ou

Hoje é o último dia do mês e, com ele, o resumo de tudo o que aconteceu aqui no blog. O tema de setembro foi Priorize, de acordo com a linha editorial para 2015 (os verbos da organização).

vo-set-2015

No blog

Para saber mais sobre o tema de setembro, leia o editorial. Este mês não teve checklist. Na primeira semana, estava viajando (falarei mais para baixo) e, depois, tivemos problemas de instabilidade com o servidor do blog, o que acabou dificultando algumas postagens. Aparentemente, está tudo resolvido já, oba!

Veja os posts que foram publicados aqui no blog durante o mês de setembro:

Outras atividades

Setembro foi um mês cheio de coisas felizes e eu gostaria de compartilhar algumas delas com vocês!

No final de agosto e início do mês, eu estive em Amsterdam para fazer meu segundo curso com o David Allen em sala, o Level 2 – Projects & Priorities, certificação nível 2 do GTD. Não consegui aproveitar muito a cidade (choveu todos os dias), mas o curso foi estonteante (na falta de uma palavra melhor). Eu demorei boas semanas para processar tudo aquilo que tinha aprendido, mexi muito nos meus projetos e tirei várias dúvidas sobre GTD. Além de, é claro, passar bons momentos com o David, Kathryn (sua esposa), Ana Maria (instrutora) e os outros participantes do mundo inteiro.

300915-amsterdam01 300915-amsterdam02

Um privilégio encontrar o David pela terceira vez este ano e vê-lo demonstrar de forma tão rápida e simples o modelo de planejamento natural de projetos no GTD. E sim, se vocês repararem na mesa, eu tenho um estojo em formato de tubarão.

Não tive muito tempo para descansar porque, dois dias após chegar de viagem, com um feriado no meio ainda, precisei entregar a revisão técnica final-final do livro novo do GTD aqui no Brasil (que, aliás, já está em pré-venda com disponibilidade prevista para 13/10). Esse era um projeto que eu já vinha me dedicando há outras boas semanas.

Tive algumas reuniões e, no sábado, dia 12, teve o workshop Organize sua vida aqui em São Paulo, cujo acontecimento eu já comentei em um outro post, com fotos e tudo!

260915-01

Um dos projetos mais bacanas que eu venho trabalhando desde agosto é na formatação de alguns cursos do Vida Organizada para empresas, mas sobre isso eu conto mais em um futuro post! Estou comentando porque foi um passo importante e eu chamei uma pessoa que gosto muito e tem tudo a ver com a minha filosofia de organização pessoal para trabalhar comigo nesse projeto.

Nos dias 16 e 17, fiz um treinamento de GTD em uma empresa chamada XL Group – turma muito legal e engajada. No sábado (19), teve o IV GTD Happy-Hour, que acontece a cada dois meses entre usuários de GTD que amam trocar ideias sobre as últimas novidades relacionadas.

Foto gentilmente cedida pela Milena Teles

Foto gentilmente cedida pela Milena Teles

Também tive a honra de participar de um treinamento piloto do Daniel na segunda (21) de redução do estresse. Na terça (22), foi realizado o primeiro webinar da Call Daniel sobre GTD, moderado por mim. O tema foi “Modelo de Planejamento Natural de projetos no GTD”. Ele em breve estará disponível no site da Call Daniel para download. Os webinars são gratuitos e acontecem uma vez por mês. Para participar, é necessário se inscrever no grupo GTD Brasil no Facebook – as inscrições exclusivas são uma forma de valorizar quem faz parte do grupo.

Como se não bastasse (manda mais de GTD que tá pouco!), no dia 23 o Daniel e eu realizamos a primeira turma piloto do novo curso da David Allen Company, o Nível 1 – Fundamental. Ainda realizaremos mais algumas turmas e, quando as inscrições estiverem abertas, divulgarei aqui. Como são turmas piloto, elas estão sendo realizadas apenas a preço de custo, para pagarmos sala, material, coffee e outros custos. Vale muito a pena fazer! As turmas precisam ser reduzidas, então são poucas vagas para cada uma.

300915-l1

Esse também foi o feliz dia em que chegaram as minhas estantes da Evolukit, que eu usei para resolver de vez o problema de armazenamento que eu tinha no meu home-office.

240915-01

A outra novidade do mês é que eu comecei a trabalhar em um espaço de coworking algumas horas por mês! Falo sobre isso e as estantes neste post.

No dia 24, eu participei de um webinar da David Allen Company sobre implementação do GTD nas ferramentas do Google. Esses webinars são disponibilizados para assinantes do site GTD Connect – uma rede virtual para usuários de GTD (em inglês). Dia 25 foi o meu aniversário e eu fiz uma série de comemorações: em família, com amigas, em casa. Foi um final de semana delicioso!

O mês de setembro parece ter passado rápido, mas teve tantos eventos que fiquei até surpresa ao redigir esse resumo aqui! Além do que mostrei, tenho trabalhado muito “nos bastidores” em todos os meus projetos, o que envolve produção de materiais para cursos e muitas outras coisas bastante trabalhosas e que envolvem estudo, concentração, tempo para execução etc.

