Destralhe seu guarda-roupa por categorias

Se tem uma coisa que eu concordo com a Marie Kondo, é com a sua recomendação para destralhar por categorias. Como funciona isso? Significa que, se você quiser destralhar seu guarda-roupa, por exemplo, você não precisa colocar tudo em cima da cama e ficar exausta(o) destralhando tudo. Você até perde o parâmetro quando lida com tanta coisa ao mesmo tempo. No entanto, se você destralhar hoje as suas calças, amanhã as camisas, tudo fica mais fácil e com mais qualidade.

destralhe-categorias

Categorias de roupas

  • Partes de cima
    • Camisetas
    • Blusinhas
    • Camisas
    • Suéteres e cardigans
    • Blazers, jaquetas e casacos
    • Coletes e quimonos
    • Regatas
  • Partes de baixo
    • Shorts e bermudas
    • Calças
    • Vestidos
    • Saias
  • Acessórios
    • Meias-calças
    • Cachecóis e pashminas
    • Lenços
    • Bolsas
    • Sapatos
    • Meias

O que saber o que eu devo manter?

Um exercício muito legal é você fazer algumas perguntas quando estiver lidando com cada categoria. Eu sugiro as seguintes, mas você pode personalizar:

  • Quais são as minhas peças preferidas desta categoria? Essa pergunta já te ajuda a descobrir coisas importantes, tais como: tecidos preferidos, cores que caem bem, cortes, quantidade de combinações, conforto, praticidade, entre outros atributos que podem ser importantes para você.
  • Se você tivesse que escolher apenas uma peça dessa categoria, qual seria a peça?
  • Se você tivesse que escolher apenas três peças dessa categoria, quais seriam essas peças?
  • O que elas têm em comum? Por que vocês as escolheu?
  • Por que você não escolheu as outras?
  • (Analise peça a peça) Essa peça veste bem em mim? Se estiver apertada ou larga, não serve. Tome providências – mande ajustar, doe, venda. Dica: Se a peça está apertada, mas você está em processo de emagrecimento, você pode guardá-la. Tenha bom-senso! No entanto, se essa mesma peça estiver manchada ou já um pouco gasta, eu recomendo que você a doe. Vale mais a pena comprar algo novo como recompensa quando você emagrecer que guardar algo que já não esteja em tão bom estado.
  • (Analise peca a peça) Essa peça tem uma cor que me favorece? Você pode saber mais sobre análise de cores para se conhecer melhor.
  • (Analise peça a peça) Essa peça tem um material de boa qualidade? E a costura dela? Tenho outra peça semelhante com uma qualidade superior? Se não, vale a pena manter, pelo menos enquanto não faço substituições com o tempo?
  • (Analise peça a peça) Essa peça é única no meu inventário? Se tenho mais de uma parecida, o que me levou a ter mais de uma? Quais as diferenças entre elas? Posso ficar apenas com uma?
  • (Analise peça a peça) Essa peça pode fazer parte de pelo menos três combinações de looks com outras peças do meu armário? Eu me sinto bem com esses looks? São algo que eu realmente usaria?
  • (Analise peça a peça) Essa peça que veste bem, mas não é de uma cor favorável, vale a pena manter no armário porque atende os outros requisitos?

Com as perguntas acima, você poderá ter parâmetros para decidir. Não estamos incentivando o desperdício! Leia aqui sobre o que fazer com as roupas.

Destralhar por categorias é menos traumático e mais certeiro. Depois me conta como foi a experiência para você.

Thais Godinho

Meu nome é Thais Godinho e sou organizadora profissional, o que significa que ajudo as pessoas a se organizarem quando elas precisam de uma forcinha para isso. A maneira que encontrei para ajudar foi criando este blog, ministrando cursos e realizando outros eventos.

Mais posts

10 Comments

    • Thais Godinho
  1. Elisabete Brazil
  2. Elisabete Brazil
  3. Vania Lacerda
  4. Tati Campos
    • Thais Godinho
  5. Claudia
  6. Márcia dos Santos Peterek
    • Thais Godinho

Responder