Julho é um mês que anuncia mudanças. Mudança de trabalho, mudança de casa, mudança de cidade, mudança de rotina. A principal mudança, porém, é a de pensamento. Eu acredito que a única constante da vida seja a mudança, apesar de essa ser uma frase clichê. Batida, nunca, porque é verdadeira. Então encaro toda mudança como boa, porque mostra que estamos aprendendo e indo para algum lugar. Dizem que o oposto da alegria não é a tristeza, mas o tédio, e eu não poderia concordar mais.

Somos assombrados pelo tempo mas, com o tempo, todas as coisas mudam e, com elas, nós mudamos. Isso nos dá a perspectiva de que, se não estamos satisfeitos com algo em nossa vida, podemos mudar. Podemos construir as circunstâncias novas que queremos, e tudo começa pela nossa mente. Quando mudamos nossa mente, mudamos tudo.

O inverno é uma época tradicional de recolhimento e, como tal, é como eu me sinto. Tem sido um período de auto-conhecimento, de olhar para dentro de mim e descobrir quem sou eu de verdade, o que quero, para onde estou indo. Porque tem sido uma mudança drástica, grandiosa, cujo ritmo mal tenho conseguido acompanhar. A sensação que tenho é que tirei o gargalo da garrafa e de repente toda uma cachoeira de coisas começou a fluir na minha vida. Isso é maravilhoso, mas também pode confundir. Então, quem sou eu? Para onde vou?

Felizmente, meus anos de reflexões sobre organização me ensinaram algo muito precioso, que é a importância de ter uma missão de vida. Minha missão, como já comentei várias vezes aqui no blog, é inspirar as pessoas a serem organizadas. E o objetivo de ter uma missão é usá-la como parâmetro para tomar decisões. Tem dado certo. Blog inspira? Inspira. Livro inspira? Inspira. Treinamento inspira? Inspira. E assim por diante.

Ter uma missão pessoal é fundamental em época de mudanças, porque é o nosso centro. É a corda que fica presa ao nosso pé, trazendo a gente de volta quando viaja longe demais. E, como a gente não pode fazer tudo na vida, a gente tem que ter parâmetros muito claros do que quer, para levar uma vida coerente. Proposta nova de trabalho que não tem a ver com a nossa missão pode ser repensada. Relacionamentos, hobbies, escolhas – tudo isso pode ter como parâmetro de decisão a nossa missão. Senão, inevitavelmente, seremos aquela pessoa olhando no espelho e arrependida de cada passo dado rumo a alguma coisa que não tenha absolutamente nada a ver com a gente.

E, para descobrir a missão pessoal, só com muito auto-conhecimento. Pode (e deve) levar anos, mas deve ser a_busca. Quando a gente descobre, no entanto, passa a direcionar todos os nossos esforços em direção a ela, simplesmente porque não teremos como viver de outro jeito. Trabalhe, trabalhe para descobrir a sua. Compensará todo o esforço.

Eu escrevo este editorial de julho eu escrevo em meio a muitas mudanças. Tantas, que nem consigo descrever. Todas estão sendo fundamentais para que eu possa recolher muito material para escrever e postar dicas aqui no blog. Estou escrevendo MUITO. Minha principal preocupação, no entanto, tem sido tornar o processo o menos sensível possível para o nosso filho, mas todos estamos vivenciando isso.

Ainda assim, me sinto especial quando passo por mudanças, porque esse é o sinal mais claro de que estou viva, tenho poder de escolha e capacidade para fazê-las. Ser organizada só ajuda em tudo, e por isso agradeço pela oportunidade que tenho de escrever para vocês e tentar passar um pouco da minha experiência para ajudá-los também.

Tenham um bom mês de julho. Sigo escrevendo…

Imagem: Etsy / FauxKiss
Imagem: Etsy / FauxKiss

23 Comentários

  1. Sua missão está sendo cumprida, pois seus conselhos e dicas tem me inspirado e ajudado muito.
    Adoro o blog, vc faz um ótimo trabalho.
    Parabéns pelas mudanças que estão ocorrendo na sua vida.
    Abs

  2. Oi Thaís. Certamente é um trajeto muito inspirador. Só cada um pode se descobrir, se conhecer, mas com certeza há lembretes no meio do caminho. Boa fase de mudanças! Quando mudamos, somos pegos já mudados, começamos com um passo e quando vemos já somos outra.

  3. Concordo plenamente com vc quando diz que o oposto da alegria eh o tédio e que a mudança nos faz sentir que estamos vivos! Sentir tédio eh horrível mesmo, parece que vc está vivendo pra nda, que sua passagem por aqui não tem significado e qndo algo te tira disso, a mudança, te dá um certo “medinho” saudável, parece que o tempo corre mais devagar e vc tem que prestar atenção a todos os detalhes, como fazer algo novo, toda sua atenção está ali.

