ou

Eu costumo receber comentários de leitores que me contam como blog tem ajudado a melhorar alguns aspectos de suas vidas. Esses comentários me deixam muito comovida. Agradeço imensamente esse carinho que vocês têm ao compartilhar um pouco da vida de vocês comigo.

Algumas vezes, sinto que esses relatos podem ajudar outros leitores também. Nesses casos, peço autorização da pessoa para publicar o depoimento em formato de post. Espero que vocês gostem tanto quanto eu.

Segue hoje o depoimento da leitora Jess:

Oi Thais. Que fantástico. Me animei a deixar o meu depoimento também. Principalmente porque 2014 está acabando e seu blog foi FUNDAMENTAL nesse ano para mim.

Sempre fui uma pessoa minimamente organizada. Quer dizer, pelo menos, tentava e mantinha as coisas em um certo controle, mesmo que as vezes tudo ficasse um pouco bagunçado. Acontece que a vida se tornou cada vez mais complexa e eu sentia cada vez mais dificuldade de lidar com tudo. Aquilo foi me consumindo, juntamente com vários problemas que surgiam. A insatisfação com uma graduação que já não me agradava, as dúvidas se devia terminá-lo (estava no 4º ano) e a recém mudança para uma vida fora da casa dos meus pais, com muitas responsabilidades e coisas novas. Todo esse processo foi incrível, mas me mostrou que eu precisava de ajuda, pois frequentemente me via sem foco, sem determinação, perdida em questionamentos e muitas dificuldades de manter minimamente a ordem nas coisas externas (já que por dentro, estava ainda mais difícil). E foi nesse período que comecei a visitar o blog.

Confesso que já tinha visitado antes algumas vezes, mas achava ele muito confuso e difícil de entender. Isso porque eu acredito que pra iniciar o processo de aprendizagem nós precisamos antes de tudo estar disposto a enfrentar as dificuldades que surgem no início (que são muitas) e querer acima de tudo iniciar um processo de mudança. Por isso, todas as vezes que visitei antes não me moveram a tentar ir além das dificuldades e acabei abandonando a leitura. Mas foi no momento de estopim dos problemas que eu disse para eu mesma que era a hora. Precisava fazer um esforço e foi quando tudo começou a mudar.

Seu blog foi de certa forma, o combustível e o centro da mudança. Claro, que eu tive que vencer meus medos e confusões pessoais, mas acredito que isso só foi possível porque eu vinha aqui todo o dia e saia super motivada para colocar mil idéias em prática. No começo, a maioria falhava. Mas eu ia aprimorando, adaptando e fazendo uma mudança que ia além de jogar coisas foras e colocar outras no lugar, sentia que estava limpando minha alma e moldando a em outro tipo de pensamento. Entende o que eu falo? É como se a própria forma de eu enxergar as coisas estivesse mudando a partir de seus ensinamentos.

Tudo isso aconteceu em meados de 2013. Desde lá, leio quase todos os dias o blog. 2014 começou cheio de planos e em um momento que eu já estava mais madura em algumas questões. O GTD ainda é um processo complicado para mim, mas estou no 2º ano de testar e implementar e vejo mudanças muito positivas. Mas algumas outra questões eu já podia sentir a mudança, pois eu era uma pessoa mais clara, objetiva e focada. Como nunca acho que fui. E me senti mas forte para enfrentar algumas dificuldades que eu havia deixado em suspenso.

Voltei para a graduação que tanto me aterrorizava depois de um semestre longe. Estou fechando o 2º semestre desse ano e já conclui todas as disciplinas que optei cursar. Decidi ir com calma, mas não desistir, afinal, seriam 4 anos jogados fora. Comecei um curso paralelo na área que já estava trabalhando, me descobri profissionalmente e tenho conseguido crescer muito no que havia proposto. tenho meu negócio e com ele tenho conseguido tirar o dinheiro suficiente para me manter sem depender de ninguém. E isso por si só já é fantástico. Tudo isso, devo muito a você e seus ensinamentos.

