Comida

Posts na categoria Comida.

23 Jun 2014

Menu semanal no inverno: como planejar

Imagem: Scoop.it

Imagem: Scoop.it

Em primeiro lugar, para quem está chegando agora, é importante saber o que é planejar o menu semanal e sua importância para a organização do dia a dia.

Planejar o menu semanal significa definir os sete pratos que você vai preparar na semana seguinte, podendo fazer as compras certas no mercado, sem faltar nada nem desperdiçar. Também garante que você não perca tempo todos os dias decidindo o que preparar para a família, ou esquecendo de descongelar uma carne, por exemplo. Não é para ser uma coisa rígida. Você pode estipular um prato para cada dia ou determinar sete pratos, e escolher todos os dias qual fará desta vez.

Você pode ler mais orientações sobre como montar um menu semanal em um post anterior.

Qual a vantagem de adequar o menu semanal à estação do ano que estamos vivendo? O aproveitamento dos alimentos – porque compramos o que está mais barato e em abundância, além de trazer mais conforto para a família, ingerindo os alimentos que dão mais energia e nos deixam mais felizes, pois têm a ver com o que estamos vivendo.

No inverno, é natural que a gente coma mais refeições quentinhas e o que chamamos de “confortáveis”. Para isso, podemos fazer substituições. Em vez de salada de batatas, podemos fazer purê. Em vez de salada de verduras, podemos comer legumes refogados. As opções são inúmeras.

Vamos ver primeiro os alimentos que estão mais abundantes nesta época (junho, julho e agosto, no Brasil)*:

    • fruta do conde
    • jaca
    • mixirica/tangerina
    • carambola
    • jabuticaba
    • maçã fuji
    • caju
    • kiwi
    • limão galego
    • morango
    • laranja lima
    • batata-doce
    • cará
    • chuchu
    • gengibre
    • inhame
    • mandioca
    • mandioquinha
    • agrião
    • brócolis
  • cenoura
  • erva doce
  • milho verde
  • nabo
  • rabanete
  • berinjela
  • cogumelos
  • almeirão
  • escarola
  • louro
  • rúcula
  • salsa
  • ervilha
  • alho-poró
  • chicória
  • coentro
  • couve manteiga
  • couve-flor
  • espinafre
  • mostarda
  • repolho
  • Apenas de olhar a lista acima, já dá para ter um monte de ideias para fazer de comida, não é mesmo? A ideia é justamente essa: adaptar o que já costumamos fazer em nossa rotina, inserindo alimentos novos.

    Os métodos de cozimento também podem variar. Em vez de comer alimentos frios ou crus, pensamos mais em assados, cozidos, ensopados. O objetivo no inverno é aquecer e ter mais energia. Portanto, nossa alimentação deve refletir esses objetivos. Ao preparar seu menu semanal, procure levar em conta os alimentos da estação e esses métodos de cozimento que favoreçam o conforto. São pequenas mudanças que fazem grande diferença em nossos dias e na disposição da nossa família.

    Algumas sugestões para o seu menu semanal:

    Tipos de refeições que combinam com o inverno:

    • massas
    • raízes
    • purês
    • sopas
    • cremes
    • geléias
    • risotos
    • assados
    • refogados
    • suflês
    • compotas
    • tortas

    Com base nessas informações, você pode montar seu menu semanal de forma criativa e sem alterar radicalmente a rotina da família.

    Ao longo do inverno, postarei aqui no Vida Organizada uma série de posts com sugestões de receitas que reflitam o que escrevi aqui hoje. Caso você tenha alguma sugestão de receita que seja a cara do inverno, por favor, indique nos comentários! Obrigada!