    Sua mudança eh uma inspiração pra mim e a prova de que eh possível… hoje trabalho fora, mas mal posso esperar a hora de poder me dedicar totalmente ao meu blog e a outras atividades que gosto de verdade! Quando chego em casa a noite meu tempo eh todo dedicado a isso e nao é algo que me deixa entediada ou com vontade de acabar logo, eh qndo me envolvo realmente em algo que me dá prazer!
    Mas enqnto minha mudança não acontece, vou ficar aqui acompanhando a sua e torcendo do fundo do coração para que vc tenha sucesso sempre e continue inspirando mais e mais pessoas!

    Beijos
    http://vestidasdeluz.com.br

  4. Thais, te mandei um email esses dias já expressando o que vou falar aqui, mas vou precisar repetir. Desculpe bater na mesma tecla, mas esse post me emocionou tanto que é preciso.

    GRATIDÃO! Enquanto eu lia esse texto meus olhos foram ficando marejados e eu sei que isso acontece porque você escreveu com o coração, expressando sua essência sua verdade. E isso é inspirador demais! É como se você tivesse encontrado sua luz, deixasse ela te inundar até não caber mais dentro de você e assim, ela fosse para o mundo, para nós, seus leitores! E essa luz incrível atinge o meu coração e me ajuda a encontrar a minha própria. Por isso, hoje e sempre, GRATIDÃO!

    Quando comecei a ler o blog estava em um cachoeira de mudanças exatamente como você descreveu, meu filho tinha uns 2/3 meses (jan 2012)e eu estava tentando me reencontrar dentro de mim mesma. A organização foi essencial no processo, depois, através de você, conheci o The Busy Woman e conheci o minimalismo que foi outro fator incrível para mim.

    Na época, eu me sentia muito ansiosa em encontrar meu caminho, em me encontrar, hoje vejo que poderia ter encarado tudo com mais calma se aceitasse meu próprio tempo, mas foi com isso que aprendi a confiar e aceitar isso rsrs… então honro toda minha neurose daquela época. hausha… Demorei para entender que minha motivação tinha de ser encontrar minha motivação (que no caso, seria minha missão).

    E lendo sua missão agora, de novo porque já li em outro post, vejo que estou bem perto de encontrar a minha e o quanto isso é realmente motivador, mágico e ilumina o peito da gente.

    Contei tudo isso para tentar te mostrar a importância que esse blog e a sua história tiveram na minha vida. E sim, pela sua missão, porque você é inspiradora realmente, é perceptível o quanto isso é da sua essência, sabe?

    • Rô, muito obrigada, muito mesmo. O que você escreveu me deixou muito comovida (até mostrei para o meu marido). Obrigada por estar aqui, acompanhar o que eu escrevo e me escrever. Fico muito contente por você e por saber que eu faço um pouco de diferença na vida de alguém.

  5. Olá Thais,
    Concordo muito com o seu texto, minha vida tem sido pura metamorfose. Acredito que a mudança é essencial. Sempre procuro mudar e melhorar, mudar o cabelo, mudar a rotina, mudar de pensamento, mudar de cidade, por que não? A mudança nos permite conhecer novas pessoas, novas idéias, viver experiência incríveis, e outras não tão boas assim, mas que nos ensinam e ajudam a seguir em frente.

  6. Oi, Thais. Só para registrar: sou uma das pessoas inspiradas por você. E, como você falou do tempo, acrescento dizendo que o tempo tem sido meu grande mestre. Tenho feito importantes mudanças nosentido prático da organização e as internas, estão acontecendo com o tempo, na medida em que devem ser… Gostaria muito de ir ao lançamento do livro… quero tentar, moro em Rio Claro/SP. Vamos ver se consigo… Muito obrigada! Parabéns! Abraço!

  7. Olá Thaís! Seu texto é muito inspirador e me identifiquei muito pois estou vivendo um processo semelhante. Parabéns pelas conquistas e por inspirar a todos que lêem seu blog. Sucesso para todos nós!!

  8. Olá Thais… Estou chegando agora, uma amiga me indicou seu blog, e de cara leio esse texto, que fecha com tudo o que estou vivendo e buscando neste momento… Bom demais!
    Parabéns pelo blog, pelo trabalho… Pelo pouco que vi, já percebi que irei aprender muito aqui!
    Muito obrigada!

  9. Este post não poderia ter vindo em melhor momento!
    Dentre as inúmeras inspirações que tive lendo seu blog, posso destacar a indicação de leitura do livro “Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes”, que superou todas as minhas expectativas. Após uma leitura mais rápida, agora estou lendo novamente aos pouquinhos, para tentar internalizar cada hábito, e estou justamente na fase de definição da minha missão pessoal. Como é difícil! Não tenho a pretensão de defini-la em poucos dias ou meses, pois, como você disse, é algo que leva anos! Assim, estou tentando encontrar um fio condutor que me acompanha há alguns anos para tentar “formalizá-la”. É tudo isso que você falou mesmo, nossa missão é o nosso centro!
    Se você não se importar, queria aproveitar para indicar uma ferramenta do site da Franklin Covey Brasil que nos ajuda a escrever nossa declaração de missão. Acho que ajuda a dar o primeiro passo! http://www.franklincovey.com.br/ferramentas/declaracao.html

