ou

“Tenho 15 mil e-mails na minha caixa de entrada.” “Minha chefe me pede coisas demais!” “Sou interrompida o tempo todo no trabalho.” “Quando chego em casa é tanta coisa para fazer que tenho vontade de chorar.”

Existem algumas recomendações para lidar com o volume:

  1. Delegue o que puder. Faça disso um exercício. O que sobrar, que você não pode delegar, já vai ser o suficiente. Eu delego o tempo todo, mesmo o que não preciso. E isso me dá uma liberdade imensa para fazer com calma e realmente bem tudo aquilo que só eu posso fazer.
  2. Foque no mínimo necessário até aprender a controlar esse mínimo. O que eu quero dizer é que não é hora de começar “um projetinho” novo em casa para pintar a parede da sala se você ainda não conseguiu implementar o hábito de preparar suas refeições. Você pode fazer tudo o que puder, mas não ao mesmo tempo.
  3. Tenha padrões seus. Ou seja: para o meu dia ser mais organizado, que horas eu tenho que acordar? E isso significa que tenho que dormir que horas? Não importa se você precisa dormir apenas 5 horas por noite porque trabalha e estuda – significa que você não vai dormir 4 porque ficou olhando o Facebook no celular.
  4. Priorize a organização. O tempo que você passa descarregando a mente em uma lista no papel, esclarecendo cada um dos itens que escreveu, organizando em listas, revisando sua agenda e seus projetos, não é tempo perdido ou até mesmo “desejável”, apenas. Ele é extremamente necessário e, sem ele, você nunca sairá da situação atual. Quando eu sinto que as coisas estão ficando confusas, eu paro o que estiver fazendo para me organizar. Essa é minha prioridade: ficar bem. Até mesmo para poder cuidar de todo o resto que está me aguardando.
  5. Tire as coisas da mente. Acostume-se com a ideia de um cérebro externo e deixe a sua mente para ter ideias, ser livre, criar, escolher o que fazer, ou simplesmente estar presente.

O principal que você precisa saber é que o volume não importa, desde que tudo esteja claro e sob controle para você.

O que me ajuda enormemente é ter um método (GTD) – por isso falo tanto dele aqui no blog. Isso não foi algo que agregou – foi algo que literalmente mudou a minha vida. Eu sou publicitária, e costumava trabalhar em casa, sem horário para sair da agência muitas vezes, e isso em uma época que ainda nem tinha What’s App. Depois de ficar doente, eu comecei a me interessar pelo assunto produtividade, e encontrei esse método que funcionou para mim. Você pode se dar melhor com outros. Mas aqui eu costumo passar a minha experiência, então é natural que fale sobre ele.

E não é do dia para a noite que eu “mudei”. Mudo o tempo todo, aprendo novas maneiras de lidar com tudo o que entra na minha vida, ficando cada vez mais tranquila, mesmo nas condições mais adversas.

Nesta página você encontra um guia para implementar o método, se quiser, mas você não precisa implementar tudo para sentir benefícios imediatos. Uma ou duas coisas já fazem toda diferença. Implementar tudo, no entanto, pode ser transformador.

Uma coisa é certa: volume não é o problema, mas não é possível organizar tralha. Vale a pena tirar aquilo que não faz sentido no momento e, todo o volume que restar, esclarecer e controlar.

Thais Godinho
23/03/2017
Veja mais sobre:
16
A importância de manter listas separadas
Guia do Vida Organizada para aplicar o GTD no Todoist – Parte 6 – Organizando projetos em andamento e para algum dia / talvez
Reorganizando projetos

 

  1. Andrea Portella 23/03/2017

    Daqueles textos que mudam o astral, o dia, a vida… Obrigada, Thais.

