ou

Quando se fala em planejamento, duas coisas vêm à mente: 1) afffff, dá trabalho e 2) não tenho o que precisa. Balela! Você já tem tudo o que você precisa: sua mente. E, é claro, papel e caneta, ou qualquer ferramenta que você normalmente utiliza para fazer anotações.

É importante entender que o planejamento não é um evento, ou algo que a gente faz só de vez em quando. Planejar as nossas atividades, com variadas frequências, faz parte da vida. Todo mundo já se obrigou a sentar e fazer uma lista de tarefas para se organizar em um dia cheio de coisas para fazer, assim como já fez uma lista de resoluções ou metas para o ano novo. Planejar faz parte da nossa vida e é tão importante quanto qualquer outro tipo de atividade. Não é algo para fazer “se der”. É algo para fazer justamente “para dar”! Para ter tempo, para antecipar as coisas, para não sair atropelando tudo e fazendo de qualquer jeito.

Existem diversos tipos de planejamentos e eu vou citar os que eu recomendo:

  • Planejamento por frequência: anual, mensal, diário etc.
  • Planejamento por situação ou projeto: viagem, volta às aulas, mudança etc.

O planejamento por situação é aquele que normalmente a gente faz quando sente necessidade de organizar alguma coisa. Quando uma equipe se junta para definir as fases de um projeto da empresa, ou quando você planeja o roteiro de uma viagem que irá fazer. Esses planejamentos dependem muito de cada situação e da complexidade da mesma. Você pode ter projetos simples (organizar a viagem do final de semana), assim como alguns mais complexos (implementar um novo sistema de intranet na empresa).

A coisa pode se aprofundar tanto que existe algo chamado gerência de projetos, com curso, certificação, especialização e muitos estudo envolvido. Caso você se interesse, é uma área profissional muito ampla para você curtir. E é claro que, para os seus projetos pessoais (seus como indivíduo, mesmo os projetos de trabalho, que você é responsável), você não precisa saber tudo isso. Para esses projetos, você pode usar algo mais simples, porém muito legal, chamado Planejamento Natural de Projetos, que vem do GTD (um método de produtividade criado por David Allen e que eu, Thais, utilizo há muitos anos).

O planejamento por frequência é o que deixa a vida mais interessante porque é uma maneira de manter a vida sob controle e com perspectiva. As prioridades ficam claras. Nada passa desapercebido. Você prevê situações, se antecipa, e consegue ter uma vida mais organizada.

Por que é importante, por exemplo, fazer um planejamento anual? Nós vamos ver em um post futuro como fazer exatamente, mas a ideia é ter uma visão geral do ano que está vindo, férias (suas e dos seus familiares ou colegas de trabalho, que impactam diretamente na sua vida), viagens, feriados, sazonalidades, grandes eventos, aniversários. Com isso, dá para ter um panorama do ano novo e prever alguns acontecimentos, ou até mesmo verificar que época seria legal para iniciar determinados projetos (ex: reforma da cozinha). Também serve para analisarmos nossos objetivos de médio e longo prazo e verificar se estamos no caminho certo.

Cada frequência de planejamento traz seus benefícios. O planejamento semanal, por exemplo, dá mais controle de prazos, compromissos e deslocamentos. Todos os planejamentos por frequência nos ajudam a ter uma vida mais tranquila e organizada.

planejar

Sobre ferramentas, repito o que falei lá no começo: você precisa apenas da sua mente, papel e caneta. Mas claro que você pode usar ferramentas tradicionais de organização, como agendas, cadernos fofos, post-its e canetas coloridas. Fique à vontade para usar aquilo que você curte mais, porque gostar do processo é parte importante desse planejamento. Nada de usar uma planilha se você detesta aquele visual. A efetividade da organização tem tudo a ver com a gente respeitar a nossa essência, porque só assim consegue fazer com ela se torne um hábito real.

Conte-me um pouco como são os seus hábitos de planejamento hoje aqui nos comentários. Você já costuma planejar os seus projetos? E esses planejamentos por frequência (mensal, anual), você já faz? Obrigada pela participação desde já!

