ou

Li recentemente o livro “O milagre da manhã” (“Miracle morning”, no original) e, depois de postar a foto no Instagram, muitos leitores me pediram para fazer uma resenha. Então aqui estou, com comentários sobre o livro e o conceito.

O livro foi escrito por Hal Elrod e publicado no Brasil pela editora Best Seller.

Trata-se de um livro que traz a seguinte filosofia: quando acordar, torne sua manhã mais significativa. Pois aquilo que você faz quando acorda determina seu astral para o dia inteiro. E então ele traz algumas ideias de como tornar essa primeira hora (ou alguns minutos, se você achar que não tem tempo) para realizar o seu “milagre da manhã”.

Apesar de ter gostado muito do livro e do conceito (já adianto que entrará para o meu hall de livros de impacto na produtividade, junto com “A arte de fazer acontecer” e “Trabalhe 4 horas por semana”), a primeira parte do livro quase me fez desistir. Passa-se tanto tempo explicando como o milagre da manhã é maravilhoso, como as pessoas transformaram suas vidas… só benefício e propaganda, sabem como é? Sem efetivamente entrar logo no conceito e na orientação. Isso me cansou um pouco e, quando for reler no futuro, vou pular essas partes. Se você for ler pela primeira vez, não pule, mas seja paciente. Fica legal depois.

Eu gostaria de testar os 30 dias que ele propõe para escrever uma resenha, mas eu já posso comentar um pouquinho sobre a experiência antes de isso acontecer (terminei de ler o livro na semana passada).

Eu já estava familiarizada com a ideia de que acordar mais cedo é bom. É mais silencioso, adoro ver o sol nascer e me dá uma sensação incrível saber que já fiz tantas coisas antes de a maioria das pessoas começar a trabalhar. Na prática, minha maior complicação é dormir muito cedo (existe toda uma rotina e logística da casa que acontece depois das 20:00 e termina mais tarde – quem tem filhos sabe como é). Mas resolvi vencer esse desafio e tentar dormir mais cedo e acordar apenas um pouco mais cedo que o tradicional. Para acordar às 05:00, eu teria que ir dormir às 21:00, e isso não é compatível com o meu estilo de vida. Estar na cama às 22:30 já funciona melhor, o que me permite levantar entre 06:00 e 06:30. Isso, claro, nos dias que trabalho em casa. Quando trabalho fora, é comum levantar antes, tendo dormido cedo ou não.

O que me ajuda a levantar cedo numa boa é ter um propósito ao acordar, e acredito que essa seja a grande motivação que o milagre da manhã traz. Te dá um caminho, mas você pode criar o seu. A rota básica do autor se baseia em:

  • Silêncio: Realizar atividades silenciosas, como meditar, fazer uma oração, refletir sobre algum assunto etc.
  • Afirmações: Fazer afirmações positivas para você mesma(o), a fim de trabalhar medos, inseguranças, auto-estima baixa e maus hábitos.
  • Visualização: Revisar grandes sonhos, objetivos, a pessoa que você quer ser. Basicamente, os horizontes mais elevados.
  • Exercícios: Atividade física como caminhada, yoga, alongamento ou o que você preferir.
  • Leitura: Ler histórias inspiradoras, algo que te desenvolva pessoalmente ou profissionalmente.
  • Escrita: Escreva suas reflexões, pensamentos, descreva seu estado de espírito, agradeça, faça listas.

A ordem pode ser variada: você pode escolher fazer exercícios primeiro ou por último, por exemplo. A ideia é personalizar.

Ele traz algumas dicas para fazer funcionar, como colocar o despertador longe da cama, escovar os dentes quando acordar e já vestir sua roupa para fazer exercícios. Mas o principal mesmo é lidar com a famosa crença limitante de que “eu não sou uma pessoa matinal”. Sério, pare agora de repetir isso. Pense no quanto essa afirmação já te prejudicou. Além do que, não se trata de ser uma pessoa matinal, mas de fazer do momento que você acorda (que pode ser às 4 da tarde) um momento significativo que vai impactar todo o seu dia.