Apesar de todas as conquistas foi um ano muito, muito difícil. No meio do ano minha avó sofreu um AVC e simplesmente não se recuperou das sequelas. Ela foi diagnosticada com um quadro grave de demência e praticamente deixou de ser que ela era. Isso foi a coisa mais difícil que nos ocorreu e abalou toda a família. Não tem sido fácil lidar com as demandas que surgem a partir disso, principalmente trabalhando muito como autônoma, fazendo um curso técnico e uma graduação. Sabe? Alguns acham que estou louca, mas sempre me recordo de quando você nos contou como era difícil trabalhar fazer pós e cuidar do seu filhote. As vezes temos que fazer sacrifícios, aprender a dizer não (mesmo que fruste as pessoas ao nosso redor) e equilibrar as coisas para realizar alguns sonhos que temos, sem perder a noção da realidade e das pequenas coisas que devemos fazer para manter tudo em pé.

O ano está chegando ao fim e estou cansada. Mas não estou perdida. Sei o que quero e estou exatamente construindo isso. Seu blog me ajudou a ter essa clareza, e hoje sei que clareza é o elemento principal na organização. Quando você sabe o que quer e como quer, é mais fácil traçar um plano para chegar lá e muito mais fácil não enlouquecer com as dificuldades da vida.

Enfim, 2014 foi um ano pesado para muitos. Mas sei que muitos dos seus leitores conseguiram lidar bem melhor com ele devido a todos ensinamentos preciosos que você tem nos passado.

Por isso muito obrigada Thais e todo o sucesso do mundo para você!

Envie seu depoimento também deixando um comentário no blog. Eu leio todos!

Obrigada por tudo, pessoal.

Thais Godinho
04/12/2014
Veja mais sobre:
30
Resumo da minha viagem a Las Vegas
Como escrever um diário no Evernote
Como tirar passaporte

 

  1. Viviane 04/12/2014

    Muito bom o depoimento. Já estou quase dando a ideia de nos leitores fazermos um fã clube. O nome será “Ensinamentos da Thais”. hehe 🙂 Você é fera Thaís! O que vocês acham amigos leitores?

    • Milena respondeu Viviane 08/12/2014

      Vamos sim Viviane!! Fã clube da Thais! !! Estou dentro!! Me identifiquei com várias passagens desse último depoimento.
      Beijos e obrigada,
      Milena.

  2. Cássia 04/12/2014

    A cada depoimento eu fico mais animada em começar a organização, sem deixar para o famoso 1º de janeiro que já carrega consigo todo o carma de ano novo… mas com isso também me vem o questionamento, “Por onde começar?”… se alguém puder me dar uma dica, eu agradeço!!! Parabéns Thais!

  3. Luciene Ferreira 04/12/2014

    Minha vida está toda desorganizada…Principalmente financeiramente.Thais faz um post sobre como se virar sem um emprego formal…Quero começar no artesanato mas nao consigo capital pro inicio..amo seu blog.

  4. Mariana 04/12/2014

    Incrível, simplesmente incrível. Li o texto e confesso que me emocionei em algumas partes, pois me encaixei direitinho em muito do que a Jess descreveu. Quando as dúvidas e sentimentos ruins bagunçam a gente por dentro, acabamos transparecendo isso com a desorganização “externa” e até achar o foco novamente é difícil. O blog traz motivação para (re)encontrarmos nosso lado organizado. Muito obrigada, Jess por nos incentivar com suas palavras e Thais por nos transmitir tantos ensinamentos e dicas realmente úteis. Beijos!

  5. Monica 05/12/2014

    Olá, meninas! Adorei o depoimento e logo eu vou escrever o meu também.
    Sou leitora assídua do blog e comprei o livro há poucos dias (estou adorando e já colocando pequenas coisas em prática). Tenho alguns planos e objetivos e sei que com a ajuda do blog vou alcançar todos, como a sua leitora acima.
    Beijos 🙂

  6. Aline 05/12/2014

    Adorei!!! Emocionante este depoimento. Estou em busca dessa “clareza” que ela comenta no final e esse depoimento é um estímulo para seguir em frente. Mas também gostaria de saber por onde começar Thais?

    Na verdade, começo e interrompo os processos, fico perdida: Comecei a leitura do livro A arte de fazer acontecer e parei na fase de fazer de iniciar o método (GTD); Li seu livro, fiz os exercícios, mas ainda não conseguir organizar minhas atividades/tarefas no toodledo; Iniciei um curso online (Produtividade Ninja) e não conclui; e por aí vai…. enfim, como disse, estou P-E-R-D-I-D-A!. Poderia me dar uma luz? obrigada!

    • Thais Godinho respondeu Aline 07/12/2014

      Tento com o blog! Você tem alguma dúvida específica?

      • Aline respondeu Thais Godinho 09/12/2014

        Oi Thais! Obrigada mais uma vez.

