Gravei um vídeo contando um pouco como me organizei para aprender inglês ao longo dos anos, com dicas práticas e que, do meu ponto de vista, funcionam bem, sem enrolação.

Se não estiver visualizando o vídeo abaixo, clique aqui para assistir diretamente no YouTube.

Cursos de inglês que já fiz:

  • Fisk
  • Skill
  • Wizard
  • Open English
  • English Town

Eu levei muitos anos para chegar no nível que estou hoje do idioma e, se conhecesse essas dicas lá no começo, o processo teria sido muito mais rápido. Espero que ajudem!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorThais em Brasília-DF em 2016
Próximo artigoThais no Rio de Janeiro em 2016
Meu nome é Thais Godinho e meu guarda-chuva profissional engloba três temas: produtividade, organização pessoal e criatividade. As formas de operacionalizar esse trabalho que eu amo são essas: escrevendo no blog, publicando livros, estudando, ministrando cursos e fazendo atendimentos individuais, ajudando as pessoas a se organizarem. Você pode acompanhar minha trajetória pessoal e profissional neste blog, que existe desde 2006.

13 Comentários

  1. Poxa Thais legal suas dicas. Eu sou daquelas pessoas que também já fez várias escolas e inglês, estudei sozinhas, online, e ainda estou no mesmo nível a anos. Mas qdo eu viajei e tive que me virar sozinha, ou seja, conversando com as pessoas eu vi que era isso q eu estava precisando. Infelizmente meu intercâmbio só durou 1 mês e qdo voltei pra cá, parece que esqui tudo. Mas é isso, a conversação eu também acho muito mais importante aprender primeiro e depois vai aprendendo a gramática. Estou ainda nessa caminhada. Um grande 😘

  2. Olá Thais! Também sou adepta do estudo de idiomas autodidata, e uma das melhoras coisas, que me ajuda muito, é um programa chamado Anki Flashcard, procure a respeito, tenho certeza que irá adorar!
    Agora uma dúvida, eu uso o Todoist para tudo, sem exceções, mas fui criar um filtro para visualizar todas as atividades agendadas para o mês de outubro e não consegui, você sabe criar este filtro? Obrigada!

  3. Dicas excelentes, Thais. Vou postar algumas:
    1. A disciplina vem quando a motivação é forte. Portanto, busque assuntos que lhe interessam na língua inglesa: jogos eletrônicos, política, esportes, espiritualidade, GTD, música, GTD, revistas em quadrinhos, GTD (rs!).

    2. Ter um objetivo empolgante também ajuda: Morar no exterior, falar a língua do/a namorado/a gringo/a, ser promovido no trabalho, ler na língua de Shakespeare, cantar decentemente em inglês etc.

    3. Revisar o que aprendeu com SRS (repetição espaçada) usando o Anki Flashcards e/ou produtos similares.

  4. Tenho muita vontade de adquirir fluência no idioma, apesar de até então só ter visto em disciplinas da escola. Enquanto não tenho tempo de iniciar um curso, modifiquei alguns hábitos para ter contato com a língua, um deles é assistir filmes e séries legendados, tem me ajudado bastante. As dicas são pertinentes! Obrigado por compartilhar conosco!

  5. Oi Thais,

    Adorei o vídeo. Minha experiência com o inglês foi meio parecida.

    Sempre tive essa coisa de estudar inglês e não engrenar. Até que um belo dia meu namorado falou que assistir tv e filmes sem legenda era preguiça. Tirou e me proibiu (amorosamente). O primeiro filme eu tive que ir parando e repetindo, absorvi 30%, até que ficou normal e hoje eu consigo perceber diferença de sotaques e tal.

    Forçar a barra na leitura também me ajudou muito, eu tinha uma “preguiça” mas quando eu saí da zona de conforto foi ótimo.

    Senti que evoluí muitíssimo depois que fui para uma escola que usa esses métodos de 2 anos com aprendizado natural – tipo bebê aprendendo a falar. Eles faziam a gente repetir e anotar tudinho que a gente errava e copiar dez vezes, etc. Uma escola excelente e com um preço até que em conta pra média. Os cursos que eu fiz antes realmente não me ajudaram.

    Meu próximo desafio é o espanhol. Preciso encontrar uma escola que seja assim tb.

    =D

    Beijo

    • Olá Bia,

      Se puder, por favor, informe o nome dessa escola com métodos de 2 anos com aprendizado natural.

      Desde já agradeço,

  6. Oi Thais,
    Adorei o texto e é isso mesmo, para quem quer falar o inglês , melhor focar na conversação. Eu tenho uma dúvida quanto à organização no gtd, por exemplo:
    Eu me programei para estudar online duas vezes na semana. Na sua opinião, funciona melhor estabelecer um horário para isso ou coloco como uma tarefa do dia a ser executada quando der?

    Desde já, agradeço a ajuda.

    Beijos 🙂

    Ps: tenho o dia todo livre

      • Olá Thais,

        Demorei para responder, pois segui seu conselho e resolvi fazer testes. Bom, para mim, funcionou melhor colocar como uma tarefa do dia, assim dou prioridade ao estudo, mas o faço quando estou com a mente desperta e sem distrações.

        Obrigada,

        Beijos 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA