Um dos temas que costumam gerar mais dúvidas nas pessoas é sobre a quantidade de projetos em andamento e também como priorizar o que deve estar em andamento em detrimento daquilo que não precisa estar em andamento no momento.

Para falar sobre esse assunto, eu gostaria de relembrar qual o conceito que uso para projetos, que é o conceito que vem do método GTD: todo resultado desejado que demanda múltiplos passos para ser concluído, e essa conclusão pode ser feita em até um ano.

Logo, um inventário completo de projetos trará, e será recalibrado semanalmente, uma lista de tudo aquilo que quero concluir na minha vida em até um ano.

Por outro lado, existe uma lista do GTD chamada “Algum dia / talvez”, que pode ser traduzida simplesmente como “agora não”, que serve para aliviar a pressão dessa lista de projetos. A ideia é tê-la para tudo aquilo que você quer fazer, porém não pode mover recursos nesse momento. Pode até ser que você desista, mais adiante, de tocar esse projeto. Você simplesmente não sabe. Então está nessa lista.

Bem, isso significa que a lista de projetos tem tudo aquilo que precisa estar em andamento.

Uma maneira de saber o que “deve” estar em andamento é analisar racionalmente de acordo com as suas prioridades. Para isso, você pode usar a abordagem dos horizontes de foco:

  • Este projeto tem prazo?
  • Este projeto impacta diretamente alguma área de foco minha, buscando um estado de tranquilidade e satisfação nessa área?
  • Esse projeto está alinhado com os meus objetivos de curto prazo?
  • Este projeto está alinhado com os meus objetivos de médio a longo prazo? Contribui para o estilo de vida que eu estou construindo para mim?
  • Este projeto está alinhado com o meu propósito e princípios de vida?
  • E mais: este projeto precisa ser tocado por mim? Ou pode ser delegado?

As perguntas acima, quando feitas semanalmente, te ajudam a ter uma noção de que projetos são prioritários e que devem efetivamente estar na sua lista de projetos hoje.

Agora, o que realmente fará diferença é a alimentação dessa lista diariamente, ao descobrir que você tem projetos. Essa percepção é fundamental para você ter esse panorama geral da sua vida e esse controle. E como se descobre que tem projetos? Capturando as coisas que chegam na sua vida, as suas ideias, e esclarecendo diariamente identificando próximas ações e esclarecendo resultados desejados. Basicamente, o fluxo do GTD.

Se você tiver alguma dúvida e quiser aprender mais sobre a metodologia, você pode pesquisar alguns textos aqui no blog, ler o livro (“A arte de fazer acontecer”, David Allen) ou fazer um curso comigo (clique no banner abaixo).

O importante é que, a cada revisão semanal dos seus projetos, você tenha a tranquilidade durante os próximos sete dias (até a próxima revisão) de que todos os seus projetos em andamento estão encaminhados e também que essa lista está completa, com tudo aquilo que realmente está em andamento na sua vida. E esse é um tipo de controle que dá uma calma imensa, além da sensação de que as coisas estejam realmente andando (e estão).

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo eu planejo o meu ano: semanalmente
Próximo artigoChecklists servem para dar apoio aos planejamentos
Meu nome é Thais Godinho e meu guarda-chuva profissional engloba três temas: produtividade, organização pessoal e criatividade. As formas de operacionalizar esse trabalho que eu amo são essas: escrevendo no blog, publicando livros, estudando, ministrando cursos e fazendo atendimentos individuais, ajudando as pessoas a se organizarem. Você pode acompanhar minha trajetória pessoal e profissional neste blog, que existe desde 2006.

4 Comentários

  1. Thais!
    Que série maravilhosa! Estou amando!
    Tomara que todo mundo aproveite muito e conheça o GTD, porque olha, ter consciência de uma grande parte já me ajuda demais! <3
    Obrigada por tudo!

  2. Olá Thais, muito obrigada pelo conteúdo valioso que disponibiliza aqui. Um post melhor do que o outro.
    Uma dúvida: Como você organiza a suas ações de um determinado projeto no Todoist? Quando na revisão semanal você identifica uma próxima ação daquele projeto, você escreve dentro do projeto em questão ou na lista de ações (avulsas)?

    Obrigada por existir.

  3. Muito legal o post! Gosto quando você deixa dicas de perguntas para fazermos para nós mesmos! É uma super orientação!

DEIXE UMA RESPOSTA