Thais Godinho
11/11/2016
Veja mais sobre:
De férias/folga
61
Vale a pena comprar um leitor de e-book mesmo já tendo um tablet?
Melhores livros lançados em novembro 2015
Rotina noturna do filhote

 

  1. Layana 11/11/2016

    Eii.. muito ansiosa em participar do projeto !
    Eu costumo planejar semanalmente a limpeza da casa e a rotina de estudos, estabelecendo horários e tal, mas nessas ultimas semanas estou me sentindo tão esgotada que furei todos os dias com meu planejamento. Espero que receba um jato de ânimo pra continuar com minha organização!
    Sempre acompanhando seu blog, tem me ajudado muito ! =*

    • Luan G respondeu Layana 11/11/2016

      Quando eu comecei a tentar me organizar, acabava me desanimando tbm por não conseguir seguir o que planejei, mas acabei percebendo que eu planejava fazer coisas demais, de um jeito que eu não iria conseguir fazer rsrs e percebi que quando eu nem tentava me organizar, eu ficava totalmente pedido rsrsrs fazendo um planejamento, mesmo que seguido sem tanta disciplina, já tem me ajudado bastante rs melhor um pouco organizado do que totalmente perdido rsrs

      • Luan G respondeu Luan G 11/11/2016

        Fazer um planejamento mesmo que*

      • Evelise Bernardi respondeu Luan G 14/12/2016

        Amei a sua frase: Melhor um pouco organizado do que totalmente perdido!!!

  2. Renata 11/11/2016

    Dá até vergonha de dizer, mas meu planejamento anual se resumia a uma lista do que eu queria fazer no ano seguinte. É claro que essa lista de desejos sempre furava. A última que eu fiz foi no final do ano passado…kkk…Ah, Thaís, por favor me ajuda!

  3. Fernanda 11/11/2016

    Uma das coisas mais importantes que demorei a aprender, mas um dia entrou na minha cabeça (graças ao blog), é que não preciso de muita coisa para me organizar. Eu acabava comprando milhares de coisas, e além de não conseguir me organizar, ficava com mais tralha acumulada.
    Este ano, coloquei em prática as orientações que você me deu no Workshop Organize Sua Vida (e sessões avulsas) e foi um dos melhores anos da minha vida: cada dia me organizo melhor, adquiri hábitos que estava tentando há tempos, meus projetos estão caminhando e minhas prioridades definidas. Posso dizer que minha ansiedade melhorou 100%, pois hoje eu sei exatamente o que preciso fazer e, ao relaxar, sei exatamente o que não estou fazendo.
    Acredito que as revisões periódicas foram grandes responsáveis por eu estar no caminho certo – iniciei implementando as revisões semanais, depois acrescentei as mensais e sazonais e este ano irei fazer a primeira grande revisão anual, com a diferença de que não terei resoluções de ano novo, mas sim darei continuidade aos projetos nos quais já venho trabalhando. Gostei e vou participar dessa série de posts, pois cada vez que leio ou releio seu conteúdo, consigo simplificar e aprimorar meu sistema.
    Todos falam isso, mas Thaís, você mudou a minha vida e nunca vou encontrar nada que seja suficiente para te agradecer.
    Um abraço,
    Fernanda

    • Thais Godinho respondeu Fernanda 20/11/2016

      Obrigada <3

  4. Valéria Félix 11/11/2016

    Olá! Muito legal essa temática, tudo haver com o clima de final de ano. Eu utilizo um caderno de projetos, alguns caderninhos para estarem sempre comigo (conforme o tamanho da bolsa eu escolho o caderno) que são para anotações de ideias, uso tambem post its, agenda fisica, do google e ferramentas para listas. Gosto muito de fazer os planejamentos sazonais pois eles nos mostram que estamos no controle e muitas vezes percebemos que poderíamos comecar a fazer algo que queríamos há tempos exatamente a partir daquele momento.

    Obrigada Thais pelas inspirações!