Tenho acordado mais cedo desde então, mesmo aos finais de semana. Já escrevi aqui no blog como me ajuda manter esse ritmo metabólico. Tenho aproveitado muito mais os meus dias quando acordo cedo, o que já faço antes de ler o livro. Porém, o livro foi um excelente reforço. Gostei muito das ideias e da proposta da sequência de como tornar a manhã mais significativa. Fazer afirmações, revisar objetivos e ler algo inspirador tem feito grande diferença na minha vida realmente.

Você já leu esse livro? Vem implementando? Por favor, deixe seu depoimento nos comentários.

Thais Godinho
07/06/2017
Veja mais sobre:
23
Documentário “Minimalism”
Pergunta do dia: qual a sua paixão?
Faça as pazes com sua vida pessoal e profissional

 

  1. Luciana de Sousa Gaillac 07/06/2017

    Que dica boa, conteúdo de relevância. Vou ler esse livro e os outros comentados no post com certeza. O livro da Marie Kondo li uma resenha e adorei, me deu um click! Essa é uma das mudanças em minha vida que estou buscando, qualidade de vida e aproveitar mais a manhã e odia. Eu acabo ficando o dia fora e minha vida pessoal começa a partir das 20:00 h em casa.

  2. Victória Morena 07/06/2017

    Depois do seu post de 2015 sobre o seu sono, eu venho tentando aplicar na minha vida. O que mais me atrapalha é que tenho compromissos de noite na igreja que faço parte, portanto, chego em casa por volta das 23h00 quatro dias na semana. Isso bagunça meu sono.
    Mas foi bom ver um post relacionado a isto novamente, vou analisar mais um pouco e tentar ajustar os meus horários novamente.

  3. Raquel 07/06/2017

    Estou lendo o livro, e louca para começar o desafio de 30 dias. O que mais me impressiona é que, há 1 ano, sem nunca ter ouvido falar sobre este livro, comecei a acordar 30 minutos mais cedo para fazer uma caminhada, e vejo como é impressionante o efeito que isto tem no resto do meu dia: como o exercício físico libera endorfina, já me sinto mais bem-humorada, com mais energia e disposição. Nos dias em que estou muito cansada e não consigo acordar a tempo, sempre me arrependo pois parece que passo o resto do dia me arrastando e sem energia. Então minha motivação ao acordar mais cedo é saber que aquilo vai me fazer bem, e principalmente saber que já estou começando meu dia fazendo algo para mim mesma, já que o restante do dia é em função de trabalho, familia, casa… Minhas únicas limitações ainda são o botão soneca e a crença de que preciso dormir mais, sempre que o despertador toca. Quando consigo vencer essa preguiça e fazer minha caminhada, também me sinto motivada pois sinto me superei.

  4. Adriana L Gieseler 07/06/2017

    Thais, você poderia fazer um post sobre essas “afirmações positivas” que mencionou? Se faz isso diariamente, como, que tipo de frases usa… Vou comprar esse livro com certeza!

    Ps: o seu livro está no top 1 do “meu hall de produtividade”.

    • Thais Godinho respondeu Adriana L Gieseler 08/06/2017

      Obrigada, Adriana! Costumo ler frases inspiradoras que coleciono ao longo dos anos no meu Evernote. Se preciso fortalecer alguma crença em mim mesma naquela semana, uso uma frase forte também que me impacte.

  5. Simone 07/06/2017

    Taís você me ajuda muito a melhorar a vida. Está fazendo presença na vida de muitas pessoas e escrevendo literalmente seu legado. Bj bem grande. Desejo sua recuperação com bastante saúde.

    • Thais Godinho respondeu Simone 08/06/2017

      Obrigada, Simone.

