ou

Talvez você pense que abril esteja muito longe, mas tudo o que dá para antecipar, é legal antecipar. Para que deixar para organizar seus arquivos somente daqui a três meses, sem saber como estará sua situação até lá? E se você estiver com muitas atribuições no trabalho ou precisar fazer uma viagem? Vale a pena se programar e começar a organizar o quanto antes para fazer a declaração.

A entrega da declaração do IR começa apenas em março, mas o ano-base é o anterior. Logo, com a chegada de janeiro, já dá para começar a se organizar com relação a isso. “As regras deste ano ainda não foram anunciadas pelo governo mas, segundo Antonio Teixeira, da consultoria IOB Sage, terá que fazer a declaração quem tiver recebido, em 2014, renda tributável acima de R$ 26.816,55.”, segundo o site da Folha de São Paulo.

Em novembro, a Receita Federal lançou um aplicativo que serve para você lançar um rascunho da sua declaração, para não ter que fazer tudo somente em março, quando o programa foi lançado. Quem quiser se adiantar, basta baixar o aplicativo e depois migrar as informações inseridas para o sistema oficial.

Veja o que você já pode ir providenciando

  1. Crie uma pasta no seu computador (ou um caderno no Evernote) para inserir os arquivos que serão usados em sua declaração de 2015.
  2. Encontre sua declaração de renda do ano anterior. Já deixe salva na pasta, pois será necessária. Se você estiver declarando pela primeira vez, não é necessário. Caso tenha dúvidas, vale a pena consultar um especialista (um contador, por exemplo). Se você não tiver uma cópia ou não lembrar onde colocou, pode baixar uma cópia no site da Receita Federal.
  3. Se você mudou de emprego no ano passado, vendeu um imóvel ou trocou de carro, é importante resgatar os documentos que comprovem a renda recebida, recisões ou o valor dos bens. Guarde-os na mesma pastinha.
  4. Guarde todos os comprovantes gastos com saúde e educação, que são os comprovantes que ajudam na restituição.
  5. O mesmo vale para compra ou venda de bens.
  6. No geral, as empresas fornecem uma declaração do IR até o final de fevereiro para os seus funcionários. Solicite assim que possível. No caso dos bancos, é possível pegar no próprio caixa eletrônico.

Para a declaração de 2016, vale a pena já deixar esses documentos e comprovantes de 2015 salvos em uma pasta ou no Evernote, para facilitar futuramente.

Thais Godinho
27/01/2015
Veja mais sobre:
5
Revista Sweet Paul (Winter 2012)
Como decorar e organizar um imóvel pequeno
A importância de dormir bem para conseguir fazer tudo no dia a dia

 

  1. Roberta Rubiane 27/01/2015

    Nossa Thais! Você pensa em tudo mesmo! Parabéns! Seu blog tem me ajudado muito!

  2. Elizabeth M. 27/01/2015

    Querida Thaís, eu leio seu blog há anos e estou muito agradecida por ele, por tudo que ele fez por mim, não apenas em nível prático mas emocionalmente. Sempre que estou me sentindo com as coisas fora de controle, uma situação psicológica mesmo sabe (eu sofro muito com ansiedade e ocasionalmente tenho ataques de síndrome do pânico, por conta as coisas que acontecem em minha vida, principalmente problemas de saúde e problemas com planos de saúde, e ansiedade principalmente por causa do futuro), sempre que isso acontece eu venho aqui e leio seus posts e acredito que eu preciso tomar controle da situação, me acalmar e simplesmente organizar o proximo passo, respirar fundo… e ir. Ser matura e com visão clara e objetivos, que nem você!
    Eu gostaria também de perguntar se você poderia fazer um post a respeito de ansiedades do mundo moderno, do medo de “entrar nele”, sabe? as vezes eu sinto que o que eu tenho é uma fobia mesmo, eu me desespero só de pensar em ter um cartão de crédito por medo de ter algum problema no meu nome, eu sinto que nada é confiável e que tudo no Brasil sempre vai falhar com a gente… é uma ansiedade de lidar com o mundo que eu não sei como superar. (Nasci em 1989, acho que minha geração tem muita dificuldade de acreditar nos sistemas e se envolver no mercado). De novo, muito muito obrigada por tudo <3

    • Thais Godinho respondeu Elizabeth M. 28/01/2015

      Eu acho que o tema é muito legal, Elizabeth, mas não sei se tenho conhecimento para escrever a respeito. Talvez valha a pena consultar um profissional para contribuir aqui. Obrigada pela sugestão.

  3. Valerie 27/01/2015

    Pensei na Declaração do Imposto ontem! Todo ano eu e meu marido entregamos a declaração na ultima semana, na maior correria. Isso cansa né? Quero fazer diferente este ano. Já virou !IRRF no Evernote 😉

  4. […] Submeter a declaração do Imposto de Renda sem correria […]