    • Thais Godinho respondeu Andrea Portella 23/03/2017

      <3

  2. Paula 23/03/2017

    Seus textos sempre perfeitos!
    Estou focando muito no item 2 no momento, tem muitas coisas que eu gostaria de fazer mas sei que no momento é deixar o essencial em ordem e funcionando muito bem e aos poucos vou acrescentando outros projetos/atividades.
    Você falou sobre o destralhe, comentei aqui que fiz o destralhe quase completo no final do ano. Acabei não conseguindo fazer na cozinha e olha..é o lugar da casa que mais tem me atrapalhado no momento! Esse destralhe mais completinho no final do ano foi essencial para eu começar o ano bem.

    • Thais Godinho respondeu Paula 23/03/2017

      Olha só que depoimento legal. Adorei, obrigada por compartilhar. Depois que destralhar a cozinha me conta como foi!

  3. Abe Gomes 23/03/2017

    Adorei!!

  4. Claudia Coelho 23/03/2017

    Ah Thais… me dá aqui um abraço!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Que post perfeito!!!! Você é incrível!

  5. Nina 23/03/2017

    Nossasinhora, Thaís!!! Ou você é advinha ou faz muitíssimo bem seu trabalho. Por que olha, vou te contar que estava para endoidar por esses minutinhos antes de decidir vir aqui e procurar os textos que sempre me ajudam, que são: organize seus horários e tarefas, como definir prioridades e como começar com o gtd no papel. E aí me deparo com esse pequeno grande (de grandeza mesmo) texto. Sei que ouves isso o tempo todo, mas era o que eu precisava mesmo. De hoje e para sempre. Tô em processo de aviso prévio, quero empreender, mas não sei onde ou com o quê, quero organizar a minha casa, quero fazer um planejamento financeiro, PRECISO voltar a terapia, tenho que fazer o check up. Decidir se fico aqui ou volto para a minha cidade natal ou se aceito o desafio de SP. E tannnntas outras coisas que sei que muita gente aqui sabe o que é enfrentar os nossos leões diários. Às vezes, antas. Com todo o respeito as antas. Depois de um dia mega estressante no trabalho, vim no ônibus pensando: “preciso fazer uma operação de descarrego (da mente) senão endoido”. Corri aqui e aí, chegastes e dissestes: acalma aí, fia e prestenção nos paranauês. Que alívio! Muito, muito, muito e muito obrigada. Hoje, você salvou a minha vida. PS: claro que você faz o seu trabalho muitíssimo bem. Um abraço apertado de pura gratidão. 😘

    • Thais Godinho respondeu Nina 24/03/2017

      Eu que agradeço. <3 E fico muito feliz por ajudar.

  6. Fernanda 24/03/2017

    Oi, Thais!

    O grande problema de delegar, muitas vezes, é saber que determinada obrigação não será bem feita ou, pior, não será nem feita. Confesso que eu cansei um pouco de delegar certas coisas!

    Beijinhos

    • Thais Godinho respondeu Fernanda 24/03/2017

      Então pode ser que você tenha um projeto de capacitação de pessoas. 😉

  7. Jess 24/03/2017

    Só verdades! Quando as coisas estão organizadas, não importa o volume, conseguimos dar conta. O problema é sempre esse: clarear.

  8. Ju 24/03/2017

    Adoro ler seu blog…gostaria de saber quais mais você recomenda sobre o assunto, estou a procura de alguns interessantes sobre o tema”produtividade”

  9. Simone 26/03/2017

    Thais de todo coração muito obrigada por dividir seu conhecimento seus sentimentos sobre viver uma vida organizada. Isso significa tanto. Pode significar uma vida!!! Mesmo!!! Bj bem grande e Obrigada!!!!Simone

  10. […] Caos não depende do quão ocupada você está […]

  11. Luciana 30/03/2017

    Thaís, precisava comentar!
    Hoje eu estou trabalhando em três escolas – sou professora – faço mestrado, tenho uma filha ainda pequena e nenhum parente próximo pra dar aquela mão quando tudo aperta. Há alguns anos, com metade destas tarefas eu estaria surtando! Ainda existem semanas terríveis? Sim, mas é impressionante como estou lidando com tudo sem enlouquecer, e olha que nem consegui implementar completamente o GTD!
    Tenho muito, muito a agradecer por tudo!
    <3