  5. Luan G 11/11/2016

    Eu costumo fazer um check list por projeto, com coisas que preciso fazer e tal. No planejamento semanal eu faço um check list no domingo e deixo um espaço pra ir colocando tarefas que vão aparecendo durante a semana, mas o mensal eu não sei bem como fazer, acabo colocando compromissos na agenda e só rs e o anual, acho que nunca nem tentei fazer rsrsrs

  6. Hellen Gomes 11/11/2016

    Tenho hábito de me planejar, fazer listas e sou do tipo que usa papel e caneta, esclareço melhor a minha mente assim, porém adoro a agenda do google para visualizar meus compromissos pontuais.

    A agenda de papel serve como um caderno de entrada, alem de anotar ali meus compromissos, serve para eu depositar os assuntos que vão surgindo ao longo do dia, funciono assim, o mais legal dessa parte é ver o que desencadeia certas ideias e pensamentos. Divido a folha da agenda para os compromisso do dia e para o “descarrego do cérebro” assim as informações não se misturam. Ela se torna quase que um diário ou relatório do dia.

  7. Adriana Moreira 11/11/2016

    Eu amo o assunto organização. Olha só que contraditório: Gosto, mas não consigo me organizar da forma que eu gostaria. Tenho muitas atividades e pouco tempo para realizar tudo o que tenho pra fazer. Isso se deve, na maioria das vezes, porque não conto com a ajuda do restante da família, se eu não fizer, muitas coisas não andam. Já tentei colocar ordem, mas acabei me estressando com a resistência dos demais. Mas, continuo tentando.
    Eu costumo ter um planejamento semanal para limpeza da casa, lavagem de roupas e outras atividades do tipo. Nem sempre dá pra seguir ao pé da letra, mas eu não desisto e tenho uma casa relativamente organizada. Cozinhar, eu desisti, sempre comprava verduras, outros alimentos e nunca conseguia fazer do jeito certo… Fiz a opção por comermos fora. Temos um restaurante vizinho à nossa casa, isso descomplica essa parte! Porque se eu for fazer comida, quando chegar à noite, cansada, não vou render nada no dia seguinte. Não consigo mais fazer isso. Na minha casa não tenho ajudante, nem diarista e ainda sou a única que dirige, levo e trago os outros membros da família na maioria dos locais que frequentam. Esse ano, coloquei meu filho para ir de ônibus para a faculdade, porque não dou conta de deixá-lo lá e chegar no trabalho num horário aceitável, já levo meu marido ao trabalho e de lá vou para o meu… Rotina dura! Mas, estou aos poucos estudando o GTD no livro do David Allen e sempre venho aqui para retirar dicas para otimizar meu tempo e trabalho!
    Adotei as pastas sanfonadas para colocar as contas e não atrasar nenhuma e utilizo o Todoist, além da Agenda Google para não esquecer compromissos importantes! E tenho planilha no excel para controlar os gastos e as compras do que necessito durante o mês. É um desafio deixar tudo 100%, mas tenho sempre pensado em algumas modificações para melhorar minha qualidade de vida e não me deixar ficar louca… kkkkkk

    Obrigada por nos ajudar em tudo isso, Thais!

    Abração,

    Drica.

    • cleber respondeu Adriana Moreira 28/12/2016

      Me visualizei agora! Só ainda não estou estudando o livro do David Allen, mas logo começo.

  8. Helena Rodrigues 11/11/2016

    Olá Thais! Sua fã de Portugal aqui 🙂 eu uso agenda em papel, gosto muito de escrever e riscar as tarefas depois de concluídas. Como em 2017 vou casar-me, vai ser ainda mais essencial manter tudo organizado! Obrigada pela sua ajuda, é uma inspiração.

  9. Gabriela Vidal 11/11/2016

    Thais, eu confesso que estou decepcionada comigo este ano, comecei 2015 super organizada e mantive isso até 2016, porém lá por julho/agosto, comecei a relaxar demais, e hoje estou me vendo perdida, principalmente nas coisas da faculdade. No trabalho eu consigo manter a organização, uso a agenda e só e isso super funciona. Porém para a faculdade e vida pessoal, vou precisar me adaptar novamente. É uma das minhas metas de 2017, porém quero começar já em 2016 a organizar tudo! Estou com você nessa! Adoro o Vida organizada e o jeito como você simplifica essas coisas!
    Abraço

  10. Erika Miguel Silva 11/11/2016

    Graças a vc e ao blog já me organizo anual e mensalmente tem alguns anos, isso me ajudou bastante e tenho realizado muitos objetivos que não conseguia antes, mas tenho dificuldades em manter o foco no dia a dia, acabo levando sempre mais tempo para terminar o que proponho por causa da procrastinação (ah danada!).
    Auto-conhecimento foi uma coisa que me ajudou bastante! Nem sabia que isso influenciava tanto!
    Aguardando mais posts sobre planejamento. Obrigada.

