ou

Talvez você já esteja familiarizada(o) com Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus, autores do blog The Minimalists e alguns e-books sobre o tema. Eles têm uma regra muito interessante para destralhar a casa, que eu gostaria de apresentar para vocês e discutir também a viabilidade. Ela funciona da seguinte forma: se você não usou esse objeto nos últimos 90 dias, qual é a chance de usar nos próximos 90? E, se não há chance, por que mantê-lo afinal?

O que eu acho? Bem, penso em coisas que eu tenho como o casaco de inverno que uso apenas em situações em que faz realmente frio ou quando vou viajar para algum lugar onde faz mais frio que no Brasil. Pretendo usar nos próximos 90 dias? Até que sim, porque estamos nos aproximando do inverno… mas e se eu tivesse feito essa seleção próxima da chegada do verão? Será que não descartaria algo que não deveria? Então vamos dar uma problematizada nessa regrinha.

O poder dessa regra deles é na verdade nos fazer questionar sobre o uso de cada um dos objetos que nós temos em casa, e isso é importante para que a gente tenha um acervo de coisas que realmente façam sentido, atendam as nossas necessidades de vida ou a gente simplesmente curta muito usar.

Não precisa jogar fora algo que você não pretende usar nos próximos 90 dias (como no exemplo que eu dei de uma peça sazonal), mas vale a pena sim considerar se o uso futuro dela ainda faz sentido na sua vida. Isso vale para roupas, livros, itens perecíveis (cosméticos, por exemplo), objetos da casa de forma geral. Eu só não aplicaria essa regra para arquivos de referência, como documentos, porque isso a gente tem que guardar mesmo. Mas, de resto, vale a pena usar a regra como parâmetro, não como regra escrita em pedra. Aí ela pode dar certo!

Para não ser injusta, eles mesmos fazem esse adendo na página onde falam sobre a regra (em inglês). “Qualquer que seja sua regra”, eles dizem, “seja honesto(a) consigo mesmo(a)”.

Ou seja, se você se perguntar: usei isso nos últimos 90 dias (ou a quantidade de tempo coerente para você)? pretendo usar nos próximos 90? e a resposta for NÃO para ambas, questione se vale a pena, para você, dentro do espaço que você tem, manter esse objeto.

Vamos fazer o teste dessa regra e depois trocar ideias? Deixe um comentário aqui no post dizendo se você topa participar e, depois, o que achou! Uma dica é começar com uma categoria específica de coisas (ex: camisas).

Thais Godinho
09/05/2017
Veja mais sobre:
11
6 coisas para substituir agora na sua casa
Sua casa serve para você viver, não para armazenar coisas
Checklist para destralhar a casa antes de uma mudança