ou

Hoje, para nossa série Como eu me organizo, temos a participação de Daniel Burd, da Call Daniel, empresa certificada pela David Allen Company a ministrar treinamentos de GTD no Brasil. Confira:

burd_e_allen-resized-600.jpg

Nome: Daniel Burd
Onde mora: Cotia – SP
Uma palavra que descreva seu estilo de organização: Simplicidade

O que você faz?

Sou apaixonado por GTD e tenho a sorte de este ser o meu trabalho. Há 6 anos fiz uma parceria com a David Allen Company para trazer o método oficialmente para o Brasil. Desde então me dedico de corpo e alma para que o GTD seja conhecido e usado por muitos brasileiros. Na ocasião fundei a Call Daniel, uma pequena gigante focada no GTD. Somos 10 profissionais hoje.

150715-comdavid

Estou aprendendo a tocar bateria há dois anos e me divirto muito com este hobby. Gosto também de voar de planador. Sou pai de duas moças (19 e 16 anos) e casado. Estou me divertindo também com a montagem de um Lego Mindstorm. Recomendo!

Tenho dois cachorros vira-latas que foram adotados. Adoro-os, me dão muita alegria. Gosto de meditar. Vejo a meditação como o melhor caminho para a felicidade. Procuro meditar todos os dias para ter o foco correto e aproveitar muito cada dia.

150715-inspiracao

Modelo de celular que usa atualmente

iPhone 5S

Computador que usa atualmente

Dell XPS12

Que ferramentas ou aplicativos de organização você não consegue viver sem?

Evernote, Outlook, Excel e Freemind.

Como é o seu local de trabalho?

Tenho uma mesa de madeira há muitos anos. Procuro deixa-la com o mínimo de coisas. Uso dois monitores externos que me dão uma tela gigante, onde posso espalhar todos os aplicativos que preciso. Um impressora hp 8600 e uma impressora de etiquetas Brother QL 710. Tenho um quadro de cortiça bem pertinho de mim onde fixo fotos inspiradoras.

150715-mesa

150715-parafernalia

Qual sua melhor dica para otimizar o tempo?

Escolha um tema que está tomando sua atenção, limpe sua mesa, e dedique-se a ele por 20 minutos ininterruptos, foco total. Eu gosto de iniciar projetos e pensamentos usando mapas mentais. Uso o FreeMind que é gratuito e muito bom.

Qual sua maneira preferida de organizar tarefas?

Adoro organizar tarefas no Excel pela facilidade de adicionar novas tarefas, filtrar e ordenar. Tarefas são atividades relativamente rápidas de serem feitas. Já projetos mais complexos gosto de organizar no Evernote. O Evernote possibilita organizar grandes volumes de informações do modo rápido e descomplicado.

Tirando o celular e o computador, qual sua ferramenta de organização que você não vive sem?

Bloco de papel pautado com folhas facilmente destacáveis. Uso uns pequenos, tamanho fichário, e os preencho nas reuniões que participo durante a semana. Depois das reuniões eu sublinho os principais temas e escaneio as anotações jogando-as no Evernote.

O que você acha que faz em termos de organização que é um passo à frente do que vê as outras pessoas fazendo? O que te diferencia, em termos de organização, das outras pessoas?

Gosto de me preparar com antecedência para meus compromissos e reuniões, normalmente faço um Mapa Mental – isso torna as reuniões extremamente produtivas e focadas. Idealmente me preparo com dias de antecedência. Ainda falando em preparação, gosto de ter bem claro em minha mente o meu propósito com cada ação, dessa forma consigo rapidamente descartar temas que não são relevantes e me concentrar naquilo que realmente importa. Para encerrar, gosto de fazer planejamento de longo prazo, gosto de visualizar meus próximos 20 anos. Faço esse exercício em uma folha de papel todo ano. Cada vez tenho menos coisas no meu planejamento de longo prazo, cada vez meu foco é mais preciso e simplificado.

