Minha vida

27 Mar 2015

Temos objetivos demais?

260315-objetivos-demais

Estou em uma fase de total conexão com a versão 2015 do livro do David Allen sobre o método GTD, como vocês podem ter percebido pelos últimos posts, e hoje cheguei em um ponto do livro onde ele faz uma reflexão tão tocante que me senti impelida a escrever sobre.

Em tradução livre, ele diz algo como: “Mais metas não são necessárias para você agora – você precisa se sentir confortável com o que você já colocou em ação, e a confiança de que pode executar elegantemente qualquer nova meta que tiver”. Pare e pense por um momento nesse trecho.

O que ele diz, no capítulo sobre a revisão e o planejamento, é que muitas vezes ficamos tão preocupados com o objetivo lá na frente, que não percebemos nem damos atenção devida ao que está acontecendo agora. O que está acontecendo agora deixa de ter importância porque já começou a ser executado – então ficamos buscando alcançar mais e mais objetivos.

Não me entendam mal – sou fã de ter objetivos. Acho que eles movem a vida, de verdade. Mas o que ele quer dizer, e eu concordo, é que não podemos achar que a nossa motivação só vem de termos esses objetivos, sem curtir o caminho que nos leva até eles.

É muito legal sentar e pensar em objetivos novos. O que eu quero fazer ano que vem? Para onde quero viajar nas minhas próximas férias? Mas de que adianta pensar lá na frente se nossos e-mails estão uma bagunça, não sabemos por onde começar o dia ou todo o resto está um caos? Não parece meio contraditório fantasiar com um objetivo sendo que tem outras coisas demandando a nossa atenção agora?

E essa acaba sendo a importância de a gente se organizar, né? Porque, quando a gente se organiza, domina o caos, por assim dizer. Faz as coisas com mais calma e encontra significado no dia a dia. Muito do que estamos fazendo hoje eram objetivos no passado. Curta-os. Vivencie-os bem.

É ótimo querer sempre mais, mas a vida não é feita apenas de coisas novas. Celebre suas conquistas. Valorize sua vida hoje, as pessoas ao seu redor, os seus momentos. Tem muita coisa para colocar em ordem antes de ficar apenas imaginando outras iniciativas.

Se você valorizar o que está acontecendo no momento – suas ações, seus projetos -, quando vierem outras, será muito mais tranquilo planejar, priorizar, executar. É um processo de aprendizado. Ter objetivos não significa começar a cumprí-los, mas também finalizar antes de partir para o próximo. Estabilizar, aprender com eles. E tem coisa que não dá para apressar – requer experiência.

O que você fez hoje?

24 Mar 2015

Recadinho

Pessoal, nos últimos dias têm acontecido algumas coisas que me mantiveram um pouco afastada do blog. Quis postar apenas para dar satisfação aos leitores, porque sei que vocês esperam ansiosos novos posts.

  • Como comentei no post anterior, estou devorando o livro novo do David Allen, que preciso ler asap para meu trabalho com a Call Daniel, então preciso me dedicar a isso. Tem sido bom porque estou vivendo as modificações no livro, refazendo a coleta, processando tudo, organizando meu sistema. Eu aprendo melhor fazendo e tem sido ótimo fazer assim. Isso leva tempo e, além da leitura, tenho minhas outras atividades. Preciso me dedicar a elas.
  • Não estou muito bem de saúde desde o final de semana, provavelmente por uma intoxicação alimentar. Alguns leitores do blog sabem que eu tenho algumas restrições alimentares e vira e mexe acontece algo parecido. Desta vez me pegou em cheio e fiquei de cama durante dois dias, e só hoje consegui levantar um pouco e me dedicar a outras coisas.
  • O blog será reformulado em junho e estou estudando essa reformulação. Virão muitas novidades com relação às categorias, colaboradores, design, e gosto de fazer tudo com bastante carinho para ser um trabalho legal para vocês. Estou um pouco desanimada de postar dentro do formato atual (mesmo com os temas), pois parece que nenhuma categoria serve, sabem? Já passaram por isso, de enjoar de tudo o que vocês têm no guarda-roupa, por exemplo? Acho que é o mesmo sentimento.

Tenho alguns comentários pendentes para aprovar porque demandam respostas maiores, então estou pensando em fazer um “VO responde” com alguns deles nos próximos dias.

Fiquem bem. Volto logo.

11 Mar 2015

Próximas datas dos workshops Vida Organizada em outros estados

Há alguns dias eu realizei uma pesquisa aqui no blog para saber o interesse dos leitores pelos workshops do blog em outros estados. Este é um projeto meu que está em planejamento e quis conhecer o interesse de vocês para definir os próximos passos. Gostaria de agradecer a opinião de todos que participaram e mostrar para vocês quais foram os resultados.

