ou

Todos os meses de 2015 estão sendo guiados por uma linha editorial que define, a cada mês, um verbo relacionado à organização pessoal. O verbo escolhido para o mês de agosto foi Desconecte-se. Eu penso que faz sentido, depois de um mês de auto-conhecimento, ainda no inverno, a gente querer buscar um pouco mais profundamente aquilo que é realmente importante. Não tenho a pretensão de achar que estar conectado não seja. Eu trabalho com Internet. Mas desconectar de vez em quando é muito bom. Ajuda a descansar um pouco a mente. Ter ideias.

030815-desconecte-se

Uma das vantagens de trabalhar em casa é que você pode parar para almoçar e, enquanto toma um chá, faz carinho na cabeça do seu cachorro e dá um sorriso para o seu filho, que está desenhando ao seu lado. Também dá para meditar com calma ao acordar, sem precisar correr para fazer qualquer coisa.

Eu não trabalho 100% do meu tempo em casa. Para falar a verdade, tem dias que eu mais passo fora que dentro. Faço muitos eventos, treinamentos, reuniões. Quando trabalho em casa, gosto de aproveitar cada segundo das vantagens que isso tem. E o que eu noto é que, quando estou em algum compromisso externo e não posso atender o celular, responder e-mails ou mensagens, cria-se um caos que eu não fico nem sabendo – até acessar a Internet da próxima vez. Existe uma “necessidade” de se estar conectado o tempo todo, respondendo as mensagens assim que chegam as notificações. Algumas pessoas não conseguem mais ficar longe de seus aparelhos celulares.

Gosto do meu celular como ferramenta de trabalho. Assisto filmes no Netflix. Trabalho no computador. Ouço música no iPod. Porém, eu noto que, quando faço atividades off-line, meu dia rende muito mais. Eu até durmo mais cedo!

A grande descoberta é que não é necessário estar de férias ou morando no campo para desfrutar dessa sensação. Basta a gente parar um pouco, todos os dias, para conseguir equilibrar as atividades conectadas com as atividades desconectadas.

Acima da conexão wifi, existe a conexão com nós mesmos. Com tanto barulho na nossa cabeça e tanta informação visual, muitas vezes não conseguimos encontrar essa conexão.

Portanto, o tema de agosto será Desconecte-se. Procurarei trazer, ao longo do mês, posts interessantes sobre como você pode se desconectar no dia a dia e, com isso, experimentar uma sensação que pode ser libertadora ou aterrorizante – de qualquer maneira, uma grande experiência.

Pronto(a) para começar?

Thais Godinho
03/08/2015
Veja mais sobre:
Desconecte-se
19
Como planejar o menu semanal (guia prático para mães e pais muito ocupados)
Resenha: Não diga SIM quando quer dizer NÃO
5 maneiras de ter uma manhã menos estressante