  6. Jess 07/06/2017

    a resenha veio em boa hora.
    Comecei uma nova rotina essa semana, onde tenho que acordar cedo (06h). Isso tem sido extremamente desafiador para mim, pois sempre acordei por volta das 9h. Estou em fase de adaptação e tentando MUITO não acordar zumbificada e sair de cada sem refletir o que estou fazendo. Mas tem sido difícil.

    Vou buscar esse livro para leitura 🙂

    • Thais Godinho respondeu Jess 08/06/2017

      O que me ajuda muito é ir dormir mais cedo e ter um ritual tranquilo para pegar no sono.

  7. Alice 07/06/2017

    Comprei o livro ontem, depois que vi o seu post no ig… obrigada pela dica, pretendo implementar esse hábito.

  8. Gabi Albuquerque 07/06/2017

    A dificuldade de ir dormir mais cedo também me impactou. haha Não li o livro, mas li sobre as recomendações matinais dele. No começo, fiquei me exigindo sabe? Ai fiz como você e estipulei um horário cabível a mim, criei meu próprio milagre da manhã, tenho lido, refletido, deixo algumas coisas para escrever nesse horário, antes fazia à noite. Aos poucos tem se encaixado e realmente faz diferença.

  9. Organiza-se 07/06/2017

    Não li, mas já estou louca para ler! Ao contrário da crença limitante citada no post, sou uma pessoa da manhã…como produzo! E posso dizer quanto mais cedo eu acordar, melhor fica!!! Amooo as manhãs. Meu problema é dormir cedo, por isso durmo muito pouco e quando chega a tarde, não sou ninguém (aí entra a minha crença limitante, rs!) Já dei tudo de mim e minhas energias estão caindo no período da tarde.

  10. Maria Cristina 07/06/2017

    É realmente muito bom acordar cedo e aproveitar a manhã.
    Fiquei desempregada em Dezembro de 2016, e por isso decidi tirar um curso do IEFP. Começei a frequênta-lo em Março último, e a ter que me apresentar no mesmo ás 8h00 da manhã, e por isso a ter que sair de casa por volta das 7h15m.
    Nunca na minha vida me tinha levantado tão cedo, e devo dizer que sempre fui pessoa de me levantar tarde. Estou a adorar, dá para fazer tanta coisa… E até ando com melhor “cara”!!! 😃

  11. Nelia 07/06/2017

    Eu sou vespertina. Odeio acordar cedo porque sou um zumbi pela manhã e simplesmente não consigo dormir cedo. Passei boa parte da minha vida acordando cedo por causa das exigência sociais, mas meu biorritmo nunca se adaptou. Fui uma excelente estudante porque tinha facilidade de aprender, mesmo estudando sempre de manhã. Mas, sou mais produtiva na parte da tarde. Hoje me dou ao luxo de entrar mais tarde no trabalho e saio mais tarde também. Contei tudo isso para observar que precisamos respeitar nossas características pessoais antes de promover mudanças drásticas em sua rotina a partir da experiência de outrem. Autoconhecimento é tudo.

  12. Josy 08/06/2017

    Obrigada pelos ótimas dicas. Tenho certeza que vão me ajudar bastante.
    Gratidão imensa!!!

  13. Cristina 08/06/2017

    Vou ler esse livro…. Levantar cedo pra mim é difícil.

  14. Valéria 08/06/2017

    Já tinha ouvido falar desse livro, mas não o li ainda. Sugestão anotada!

    Agora, sobre acordar cedo, e ser uma pessoa matinal, a minha experiência me diz que é MA-RA-VI-LHO-SO!!
    Como vc também mencionou, não consigo “madrugar” infelizmente, devido a minha sistemática do lar que me solicita até altas horas, mas isso é um dos meus objetivos de médio prazo: acordar mais cedo que todos os outros da casa.