Inicialmente, pretendo realizar os workshops apenas nas capitais. Não tenho planos de visitar outras cidades, mesmo no estado de São Paulo. Entendam que, toda vez que viajo para fazer um workshop, fico longe da minha família, então não tenho como realizar o workshop em todas as cidades que eu gostaria. Nos workshops realizados aqui em São Paulo, tivemos participantes que vieram do Amazonas, de Minas Gerais, de Curitiba e de outros estados. Espero que todos que tenham interesse consigam ir até a capital participar!

140315-workshops

O estado com maior pedidos, disparado, foi o Rio de Janeiro, com cerca de 100 solicitações de interesse (formulários enviados). Para vocês, eu já tenho novidades:

  • No dia 27 de junho, será realizado o workshop “Estilo pessoal e organização do armário”, em parceria com a linda Ana Soares do blog Hoje Vou Assim OFF. Vamos falar sobre como encontrar seu estilo pessoal tem a ver com a organização do guarda-roupa no dia a dia, pois isso define as suas compras, como você vai economizar dinheiro e comprar bem, como montar um inventário de peças que combinem entre si, e muito mais! Em breve divulgaremos mais informações, mas será maravilhoso!
  • Em setembro, estarei no Rio para a Bienal do Livro e gostaria de aproveitar a ida para realizar o workshop “Organize sua vida”, que é o workshop básico do blog, para que você aprenda tudo para se organizar. A data estimada (mas ainda não fechada) é 5 de setembro.

Se você tiver interesse por um desses dois workshops, envie desde já sua solicitação de interesse para receber mais informações a respeito:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone (obrigatório - só usaremos se o seu e-mail voltar)

Workshop(s) de interesse (obrigatório)

Em segundo lugar, vieram outras cidades do estado de São Paulo. Como comentei, não tenho planos em sair da capital por enquanto. Os próximos workshops programados para São Paulo são:

  • “Organize sua rotina doméstica”, dia 14 de março, com vagas esgotadas mas lista de espera. Entre em contato pois pode haver desistências de última hora!
  • “Organize-se no trabalho”, dia 11 de abril.
  • “Organize sua casa”, dia 16 de maio.
  • “Estilo pessoal e organização do armário”, também com a Ana, desta vez em São Paulo, no dia 20 de junho.
  • “Organização para blogueiros”, dia 18 de julho.

As próximas datas previstas (ainda a confirmar, mas estimadas) para os workshops “Organize sua vida” em outros estados são:

  • 11 de julho – Porto Alegre (RS)
  • 8 de agosto – Curitiba (PR)
  • 10 de outubro – Recife (PE) – Estarei na cidade por ocasião da Bienal do Livro!
  • 21 de novembro – Brasília (DF)
  • 23 de janeiro – Belo Horizonte (MG)

Quem tiver interesse em alguma dessas turmas também pode entrar em contato através do formulário abaixo, por favor. O número de contatos fará diferença no fechamentos das datas:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone (obrigatório - só usaremos se o seu e-mail voltar)

Workshop(s) de interesse (obrigatório)

Aceito sugestões de lugares para realizar os workshops, propostas e dicas de hospedagem. :)

Gostaria de dizer que recebi algumas solicitações para realizar o workshop em Portugal. Eu adoraria! Se alguém tiver algum lugar conhecido para oferecer o espaço ou outras recomendações, vou adorar receber. Pode enviar como comentário mesmo neste post!

Obrigada por tudo, pessoal!

11 Mar 2015

Como a meditação pode nos ajudar na conexão com nós mesmos e os outros

Venho praticando meditação todos os dias há cerca de um ano e meio. Posso dizer sinceramente que aprender a meditar mudou a minha vida. Eu não alcancei a iluminação nem levitei (ao menos, literalmente!), mas é uma prática que faz parte do meu dia a dia e faz toda a diferença no meu estado mental para realizar minhas atividades.

A meditação nos ajuda nessa conexão com nós mesmos porque é um momento em que estamos sozinhos, prestando atenção em nosso corpo, respiração, pensamentos. Já encontrei soluções para problemas complexos e fiquei mais calma em algumas situações que achei que “não teria jeito”. Como meditação nos ajuda na concentração e a ter foco, e como ter essa consciência, essa execução com significado no dia a dia, tem tudo a ver com produtividade, é um tema que sempre acho valer a pena tratar no blog.

Veja como a meditação pode nos ajudar no dia a dia, de maneira prática:

Você encontra mais significado nas suas atividades

Qual é a sua motivação? Por que você levanta todos os dias de manhã para ir trabalhar? O que te mantém motivado/a ou criativo/a? A não ser que você esteja em um estado de consciência atento, você não tem como observar suas ações. A meditação traz a oportunidade de refletir sobre seus pensamentos e trazer foco, ou mesmo acalmar sua respiração para que você conheça melhor o ritmo do seu corpo. Você consegue se concentrar no momento presente, nem que seja por alguns poucos minutos. Em um mundo onde tudo é feito com tanta pressa, encontrar esse tempinho de grande significância no dia a dia é precioso.

