ou

O tema do mês de fevereiro foi APRENDA. Leia o editorial para entender o que isso significa.

vo-fev-2015

Com ele, vieram posts direcionados, relacionados ao tema. Confira:

Desafio de organização

O desafio do mês de fevereiro foi organizar um cantinho de estudos em casa (saiba mais aqui). Além do post do desafio, tivemos mais alguns posts relacionados:

GTD

O conteúdo sobre GTD continuou a todo vapor, com diversos posts dedicados aos fãs da metodologia:

Avisos

Preciso fazer novas e refazer algumas considerações importantes para vocês, queridos leitores:

010315-cafe

  1. Gravei um vídeo explicando por que a minha gravação de vídeos está em stand-by.
  2. Venho atualizando posts antigos do blog, de 2006 até 2015. O blog conta hoje com mais de 1500 textos e eles acabam não sendo muito bem aproveitados porque não existe a cultura de reler posts antigos. O que estou fazendo então é reescrever muitos deles, otimizando para que eles apareçam mais em sites de busca e tenham links em posts mais novos. Esse é um processo que leva tempo, mas estou fazendo um pouquinho de cada vez. Tem muita coisa boa publicada e estou interessada em valorizar a qualidade deles em vez de publicar sempre posts novos.
  3. Também reorganizei as categorias do menu principal. Acredito que elas estejam mais fáceis e dedutivas para navegação.
  4. O mês de fevereiro foi bastante complicado para mim por causa da mudança repentina e alguns acontecimentos (filhote com febre na última semana do mês). Aproveitei para tirar alguns dias de folga e descansar a mente, o que resultou em menos posts para o blog e menos controle sobre datas de posts. E querem saber? Foi tão bom para mim. Amo o blog, mas vou tentar manter o ritmo mais tranquilo e atualizar de acordo com a minha inspiração. Como eu falei, tem muito conteúdo bacana disponível e estou reescrevendo praticamente todos, então vale a pena acompanhar e reler. A ideia é que o blog se torne um grande diretório de artigos sobre organização e produtividade, sem data de validade.
  5. Ainda há (últimas) vagas para o workshop Organize sua rotina doméstica, que acontecerá no dia 14 de março. Este foi um workshop muito solicitado pelos leitores, por isso não quero que ninguém que tenha interesse fique de fora. Por favor, se for o seu caso, entre em contato através do e-mail workshop@vidaorganizada.com

Que vocês tenham um maravilhoso mês em março. Está chegando o outono. <3

Thais Godinho
28/02/2015
Veja mais sobre:
15
Montando um sistema de arquivos de referência no GTD
Algumas mudanças na dinâmica do meu home-office e trabalho
Las Vegas: Staples, Office Depot e Walmart

Muitos leitores têm me perguntado por que eu não gravei mais vídeos, então resolvi que a melhor maneira de explicar seria gravando um vídeo a respeito, que segue:

Obrigada pela compreensão.

Thais Godinho
26/02/2015
Veja mais sobre:
10
Rapidinhas: Estante baixinha para a sala
Treinamento GTD: Turma aberta de agosto
Aviso: e-mails recebidos em 2013

Esse tema tem sido frequente por aqui porque sempre fiz questão de usar minha própria experiência para aprender e compartilhar a respeito no blog. Como estou trabalhando em casa, não poderia deixar de ser diferente. Desta vez, reuni dicas que, ao meu ver, podem fazer toda a diferença quando a gente se organiza para trabalhar em modelo home-office.

1. Não é para todo mundo

Quando se tem que acordar às 06:00 de uma segunda-feira chuvosa para trabalhar, é comum pensar como seria maravilhoso trabalhar em casa. Porém, fazer isso demanda muita disciplina, controlar os horários e ficar um pouco maluco por não encontrar com as pessoas – mesmo os chatos do escritório. Faz diferença não ver pessoas e ficar o tempo todo apenas conversando pela Internet. Além do que, nem toda profissão é compatível com o modelo home-office e não é porque a sua não é que você vai largar tudo para viver de algo que ainda não sabe direito o que é.

2. Gerencie seus prazos com rigor

Use o GTD. Tenha controle dos prazos, das entregas, antecipe projetos. Tenha um inventário de tudo o que precisa ser feito – estabeleça prioridades. Gerencie direito seus e-mails.

3. Não “delargue”

É muito comum, para quem trabalha em home-office, dar tanta autonomia às pessoas da equipe que o trabalho acaba ficando um pouco largado. Não seja essa pessoa! Não se trata de controlar e ser chato(a), mas saber o que foi delegado a quem, quando cobrar, quando apoiar. A conversa olha-no-olho não vai existir todos os dias, mas vocês precisam se falar.

4. Utilize boas ferramentas

Hoje acho imprescindível utilizar a melhor ferramenta do mercado, que é o Evernote Business, na minha opinião. Todos os outros são excelentes e têm suas funções, mas o EB é o mais completo. Não “economize” aqui. Como todo o gerenciamento é na nuvem, vale ter algo legal, confiável e com bastante recursos.

5. Tire o home do office

Trabalhar em casa não é sinônimo de home-office. Encontre as pessoas em outros lugares, trabalhe na padaria, na cafeteria, na livraria. Alugue um espaço de coworking uma ou duas vezes por semana. Visite seu amigo no escritório. Você tem essa mobilidade!

Você trabalha em casa? Como costuma se organizar?

Thais Godinho
25/02/2015
Veja mais sobre:
17
Minha rotina com o blog
Como limpar e desentupir o ralo
Montando um cronograma semanal de limpeza doméstica