Cuidando das roupas para comprar menos e fazer com que elas durem para sempre

Existem três maneiras de preservar suas roupas: 1) comprar artigos de qualidade, 2) manter o peso e 3) cuidar delas corretamente. As duas primeiras eu deixo com você, mas a terceira tem várias dicas:

  • Não guarde a roupa logo depois de tirá-la – Muitas vezes usamos uma roupa, ela continua limpa e guardamos no armário (especialmente casacos, blusas de frio etc). Em vez de fazer isso, deixe a peça pendurada em um cabide perto da janela de um dia para o outro, para que ela fique arejada.
  • Deixe as roupas respirarem – Mesmo dentro do armário, as roupas precisam de espaço. Nada de deixar roupas entulhadas ou penduradas apertadas. Isso as deixa amassadas e com odores, porque uma fica encostando na outra. Sempre que tiver um tempo, tire as roupas que estão há muito tempo guardadas e deixe-as tomarem um pouco de ar e sol, especialmente as roupas feitas de lã.
  • Acabe com a umidade – Você pode colocar um copo com giz ou cal no fundo do guarda-roupa para evitar que a umidade prejudique as suas roupas, causando mofo e cheiro ruim. Existem produtos específicos para isso no mercado também. Outra alternativa é pendurar uma meia com serragem de cedro, que evita o mofo. Cânfora e sílica também funcionam bem.
  • Limpe as manchas assim que sujar – Nunca deixe uma mancha secar, senão você corre o risco de não conseguir tirá-la – ou tirar e danificar o tecido.
  • Tire o pó das roupas que ficam guardadas há muito tempo – Não sei se você já percebeu, mas as roupas também pegam poeira dentro do guarda-roupa, especialmente casacos de lã. Sempre que puder, passe uma escovinha para tirar o pó.
  • Não use cabides de arame – Eles mancham e deformam as roupas. Os de plástico ou de madeira são as opções mais versáteis.
  • Previna acidentes – Sempre que comprar alguma roupa, verifique a qualidade das costuras e dê reforçadas, se for o caso. Isso pode ser particularmente importante para botões, que algumas vezes vêm frouxos e podem cair no meio da rua.
  • Conserte rápido – Da mesma forma, se algum botão cair ou um pequeno rasgo aparecer, conserte antes que vire um problemão.
  • Não coloque roupas com o corpo molhado – Isso inclui desodorantes roll-on que demoram uma eternidade para secar, perfumes e hidratantes no corpo. Também não passe perfume na roupa. O que acontece é que os produtos possuem substâncias químicas que podem prejudicar o tecido.
  • Nunca guarde roupas sujas – Especialmente naquelas trocas de estação, quando guardamos as roupas de lã, por exemplo, em um lugar separado. Lave todas as roupas antes de guardar.
Cuidados com peças específicas:
  • Roupas de couro – O cuidado começa na lavagem: use um pano limpo com água e uma gota de detergente neutro. Deixe secar durante quatro a cinco dias. Se você usa muito a peça, compensa lavar em uma lavanderia. Nunca dobre, pois deforma a roupa. E, de vez em quando, passe um pano limpo com três gotas de óleo de amêndoas para evitar que ela resseque. Uma roupa de couro nunca deve ser guardada exposta à luz do sol, pois pode desbotar.
  • Roupas de algodão – O algodão é um tecido natural e, por isso, mais propenso a ações de microorganismos. Portanto, nunca guarde uma peça molhada (lembre-se do perfume), suja ou com odores. Deixe a peça sempre arejada, distante da outra. As roupas de algodão também têm a tendência a encolherem depois da primeira lavagem. Sabendo disso, compre em um tamanho maior. Amaciantes com ação bactericida também ajudam na não-proliferação de bactérias.
  • Roupas de poliéster e de couro sintético – Poliéster é puro plástico e está na maioria das roupas baratas que vemos por aí, além dos forros dos casacos, bolsas etc. a principal dica é com relação à hora de passar as roupas: cuidado para não deformá-las com o calor do ferro.
  • Roupas de lã – Procure não usar uma roupa de lã diretamente sobre a pele, pois os ácaros farão a festa. Lave as peças sempre à mão e guarde em saquinhos de TNT (pendurar deforma as peças). Roupas de lã mais encorpadas (como ternos) devem ser lavadas na lavanderia, por profissionais.
  • Cobertores – Sempre lave antes de guardar. A melhor maneira de guardar é em sacos plásticos fechados a vácuo. Se não tiver essa opção, sacos de TNT substituem bem e ainda têm a vantagem de serem mais arejados.
E eu tenho certeza que você já tem alguma dica que não está neste post! Compartilhe!

Thais Godinho

Organizadora profissional e publicitária, criou o blog para ajudar as pessoas a se organizarem.

Mais posts - Website

6 Comments

  1. Rosanna
    • Thais Godinho
  2. Paula
    • Thais Godinho
  3. Maria

Responder