  11. Suzana S. 11/11/2016

    Oi Thais! Tenho o costume de planejar mais por eventos (férias, aniversários, projetos específicos) e também um planejamento semanal e diário. Ainda me sinto um pouco perdida e dando a desculpa de que “falta tempo” para este planejamento de longo prazo.
    Desde que conheci o seu blog e o método GTD, tenho tentado, mas ainda não consegui efetivamente fazer disto uma rotina, por isso estou esperando com muito carinho esta série 😉 Bjs

    • Thais Godinho respondeu Suzana S. 11/11/2016

      Tenho certeza que os posts do mês vão ajudar. <3

  12. Elói Carneiro 11/11/2016

    Eu uso o Evernote para me organizar, tenho 3 blocos de notas, Entrada, Arquivo e Lixeira. Tudo o que estou fazendo ou que tenho que fazer fica em Entrada. Dai tenho uma nota com o nome do mês e ano onde aplico alguns conceitos de Bullet Journal, nessa nota fica centralizado o meu checklist com as atividades que tenho que fazer, as atividades delegadas para outras pessoas e por fim as atividades concluídas. Tem hora que preciso registrar algumas informações referentes a alguma atividade, nesse caso crio uma nota e link ela no checklist. Quando termina o mês eu mando essa nota para a Lixeira e crio uma nova para o novo mês, com apenas as atividades em aberto. E para compromissos ou eventos eu uso o Google calendar

  13. Luciana 11/11/2016

    Oi Thais, também estou ansiosa em participar dessa “construção”.
    Durante muito tempo, fiquei naquela de “deixa a vida me levar…” e agora é necessário planejar absolutamente tudo e (re-)aprender o tempo todo.
    Seu blog e dicas do GTD tem sido instrumentos muito valiosos pra mim, pois estou numa fase de recomeço (uma separação é sempre complicado neh, mas enfim..) e estou lendo e estudando tudo que posso para melhorar minha vida em vários aspectos.
    Confesso que ainda me embolo um pouco no esclarecimento no GTD (conforme coloquei la no GTD Brasil) e você sempre simpática e atenciosa me respondeu e foi no ponto chave.
    Agora estou lendo o livro com calma, me controlando para chegar até o fim e só depois na segunda leitura, fazer a implementação de forma correta e estou amando.
    Desculpe o textão (hihihi), mas quero fazer de 2017 um ótimo e então vamos começar a planejá-lo! Bjo

    • Thais Godinho respondeu Luciana 11/11/2016

      Obrigada por comentar!

      • Saionara respondeu Thais Godinho 11/11/2016

        Thaís
        Adoro o teu blog, já pensaste em dar uma palestra sobre organização em Lisboa. Seria ótimo
        Bjs e parabéns pelo sucesso 😘🙏🏽

        • Thais Godinho respondeu Saionara 12/11/2016

          Já sim! Mas essas palestras precisam ser custeadas por algum contratante! Se conhecer alguém interessado, por favor, me fale!

          • Sofia respondeu Thais Godinho 12/11/2016

            Olá Thais!
            O Porto também está à espera!
            Sonho! 🙂
            Bj

    • Evelyn dos Santos Mata respondeu Luciana 16/11/2016

      Taí!!! Reler o livro… projeto de final de ano! Ano passado reli, mas esse ano tinha esquecido… obg por lembrar!

