Área de serviço

31 Aug 2014

Missões da semana da FLY Lady: zona 1, área de serviço

Hoje eu vim falar um pouquinho sobre as missões da semana da FLY Lady. Estamos na zona (área) 1 que, na minha casa, corresponde à área de serviço e ao pequeno banheiro de serviço que fica anexo. Na versão original da FLY Lady, a zona 1 representa somente a entrada, a porta da frente e a sala de jantar.

No último post a respeito, surgiram muitas dúvidas já respondidas aqui no blog sobre as zonas de limpeza na casa. Para um esclarecimento geral sobre como funciona esse método, por favor, leia: Como funciona a limpeza por zonas da FLY Lady. Obrigada!

Esta semana, vou focar no destralhamento desses dois cômodos (meu marido encheu o banheiro com coisas depois da mudança) e em modificações que quero fazer na área (tirar medidas, comprar cestinhos organizadores, essas coisas). Portanto, vou traduzir as missões da FLY Lady de acordo com a designação original que ela deu para a zona 1.

As missões desta semana são as seguintes:

Segunda

A missão de hoje é varrer a porta da frente, sacudir o tapete de boas-vindas e limpar a porta, pois isso faz muita diferença na primeira impressão que a casa causa.

Terça

A missão de terça é apagar os incêndios que estão começando a aparecer na entrada! Guarde os sapatos, bolsas, casacos e outros objetos que estão se acumulando ali. Atenção: não adianta tirar dali e jogar em outro lugar, hein? Precisa guardar no lugar certo.

Quarta

A FLY Lady propõe que nesta quarta-feira a gente limpe as manchas nas paredes da entrada, com suavidade para não tirar a tinta. Especialmente quem tem animais de estimação e filhos pequenos pode já ter percebido que essa é uma tarefa que deve ser feita com uma frequência maior. Portanto, mãos à obra!

Quinta

A missão de hoje é muito parecida com a missão de terça: pegar o que estiver fora do lugar na entrada e guardar no lugar certo. Você pode aplicar à sua sala de jantar também.

Sexta

Último dia na zona 1! A ideia hoje é limpar as luminárias, lustres, batentes e rodapés. Se tiver ventilador de teto, limpe também.

As missões desta semana também são bastante simples. Acho que as mais complicadinhas são as da cozinha e dos banheiros.

Me contem se estão conseguindo fazer as missões junto comigo. Obrigada!

07 Dec 2013

Acessórios de limpeza que eu recomendo

Esses são os acessórios de limpeza que eu acho legal ter em casa, com comentários:

Aspirador de pó. Para mim, ter um aspirador de pó em casa é indispensável. Eu sempre tenho a impressão de que, quando eu varro com a vassoura, a poeira só se espalha, assim como quando eu uso um espanador de pó. Claro que tem técnicas e técnicas de se usar uma vassoura, mas eu ainda prefiro o aspirador. Tenho um aspirador portátil, que uso todos os dias. Ele é excelente para pegar cabelos e outras sujeiras menores (mas que aparecem muito) no dia a dia. Porém, se fosse escolher apenas um, teria um bom aspirador com bolsa de pó. Ele é mais potente e excelente para apartamentos com piso frio e tapetes esparsos. Mas uma casa sem aspirador? Não imagino! Acho que peguei essa afirmação de quando meu filho nasceu, pois meu marido tem rinite e eu tive medo que ele também tivesse.

Vassoura. Pode parecer contraditório, mas ainda assim acho importante ter uma vassoura em casa. Sujeiras maiores só podem ser varridas com uma boa vassoura e, para quem tem varanda, terraço ou quintal, ela é fundamental! Também uso muito na cozinha, junto com a pá. E recomendo também uma vassoura com fios de nylon para a limpeza geral (usando água e sabão).

Mop. Depois de descobrir o mop, nunca mais utilizei rodo + pano para passar no chão. Acho indispensável, especialmente em casas e apartamentos com cômodos sem ralo e piso frio.

Balde para o mop. Pode parecer supérfluo, e é. Porém, faz toda a diferença no dia a dia no manuseio do mop. A não ser que você goste de usar luvas e ficar torcendo água suja no balde, eu recomendo que você tenha um desses. Facilita bastante na limpeza diária sem fazer a gente perder muito tempo.

Balde. Um balde comum é suficiente para dar conta da limpeza da casa. Também gosto de ter um balde maior para deixar roupas de molho, quando necessário. Não tenho mais do que isso e não tenho mais bacias (só ocupavam espaço).

