ou
Imagem: http://www.caradvice.com.au/355793/why-uber-is-killing-the-taxi-business/

Imagem: http://www.caradvice.com.au/355793/why-uber-is-killing-the-taxi-business/

O objetivo deste post não é criar polêmica, mas sim falar sobre a minha experiência com ambos os serviços atualmente. Quem mora em grandes cidades e se desloca bastante já deve ao menos ter ouvido falar de aplicativos como Uber, Easy Taxi e 99 Táxi, que facilitam muito a vida de quem não quer ir de carro ou transporte público para determinados lugares. Eu não dirijo e me desloco bastante para fazer palestras, ministrar treinamentos e participar de eventos, então ultimamente tenho usado bastante esses aplicativos e pretendo responder a pergunta: Compensa? Qual a melhor opção?

Minha experiência com o Uber

Já usei algumas vezes o serviço em São Paulo e acredito que ele seja bom para alguns casos bastante específicos. Apesar de a tarifa ser (teoricamente) mais barata que a dos táxis, nunca fez tanta diferença assim. O fato de serem carros bonitos, com água e agradinhos, também não é algo que, para mim, justifica pagar mais caro (no caso do Uber Black, serviço um pouco mais pomposo, com carros melhores).

Tenho casos bons e ruins para compartilhar sobre o Uber. Acredito que uma das principais desvantagens é o fato de você não ter todos os dados do motorista que escolheu atender você – apenas o telefone. O que eu não gosto no app é que, se eu peço um carro e um motorista aceita, se ele demorar muito para chegar, eu pago uma taxa caso cancele a corrida. E já aconteceu de eu solicitar um Uber justamente porque estava com pressa e o cara demorar 20 minutos apenas para sair de onde estava (e o motorista não atender o telefone).

Todas as vezes que eu usei o serviço, fui bem atendida. Em sua maioria, os motoristas são educados e solícitos, perguntando sempre se prefere o ar ligado ou desligado, pedindo autorização para ligarem o rádio etc. Mas já peguei um motorista que foi com a tv alta em todo o destino e não parava de falar. Acontece!

Minha experiência com os aplicativos de táxi

Eu utilizo ambos aplicativos (Easy e 99) desde que voltei para São Paulo, há cerca de um ano. Sempre andei de táxi mas, para mim, era um problema ligar em todos os pontos da região e nunca ter alguém para atender. Com o aplicativo, esse problema se resolveu como por milagre. Eu gosto muito também da facilidade do pagamento via cartão de débito e do desconto que tenho se pagar com cartão de crédito (para longas distâncias, ajuda muito). Outro ponto fundamental é você ter todas as informações do motorista ali no aplicativo. Se precisar falar com ele, pode enviar mensagens específicas ou personalizadas, além de ligar. Assim como o Uber, você consegue ver a rota que o motorista está fazendo.

Ao contrário do Uber, você pode cancelar uma corrida se o taxista estiver demorando demais ou outra justificativa plausível. Eu evito ao máximo cancelar corridas e só faço isso se realmente o motorista estiver demorando muito (sem avisar se está no trânsito) e eu estiver com pressa. Quando você dá nota baixa para um motorista, ele não pode mais aceitar os seus pedidos. Nunca aconteceu comigo, mas sei que dá para fazer.

O que me deixa bastante frustrada no uso de ambos os aplicativos é quando o motorista demora a chegar. Já aconteceu de eu pediu um táxi e o carro demorar quase 30 minutos para começar a se deslocar. Eu não estava com pressa e esperei mas, ao chegar, ele disse que aceitou o chamado quando tinha acabado de acordar e ainda queria tomar café! (Eu mesma não tinha tomado naquele dia). Também já vi muitos taxistas aceitarem uma corrida antes da minha terminar, então o outro cliente ficou esperando.

Sobre os taxistas, há os bons e os ruins, como em toda profissão. É muito difícil pegar táxi ruim através dos aplicativos. Geralmente o taxista que usa apps já está familiarizado com outras tecnologias, como o Waze ou o Google Maps, então nunca tive muitos problemas.

Conclusão

Eu acredito que compense pegar um Uber se você for para um lugar e quiser causar uma boa impressão, digamos assim, e esteja partindo de uma região mais central (Paulista, Jardins, Pinheiros), com destino a curta ou média distância. Para grandes distâncias, não compensa, pois o Uber é um carro comum e, diferente dos táxis, não pode pegar corredor de ônibus com passageiros dentro.

Uma das maiores vantagens dos táxis é poder usar o corredor de ônibus, então mesmo lugares distantes são percorridos com mais facilidade. Em horário de pico, por exemplo, se eu for de carro da minha casa até o centro da cidade, vou gastar facilmente quase uma hora e meia. Com táxi, chego em menos de 40 minutos.

O que realmente compensa é fazer as contas de tempo e dinheiro gastos em todas as opções de transporte e optar, caso a caso, pelo que compensa mais. Entre Uber e táxis (usando aplicativos), prefiro táxis. Já táxis que pego na rua ou de ponto, muitas vezes tenho reclamações. De aplicativo, não (até mesmo porque eles não querem ser negativados).

E você, já utilizou os dois serviços? Qual sua opinião?

Thais Godinho
05/08/2015
Veja mais sobre:
99 Táxi, Easy Taxi, Uber
17
7 maneiras mais eficazes de economizar tempo (para mães extremamente ocupadas)
Editorial de agosto 2015
Dicas para casados organizarem a sua noite de Dia dos Namorados