  14. Ana Emilia 11/11/2016

    Sim, costumo planejar tudo. também adoro isso. Finanças planejo em planilha de excel que eu mesma fiz, pois nenhuma que eu baixava na internet tinha as minhas peculiaridades. O dia a dia gosto de planejar usando agenda de papel, adoro uma agenda e já estou em busca de uma para 2017. Projetos maiores anoto parte na agenda, próximo à data que preciso pra ter um controle, e parte em um caderno, para anotar detalhes. Por exemplo, revisão do carro: tenho tudo anotado, a primeira revisão, trocas subsequentes de óleo e etc., algum conserto efetuado, como um histórico, e anoto na agenda do ano as coisas que tenho que mexer no carro naquele ano, mas o histórico está no caderno. Isso facilita muito. É tudo bem prático, porque não deixo acumular e vou conseguindo manter essa sistemática. E faço assim com viagens e outros projetos.

  15. Carlos 11/11/2016

    Sempre quando tento planejar algo me sinto sufocado com tanta coisa que quero fazer e acabo não planejando. Acho que a quantidade de coisas a fazer e o excesso de detalhes nos planejamentos me desistimulam

    • Thais Godinho respondeu Carlos 11/11/2016

      Obrigada por compartilhar. No geral eu observo que, quanto mais a gente planeja, mais tranquilo fica com relação às coisas, mas isso leva um tempo. Do contrário, a sensação de sobrecarga é frequente. Eu concordo que ninguém merece um planejamento com muitos detalhes, que muitas vezes são desnecessários para a coisa toda andar.

  16. Robertha 11/11/2016

    Thais, assim como vários leitores, estou aguardando ansiosamente os próximos posts.
    Tenho seguido, com relativo sucesso, a rotina de limpeza semanal da casa, além de inserido na agenda os deslocamentos… mas quero muito mais, especialmente na vida pessoal/familiar. A minha rotina no trabalho está bem planejada/organizada, mas todos as outras áreas estão à deriva.
    Percebi que cada tentativa de me organizar (armários, finanças, alimentação, etc) é uma frustração sem tamanho, o que me deixa sem ânimo de tentar de novo. Por isso decidi buscar ajuda em cada uma dessas áreas, pra dar o primeiro passo, sair do lugar.
    Estou motivada para 2017, e tenho certeza que o VO me ajudará demais.
    Um excelente ano pra vc… sucesso!

    • Thais Godinho respondeu Robertha 11/11/2016

      Robertha, eu recomendo que você organize aos poucos, por categorias. Em vez de organizar o guarda-roupa inteiro, por exemplo, organize as camisas. Amanhã, você organiza outra categoria. Espero que funcione!

      • Alessandra Caparroz respondeu Thais Godinho 11/11/2016

        Muito legal essa dica Thais, eu fiz isso com as gavetas e deu super certo! 😉

  17. Thaisa Werner 11/11/2016

    Oi Thaís!
    Muito legal esse seu projeto, vai me ajudar bastante a me organizar para o ano que vem que vai ser um ano muito importante para mim: Ano de TCC rsrsrs
    Eu estou começando aos poucos me organizar mais, no momento faço planejamento mensal, semanal e diário.
    Muito obrigada pela ajuda !
    Beijos

  18. Alessandra Caparroz 11/11/2016

    Super ansiosa pelos seus posts sobre planejamento, tenho tentado aplicar o GTD na minha vida desde que conheci seu blog, no momento organizo meus projetos no Todoist. Mas ando muito devagar, não tenho me sentido produtiva… Vou aproveitar essa temporada de planejamento do Vida Organizada pra melhorar meu desempenho! #foco PS. Amo seu blog! <3

    • Thais Godinho respondeu Alessandra Caparroz 12/11/2016

      Obrigada <3

  19. Oi Thaís!
    Eu consegui manter uma rotina de planejamento no trabalho. Consigo planejar minhas tarefas diárias, sempre tenho na mesa uma agenda em que eu listo tudo que preciso fazer no dia. E quando vão surgindo tarefas para algum dia em especifico eu já coloco na data certa pra não esquecer.
    Ainda não consegui aumentar essa planejamento para longo prazo e não consegui me organizar para projetos que quero tirar do papel (como inicio de freelas, lançamento de um blog pessoas e essas coisas).
    Esse ano consegui organizar a parte financeira da vida, tenho uma planilha com todos os meus gastos e consigo analisar minhas ações. Confesso que ainda tenho certa dificuldade em controlar o dinheiro mas estamos caminhando para deixar tudo 100%!