Você diminui seu nível de estresse

Doenças como síndrome do pânico são simplesmente estados de alteração da respiração. O estresse também está associado ao ritmo que respiramos. Quando nos sentamos, fechamos os olhos e prestamos atenção em nossa respiração, nossa mente se acalma junto com o ritmo natural que respiramos. Mesmo as situações mais estressantes podem ser controladas com a atenção à respiração. Quando você se sentir nervoso/a ou ansioso/a, pare durante alguns minutos e simplesmente respire.

A meditação não precisa ser feita em um período específico do dia (apesar de algumas pessoas gostarem de meditar pela manhã ou antes de dormir) nem com uma determinada duração. Você pode fazer uma meditação a qualquer hora do dia, de um a cinco minutos, ou até mais, se quiser. um minuto de meditação já fará toda a diferença.

Você aprende a controlar suas emoções e a tomar melhores decisões

No Budismo, aprendemos que todos os problemas são causados pela nossa mente. Quando você medita, além de se acalmar, consegue refletir sobre os seus sentimentos e emoções. Será que estou tomando a atitude certa? Às vezes, no cotidiano, não conseguimos entender se escolhemos o melhor caminho. Ao meditar, conseguimos observar um pouco mais de perto tais emoções e aprendemos a controlá-las de forma consciente – “não vou me sentir mal por determinada situação porque entendo que isso e aquilo”.

Você aprende a lidar melhor com as pessoas

Como você diminuirá seu nível de estresse, aprenderá a controlar suas emoções e a tomar melhores decisões, é natural que consiga refletir isso em atitudes relacionadas às outras pessoas. Todos sentirão a diferença, inclusive você.

Você vai melhorando sua meditação com a prática

É muito difícil conseguir meditar quando você tenta pela primeira vez – parece que sua mente fica ainda mais agitada, com todos aqueles pensamentos vindo à tona! Na verdade, o que acontece é que você simplesmente para para prestar atenção à sua mente – ela está agitada e cheia de pensamentos assim o tempo todo. Quando você começa a desenvolver essa atenção, aprende a controlar um pouco mais os seus pensamentos.

No mais, com o tempo muitas coisas vão melhorando com a meditação. Você acostuma seu corpo a ficar mais tempo na mesma posição, aprende a meditar por mais tempo, a respirar melhor, enfim, uma série de mudanças que só a prática constante pode trazer. Meditar demanda treino assim como andar de bicicleta ou tocar um instrumento – não acontece sem treino e dedicação diários.

Você pode meditar em casa, no trabalho, no carro, na natureza, nos 15 minutos antes de voltar ao trabalho na hora do almoço. Aproveite esse momento consigo mesmo/a e traga mais paz e significado ao seu dia a dia.

09 Mar 2015

[Workshop] Organize-se no trabalho

O workshop de abril do Vida Organizada já começa o mês de março com as vagas quase esgotadas! Hoje estou fazendo este post para divulgá-lo porque não gostaria que nenhum leitor ficasse de fora. O tema será Organize-se no trabalho e tratará de temas muito importantes para quem busca se organizar e ser mais produtivo no dia a dia.

workshop-abril

Algumas informações que sempre me perguntam quando eu divulgo algum workshop:

Sobre workshops e cursos online - Projeto em planejamento e espero que os cursos estejam disponíveis em breve. Porém, ainda não tenho previsão de data certa. Quando tiver, divulgarei no blog.

Sobre workshops em outros estados - Envie aqui sua intenção de interesse para que eu possa saber em que estado devo ir primeiro. Estou planejando ir para outros estados a partir do segundo semestre, mas vai depender do nível de interesse dos leitores em cada local. Portanto, envie! :)

Para saber mais sobre o programa do workshop Organize-se no trabalho, valores e como se inscrever, clique aqui e acesse a página do workshop. Obrigada!

18 Feb 2015

Eu aprendi sobre: não trabalhar no feriado

Outro dia comentei por aqui sobre os meus aprendizados nos últimos meses, desde que me tornei autônoma e passei a trabalhar em casa. Algo que eu ainda não tinha conseguido trabalhar muito bem, até quando escrevi aquele texto, foi a questão de separar trabalho da vida pessoal. Quando a gente trabalha em casa, não existe a separação física e, quiçá, a mental. no entanto, ultimamente venho entendendo que pode ser necessário fazer essa separação – ter o tempo do trabalho e ter o tempo para a vida pessoal.Estive pesquisando espaços de coworking e outras maneiras de tirar o home do home-office, mas esse é assunto para um outro post, em um futuro breve.

