ou

Muitos leitores do blog me perguntam se eu deixei de usar o Toodledo porque me tornei embaixadora do Todoist e a resposta é não. Na verdade, foi o contrário. Eu migrei para o Todoist e, por isso, um tempo depois, fui contatada por eles com o convite para ser embaixadora da ferramenta.

Eu ainda considero o Toodledo uma das ferramentas mais completas para o GTD. Ele foi construído seguindo as diretrizes do GTD e ainda é a melhor opção para muitas pessoas. Foram vários motivos que me levaram a abandonar a ferramenta.

toodledo02

O primeiro foi que eu realmente precisava de acesso offline, especialmente para os meus projetos. Eu viajo bastante de avião e gosto de aproveitar esse meio-tempo para fazer minha revisão semanal e revisar outros aspectos do meu sistema. Com tudo no Toodledo, eu me sentia cega. Era como se eu não tivesse um sistema. Cheguei a imprimir algumas vezes para levar, mas achei contraproducente (afinal, se eu quisesse alterar alguma coisa, teria que escrever e ter o retrabalho de atualizar quando chegasse ao meu destino).

Outra coisa que eu notei também é que, como influenciadora do GTD, muitas pessoas se baseavam nas minhas escolhas pessoais para tomar como base para começarem seus próprios sistemas. E, por isso, quando começavam com o Toodledo, abandonavam o GTD por acharem o Toodledo muito complicado. De fato, ele tem tanta coisa que, para quem está aprendendo GTD, pode ser demais.

Nos treinamentos que eu estava fazendo, eu já sentia a necessidade de indicar uma ferramenta mais simples para começar. Mesmo o Evernote, que eu ainda uso, é complicado para ações. Eu queria indicar uma ferramenta segura, com boa sincronização, intuitiva etc.

Alguns instrutores da Call Daniel gostam de indicar o Wunderlist, que sim, é uma boa ferramenta, mas teve muitos problemas com banco de dados no passado e, por isso, eu sempre fiquei com o pé meio atrás. Mas, mais do que isso, eu não gosto da interface. E ferramenta a gente tem que gostar, senão não rola. Existem várias outras, dezenas: Any.do, Tick Tick, Todo, Remember the milk, Swipes. Todas são ferramentas excelentes para gerenciar ações, sem nenhuma grande diferença (na minha opinião) entre elas.

Quando eu conheci o Todoist, fiquei impressionada com sua simplicidade, interface limpa, as cores das bolinhas (sou visual!), o conceito de carma, a caixa de entrada, a visualização de ações para até 7 dias e, acima de tudo, sua sincronização incrível, quase em tempo real. No celular, ele aparece lindamente. Comecei a fazer alguns testes e, desde então, virou minha ferramenta de indicação preferida. Sempre indicava nos meus cursos e treinamentos, e todo mundo gostava muito.

Captura de tela 2016-01-05 18.03.51

Com o tempo, e a necessidade de ir offline, passei meus projetos para o Evernote. Ao tirá-los do Toodledo, percebi que não queria gerenciar as próximas ações dentro do Evernote também. Foi quando eu resolvi fazer um teste com o Todoist apenas para as próximas ações.

E nossa, deu muito certo! Desde então, mal consigo ver graça em outras ferramentas. Ele tem funcionado muito bem para mim. Também calhou com a fase que estou de simplificar meu sistema. Desde que vi as listas do David Allen, fiquei um pouco surpresa com o fato de a gente querer complicar tanto as coisas. Quanto mais simples, melhor. E eu simplifiquei muito meu GTD no último ano. O Todoist foi meu grande braço direito nesse processo. Amadureci demais no método depois que eu fiz isso.

Outro dia entrei no Toodledo para fazer uns testes, ver a nova interface, e realmente o achei poluído demais desta vez. Fiquei pensando em como organizaria meu sistema se voltasse para lá e eram tantas opções que eu mesma fiquei um pouco confusa, indecisa. E me lembro que, quando eu o usava como ferramenta principal, essa reestruturação do sistema era frequente mesmo. Hoje, sinceramente, eu nem penso no meu sistema. Ele funciona. E acho que isso é o sinal de que você encontrou um caminho legal para se organizar.

Eu também vejo como a equipe do Todoist é dedicada e está trabalhando para trazer sempre muitas melhorias para a ferramenta. Agora que sou embaixadora, converso muito com eles, sei das novidades que virão, e admiro a quantidade de coisas legais que eles estão planejando colocar em execução. Ver isso acontecendo é muito bacana e ter essa perspectiva de melhorias constantes faz muita diferença quando você se engaja a ponto de ser embaixadora de uma ferramenta.

Isso não me impede, obviamente, de testar e até mesmo indicar outras ferramentas bacanas. Só quer dizer que, dentre todas, hoje é a que funciona melhor para mim, assim como outras. Também uso Evernote, Dropbox, Mind Meister, Google. O mais legal de termos tantas opções é que podemos personalizar todo o nosso sistema de acordo com o que gostamos e com as nossas necessidades. Que época boa para se viver, com tantas escolhas. 🙂

Thais Godinho
12/01/2016
Veja mais sobre:
Todoist, Toodledo
31
Henry Thoreau e a simplicidade voluntária
Viver em casa
O que eu costumo fazer às sextas-feiras