ou

Áreas de foco são um conceito bastante utilizado no método GTD e dizem respeito ao Horizonte 2.

Tratam-se das responsabilidades que você tem na sua vida hoje. Os papéis que você desempenha, as áreas que precisa cuidar, manter em um certo padrão, tanto com foco pessoal quanto com foco profissional.

O David Allen tem uma frase fantástica que diz: “Se você não tem certeza do que seu trabalho é, você sempre vai se sentir sobrecarregado(a).”. Então fazer uma revisão das suas áreas de foco te ajuda nisso, porque essa revisão serve justamente para que você obtenha equilíbrio entre elas. Também te ajuda a ter um senso de prioridade mais aflorado.

A diferença entre projetos (Horizonte 1) e áreas de foco (Horizonte 2) é que os projetos têm fim – uma área de foco não. Em teoria, é algo que você vai cuidar, melhorar, ter atividades relacionadas até o dia em que você morrer. “Cuidar da saúde”, por exemplo, não é um projeto, mas sim algo relacionado a manter determinado padrão em uma área de foco. Você pode ter projetos relacionados a isso, como “Fazer matrícula na academia” ou “Estabelecer novo programa de nutrição”, porque é um horizonte imediatamente abaixo onde você consegue definir um resultado desejado e sabe quando ele pode ser concluído.

O David diz que normalmente uma pessoa tem uma média de sete áreas de foco pessoal e sete áreas de foco profissional, mas é realmente uma média. E a maneira que você tem de saber isso é simplesmente fazendo uma lista ou mapa mental com as suas áreas. Alguns exemplos:

Áreas de foco – Pessoal

  • Relacionamentos
    • Família
    • Parentes
    • Animais de estimação
    • Amigos
    • Colegas de trabalho
  • Lazer
    • Viagens
    • Filmes e séries
    • Livros
  • Saúde e energia
    • Exercícios
    • Alimentação
    • Sono
  • Carreira
    • Inglês
    • Formação universitária
  • Espiritual
    • Meditação
  • Desenvolvimento pessoal
    • Habilidades no computador
    • Maestria no GTD
    • Auto-estima
  • Vida doméstica
    • Organização
    • Limpeza
    • Finanças
  • Comunidade
    • Trabalho voluntário
  • Criatividade
    • Pintura
    • Fotografia
    • Culinária

Áreas de foco – Profissional

Suas responsabilidades no seu trabalho hoje (pode ajudar dar uma olhada na descrição do seu cargo):

  • Contratações
    • Definição de escopo
    • Orientação dos novos funcionários
    • Recrutamento
  • Gerenciamento da equipe
    • Reuniões de alinhamento
  • Coordenação de projetos
    • Cronogramas
    • Acompanhamentos
  • Cultura da empresa
    • Qualidade de vida
    • Pesquisas
  • Comitês
    • Financeiro
    • Estratégico
  • Desenvolvimento da organização
    • Consultoria
    • Construção de bons times
    • Comunicação
    • Plano de sucessão
  • Treinamentos
    • Alocação de recursos para treinamentos

A ideia é que você monte essa listagem uma vez e, de vez em quando, revisite-a para ver se está tudo bem, tudo tranquilo, ou se precisa tomar alguma providência para deixar aquela área específica mais tranquila. Você pode identificar ações ou projetos.

Você pode ter um único nível listado ou quebrar em sub-níveis, como eu fiz acima. Não existem regras nem certo ou errado – é como se fosse um brainstorm. Destrinche até onde quiser (se deixar, vai até o infinito esse destrinchamento).

O objetivo operacional de ter suas áreas de foco definidas é que, assim, você garante que tenha definidos todos os projetos e ações necessários para gerenciar suas responsabilidades apropriadamente.

Thais Godinho
28/06/2016
Veja mais sobre:
25
Algumas mudanças nas categorias do blog
Saiba por que você não consegue finalizar seus projetos (de acordo com o GTD)
Organize as to-do lists por contexto, não por assunto

 

  1. Shânkara Martins 28/06/2016

    Eu simplesmente AMO quando acordo e já tem um post aqui. Pode parecer exagero, mas sinto que dá um outro rumo pro meu dia, me sinto mais inspirada!

    • Thais Godinho respondeu Shânkara Martins 29/06/2016

      Obrigada <3

  2. Matheus Felter 28/06/2016

    Olá, Thaís!
    Tudo bem?

    Meu nome é Matheus, sou estudante e formo em Odontologia no final deste ano.

    Sou apaixonado por projetos digitais que impactam a vida de outras pessoas e, pesquisando como fazer isso a partir de um assunto pelo qual me interesso muito (organização pessoal) encontrei seu blog (na verdade, lembrei dele! porque já acompanho há algum tempo e acho muito top seu trabalho aqui!)

    Quero começar um projeto na mesma área, e da forma certa, fazendo aquilo que as pessoas realmente gostariam de aprender e precisam. Caso possa me ajudar, gostaria de saber qual você acha que seria o primeiro (ou primeiros passos) para este objetivo.