  10. Eu adoro todas as dicas, links e os ensinamentos que você posta aqui, eles nos tiram de inúmeros sufocos, facilitam a vida um tanto, que nem dá pra dizer. Mas eu simplesmente AMO quando você posta esses textos relacionados a postura, jeito de viver, de encarar a vida, de ser. Eles me inspiram e me dão muita coragem e força, porque eu olho para você e acredito que é possível viver de um jeito bacana e realizador. Porque a gente só pode mudar o nosso redor, e é capaz de auxiliar os outros quando está bem consigo mesmo. Muito obrigada por tudo Thais, que a vida te dê em dobro, estou torcendo muito por você, você merece e corre atrás! Parabéns por todas as suas conquistas!

  11. Olá Thaís que texto lindo, profundo e emocionante. Você tem o dom de chegar junto as pessoas, isso é lindo. Não devemos ter medo das mudanças e sim tirar o melhor proveito delas.Vivemos em constante transformações, é sinal de caminhada, de vida. Desejo tudo de melhor para vce sua familia nesse momento de mudanças. Adoro seu blog, aprendo e me inspiro muito aqu..comol citei no inicio do meu blog este site me deu forças e inspiração e coragem de ir atras do meu sonho de fazer um blog e sou muito grata a seu trabalho por isso.Muito mais sucesso na sua vida pois vc merece muito viu bjs
    http://www.antestardedoquenunca1.blogspot.com

  12. Boa “sorte”, Thais! (Apenas pela expressão, porque o mérito é todo seu).

    Julho também será um mês de grandes mudanças para mim. Estou deixando um emprego em algo interessante, mas que ainda não é o que eu sonho, para dar aulas. Considerando que faço Letras, será uma experiência bem importante e, espero, prazerosa para mim! Inclusive, tirarei ainda mais proveito das dicas do blog, pois precisarei me organizar também na vida profissional. (Já dei uma conferida no seu post para professores…)

    A sua missão de inspiração, na minha vida, já está realizada 😉
    Espero poder conhecê-la na Bienal!

    Um beijo e obrigada.

  13. Oi, Thais! Sou leitora assídua do seu blog há mais de um ano, assim como te acompanho em algumas redes sociais, mas esse será meu primeiro comentário. Gostaria de te parabenizar por estar cumprindo tão bem a missão que escolheu para a sua vida, porque, me tomando como amostra, eu te garanto: você sabe inspirar (e muito bem) outras pessoas a serem organizadas, no sentido mais amplo da palavra. Me identifico muito com você! Além disso, estou feliz de ver que estamos em momentos da vida parecidos, que incluem muitas mudanças: de rotina, de pensamento. Desejo muita sorte no seu! Um abraço! 🙂

  14. Thais, seu texto como sempre foi inspirador! Veio como uma resposta para mim, ontem estava lendo esse texto “http://flaviamelissa.com.br/eu-sou-flavia-melissa/” e, instintivamente, eu me lembrei de vc, estranho, já que apesar de acompanhar sempre seus posts, comento muito pouco por aki. Pois bem, o texto acima deveria chegar até vc e assim o fiz. Um gde abraço, parabéns pelas mudanças, refletiram notavelmente na essência dos seus textos.

  15. Ai Thais! eu também estou de mudança marcada – para 19/7.
    tô com AQUELE frio na barriga.. pq aqui tb é mudança de casa e de cidade, para onde eu trabalho. é região metropolitana, mais calma, enfim, um ganho de qualidade de vida.
    acontece que estou numa ansiedade, pq a partir disso tenho alguns projetos que TEM QUE ser colocados em prática, tipo, praticar atividade física outdoor… pq academia não é meu forte, mas tenho recomendações médicas para praticar exercícios.

    sabe qdo chega aquele momento em que tudo o que vc queria há tempos está bem ali, na sua frente, dali a poucos dias de acontecer??
    isso tem me assustado!

    por isso teu blog, mais do que nunca, tem me ajudado a colocar ordem nas ideias, para não ficar mais maluca do que me sinto agora.

    Obrigada por tudo e boa sorte nas tuas mudanças aí tb, viu?!

    bjos!!

  16. Thais, torço para que todas as mudanças continuem te inspirando e que vc siga firme na sua missão. Muito obrigada por compartilhar suas ideias e experiências, seu blog é inspirador. Sucesso para vc sempre!

  17. Olá Thais

    Conheci seu blog recentimente e adorei….. parabens pela estrutura que ele tem….. e vai me ajudar muito, nao sou muito organizada mas de uns tempos pra ca venho lutando para ser….e quanto mais eu consigo mais facilita minha vida.. coisas simples como ter uma carteira e parar de perder cartões e identidade, até limpar meu quarto regularmente e para minha renite parar de atacar sempre.

    Vou devorar seu blog….. kkkk

    bjs e boa sorte na sua nova jornada

DEIXE UMA RESPOSTA