    * Fonte: Revista Teste Saúde (2009)

    05 Jun 2014

    {Download} Ficha para menu semanal

    Hoje eu vim compartilhar com vocês um arquivo que montei para usar em casa ao planejar o menu semanal. A ideia é manter um pequeno estoque dentro de um plástico no fichário destinado a ser o control journal (veja o que significa e como fazer o seu) e, semanalmente, definir o menu. Esse menu ajuda a fazer a lista de compras no mercado, que também faço uma vez por semana (costumo montar o menu no sábado e ir às compras no domingo). Veja aqui como planejar um menu semanal.

    050614-menu-semanal

    Download: .doc e .pdf

    Depois de preenchido, o menu semanal pode ser pendurado com um ímã na geladeira, por exemplo. Quem prefere a versão digital pode baixar tanto em formato .doc quanto .pdf e editar da forma que quiser. Os adeptos do Evernote podem preferir organizar na ferramenta.

    Também deixei espaço para o planejamento não só das refeições diárias, quanto para os lanches e bebidas.

    Espero que gostem!

    27 Apr 2014

    Menu semanal, de 28 de abril a 4 de maio

    Toda semana, tentarei postar sugestões de receitas diferentes para variar o menu semanal. A ideia não é seguir rigorosamente – são apenas sugestões que você pode implementar ou não, para sair da rotina do dia a dia. E uma receita não exclui a outra: afinal, você pode preparar algo diferente para o almoço e para o jantar, assim como preparar o que quiser em um dia e complementar com uma sobremesa. A ideia é inspirar e curtir esse momento tão bom no dia a dia, que é quando a gente prepara com amor o que vai comer, tendo família ou não, e tem aquela agradável refeição com as pessoas que a gente ama ou curtindo a própria companhia, porque comer bem deveria ser sagrado.

    As sugestões para a semana de 28 de abril a 4 de maio são (clique nas imagens para ver a receita):

    Segunda, 28: Sopa de abóbora

    Imagem: M de Mulher

    Imagem: M de Mulher

    Terça, 29: Polpetines de carne de porco

    Imagem: Segredos da Tia Emilia

    Imagem: Segredos da Tia Emilia

    Quarta, 30: Pão de queijo de caneca

    Imagem: Panelaterapia

    Imagem: Panelaterapia

    Quinta, 1: Salada de berinjela e abobrinha grelhadas

    Imagem: Simplesmente Delícia

    Imagem: Simplesmente Delícia

    Sexta, 2: Bolo de goiabada cascão

    Imagem: Segredos da Tia Emilia

    Imagem: Segredos da Tia Emilia

    Sábado, 3: Arroz com costelinha

    Imagem: Panelaterapia

    Imagem: Panelaterapia

    Domingo, 4: Torta brownie sem farinha com brigadeiro de limão

    Imagem: Panelaterapia

    Imagem: Na Minha Panela

    Aff, apenas falecendo com essas receitas. Espero que gostem e tenham uma boa semana.

    25 Apr 2014

    Receitas congeladas e saudáveis para quem é muito ocupado: mito ou realidade?

    Temos a impressão (com todos os motivos do mundo) de que toda comida congelada não é lá muito saudável. Isso porque, quando falamos em comidas congeladas, nos lembramos das lasanhas cheias de sódio e empanados feitos com restos de frango. Mas não precisa ser assim. Dá para ter algumas opções congeladas em casa que sejam saudáveis, especialmente porque todos nós passamos por momentos em que precisamos optar por esse recurso. Um pós-parto, uma semana cheia de compromissos e reuniões fora, muitas viagens, quem trabalha e estuda e mil outros motivos – que seja simplesmente querer ter mais praticidade. Pesquisei um pouco sobre o assunto para escrever este post com algumas receitas e espero que seja útil a todos vocês.

    Clique na imagem para ir à receita.

