dá mancada. Ela faz um treino especial pra você e são no máximo 4 alunos por hora, ou seja, a atenção é total.
    Estou amando e firme e forte.

  7. Ana Rossato 17/02/2014

    Galera, Blogilates no YouTube!

    É um canal de Pilates, desde o básico até o avançado, com plano mensal de exercícios pra fazer em casa (tem até uma tabelinha pra imprimir e ir seguindo como calendário), sem nenhum material necessário (só um tapete de yoga e olhe lá).

    A instrutora é uma graça (apesar de você odiá-la durante os exercícios, já que você mal se aguenta e ela tá lá, rindo, falando que nem uma matraca e nem suando fica) e o pessoal da comunidade dá uma mega ajuda pra quem está começando. Tem o canal no YouTube e o site.

    Vale super a pena!

    Os vídos do Shaun T. (Insanity e T25) são ótimos, mas se você está começando agora, não indico nada, nada. Eles são P-E-S-A-D-O-S. Chega a ser perigoso começar por um programa puxado desse, na minha opinião.

    • Thais Godinho respondeu Ana Rossato 17/02/2014

      Maravilhosa a dica. Obrigada.

    • Thalita Ghetti respondeu Ana Rossato 17/02/2014

      Ola Ana,

      Adorei sua dica do bolgilates, fui dar uma olhada e apesar de eu ficar meio confusa no inglês da para entender o que ela explica.
      Vi que tem um calendário de iniciantes, vc sabe me dizer qual o tempo das aulas?
      Desde já agradeço,
      Beijos

      • Ana Rossato respondeu Thalita Ghetti 17/02/2014

        Thalita, em média, 30 minutos. Depois que você faz o mês de iniciante, você começa a acompanhar o calendário normal e aí dá uma aumentadinha no tempo (mas não passa de 1hr).

        Acho os vídeos uma delícia, sabe? Ela é empolgadona, coloca umas músicas divertidas e vai com você até o final… E o Pilates não te dá aquela sensação de malhação, pq tem uns movimentos bacanas, às vezes mais relaxantes, mais de alongamento, sem deixar de fazer efeito. No dia seguinte você sente os músculos bem trabalhados, só com o peso do próprio corpo. Eu adoro! Pra mim, que detesto ambiente de academia, musculação, garotas perfeitas e homens bombados, foi a salvação! rs

        Bjs!

  8. Kika 17/02/2014

    Thais, me lembrei que há para vídeo game programas de exercicícios. Já ouvi relatos de colegas que aderiram e gostaram. Alguém teria mais detalhes? Há também vários jogos de dança, esse eu já testei e gostei muito, queimei calorias me divertindo! Vamos compartilhar o uso do vídeo game com os nossos maridos e filhos!rs Amo o blog! Me inspira muito! Um beijo =)

  9. Letícia 17/02/2014

    Essa é uma lista de vídeos com exercícios que duram menos de 10 minutos e são ideais para serem feitos em casa e sem equipamentos. http://www.youtube.com/playlist?list=PL5lPziO_t_VgbyNGxl8d7Pio3tdwMXp-c
    Acho muito válido para mim, pois meu sedentarismo não me permitia começar com 30 minutos de atividade diária. Comecei com cinco, agora já estou passando para 10 – e por aí vai. Pode ajudar muito quem não tem tempo, pois podem ser feitos antes de tomar banho de manhã, por exemplo.

  10. Amanda Moraes 18/02/2014

    Tenho uma amiga que estando super sem grana pra pagar academia, resolveu usar as escadas do prédio. Ela ainda dá uma mudada no exercicio: um dia sobe de dois em dois, outro dia de costas, e assim vai variando…

  11. 18/02/2014

    Oi, Thais!!! Amei o post!!! Super a ver com o momento que estou vivendo!!! Eu tmb não suporto academia. Não faz sentido pra mim ficar carregando peso, suando e puxando ferro. Nunca encontrei motivação pra fazer isso, embora já tenha tentado algumas vezes. Como preciso fazer algo por mim, pela minha saúde e tmb por questões estéticas, decidi começar a me exercitar em casa mesmo!!! Perfeito pra mim!!! À noite, depois de deixar a casa em ordem e cuidar do meu filhote, lá vou eu com meus pesinhos e caneleiras pra sala me exercitar um pouco! 🙂
    Já senti diferença, o que tem me estimulado a não desistir. A comodidade de estar em casa e não ter que sair correndo pra academia tmb é favorável, além do fato de que posso fazer tudo que tenho pra fazer e depois me exercitar. Estou adorando.
    Bjs,

  12. Gabriela 18/02/2014

    Olá, Thais !

    Sou estudande de jornalismo e estou fazendo uma reportagem sobre oragnização de tempo.

    Se não for incomodar, poderia por favor, responder a umas perguntas por email ?

    Amo o seu blog !!!

    • Thais Godinho respondeu Gabriela 18/02/2014

      Pode me contatar via blogvidaorganizada@gmail
      Obrigada.

  13. Julia 18/02/2014

    Comecei a ir e voltar a pé do trabalho. Gasto menos tempo do que de ônibus, pois vou por dentro ao invés de ir pelas principais avenidas, e ainda faço meia hora de caminhada na ida e meia na volta! Recomendo ir a pé (seja onde for) aos que puderem!

  14. Ana Paula 02/09/2014

    Thais,

    Cada vez que leio um post seu fico mais encantada, impressionada e agradecida. Muito obrigada por gastar parte do seu tempo compartilhando dicas para uma vida organizada, obrigada mesmo!

    Desejo que Deus abençoe cada dia mais a sua vida!

    Abraços,

    Ana Paula