Falei sobre prioridades em setembro e foi um mês extremamente focado, que me trouxe aprendizados maravilhosos para implementar tanto no meu negócio quanto na vida, e eu estou vivendo isso com muita alegria.

Espero que o mês de vocês tenha sido legal também! Obrigada por tudo, pessoal, e que venha outubro!

Thais Godinho
30/09/2015
Veja mais sobre:
11
Ações com prazo devem entrar no calendário ou na lista de tarefas?
Arquivo de referência rápida
Tudo começa com uma decisão

Os temas do mês no blog este ano estão me pegando em cheio. Setembro realmente tem me ensinado sobre prioridades, porque o mês inteiro eu precisei tomar uma série de decisões e muita coisa vem acontecendo. Hoje eu li uma frase (no livro “Incrivelmente simples” – Ken Segall, sobre a Apple) que fala que a complexidade é sedutora porque traz mil possibilidades. E é verdade. Mas aí, o que acontece se você se deixa seduzir?

A gente vive num mundo hoje em que é possível escolher muitos caminhos. É claro que estou falando de pessoas que vivem em uma situação privilegiada, com acesso à Internet, morando em um lar e com condições mínimas para fazer acontecer. Se temos essas condições, temos muitas possibilidades. Vemos pessoas começando um negócio na Internet e serem muito bem-sucedidas – começando só com uma ideia. Pessoas que se reinventam depois de aposentadas, aos 70 anos. Jovens que, com 26, 28 anos, estão fazendo uma terceira faculdade. Tem de tudo.

Nesse mundo onde tudo é possível, cadê o foco? E qual a importância dele? Afinal, foco é a consequência de ter prioridades definidas ou identificadas.

Tenho lido muita coisa ultimamente, e outro dia li outra frase também, não me lembro em que livro, que dizia algo como: “só se sente sobrecarregado aquele que não sabe o que está fazendo”.

E aproveitando a onda de frases, vou com outro conceito, desta vez do David Allen, que diz que a coisa mais importante da vida é definir o seu trabalho. Tem mais alguém, talvez Gandhi, que também dizia isso. Que o mais importante é você descobrir o que é “essa coisa” para a qual você quer se dedicar e, então, ir à luta. Tudo é questão de foco, prioridades.

Eu falo tudo isso e pode parecer óbvio mas, quando eu paro para pensar nas pessoas à minha volta, eu não vejo isso acontecendo. Não vejo quase ninguém focado (há poucas exceções). Mesmo as pessoas muito produtivas estão trabalhando sem foco, executando e executando.

Eu sou a favor da execução. Sou a favor de ir sempre em frente. Me pergunto apenas se vale mais a pena fazer 100 movimentos de 1 passo ou dar 1 passo que equivalha a 100 movimentos. Isso, para mim, é a definição de priorizar.

Estou lendo um livro também (gente, sei que tem muita referência aqui neste post hoje!) chamado “Seja o melhor no que realmente importa” (Joe Calloway) que me deu uma chacoalhada no seguinte ponto: todo mundo quer inovar e fazer tantas coisas legais! Isso é louvável! Todo mundo quer pensar fora da caixa e inovar, o que é muito bacana. Mas, muitas vezes, algumas vitórias são perdidas dentro da caixa. O cara deixa de fazer o básico buscando o extraordinário e, aí, não existem consistência, melhorias e construção real de relacionamentos. Não precisamos dizer qual o futuro de uma empresa ou profissional que faça isso.

Não deixo de notar como é engraçado perceber que em meu último ano (de setembro 2014 a setembro 2015) eu aprendi mais sobre administração e marketing do que em todos os outros anos em que trabalhei “no mercado”. Tenho aprendido tanto nesses últimos meses que isso tem me dado uma segurança legal para tomar decisões que me deixem mais confortável quando se trata do meu trabalho e da minha carreira profissional.

E prioridades têm muito disso, não é? Trata-se de fazer a melhor escolha, mesmo que por hoje. Se a gente tiver uma visão um pouco maior do que se busca, pode ajudar.

Hoje eu vejo que não vale a pena começar novas iniciativas quando ainda há muito o que aprimorar no arroz com feijão que já existe. Existem coisas bem legais que eu já coloquei em prática há algum tempo e que, agora, eu quero não apenas consolidar, mas melhorar e, acima de tudo, curtir. As novas ideias são sempre bem-vindas, mas é importante ter o foco de… será que elas condizem com meus objetivos? Têm a ver com quem eu quero ser daqui a alguns anos? Estão relacionadas com o meu propósito? E, se sim, são sempre muito bem-vindas, mas serão tocadas com calma, planejamento, qualidade e, acima de tudo, coerência.

Sei que não é fácil decidir estando no “olho do furacão” e quando todas as oportunidades parecem aparecer ao mesmo tempo, mas eu fico feliz por estar conseguindo ter essa cabeça com menos de 40 anos de idade. Nosso trabalho é uma construção mesmo.

Thais Godinho
28/09/2015
Veja mais sobre:
17
Para quem está começando no sistema FLY
Linkagem de domingo {77}
Novidades no blog: este mês e recomendações
Thais Godinho
28/09/2015
Veja mais sobre:
7
Conheça as idades dos documentos e organize seus arquivos
Linkagem de domingo {78}
Checklist de fevereiro 2015