    Frango à parmeggiana light

    Imagem: Projeto Super Saudável

    Imagem: Projeto Super Saudável

    Risoto verde aos 2 queijos

    250414-congelados02

    Imagem: GNT

    Hambúrguer caseiro com aveia

    Imagem: Tem Delícia na Cozinha

    Imagem: Tem Delícia na Cozinha

    Frango xadrez

    Imagem: Projeto Super Saudável

    Imagem: Projeto Super Saudável

    Salmão ao molho de mostarda light

    Imagem: GNT

    Imagem: GNT

    Sopa de chuchu, cenoura e frango

    Imagem: Projeto Super Saudável

    Imagem: Projeto Super Saudável

    Nuggets super saudáveis

    Imagem: Projeto Super Saudável

    Imagem: Projeto Super Saudável

    Este post foi criado para ser construído de forma coletiva. Portanto, se você tiver alguma receita saudável de comida que possa ser congelada, por favor, deixe nos comentários! Obrigada!

    11 Apr 2014

    Como organizar um café-da-manhã gostoso e legal para a sua família

    Imagem: Charles Progers

    Imagem: Charles Progers

    Pessoal, este não é um blog sobre nutrição ou alimentação saudável, mas um blog de organização! Comento isso porque sempre que escrevo um post sobre algo que envolva comida, surgem comentários como “mas isso não é saudável” ou outros parecidos. Não incentivo nenhum dos dois lados. A ideia é sugerir dicas de organização que podem ser aproveitadas pelos leitores ou não. Como cada um se alimenta é uma opção pessoal.

    Hoje eu gostaria de dar dicas para quem tem o dia a dia bem corrido e gostaria de desacelerar um pouco no café-da-manhã.

    Na nossa casa, pelo menos, as coisas são bem corridas. Não tem muito segredo quanto a isso – tem que acordar um pouco mais cedo e preparar, se esse for o seu desejo. Não dá para deixar muita coisa pronta na noite anterior, mas tem alguns truques para facilitar.

    Imagem: No Trash Project

    Imagem: No Trash Project

    Uma dica que eu sempre dou é deixar uma bandeja tanto na geladeira quanto fora dela com os artigos utilizados no café-da-manhã. Na bandeja da geladeira, por exemplo, você pode deixar o leite, iogurte, margarina, frutas e tudo o mais que for utilizar. Na bandeja que não precisa ser refrigerada, você pode deixar pote de açúcar, pães, canecas, copos, talheres, guardanapos e por aí vai. A ideia é pegar tudo o que você usa no café-da-manhã e deixar essas duas bandejas prontas, para simplesmente levá-las à mesa pela manhã. Você pode prepará-las na noite anterior ou apenas conferir se não está faltando nada.

    Se precisar preparar algo, como um omelete, café fresco ou waffles, deixe tudo o que precisa diariamente sempre à mão. Se suas manhãs são muito corridas, considere como opções somente alimentos que não demandem preparo, pois facilitará a sua rotina.

    Imagem: Little Black Book Delhi

    Imagem: Little Black Book Delhi

    Você pode fazer, aos finais de semana (ou quando tiver um tempinho), receitas gostosas para o seu café-da-manhã e que duram a semana inteira, como bolos e cookies.

    O que cada um vai comer é super, super pessoal. Não vou entrar nesse mérito. =) Em casa, alternamos frutas, pães, frios, bolos, iogurtes, sucos, leite, café. Não vamos muito além do trivial.

    Eu valorizo bastante os momentos de alimentação e gosto de ter uma mesa arrumada para comer. Portanto, faça um esforço (se você também gosta) e deixe a toalha posta, os pratos arrumados. Pelo menos a toalha é algo que eu gosto de deixar pronto e faz muita diferença.

    Abra as janelas. Não coma no escuro.

    Imagem: Travel Rakuten

    Imagem: Travel Rakuten

    Se morar com outras pessoas, não discute assuntos sobre a casa e finanças, por exemplo. Essas conversas, por melhor que seja o tom da nossa voz, sempre são associadas a problemas e, quando menos se espera, a gente já começa o nosso dia com preocupações. Vale a pena falar sobre o que se espera do dia que começa e contar notícias agradáveis.

    Se não tiver tempo para lavar a louça, deixe para mais tarde. Não faça com pressa, amaldiçoando os pratos sujos. Nada paga a nossa paz.