Cesto de roupa. Acho essencial! Considero legal ter um no banheiro (para colocar a roupa quando vai tomar banho) e outro na área de serviço, para recolher a roupa limpa da máquina e carregá-la até o varal ou guardá-la depois da secadora. Ter cestos separados funciona? (um para roupa branca, colorida, escura etc?) Claro que funciona, mas precisava ver se você tem espaço para isso. Se tiver, excelente! Se não, use somente um, sem dramas!

Luvas de borracha. Apesar de muitas vezes começar a limpar e lembrar no meio da faxina que eu estou sem luvas, acho muito importante ter luvas de borracha em casa para fazer a limpeza. Os produtos ressecam as mãos, torcer panos pode machucá-las, além de acabar com qualquer manicure, se for o caso.

Panos. Existe toda sorte de panos para limpeza e eu gosto de testar todos os tipos. Os panos de microfibra são os melhores, pois não soltam fiapos. Panos de fralda ou de roupas velhas são muito bons para limpezas “sujas” (chão, pia, vaso sanitário). Vale a pena ter de vários materiais em casa e ir testando o que funciona melhor para você em cada caso.

Escovas. Tenho escovas de celulose e escovas de dente velhas para limpezas diversas. Acho bom ter um pequeno estoque e, se possível, diferenciar por cores onde é usada a escova do banheiro. O mais indicado, inclusive, é deixá-la no próprio banheiro, para facilitar. A escova do vaso sanitário fica atrás do vaso.

Papel-toalha. Uso muito papel-toalha, o que sei que não é ecologicamente correto, mas acho mais limpo e mais prático que usar panos para tudo. Uso muito na cozinha e no banheiro.

Sacolas de lixo. Tentei usar uma lixeira de tamanho específico na cozinha mas isso significou somente ter que comprar sacos de lixo próprios. Como essa ideia é um pouco inadmissível para mim, prefiro usar lixeiras de um tamanho convencional, de modo que possa aproveitar as sacolas que vêm do supermercado e de compras no geral. Procuro reaproveitar as sacolas ao máximo e, quando tenho algumas em casa, não pego em nenhum lugar quando faço compras.

Frascos com borrifador. Adoro tais frascos porque posso fazer misturas em casa e utilizar na limpeza. Recomendo ter alguns, se você é adepta(o) das soluções naturais ou se gosta de fazer suas próprias misturas (com precaução). Para a maioria das pessoas, não são necessários.

Essa lista foi inspirada nas recomendações da Donna Smalin, em seu livro “Casa Limpa e Arrumada” (Editora Gente).

15 Jun 2013

Como organizar sacolas de plástico e sacos de lixo

Você já percebeu como acumulamos sacolinhas de plástico? Mesmo que a gente acabe usando sacolas de pano para ir ao mercado, recebemos sacolinhas na farmácia, na padaria e em qualquer loja que a gente entre para comprar alguma coisa. É claro que temos uso para todas elas, mas onde guardá-las?

Algumas opções:

  • O bom e velho puxa-saco pode servir e fica bonitinho na cozinha, mas será que ele dá conta?
  • Se tiver espaço, você pode ter uma gaveta da cozinha somente para esta finalidade.
  • Sacos de lixo próprios para isso devem ficar armazenados perto das suas lixeiras correspondentes.
  • Você pode pendurar uma sacola de pano na área de serviço e deixar as sacolinhas dentro.
  • Uma caixa na área de serviço pode armazenar sacolas em grande quantidade.
  • Deixe algumas sacolinhas na sua bolsa para jogar lixo e outras eventualidades.
  • Também gosto de deixar algumas sacolinhas nas malas de viagem para guardar roupas sujas.
  • Você pode guardar algumas sacolinhas ou sacos de lixo pequenos em potes de lenços umidecidos (veja como fazer). Também fica bastante prático.
  • Outra opção para guardar as sacolinhas na cozinha é usar um compartimento bonito para escondê-las dentro, como uma caixa decorada.

Onde você costuma guardar as suas sacolinhas de plástico?

26 May 2011

Inspiração do dia: área de serviço arrumada

(Imagem: Little Green Notebook)

A importância de cada espacinho! É claro que, em apartamentos pequenos, não é possível ter uma estante desse tamanho na área de serviço, mas versões menores podem ser exploradas. O segredo está nos potinhos etiquetados e na tática de deixar objetos em comum guardados juntos. Visualmente, fica muito mais arrumado que colocar tudo separado.