O mercado publieditorial tem sofrido muito com a Internet. As pessoas têm lido menos e consumido menos conteúdo impresso. Blogs e canais no YouTube têm trazido conteúdos tão ou mais ricos que os das revistas, quando não em tempo real, quando se fala em notícias e acontecimentos. Mesmo assim, eu ainda gosto do prazer que é pegar uma revista na mão, desconectada, e aproveitar sua leitura. Muitas delas têm a ver com o tema do blog (organização e produtividade). Por isso, resolvi escrever este post para compartilhar quais são as revistas que eu ainda leio e comentar um pouco sobre os motivos.

Casa & Comida (Ed. Globo)

Esta revista é da família da revista Casa & Jardim, que também gosto bastante, porém é mais focada em decoração. A Casa & Comida fala sobre comer, beber e receber bem. O que eu mais gosto na revista são as novidades para a vida real em termos de gastronomia, conhecer coisas novas e receitas diferentes, tudo com uma diagramação muito bonita e fotos incríveis. Para mim, é a revista nacional mais bem feita atualmente.

Quatro Cinco Um

Essa revista foi um dos melhores achados dos últimos meses. Trata-se de uma publicação praticamente independente sobre literatura, que traz resenhas e reportagens, além da divulgação dos lançamentos nas áreas de humanas, psicologia, educação, teatro, entre outras. Surgiu para fomentar o mercado e trazer textos e entrevistas maravilhosos sobre livros novos e clássicos. Ela não é vendida em bancas, mas você pode assinar pelo site ou comprar em livrarias como a Cultura e a Martins Fontes.

Roadie Crew

Da mesma maneira que eu gosto de acompanhar os lançamentos editoriais, eu também gosto de acompanhar o que acontece no mundo da música ou, mais especificamente, rock e metal. Uma revista que leio há pelo menos 18 anos é a Roadie Crew, que segue firme e forte mês após mês nas bancas e traz sempre reportagens, colunas e entrevistas fantásticas, além de fazer resenhas de discos novos e trabalhos independentes.

Mente e Cérebro (Ed. Segmento)

Uma revista sobre psicologia, psicanálise e neurociência que tinha tudo para ser técnica, mas traz textos que podem ser lidos por quem não é da área também, e são sempre assuntos muito pertinentes, do dia a dia, e que podem nos introduzir a um tema que nos fará ter vontade de pesquisar mais. Vale nem que seja a título de curiosidade para você se conhecer melhor e entender os outros seres humanos ao seu redor.

Você S/A (Ed. Abril)

Apesar de ter mudado muitas vezes de editores ao longo dos últimos anos, a Você S/A ainda é a única revista nacional que trata sobre temas relacionados ao mercado de trabalho com foco na formação profissional de cada um. Os textos não trazem tanto conteúdo inovador quanto antes, mas são sim um bom aglomerado de dicas e de despertar de reflexões que podem ajudar quem está aí batalhando no mercado de trabalho.

Country Living

Saindo um pouco da esfera editorial brasileira, uma das minhas revistas preferidas é a Country Living americana (a inglesa também é ótima). Foco em decoração com ar rústico, traz sempre boas ideias para cuidar da casa. Como é uma publicação antiga, ela precisa estar sempre se reinventando. Como eu trabalho com conteúdo, acho demais acompanhar esse amadurecimento. Não compro a versão física porque é importada e chega no Brasil por um preço muito caro. Leio pelo iPad.

MS Living

Por último mas não menos importante está a revista da Martha Stewart (uma das), MS Living, que traz “coisas boas” a cada edição. Fala sobre cuidados pessoais, comida, receber bem, decoração, saúde e muito mais. Aqui no Brasil a Martha Stewart não é tão reverenciada quanto nos Estados Unidos, mas eu gosto muito da qualidade do trabalho dela, especialmente nessa revista. Também não compro a versão física e apenas leio no iPad.