    09 Apr 2014

    As melhores receitas com chocolate para fazer na Páscoa

    Nem só de ovos caros vive a Páscoa! Veja receitas deliciosas feitas com chocolate para você fazer nessa época (e em qualquer outra) e ainda proporcionar alegria a supostos convidados ou em festinhas de família.

    Clique nas imagens para acessar as receitas.

    Bolo inesquecível

    Imagem: Na minha panela

    Imagem: Na minha panela

    Cookies de Nutella

    Imagem: Vai com tudo

    Imagem: Vai com tudo

    Bolinhas de chocolate

    Imagem: De olho jornal

    Imagem: De olho jornal

    Mousse

    Imagem: M de Mulher

    Imagem: M de Mulher

    Chocolate quente da vovó

    Imagem: Sunday Drive NYC

    Imagem: Sunday Drive NYC

    Sorvete caseiro

    Imagem: instantramyun.blogspot.com

    Imagem: instantramyun.blogspot.com

    Torta trufada de chocolate

    Imagem: Delikata

    Imagem: Delikata

    Brownie

    Imagem: Panelaterapia

    Imagem: Panelaterapia

    Brigadeiro diferente

    Imagem: Na minha panela

    Imagem: Na minha panela

     

    06 May 2012

    Organizando um cardápio semanal por temas

    O objetivo de criar um cardápio semanal é facilitar o seu dia-a-dia. Quem nunca perdeu tempo pensando no que fazer para jantar, vasculhando os ingredientes pela despensa e na geladeira? Você não precisa disso. Leia o texto Como planejar o menu semanal (guia prático para pessoas ocupadas) e otimize a sua rotina.

    Para dar uma animada nesse planejamento, eu tive a ideia de separar as semanas por temas. Como assim, temas? Oras, simplesmente como: semana da comida fresca, semana da comida saudável, semana de comidinhas de frio, semana do frango, semana dos molhos, semana japonesa, italiana e outras do tipo.

    O objetivo é variar o cardápio e também dar um direcionamento mais específico, deixando as escolhas mais fáceis.

    Como exemplo, vou deixar aqui os cardápios semanais que pensamos para maio para servir de inspiração:

    Semana 1 – Semana do frango

    SEG – strogonofe de frango + arroz
    TER – filé de frango grelhado + arroz integral + salada verde
    QUA – frango assado + batatas assadas + tomates cereja
    QUI – fajitas de frango + arroz + salada variada
    SEX – escondidinho de frango com purê de batata
    SÁB – (não ficamos em casa)
    DOM –  (não ficamos em casa)

    Semana 2 – Semana da comida confortável

    SEG – arroz + feijão preto + bife + salada verde
    TER – macarrão com queijo + linguiça artesanal com ervas (+ frango grelhado para o filhote)
    QUA - frango assado + purê de batata com queijo
    QUI – arroz + filé de pescada frito + purê de batata
    SEX – caldinho de feijão + pão com alho + linguiça de frango no forno
    SÁB – (não ficamos em casa)
    DOM – (não ficamos em casa)

    Semana 3 – Semana saudável

    SEG – filé de frango grelhado + arroz integral + salada mista
    TER – abobrinha recheada com carne + arroz + salada verde
    QUA – brócolis feitos em alho e óleo + carne acebolada + arroz integral
    QUI – filé de frango grelhado + legumes cozidos no vapor + arroz integral
    SEX – sanduíche de pão sírio com atum, pepino e queijo bree + salada mista
    SÁB – (não ficamos em casa)
    DOM – (não ficamos em casa)

    Semana 4 – Semana italiana

    SEG – filé mignon + risoto de parmesão
    TER – espaguete com molho de tomate + almôndegas
    QUA – polpettone + arroz
    QUI – talharim à carbonara + frango grelhado
    SEX – pizza caseira
    SÁB – (não ficamos em casa)
    DOM – frango à parmeggiana + arroz

    Eu sei que a semana italiana é engordativa… mas gente, é de família e está frio. Né.

