ou

Uma maneira legal de acompanhar os resultados dos seus cuidados com a saúde é criando uma nota no Evernote para registrar essas informações sobre sono, alimentação, atividade física e outras que você queira monitorar. Eu insiro meditação também, por exemplo, além de estado emocional, pois considero pontos importantes a serem analisados dentro do que chamo de saúde.

Vale lembrar que, antes de qualquer coisa, você precisa estabelecer um plano para você mesma(o). O que quero dizer? Se você não tem nenhuma rotina de atividade física estabelecida, por exemplo, vai querer monitorar o que, exatamente? O registro não vai fazer milagres – só vai te dar um cutucão e uma consciência maior daquilo que você está fazendo (ou deixando de fazer), mas por si só não serve como agente estimulador da coisa toda. Portanto, antes de criar a nota para registro, dê uma refletida sobre como está sua rotina de saúde hoje em dia para ver se antes de mais nada você não tem alguns projetos que precisa dar andamento.

Exemplos de projetos:

  • Implementar uma rotina diária de atividades físicas (inclui se matricular nas aulas de tênis, por exemplo)
  • Implementar uma nova dieta (inclui ir a um nutricionista, por exemplo)
  • Implementar um menu semanal na minha casa
  • Concluir curso online de meditação
  • E por aí vai

A ideia é que você possa criar uma nota com o checklist diário do seu “plano” de saúde, por assim dizer. Eu recomendo fortemente que você leia nosso texto sobre checklists para entender o conceito. Não se tratam de ações, mas de informações de referência que você usa apenas para verificar se está fazendo aquilo que normalmente deveria estar fazendo.

Depende muito de como você estrutura a sua organização no Evernote para inserir essa nota. Eu tenho uma pilha de cadernos de checklists. Dentro do caderno mais apropriado, tenho a nota “Checklist diária de saúde”.

[ ] Ao acordar: meditar 20 minutos [ ] Beber água morna com limão [ ] Tomar café-da-manhã [ ] Tomar vitamina [ ] Caminhar [ ] Lanche da manhã [ ] Até a hora do almoço: pelo menos 4 copos de água [ ] Almoço saudável [ ] Caminhar [ ] Lanche da tarde [ ] Até o final da tarde: pelo menos 4 copos de água [ ] Estado emocional ao final do dia: avaliar [ ] Estar na cama às 23h

O modelo acima é apenas um exemplo, ok? A ideia é que você personalize de acordo com o que, para você, são padrões legais de saúde diários.

Aí que entra a parte interessante da coisa toda. Se a checklist para você não bastar e você quiser registrar diariamente, use a sua checklist como template e, diariamente, copie e cole os itens em outra nota para ir “tickando”. Uma ideia é criar uma nota com um nome como “Registro mensal de saúde – Mês/Ano” e atualizar diariamente.

A imagem mostra a mesma checklist copiada em uma nota diferente, dia após dia. Por exemplo: Dia 1 de maio e a checklist embaixo, para que você possa marcar o que fez nesse dia. Depois, Dia 2, com o mesmo procedimento.

“Ai Thais, dá trabalho!”. Oras, basta não fazer. A sugestão fica para quem está sentindo necessidade nesse momento de fazer um acompanhamento mais de perto da sua saúde, o que nem todas as pessoas têm. Para mim, a checklist basta. Acho legal o registro em períodos específicos, especialmente quando estou implementando uma rotina nova, porque isso me deixa ligada.

Eu tenho uma etiqueta chamada “Log” no Evernote que utilizo para todos os tipos de registros que faço dessa maneira, desde saúde até outros, como trabalho. Como disse, não faço sempre, mas de tempos em tempos acho interessante dar essa monitorada e também gosto de ver como era antes.

E você, faz algo parecido? Acredito que a dica tenha sido útil? Por favor, deixe um comentário. Obrigada!

Thais Godinho
08/05/2017
Veja mais sobre:
Evernote
17
Manias incontroláveis podem ser transtorno obsessivo compulsivo (TOC)
O que fazer quando se está prestes a explodir?
Pessoas organizadas vivem mais