Uma dica de organização

Tenho um gaveteiro grande, acredito que ele tenha 1,70 de altura. Este gaveteiro possui 13 gavetas. Quando um ano termina, por exemplo, 2014, eu recolho tudo que eu quero guardar deste ano. Reúno fotos, ingressos, desenhos, anotações que quero guardar para sempre e coloco em uma gaveta dedicada a este ano. Venho “alimentando” este armário desde o nascimento de minha primeira filha (agora com 19 anos) e já estou no 2º armário. Quando ela era bem pequenina eu guardei desenhos dela neste armário e lá estão. Quando quero fazer uma viagem no tempo eu percorro as gavetas de anos anteriores. É muito bacana. É um verdadeiro tesouro.

150715-gavetas-daniel

Outro tema em que invisto bastante tempo é no processamento de materiais coletados em reuniões. Gosto de reler o que foi discutido e anotar as ações no meu sistema de ações. Isso ajuda a ter sempre fresco na mente o que foi combinado e os próximos passos.

O que você gosta de ouvir enquanto está trabalhando?

Silêncio. Qualquer música acaba por me distrair. Já tentei… mas não funciono bem com música.

Como é a sua rotina de sono?

Sou super diurno. Fico muito feliz e energizado quando consigo ir para a cama às 21h00 e acordar por volta das 5h00 da matina.

O que você faz no dia a dia que melhora muito sua produtividade?

Procuro desenhar meu dia antes de iniciá-lo incluindo intervalos para ginástica, almoço e descanso quando for o caso. Assim, além de gerenciar tarefas, gerencio a minha energia. Tenho uma listinha curta que define o meu foco do dia. Inicio pelas atividades mais desafiadoras e exigentes e deixo as mais fáceis para o final. Vou riscando a listinha a medida que concluo um item. Gosto de ter na minha mente apenas 3 atividades. À medida que vou concluindo uma, alimento em minha mente mais uma. Assim sempre sei o que devo fazer agora e as duas próximas metas. É uma delícia ver o papel sendo riscado durante o dia. A meditação também é uma poderosa ferramenta de produtividade na medida em que aquieta o rebuliço mental e permite ter clareza sobre o que deve ser feito e, principalmente, como deve ser feito. Costumo meditar logo ao acordar, por 20 minutos.

Você prefere trabalhar em casa ou em outro lugar?

Sou 100% caseiro. Adoro trabalhar em casa.

Qual o melhor conselho para a vida que você já recebeu?

Os problemas não são acidentes que acontecem conosco por puro azar e, se formos sortudos, não teremos problemas. Os problemas são parte inerente do jogo que é a vida. Aprenda a gostar deles a vê-los como desafios que vão lhe ajudar a construir sua história. Moral da história: Ame os seus problemas!

Thais Godinho
15/07/2015
40
Veja em seu calendário atividades e eventos que podem fazer a dois
Organize-se para o Natal
Novidades da Semana 42/2015

 

  1. Silvia 15/07/2015

    O Daniel parece ser uma pessoa muito serena e incrível.

  2. Jana 15/07/2015

    Uau, adorei esses armários. Muito boa ideia.
    É uma forma de guardar, bem organizadinhas, as memórias, não?
    Entrevista muito útil.

  3. Dani 15/07/2015

    Não é à toa que ele está aonde está!

    Excelente entrevista, mais um bom exemplo pra gente se espelhar!

  4. leiloka 15/07/2015

    o escritório dele é mais bagunçado que o meu rsss

    • Thais Godinho respondeu leiloka 16/07/2015

      Aonde você está vendo bagunça, amiga?

    • Cassia respondeu leiloka 16/07/2015

      Tive a mesma impressão, leiloka! Mas talvez não seja bagunça, e sim falta de estética. Ou talvez tenha a ver com a descrição que ele deu, de uma mesa minimalista (“mínimo de coisas”, no caso, inclui porta-retratos, brinquedos, calendário em cima do scanner…) e mural com fotos inspiradoras (o que é pessoal, mas pra mim teria mais a ver com fotos de lugares paradisíacos ou relativas a metas que quero alcançar do que com desenhos infantis e uma impressão que está tampando fotos e caindo pra fora do quadro).
      Acho que não tira o valor da entrevista, em especial das dicas que ele dá, mas do mesmo modo que a descrição não foi muito fiel à imagem (ao meu ver, apenas), fiquei com impressão de que a resposta ao “que vc faz” foi meio…
      Enfim, deixa pra lá. Se de alguma forma incomodou, tem mais a ver com o que se passa no interior do leitor do que com as respostas do Daniel, né?
      Obrigada, Thaís e Daniel, por esse post!