  20. Leticia Schein 11/11/2016

    Oi Thaís!

    Tenho seus dois livros, mas até para ler eles preciso me planejar, um dia leio seus livros, no outro dia estudo, no outro vou pra academia e por ai vai…
    Estou com bastante expectativas sobre seu projeto, com vontade de aprender mais e mais.
    Eu me planejo inicialmente de forma mensal, aí alinho o que posso durante a semana, e no dia planejo horários caso aconteça algum imprevisto.
    Conheci o Todoist aqui no Vida Organizada e hoje faço muito uso dele.
    Seu blog tem me ajudade bastante há bastante tempo, principalmente com as check lists, leio elas e penso “nossa, eu nunca fiz determinada coisa”, muito interessante.

    Obrigada mesmo!
    Até logo!

  21. Fernanda Bragança 11/11/2016

    Amei você ter falado sobre planejar por épocas. Faço muito com as tarefas recorrentes do GTD. É ótimo. Tenho muito mais controle e consigo executar tudo com o sistema do GTD.

  22. Franceline Rodrigues 11/11/2016

    Ei, Thais, bom… Eu gosto muito de planejamento e às vezes acho que esse entusiamo me atrapalha um pouco, já que faço esses dois tipos de planejamento (frequência e por situação) e uso vários instrumentos: a agenda do Google, planilhas, cadernos pequenos, cadernos grandes, agenda… E isso não sei se é bom ou ruim, pois passo a me concentrar em várias formas de registro, deixando o planejamento difuso demais.

    • Thais Godinho respondeu Franceline Rodrigues 12/11/2016

      A chave é ter um processo para saber quando revisar, e o quê.

  23. Ju Maria 12/11/2016

    Gostei das orientações Thaís, eu sempre tento me focar, prefiro o papel e caneta, mas na correria, quando preciso anotar algo e o bloco não está na minha bolsa, acabo utilizando o celular. Então minha organização é um pouco desorganizada rs, pois não consigo utilizar apenas o bloco de anotações, mas uso o celular junto para as anotações mensais e semanais. É errado?

    • Thais Godinho respondeu Ju Maria 12/11/2016

      Você pode ter diversas ferramentas de captura, desde que tenha um processo para esclarecer o que capturou em todas elas.

  24. Geovanna 13/11/2016

    Passei o ano de 2016 lendo, relendo, praticando, mas continuo com muita dificuldade em estabelecer uma rotina (que seja diária, semanal ou mensal) que faça confiar no meu GTD. Acabo me perdendo e qdo vejo todo o trabalho inicial que fiz de organizar já ficou desatualizado… e eu longe de uma vida consistente em planejamento e organização.

  25. Tais 13/11/2016

    Estou lendo o livro e implementando o GTD. Nem tá tudo rodando ainda, mas já tá fazendo a maior diferença, principalmente no sentimento de queeu posso sonhar e REALIZAR qquer coisa q eu queira. E ter a mente clara como água. Como não amar?

  26. Aline 13/11/2016

    Thaís sigo seu blog há uns 3 ou 4 anos.Ele é muito inspirador, o problema é que estiu com um bebê de quase 3 meses, uma vida completamente modificada e a sensação de exaustão contínua.
    Muitas vezes acho que voy sucumbir. a questão é que quero mudar de carreira e não colocar meu filho na creche antivírus s de 1 ano e meio.

    Comprei seu livro e estou tentando me organizar. Trabalhoso, mas continuo tentando.

    Bjos e obrigada pelo incentivo.

  27. Ingrid Alves 13/11/2016

    Estou adorando suas dicas de planejamento.. Esta semana comecei a utilizar o Bullet Journal, porém tive uma mudança drástica no trabalho que acabei furando o meu planejamento. Hoje retorno ao planejamento.

