Sua rede de contatos profissionais é um arquivo de referência importante de ser mantido atualizado e funcional.

O primeiro passo é escolher uma ferramenta para centralizar as informações. Por mais que você tenha contas em redes sociais como Facebook e Linkedin, escolha algo seu, que terá fácil acesso mesmo estando offline. No geral, a agenda de contatos no celular acaba sendo a melhor opção, ou mesmo a velha caderneta de endereços em papel, se você tiver o hábito de sempre levar uma com você. No celular, também é importante optar por deixar os dados vinculados a um serviço “na nuvem”, pois isso garante que, caso você perca o aparelho, seus contatos não serão perdidos.

Eu costumo utilizar a minha agenda de contatos que fica no iCloud, serviço da Apple, pois são os dispositivos que eu já uso há muitos anos. Caso um dia resolva migrar para outro tipo, exportarei e farei a migração.

Ao cadastrar uma pessoa, insiro dados básicos, como telefone e e-mail, mas também posso acrescentar site, blog, perfil no Linkedin, entre outras informações que considerar bacanas e estiverem acessíveis.

Vou então regularmente alimentando com novas informações. Por exemplo, se eu souber que essa pessoa gosta de teatro, vou inserir uma nota a respeito. Se um dia eu ganhar ingressos para assistir uma peça e quiser chamar alguém do meu networking para ir, basta digitar “teatro” na busca e essa pessoa aparecerá.

O que é importante aqui (assim como em outra áreas) é lembrar que ferramenta alguma faz milagre – serve apenas para organizar as informações. Quem faz a “liga” entre as informações e as relações é você mesmo. Então eu tenho uma certa rotina de atualização e verificação que funciona bem, como por exemplo:

  • Capturar informações relavantes sobre as pessoas para atualizar regularmente em seu perfil no meu arquivo (como o exemplo do teatro, mas serve para endereços e outras).
  • Revisar mensalmente uma checklist chamada “Pessoas com as quais eu gosto de me encontrar ocasionalmente” para marcar um almoço ou outro evento. Isso é particularmente útil com a rede de trabalho.
  • Revisar anualmente minha agenda de contatos para deletar os que não sejam mais relevantes, remover as duplicidades etc.

Outra coisa que também tomei como princípio pessoal foi a de usar as minhas contas nas redes sociais para postar apenas sobre o meu trabalho, divulgar o que faço e ajudar as pessoas. Apenas nas contas pessoais (perfil no Facebook e no Twitter) eu me permito ser mais “pessoal”, mas no restante posto sobre trabalho. Isso me traz visibilidade e contato constante profissional mesmo com pessoas com as quais não me relaciono com tanta frequência. Já recebi muitos convites relacionados a trabalho por agir dessa forma.

O que eu não faço mais: guardar cartões de visita. Frequentemente digitalizo e envio para a caixa de entrada do Evernote e, de lá, organizo em meu arquivo oficial de contatos. O Evernote, por sinal, também é excelente para montar esse arquivo. Eu só não uso porque acho mais prático deixar vinculado à minha própria agenda telefônica.

Você pode me perguntar: mas vale a pena nós termos cartões de visitas? Eu ainda tenho, pois existem pessoas que preferem receber cartões e eu não quero deixar de ter contato com elas apenas porque eu fiz uma escolha pessoal de armazenamento. Por isso, tenho os meus próprios cartões, que andam sempre comigo, mas confesso que cada vez menos tenho usado (ter visibilidade na Internet também ajuda…).

E você, como organiza sua rede de contatos profissionais? Deixe um comentário contando sua experiência. Obrigada!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO milagre da manhã
Próximo artigoSoluções práticas para quem “pensa demais” e tem muitas ideias

Meu nome é Thais Godinho e meu guarda-chuva profissional engloba três temas: produtividade, organização pessoal e criatividade. As formas de operacionalizar esse trabalho que eu amo são essas: escrevendo no blog, publicando livros, estudando, ministrando cursos e fazendo atendimentos individuais, ajudando as pessoas a se organizarem. Você pode acompanhar minha trajetória pessoal e profissional neste blog, que existe desde 2006.

11 Comentários

  1. Muito legais as dicas, Thais! Trabalho com decoração e fiz um Excel com fornecedores e lojas, os links facilitam a pesquisa. Mas tenho um arquivinho de cartões físicos e outra parte no celular, vou juntar esses dois, pois realmente não faz sentido! Adorei tb as anotações sobre gostos pessoais. Obrigada!

  2. Olá Thaís!
    Belo post! Muito obrigada!
    Eu organizo os meus contactos na conta google mesmo há muitos anos. Tenho separados por categorias como por exemplo “Família” ou “Obsoletos”, isto é, contactos antigos não actuais mesmo. Quando troco de celular instalo a conta e vai tudo mesmo. Em relação ao cartões de visita, tenho um arquivo no Evernote, mas só para fornecedores/serviços, como “cabeleireiro” ou “restaurantes”. Todos etiquetados assim memo.

  3. Thais, você organiza dessa forma todos os seus contatos “Pessoais, Profissionais, inclusive empresas, parceiros, clientes”, tudo na mesma conta google?
    Ou seja, todos os contatos da sua vida, andam contigo na agenda de seu celular?

    Com relação a minha pergunta anterior, à respeito do CRM, você já utilizou algum software ou serviço pra essa finalidade? tem alguma recomendação? Se já usou, atualmente substituiu por outra forma de gerenciamento?

    Agradeço pela atenção!

  4. Estava precisando mesmo de dicas de organização, tenho uma agenda cheia de compromissos e não sei como organiza-la e contato de trabalho então. Vou seguir as dicas a risca.

DEIXE UMA RESPOSTA