        Então, o que acontece é que não consigo dar continuidade (constância) no planejamento, organização e executar as tarefas/projetos… Mas tenho percebido nesses dias que isso se deve a dificuldade de definir meus objetivos, acho que estou um pouco perdida neste ponto.

        Ao fazer os exercícios do seu livro, estou tendo dificuldades em traçar os 10 objetivos para longo, médio e curto prazo relacionando-os e atribuindo minhas tarefas/projetos a esses objetivos. Enfim, talvez isso seja um problema “interno”. Então, gostaria de uma orientação de como posso começar caminhar aos poucos e ir sentindo que estou avançando na minha organização, no cumprimento de tarefas etc?

        De qualquer forma, seu blog e seu livro me fazem querer melhorar! Obrigada!

        • Thais Godinho respondeu Aline 10/12/2014

          Origada, Aline. O acompanhamento deve ser feito de acordo com as suas necessidades. Gosto de fazer a cada quatro meses o acompanhamento dos meus objetivos, em média.

        • L. respondeu Aline 12/12/2014

          Oi Aline!

          Sugestão: faça o acompanhamento visual. O site Rei das Planilhas – http://reidasplanilhas.com.br/ – possui algumas planilhas sobre organização pessoal. Olhe veja se existe a possibilidade de usar junto com o livro.

          O fato de você pintar um retângulo a cada tarefa concluída fará com que você sinta que está avançando no processo.

          Espero ter ajudado.

          Bom final de semana =)

          • Aline respondeu L. 14/12/2014

            Bem legal! Muito obrigada pela dica L.
            Encontrei planilhas bem interessantes. Vou testá-las! Depois aviso sobre o resultado.
            Tenha uma ótima semana!
            Abraços.

  7. Carla 05/12/2014

    Nossa, como é difícil dizer não. Porque temos que sempre nos preocupar com os outros? (que acham que estamos loucas), equilibrar os pratos, mesmo você Jess que não tem filho.

    Bom saber que não estou sozinha e que sim, é possível, com equilíbrio e organização, “manter tudo em pé”.

    Sabe Thaís, o seu blog nos ensina a manter a nossa sanidade.

    Muito obrigada por tudo!

  8. Flavia Spazzapan 05/12/2014

    Olá Thais…
    Gosto muito de ler os depoimentos… Continue postando!

    Confesso que me identifiquei com ela (em partes), quando comecei a acessar o blog, achava um pouco confuso o assunto, mas com o tempo foi se tornando mais claro… E toda vez que entro e vejo um texto enooorme postado minha reação é essa >> \o/ rs…

    Abraço,
    Flavia Spazzapan

  9. Amanda 05/12/2014

    Nossa, eu adorei a parte do “O ano está chegando ao fim e estou cansada. Mas não estou perdida”
    Achei essa frase tão impactante, tão forte e tão real. Como dizia o poeta, qualquer lugar serve se você não sabe para onde ir. E é isso, o cansaço é só reflexo de um turbilhão de ações que temos que tomar diariamente, mas saber em que ponto estamos, isso não tem preço!

  10. Nanda 05/12/2014

    Isso do fã clube é engraçado, porque é bem assim mesmo!

    Há mais de um ano que venho ler as postagens da Thais. Queria conhecer um pouco sobre minimalismo e acabei caindo no vidaorganizada. Quase todos os bloggers de minimalismo que li comentavam sobre a Thais. A forma como você escreve é muito bacana e, embora eu não seja fã de todos os temas, sempre venho aqui acompanhar cada novidade.

    Quando soube do seu livro fiquei louca que ele chegasse até Manaus. Quando o lançaste, fui várias vezes à SARAIVA (Única grande livraria daqui, infelizmente 🙁 ) e nada! Então tava esperando aumentar a minha demanda de compra de livros para poder comprar na saraiva virtual sem pagar o frete. Mas quando finalmente tive a demanda, o livro esgotou no site!

    O jeito foi comprar ebook na Amazon… li o livro em uma hora! Mas aí piorou a situação, porque o livro vinha com aqueles espaços para anotações das atividades propostas. E eu adoro escrever nos meus livros, imagina quando o livro exige isso!

    Ontem fiquei imensamente feliz. Fui à loja SARAIVA comprar um livro para meu mestrado e perguntando se por um acaso havia o livro da Thais, finalmente recebi um SIM como resposta!