  28. Dani Braz 19/11/2016

    Boa noite! Me planejo conforme a demanda, sou indisciplinada ( tentando mudar).Uma coisa que aprendi foi a parar de comprar as agendas mas lindas só porque gosto. No fim não lembro de abrir e acho um peso a mais para carregar na mochila. O google calendar me ajuda muito mais, pois tem os lembretes, e eu sou distraída…Além disso, é gratuito e está sempre comigo no smartphone!

  29. Claudiane 21/11/2016

    Eu passei o ano inteiro de 2016 buscando fórmulas, textos, agendas, aplicativos que me auxiliassem na organização. Minha vida literalmente é uma bagunça! E 2016 a minha paciência e mente foi testada de diversas maneiras. O que me mostrou duas coisas: Primeiro, a vida é surpreendente, não dá pra adivinhar o que vai acontecer, mas por mais deixe-a-vida-me-levar que eu seja tem que estar preparado pra não bater de cara nas paredes/barreiras que aparecem pelo caminho. E Segundo, o pouco que consegui me organizar foi de muito valor nas mudanças que ocorreram, não foram o suficiente, mas deu pra ter certeza de que se houver mais disciplina e comprometimento eu posso fazer tudo fluir bem.
    Eu tenho uma natureza preguiçosa e isso traz outros males pra minha vida como a indisciplina, o conformismo, e a insegurança. Tenho certeza não dá pra mudar da água pro vinho de uma hora pra outra, também não dá pra aplicar tudo o que aprendi durante o ano de uma vez só e esperar que tudo funcione sozinho. É preciso começar aos poucos, por partes ou fases, tornar isso uma meta com etapas e ir construindo aos poucos uma rotina, que seja absorvido pelo meu dia-a-dia como almoçar, escovar os dentes, é necessário tornar isso uma parte de mim. E se eu posso mudar o arroz com feijão para verduras e carnes tbm posso adaptar o minha forma de organização.
    Eu aprendi muito com esse blog, ele meio que virou meu tomo de pesquisa para diversas áreas da minha vida. Obrigada ^^

    • cleber respondeu Claudiane 28/12/2016

      Eu li em algum livro, que o melhor é adotar uma micro resolução, fácil e limitada que impacte ou vai impactar todo o restante.

  30. Rosilene Gomes de Castro 02/12/2016

    Ola!
    Boa tade Thais!
    Gostaria muito de orientação pois tenho 4 filhos e estou toda perdida já tentei me planejar de várias formas mais não consegui.
    Me ajude por favor!

  31. Cássia 02/12/2016

    Eu não planejo nada… estou totalmente perdida na vida, como se meu dia tivesse menos horas que das demais pessoas. Trabalho 9 horas por dia, mas não encontro tempo pra mais nada. Preciso de ajuda!

  32. […] O que eu preciso ter para me planejar? […]

  33. Thais 07/12/2016

    Oi, Thais!

    Eu sempre gostei muito de organização e tenho facilidade em planejamento desde criança, então isso sempre fluiu um pouco naturalmente. Porém senti necessidade de buscar ferramentas melhores quando de fato cheguei no período de responsabilidades da vida adulta (trabalho, independência, casamento, finanças, rotina etc). Encontrei dois grandes desafios: pouco tempo para tantas tarefas e gerenciar ações de acordo com os compromissos.
    Desde criança uso o papel e caneta e sempre adorei as listas. Às vezes eu escrevia alguma tarefa irrelevante só para ter o prazer de riscá-la e ter a sensação de dever cumprido!
    Encontrei o seu blog esse ano e foi aquela explosão de ver tanto material disponível sobre esse tema! Sempre consulto o site e acompanho os posts. Adoro!

    Meu planejamento: semanal, mas dependendo da situação é diário.

    Ferramentas: sempre usei papel e caneta e google agenda, mas depois de testar ferramentas que você indicou, gostei do Wunderlist.

    Desafio: tenho um marido que super divide todas as “quests” (como chamamos nossas tarefas) e gosta/incentiva minha gerência-da-organização. Eu sou a responsável por fazer as listas e planejar/encaixar na agenda, então ele segue o que eu anoto. Ele é uma pessoa organizada, mas é controlado. Já eu tenho dificuldade em lidar quando não conseguimos cumprir as metas ou quando ele não enxerga com a mesma urgência que eu. É uma coisa que sempre conversamos e eu tento melhorar, mas ainda encontro desafios. Já vi que você escreveu algumas coisas no blog sobre isso, mas seria bom se resumisse um combo de dicas, o que acha?

