ou

Recentemente li o novo livro da Patricia Lages, “Lugar de mulher é onde ela quiser”, e gostaria de fazer uma resenha aqui para o blog. Já adianto que gostei muito do livro e recomendo para mulheres que trabalhem e/ou empreendam. Traz muitas dicas e orientações que teriam sido diferenciais no meu caminho se eu tivesse lido quando estava começando a trabalhar como PJ e a prestar serviços para pessoas e empresas diferentes.

O livro é dividido em duas partes: “Encontre seu lugar” e “Conquiste seu espaço”.

A primeira parte é dedicada à pavimentação do negócio e de você como empreendedora. O que é empreender, como saber se você tem o perfil, sobre ser especialista e ao mesmo tempo ter que ter multifunções, o que pode te impedir de crescer, como organizar o tempo, principais desafios, o impacto do empreendedorismo no relacionamento e muito mais.

Quando eu terminei essa primeira parte, fiquei muito impressionada como ela conseguiu ir em pontos-chave e que farão bastante diferença em qualquer empreendedora que o leia. Sabe, estamos mudando o mundo. E tudo é muito novidade não só para a gente quanto para as pessoas ao nosso redor, especialmente parceiros e crianças.

Na segunda parte, ela fala sobre a organização da empresa em si para que você decole: como começar, erros comuns, como administrar o seu negócio, como administrar as finanças da empresa, como conhecer o seu cliente, modelo canvas (!), branding, marketing no geral, relacionamentos com clientes e outros assuntos relacionados.

O capítulo final, “Você não está sozinha”, foi como um suspiro sincero de apoio. Terminei pensando: “que livro!”.

Sou suspeita para falar do trabalho da Patricia porque gosto muito de todos os seus livros anteriores (todos best-sellers, a saber: Bolsa Blindada 1 e 2 e Virada Financeira). Mas esse é sensacional. Nós, mulheres empreendedoras, precisávamos de um livro assim. Minha única reclamação é que eu não queria que a leitura acabasse! Eu poderia ler mais umas 200 páginas escritas pela Patricia sobre esse tema.

Traz orientações e reflexões mas também dicas práticas, tipo prints de planilhas, sabe? Mostrando ali, mão na massa, como fazer. Eu gostei muito e acredito que será útil demais para quem simplesmente não tem onde buscar orientações similares. Muitas vezes, a empreendedora é a primeira da família a abrir e tocar uma empresa. Pode ser algo muito solitário e com muitas cobranças.

Obrigada, Patricia, por um livro tão bacana. E você, que está lendo este post: já leu o livro? Por favor, deixe um comentário dizendo se gostou. Obrigada!

Thais Godinho
08/04/2017
Veja mais sobre:
Livros
5
Principais erros que uma pessoa que empreende comete e nem percebe
Livro: “Lugar de mulher é onde ela quiser” (Patricia Lages)
#GIRLBOSS ou: o que criatividade tem a ver com empreendedorismo feminino