    Desculpe tomar seu tempo! Sei o quanto ele é importante.
    Por isso, desde já, agradeço por ter lido minha mensagem.

    E torço muito para que me responda, rs.
    Estou ansioso com tudo isso e gostaria de saber se estou no caminho certo.

    Obrigadão!

    Um abraço,
    – Matheus.

  3. Carol 28/06/2016

    Thaís, esse post iluminou minha vida! rs
    Eu tinha muita dúvida em onde deveria alocar algumas coisas. Estava bem claro na minha mente que projetos tem prazos para serem finalizados, mas tinha dúvida em relação ao desenvolvimento de habilidades (aprender um idioma, um instrumento musical etc) e uma visão muito limitada sobre as áreas de foco, pensava que só incluíam “família”, “trabalho”…
    Agora meu GTD anda!
    Muito obrigada e, mais uma vez, parabéns pelo trabalho sempre de alto nível! <3
    Bjos!

    • Thais Godinho respondeu Carol 29/06/2016

      Obrigada, Carol. Fico feliz por ajudar.

    • Daiane Pereira respondeu Carol 30/06/2016

      Carol, você disse tudo! Eu me encontrava no mesmo dilema que você. Agora o meu GTD vai deslanchar de verdade. rsrs

  4. Leslie 29/06/2016

    Peraí! Esse blog é mesmo o da Thais? Ele voltou a ter cara de “blog” ou meu navegador pirou? Poxa que 10! Fiquei um tempo sem ler porque confesso que aquele layout cheio de imagens clicáveis me dava muita “agonia” rs.

    Sobre as áreas de foco eu adorei! O desafio é diário né. O mais bacana foi ler “A ideia é que você monte essa listagem uma vez e, de vez em quando, revisite-a para ver se está tudo bem, tudo tranquilo, ou se precisa tomar alguma providência para deixar aquela área específica mais tranquila”
    porque de tempos em temos as coisas vão mudando mesmo! Ler isso confortou meu coração! 😀

    Abraços

    • Thais Godinho respondeu Leslie 29/06/2016

      Obrigada, Leslie! Eu fiquei muito feliz com esse layout atual também.

    • Marcos Queiroz respondeu Leslie 29/06/2016

      Também adorei esse novo layout! 🙂

  5. Paola Mattos 29/06/2016

    Fico estarrecida como você consegue melhorar a cada dia, semana, mês, ano! Acompanho desde os primórdios e não canso de me surpreender! 👌🏻

    • Thais Godinho respondeu Paola Mattos 29/06/2016

      Obrigada <3

  6. Thais 29/06/2016

    Oi, Thais! Vc considera que as subcategorias que vc listou são sub-áreas de foco ou que são projetos? Estou mesmo com dificuldade de diferenciar as coisas…

    • Thais Godinho respondeu Thais 29/06/2016

      Tudo áreas de foco aqui. 🙂

  7. Thais 29/06/2016

    Obrigada!

  8. rosana 29/06/2016

    As áreas de foco seria semelhante a ferramenta do coaching roda da vida?

  9. Luanna 29/06/2016

    Simplesmente, amo seus posts, não abro mão! Parabéns pelo trabalho e obrigada pela dedicação de sempre!

  10. Hélio 30/06/2016

    Oi Thais. Você usa esta estrutura no Todoist?

    • Thais Godinho respondeu Hélio 06/07/2016

      Sim.

  11. Aninha Light 30/06/2016

    Nossa adorei esse post, pq eu fazia errado kkkk! Agora vejo q as áreas de foco podem ser desmembradas. Eu colocava só: família, trabalho, saúde, Deus, marido, casa e acho q só.

  12. Rose 01/07/2016

    Thaís, onde tem aqui no blog mais textos sobre o HORIZONTE 1?

  13. Vanessa 01/07/2016

    Tais estou com dificuldade em encontrar oportunidades de trabalho que me identifico. Pois o meu foco profissional exige experiências. Sou graduada em Pedagogia…e todas as chances que estão me dando é de auxiliar. Tu podes me dar uma dica de como eu posso encarar isso? Irei começar o pós em agosto. Abraço e parabéns pelas palavras.

  14. […] fazendo uma análise das suas áreas de foco (expliquei o que são áreas de foco aqui), perguntando-se honestamente como você se sente com relação a cada uma delas. De modo geral, […]

  15. […] O primeiro passo foi listar todos os meus papéis profissionais – o que chamamos de áreas de foco no GTD. […]

  16. […] post, vou comentar um pouco sobre como tenho feito um trabalho de reequilíbrio das minhas áreas de foco. David Allen recomenda revisá-las sempre que sentir necessidade de buscar equilíbrio. Eu tenho […]

  17. Jucileia Borges Mognol 02/10/2016

    Simplesmente maravilhosa, sempre Thais!!!Conhecer seu trabalho, através do Blog e depois com o livro, foi literalmente minha salvação. Estava perdida num mar de dúvidas e sobrecargas, isso há um ano.Hoje estou tranquila e realizada, levando a vida de maneira leve e organizada.