    Beijos e obrigada por tudo!

    • Thais Godinho respondeu Thais 08/12/2016

      Oi Thais, tudo bem?

      Gosto muito da abordagem do GTD, que é a de renegociar acordos. Comigo e com outras pessoas. E aí, nos próximos planejamentos, aplicar esses aprendizados. Por que não funcionou da última vez? Como fazer melhor agora?

  34. Filipa Correia 17/12/2016

    Olá Thais!
    Tenho 2 dúvidas em relação ao planeamento:
    1. Faz sentido fazer 2 momentos de planeamento semanal, um para assuntos relacionados com trabalho e outro a nível pessoal?
    2. Qula é o melhor momento para definir as próximas acções de um projeto? fazemos durante a revisão semanal quando decidimos que está na altura de “abrir” esse projeto?
    Muito obrigada!

    • Thais Godinho respondeu Filipa Correia 20/12/2016

      Eu acredito que um dos propósitos desse planejamento semanal é ter uma visão integrada da vida, então eu só separaria se realmente não tivesse como fazer ambos juntos.

      O processo de capturar, esclarecer e organizar acontece o tempo todo. Na revisão semanal você só garante que cada projeto tenha pelo menos uma próxima ação, mas vocie pode definir ações o tempo todo, à medida que captura, esclarece e organiza. É um fluxo.

      Obrigada por comentar.

  35. Regiane Barbosa 26/12/2016

    Thais, já me organizo diariamente, semanalmente, trimestralmente e anualmente. Estou melhorando lendo seus posts. To amando. beijos. Deus te abençoe!

  36. Léo Martins 28/12/2016

    Sou oficial do Exército e estou estudando para a Receita Federal. Nunca achava tempo para conciliar estudos , trabalho e casa. Estou gostando muito deste blog e passei a utilizar o Todoist e por incrível que pareça parei de perder tempo com coisas que não contribui em nada para a realização de nossas metas. Agora tenho mais espaço na casa, menos tralhas e mais tempo para me exercitar e estudar. Obrigado Thais!

    • Thais Godinho respondeu Léo Martins 28/12/2016

      Obrigada, Léo! Boa sorte com os estudos.

  37. carol 29/12/2016

    Eu sou daquelas pessoas que até se organiza, mas tem o dom de nunca dizer não e se convence fácil que pode deixar as coisas pra amanhã. Dois defeitões. Porém, agora sem ajuda, trabalhando meio período fora e responsável pela casa, filhos e negócio se eu não me planejar corro o risco de perder tudo que já consegui. Preciso estabelecer prioridades, rotinas especialmente por conta de cumprir horários e prazos e sinceramente, ainda me sinto perdida nisso tudo.Eu definitivamente, preciso de ajuda

  38. Fábio Lima 02/01/2017

    Thais, boa tarde!!! Queria uma dica para melhorar meu planejamento, afim de ter poupança e planejar a viagem de férias para todos os anos!!! O que tenho visto em outros posts, são mais voltados para pessoas que possuem renda mensal fixa. No meu caso, sou autônomo e a variação de mês para mês é grande. Lógico que possuo tudo bem anotado e também sei a média do ano. O que acaba acontecendo é que vivo sempre como se fosse o último dia da minha vida!! hahah!!! Gasto e depois corro atrás!!! Tem dado mais ou menos certo, pois nessas loucuras acabo pegando empréstimos para deixar as contas em dia!!! No último ano, acabei recorrendo a no mínimo 07 empréstimos. Apesar de conseguir ir pagando, sinto que viver perigosamente assim é ruim demais!!! Preciso de um rumo mais certo, sem ter que deixar de fazer as viagens e as regalias que tenho!!! Dica ??? Obrigado

    • Thais Godinho respondeu Fábio Lima 03/01/2017

      Oi Fábio, tudo bem?

      Recomendo o livro “Dinheiro: os segredos de quem têm”, do Gustavo Cerbasi.