    Faz-me lembrar de um post seu “como ser egoísta às 5h da manhã” (se não me engano). é justamente o que penso: quando tenho necessidade de um tempo só meu, seja para estudar ou apenas pensar na vida, esse horário é uma verdadeira benção!
    E ao contrário de muitas pessoas que conheço, gosto tanto de acordar cedo que, quando consigo, acordo até cantando!! rs

    O que me pega em cheio é justamente o horário de ir dormir. pq tb adoro dormir! rs
    aí eu tento equilibrar: durmo 7h ou 7h30 por noite, e tento sempre ir para a cama no mesmo horário.
    Os benefícios metabólicos que vc tb citou são vistos a partir de uma semana, pelo o que percebi comigo: parece que o corpo e a mente vão desacelerando automaticamente , te fazendo ir dormir na hora certa! é incrível!

    obrigada por me relembrar de como isso é tão importante!
    mais um incentivo para melhorar isso por aqui… rs

    Beijo, Thais!

  15. ALEXANDRA DE ALMEIDA 08/06/2017

    Tive o mesmo sentimento que você. Baixei uma amostra do ebook e desisti na primeira parte, pois parecia um texto de autopropaganda bem cansativo. Vou dar uma segunda chance.

  16. Debora 08/06/2017

    Gostei muito do tema Thais.
    Não li o livro mas já tinha lido alguns posts sobre o livro e ha 2 meses pratico parte do ritual.
    Não acordo supperrr cedo porque ainda não resolvi minha crença limitante sobre ser uma pessoa vespertina. Mas acordo mais cedo do que preciso normalmente para realizar o meu ritual. Nele faço uma oração que inclui visualização e muita gratidão como se já tivesse realizado (baseada no livro Segredos de um Antigo Modo de Rezar). Depois faço afirmações com EFT (emotional freedom technique). Escrevo minha lista de gratidão a noite, e vou analisar se fazer pela manhã seria melhor. Depois ouço algumas músicas que me fazem muito bem (sempre as mesmas, viraram âncoras para mim).
    Só isso já fez uma grande mudança pra mim. O ritual da manhã mais a lista de gratidão (na minha versão super simplificada de boulet journal) me deixaram mais leve e positiva. E a vida tem respondido na mesma vibração.
    Falta incluir o exercicio fisico, o silencio e a leitura …

  17. Helder 10/06/2017

    Esse não me pega.. kkk
    Ja tentei em outras epocas …Atualmente, alem da logistica, tem dia que durmo as 23:30, 00:00 em função de compromissos…me sinto melhor acordando mais por volta das 08:00.

  18. Juliana 12/06/2017

    Eu não li o livro mas li algumas resenhas e um vídeo da Rita. Eu também já tenho o hábito de acordar bem cedo (por volta das 5:00) e usava esse tempo para estudar (ler e fazer duolingo de alemão francês inglês e espanhol). Então incorporei essa práticas de meditar (faço meditação guiada de seis minutos), afirmações, visualizações, saudação ao sol ou uma série de alongamentos, escrevo no meu diário (procuro sempre agradecer algo de bom que vejo na minha vida e escrever as afirmações) e a leitura eu faço de livros grandes que não consigo carregar ou colocar no leitor (geralmente livros de arte e de arquitetura, minha formação). Pra mim é muito bom e só é viável acordar a essa hora porque eu durmo junto com meu filho às 20:30 – 21:00. Eu adoro e sinto falta quando não consigo fazer.

  19. Sabrina Mix 14/06/2017

    Thaís, no livro o autor diz que não precisamos das famosas 8h de sono por noite (ele diz que podemos nos contentar com apenas 4 ou 6h). Você já tentou fazer as Afirmações da Hora de Dormir? Tem me ajudado bastante a acordar energizada e motivada todos os dias às 5h, mesmo quando vou me deitar mais tarde.

  20. Questão anotada 26/06/2017

    Aproveitem a resenha e leiam o livro.
    É pequeno!!!