      • Thais Godinho respondeu Cassia 16/07/2015

        Gente, essas coisas são super pessoais… O que cada um coloca no mural… Como arruma as coisas… Organização não é sobre estética, mas sobre funcionalidade. Cada um vai ter um modo diferente de fazer as coisas mesmo. 😉

        • leiloka respondeu Thais Godinho 16/07/2015

          credo, gente, foi só uma piada. quem falou que foi uma crítica. eita povo que não sabe brincar.
          e não sou sua amiga não, era só leitora mesmo.

          • Thais Godinho respondeu leiloka 16/07/2015

            Mas eu só fiz uma pergunta também.

            Quis ser carinhosa ao chamar de amiga, pois assim considero minhas leitoras.

            Eu acho que é legal a gente sempre pensar na reação do outro ao escrever, porque na Internet as coisas são diferentes de se estar pessoalmente.

            Obrigada por ler e comentar mesmo assim.

      • Diego Lima respondeu Cassia 17/07/2015

        Oi Cassia. Interessante a “brincadeira” da Leila. Acho que muitas pessoas tem essa visão de que algo organizado é esteticamente bonito. Eu por exemplo acho que fui tanto influenciado pelo sistema 5S das empresas, onde tudo tem que estar limpo e organizado, com cada item no seu devido lugar, com a pintura em dia, a grama sempre cortada, etc, que também achei inusitado um barbeador na mesa de trabalho. Entendo que isso é uma escolha pessoal e de nada altera minha admiração pelo trabalho do Daniel. Mas temos essas coisas na cabeça, né… Ainda bem que temos a Thais e o próprio Daniel pra nos ajudar a abrir a cabeça! E acho que seria um tópico interessante para uma postagem no site! ^^

        • Cássia respondeu Diego Lima 18/07/2015

          Olá, Diego! Tô contigo na admiração pelo trabalho do Daniel e da Thais! E concordo que seria um bom tema para postagem… Aliás, onde é mesmo que a gente pode deixar sugestão? juro que me lembro de ter lido em algum lugar, mas esqueci :/

          • Thais Godinho respondeu Cássia 19/07/2015

            O que vocês escrevem aqui eu capturo como sugestão. 😉

    • Daniel Burd respondeu leiloka 17/07/2015

      Oi Leila,

      Sabe que olhando as fotos agora tive a mesma impressão!
      É bacana receber um comentário fresco para renovar o meu proprio olhar.
      Eu adoro cada coisa que tem na minha mesa e no meu mural.
      Talvez por causa disso eu os ache minimalistas, mas para quem vê de fora, realmente parece uma zoeira!

      Obrigado por compartilhar.
      Um abração,
      Daniel

  5. Amere 15/07/2015

    Adorei ler essa entrevista, me fez repensar sobre minha bagunça diaria! rs.

  6. Abe Gomes 15/07/2015

    Adorei a entrevista, Thais!

    Obrigada!

  7. Alessandra 15/07/2015

    Genial.. Muito bacana ver como a organização nos favorece… Excelente entrevista. Estou cada vez mais encantada com o blog.
    Bjus e obrigada por nos apresentar pessoas como o Daniel.

  8. Adelaide 16/07/2015

    Simplesmente palmas ao entrevistado e a entrevistadora.

  9. Jacqueline 16/07/2015

    Que entrevista bacana!!! Adorei, lendo esta entrevista me deu mais ânimo para começar o dia…
    beijos!!!!

  10. Cris 16/07/2015

    Adoro essa série! É tão bom ver os seus seguidos por aqui também…e claro conhecê-los um pouco mais é melhor ainda! Obrigada Thais <3

  11. Claudia Coelho 16/07/2015

    Thais, que entrevista incrivel. Como tudo o que você faz.
    Também adoro esta série! Parabéns!

  12. Viviane 16/07/2015

    Boa tarde,

    Gostaria de saber como o GTD entrou na vida do Daniel. Como ele conheceu o método.