E você, ainda gosta de ler revistas como eu? Que revistas você lê? Por favor, poste nos comentários!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMeu sistema GTD atual: Projetos (Julho 2017)
Próximo artigoMeu sistema GTD atual: Áreas de Foco (Julho 2017)
Meu nome é Thais Godinho e sou organizadora profissional, o que significa que ajudo as pessoas a se organizarem quando elas precisam de uma forcinha para isso. A maneira que encontrei para ajudar foi criando este blog, ministrando cursos e realizando outros eventos.

25 Comentários

  1. Thais, voce conhece a Go Read(www.goread.com.br)? Muito bom, inumeras revistas online por um preço muito atrativo.
    Estou dando dica mas nao recebo nada com isso nao, somente gosto do serviço.

    Francismar

  2. Que lindo esse post, amei. Sou jornalista de revista, apaixonada por elas, e é um sofrimento ver o que o mercado se tornou… Eu ainda leio algumas, inclusive as femininas, pois algumas são minhas clientes (sou freelancer). Mas quando quero variar, amo as de decoração (conhece a da HGTV?) e de estilo de vida (tipo a Real Simple). Tudo no iPad. Um beijo, adoro o blog.

  3. Adorei sua seleção! A revista Casa e Comida é realmente muito boa, tenho desde a primeira edição. Parece que eles vão tirar das bancas e ficará apenas a versão digital. Vou procurar essa 451, não conhecia. Abraço, Maira.

  4. Gostei muito do post Thais! Principalmente da indicação da Roadie Crew! Agora, quanto ao volume de revistas: leu -> descartou?

  5. Boa seleção. Não acho que seja mercado em crise ou crise brasileira. É só a tecnologia criando e substituindo muitas coisas. Também gosto de jornais, revistas e livros impressos, mas a internet tem um mundo de possibilidades.

  6. Oi Thais, você viu que essa é a última edição da Casa & Comida? Que triste!!
    A minha revista favorita é a Vida Simples. Já assinei, mas hoje compro todo mês na banca. Gosto do ritual de ir buscar, ou da surpresa de achar no mercado a nova edição… rsrsrs 😉

  7. Adoro a PEGN (Pequenas Empresas e Grande Negócios)…direta e objetiva…atinge certivamente os brios de um futuro e próspero empreendedor….vale a pena

  8. Eu leio a revista Saúde
    Meu pai assina ha 20 anos
    Gosto muito
    Está sempre atualizado o conteúdo
    Abraços

  9. Oi, Thais!

    Também não deixo passar nenhuma mês sem ler a Roadie Crew. É a minha principal referência para comprar ou mesmo baixar álbuns, além de fornecer informações dos dinossauros do Heavy/Classic Rock e também das novidades do estilo.

  10. Assino (nem todos os anos) a Scientific American (por gosto e por necessidade do trabalho) e a Economist (idem, esta especialmente para manter o inglês nos trinques). Para quem não quer assinar, o app da Economist oferece três artigos gratuitos por semana, que podem ser lidos ou baixados em áudio.

  11. Minha família não tem costume de ler revistas mas quando alguém compra acho muito gostoso sentar e ler. Desconectado como você disse, mas acho algumas muito caras, talvez a saída seja comprar online. Você lê pela banca do ipad?

  12. Já tive várias assinaturas, mas hoje só mantenho duas, a da Você s.a e Saúde é vital. Adoro revista física, mas tive que dimunuir por questões fianceiras. É uma delícia descansar lendo o que gosta. Beijos Thais.

  13. Quando mudei de pais e profissão (sou formada em Jornalismo, mas aqui no Chile já não atuo na área), deixei de ler na mesma frequência, especialmente revistas. Se pudesse seguiria com a leitura de Vida Simples e Lê Monde Diplomáticas. Adoro ambas.

  14. Gosto muito da maioria das revistas que você colocou. Não sei se já leu alguma vez, mas gosto muito da “Vida Simples”.

DEIXE UMA RESPOSTA