    Quando a vendedora pegou o livro e me perguntou se eu queria saber o preço eu só fiz agradecer e pegar o livro, porque eu iria comprá-lo de qualquer jeito! rsrsrsrs

    Vou começar minhas atividades no livro e acho que ele já merece uma continuação!

    Abraços e estou muito feliz pelo seu sucesso, embora não a conheça além do espaço da net!

    • Thais Godinho respondeu Nanda 10/12/2014

      Que legal, Nanda, obrigada por compartilhar comigo! Fico muito contente quando recebo comentários assim. Espero que tenha gostado do livro.

  11. Wellington Duarte 05/12/2014

    Thais, tudo bem?
    Estava pensando que poderia ser legal ter um grupo do blog no What’s up, acho que motivaria muitas pessoas. É meio frustrante esse processo de organização, acho que é legal ter alguém para conversar e compartilhar idéias.

    Abs,

    • Thais Godinho respondeu Wellington Duarte 07/12/2014

      Mais uma coisa para a gente se distrair com notificações? 🙂

      • Wellington Duarte respondeu Thais Godinho 08/12/2014

        Siiim \o/
        Haha, já imaginei você sendo a moderadora, toda hora alguém te perguntando algo.
        Mas poderia haver algo mais simples só para os visitantes, tipo um fóruim. Enfim, essas coisas dão um trabalhão, eu sei. É que sou muito imaginativo.

        Bj

      • Daniele Rodrigues Serpa respondeu Thais Godinho 08/12/2014

        Isso é uma verdade! eu entrei em alguns grupos sobre outros assuntos e tenho que ficar silenciando sempre, justamente por causa da distração e o que parece ajudar acaba atrapalhando!

  12. Márcio Caetani 06/12/2014

    Oi Thaís, tudo bem? Eu adoro seu blog. Pesquiso muito sobre assuntos de organização e desenvolvimento pessoal. Dando uma olhadinha na web encontrei esse mapa mental fantástico do GTD. Não sei se você já o viu antes, mas fica a dica. Beijos!
    http://www.mindmeister.com/64313048/gtd-workflow

  13. Monique 07/12/2014

    Thais, muito bacana quando você traz depoimentos de leitoras. A gente se sente mais próxima de você, do VO e se inspira com as histórias.

    Como vi que você estava na ~vibe~ das TAGS esses dias, vi essa (Problemas de um leitor/Reader problems) e lembrei de você. Grava aí!

    https://www.youtube.com/watch?v=ms8dIyGVEbI&list=UUmEKnMzbltaFyiA6H46IDng

    Um beijo

  14. Bruna Zampieri 10/12/2014

    Adorei ler o depoimento, é bom ver o quanto as pessoas conseguem mudar suas vidas com organização e motivação. É algo que começa pequeno mas que logo afeta toda a vida, positivamente. Gostei muito do que ela falou sobre ter clareza, saber o que quer e como quer. Interessante

  15. Érika 11/12/2014

    Olá, Thais! Sempre leio seu blog e quando li o depoimento da Jess, me identifiquei com a parte do “me via sem foco, sem determinação”, porque é assim q me sinto no momento. Sei q vc é uma luz na vida d muitas pessoas, mas não sei se poderá me ajudar – entretanto, agradeço desde já qualquer resposta. Estamos já no fim do ano, e eu, que abandonei minha carreira de professora de inglês no meio dele, achava que chegaria hoje com uma definição dos projetos que tinha. Fiz alguns planos profissionais que não deram certo, quebrei a cara, e sinceramente, agora não sei o que fazer. Não quero mais voltar pra sala de aula, apesar de ser formada em Letras. Tenho feito uns trabalhos de tradução, mas que não são fixos/ não pagam todas as minhas contas. Sabemos que a vida profissional afeta muito todos os outros aspectos da vida, então, adivinha o que aconteceu? Tá tudo uma bagunçaaaaaa! Contas, carro, casa, relacionamentos, tô vendo tudo desmoronando pq tô perdida, perdida. Mesmo com as dicas do blog, não consigo focar, e as coisas só não estão piores pq tento fazer um pouquinho a cada dia. Você teria alguma indicação de livro, curso, ideia ou qualquer outra coisa pra me ajudar?
    Bjo grande!

  16. […] ano delicioso e bem difícil. Contei um pouco sobre isso lá no depoimento que deixei no blog V.O. (clica para ler). Bom, e vocês sabem né? Etec, universidade, leilou… tantos planos, algumas mudanças. […]