    • Thais Godinho respondeu Viviane 16/07/2015

      Vou pedir para ele responder. 🙂

    • Daniel Burd respondeu Viviane 17/07/2015

      Oi Viviane,

      Há mais de 10 anos eu sentia que gastava muita energia tentando manter as coisas em dia e os prazos sob controle, foi quando me deparei com o livro GTD. Demorou um bocado para que meu sistema ficasse “redondo”, pois como, quase todo mundo, eu achava que estava fazendo tudo certinho e somente quando tive a oportunidade de fazer um Coach GTD com uma profissional da David Allen, vi quão distante eu estava da “faixa preta”.

      Um abração,
      Daniel

  13. Misleine 16/07/2015

    Thais, gostei da entrevista, da partilha dos conhecimentos que o Daniel tem e da forma simples com que ele transmite isto. E gostei também do Daniel. Da pessoa dele. Já ‘o conhecia’ de tanto ouvir você falar nele. Mas ele, por ele mesmo, é ainda melhor. E me admiro quando vejo que o que algumas pessoas conseguiram reter desta entrevista foi a disposição dos objetos da mesa…

  14. Carlos 16/07/2015

    Minha seção preferida!

    Muito inspiradora, sempre!

    Será que vc conseguiria uma com o Augusto do (Efetividade.net)?

    Forte abraço e deus continue abençoando seu caminho!

  15. Dani 16/07/2015

    Terminando o q eu ia escrever: gente, me senti “super em casa” e confortável com a mesa dele! Adorei o mural de quadros! Na verdade, dá até alívio ver que pessoas como ele não possuem um sistema engessado! Como vc falou Thais, “Organização não é sobre estética, mas sobre funcionalidade”.

    Adorei!!!! =D

  16. Nandi 17/07/2015

    A reflexão sobre os problemas me deixou um tanto inquieta.. mas não no mal sentido… Thais/ Daniel…. muito obrigada

  17. Valéria Ferrer 17/07/2015

    Parabéns Thais pela entrevista! Pelo entrevistado Daniel!
    Da forma funcional que ele vive!!! Faz sentido!!!
    Gostei e até parece que ele é um conhecido nosso, assim como você!!!
    Tudo de bom!!!

  18. Diego Lima 17/07/2015

    Ótima entrevista, Thais!
    A dica do Daniel sobre organização com o gaveteiro me gerou várias ideias! Realmente um local de tesouro famliliar! Parabéns! Abraço!

  19. cleverton lima 20/07/2015

    Muito bacana a entrevIsta. Parabens

  20. Michele 25/07/2015

    Thais, como sempre seu blog é incrível.
    Sempre que estou me descabelando, não consigo ver luz no final do túnel para tantas coisas a serem resolvidas eu venho aqui.
    Fazia uns 2 meses que não lia seu blog, como sempre você está de Parabéns!
    Essa matéria esta excelente e o restante dos posts também.
    Abraço.

  21. Angela 26/07/2015

    Adorei a entrevista. Como foi comentado, fiquei impressionada com a serenidade do Daniel. Venho sempre aqui para ler, é meu momento de relaxar e me inspirar… Obrigada Thaís!

    • Daniel Burd respondeu Angela 27/07/2015

      Angela,

      A serenidade é parente próxima da felicidade.
      Atribuo minha serenidade à pratica de meditação.
      Tento fazer sempre que possível, algo como 15 minutos.
      Nestes minutos eu presto atenção à minha respiração.
      Ás vezes, eu as conto, outras apenas observo.
      É um exercício muito difícil de se fazer no início, pois traz um desconforto gigante.
      Mas com o tempo, passa a ser um momento muito ansiado do dia.
      Olho meu calendário e procuro: onde farei minha meditação?
      Obrigado por seu comentário.

      Um grande abraço,
      Daniel

      • Angela respondeu Daniel Burd 01/08/2015

        Muito boa sua explicação sobre meditação. Tem horas que preciso desacelerar e com certeza vou tentar… Obrigada por responder! Estou lisonjeada, rsrs Desejo td sucesso para VC e para Thaís. Até!