Neste Carnaval, eu fiz a experiência de não trabalhar. Isso incluiu: não escrever para o blog, não trabalhar no meu novo livro, não bolar ideias, não responder (e enviar) e-mails, entre outras atividades. Deu certo? Em partes. Veja neste post o que eu aprendi.

180215-carnaval

É fácil quando os outros não trabalham

O que mais me chamou a atenção sobre o fato de ter conseguido parar e descansar nesse feriado foi não ficar preocupada porque outras pessoas poderiam estar esperando alguma resposta minha ou o envio de algum documento ou trabalho. É engraçado porque, quando a gente começa a trabalhar em casa, pensa assim: “oh, que maravilha, vou para a praia de segunda a quarta e trabalho aos finais de semana”. Realmente pode funcionar, porém, eu não sei se funcionaria muito bem comigo nesse momento porque respondo para outras pessoas (clientes, colegas de trabalho, equipe). Não conseguiria ficar tranquilona na praia sabendo que poderia ter alguém trabalhando no horário comercial precisando de mim. Sei que é um pouco de FOMO, mas também é responsabilidade.

Por fim, o que realmente dá aquele click mental de pensar em “eu posso descansar nesse feriado” é o fato de saber que ninguém espera que outra pessoa trabalhe no feriado. Por isso, ninguém acha ruim se você não responder um e-mail ou mensagem. É normal! Pessoas não trabalham em feriados. Logo, mesmo sendo autônoma e tendo toda a flexibilidade de horários do mundo, eu ainda preciso de adequar ao calendário comercial para conseguir fazer as minhas folgas com mais tranquilidade.

E posso dizer? Foi ótimo! Passeei, fiz churrasco, brinquei muito com o Paul, levei minhas sobrinhas para passear, fui à livraria e tirei um maravilhoso cochilo à tarde! Eu sei que posso fazer essas coisas em um dia a dia regular, mas minha mente ainda não se acostumou exatamente com tudo isso! (nem as pessoas ao meu redor!)

Meu livro em destaque na Livraria Cultura <3

Meu livro em destaque na Livraria Cultura nesse final de semana <3

As ideias não param de chegar

Por mais que eu não estivesse “oficialmente trabalhando”, meu cérebro não sabia disso. É muito difícil para mim, porque amo muito o que eu faço. Logo, pensar sobre trabalho e fazer as coisas acontecerem faz parte de mim, de quem eu sou, da expressão da minha criatividade. Porém, se não cuidar, a tendência a virar workaholic é tremenda. Como lidar com as ideias?

Deixei fluir algumas coisas. Até sábado de manhã, eu precisava colocar no ar o novo formato para o pagamento dos workshops aqui no blog, o que acabou resultando em uma loja. Dá uma olhada! Por enquanto, há poucas opções, mas em breve vou povoar aquela seção com muitas coisas legais. Fiquei tão empolgada com esse assunto que trabalhei até de madrugada, na noite de sexta para sábado.

Outra atividade relacionada ao trabalho que eu fiz foi ficar ouvindo alguns webinars do GTD Connect, o que me deu a ideia de mudar todo o meu sistema GTD no Toodledo. Isso me perturbou um pouco, porque foi uma mudança drástica que eu ainda não me adaptei. Quando estiver à vontade para falar sobre esse novo sistema, publico aqui no blog. Isso me tomou bastante energia e dedicação intelectual durante uns dois dias.

Para lidar com as ideias que vêm e vão, colete! Tire da cabeça e passe para o papel – deixe para lidar com elas quando voltar do feriado. Eu costumo processar minha caixa de entrada física (onde insiro minhas ideias) diariamente mas, para não “trabalhar”, decidi não fazer isso durante o feriado. Ficou bastante coisa para processar depois, mas acho que isso foi um ganho em termos de “ok, agora é hora de descansar. Você coletou a sua ideia incrível e pode lidar com ela quando voltar a trabalhar, na quarta-feira”.

Não trabalhar no feriado foi ótimo e me fez ver que dá para fazer isso com a consciência limpa. Agora quero ver se estendo para outras ocasiões também.

09 Feb 2015

[Workshop] Organize sua rotina doméstica

Essa experiência de ministrar workshops para os leitores do blog tem sido maravilhosa. Em 2015, já foram três workshops, todos com turmas animadas, formadas por pessoas querendo se organizar para alcançarem objetivos e terem uma vida mais tranquila. Fico muito agradecida pela oportunidade de conversar com todos vocês e poder ajudá-los de alguma maneira.

O próximo workshop, em março, terá como tema Organize sua rotina doméstica. Esse workshop vem sendo solicitado há muito tempo e, mesmo sem divulgação, já está com muitas inscrições. Portanto, se você quiser participar, leia mais abaixo e entre em contato logo.

workshop-estudos-mar

Continue lendo →