    Percebam que alguns pratos se repetem e outros sofrem pequenas variações. O objetivo não é complicar, mas justamente dar ideias e variar um pouquinho. Você também pode fazer essa variação de temas nos dias da semana. Por exemplo: segunda é dia de lanche, terça é dia de comida confortável, quarta é dia de comida saudável etc.

    Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do blog
    (não se preocupe – eu NUNCA enviarei spam):

    Por FeedBurner

    16 Jul 2011

    Como planejar o menu semanal (guia prático para mães e pais muito ocupados)

    {Imagem: Getty Images}

    Todos nós temos 24 horas no dia e sete dias na semana. Precisamos “nos virar nos 30″ e fazer o que precisa ser feito. Estando em casa durante o dia ou chegando somente à noite depois de trabalhar fora, existem algumas coisas que você pode fazer para não ficar tão estressada e facilitar a rotina de todos em casa. Criar um menu semanal é fácil e só demanda alguns passos. Veja como fazer isso para facilitar a hora de preparar a comida:

    1. Simplifique

    Tudo bem querer testar uma receita nova de vez em quando ou preparar um prato mais demorado ou complicado. Mas, em 98% dos dias, é melhor simplificar. Vá no conhecido, que você já sabe fazer e todos na sua família gostam. Faça uma lista dos pratos em um papel mesmo ou em uma planilha. Você certamente listará mais de sete pratos. Encontre variações entre eles. Exemplo: arroz com purê pode ser servido com uma variedades de carnes ou outros acompanhamentos. Tente listar todos.

    A outra maneira de simplificar é fazer somente um prato por dia. Mesmo que você fique em casa, cozinhe somente uma vez para otimizar seu tempo. Faça o jantar (ou o almoço, depende da dinâmica de vocês) em quantidade dobrada e coma o restante na refeição seguinte.

    2. Faça um inventário

    Você possui três áreas de armazenamento de comida: despensa, geladeira e freezer (ou congelador). Veja o que já está armazenado (que pode ser usado) e o que você precisa comprar para cozinhar o que listou anteriormente. Essa será a sua lista de despensa semanal para comida. Pelo menos uma vez por semana, vá ao mercado e providencie tudo. Ou seja: você não precisará comprar comida todos os dias, muito menos perder tempo decidido o que irá comprar para cozinhar. Você já sabe com antecedência e economizou um tempo precioso.

    3. Otimize

    Se você tem freezer e não se importa de comer comida congelada, vá em frente! Você pode congelar arroz, feijão e outras opções para consumir ao longo da semana, apenas temperando e esquentando junto com algum acompanhamento. Eu gosto de comida feita na hora e esse é um dos luxos a que me permito. Isso também vale para comidas prontas, temperos prontos e outros. Vai do seu gosto. Otimize o que puder de acordo com a sua filosofia alimentar.

    4. Varie

    É claro que você pode instaurar sábado como o “dia da pizza”, mas será que estrogonofe toda segunda-feira terá o mesmo impacto? Será que não enjoa logo? Então procure variar as receitas o tanto que você puder. Se você faz espaguete toda semana, varie o molho: tomate, carbonara, branco, bolonhesa etc. Isso pode ser feito com todos os pratos, como o exemplo que dei lá em cima sobre arroz com purê.

    5. Curta!

    É bom ter as coisas no piloto automático, mas se por acaso você descobrir uma receita nova, simples e rápida, por que não? Eu adoro cozinhar e, se você também gosta, sabe do que eu estou falando: é uma delícia descobrir sabores novos e aumentar o repertório. Quem sabe você não acaba substituindo todo o menu atual, com o tempo?

    Você planeja o menu semanal? Que dicas você pode dar para outras mães e pais tão ocupados quanto nós?

    Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do blog
    (não se preocupe – eu NUNCA enviarei spam):

    Por FeedBurner