ou
Imagem: Ars Technica

Imagem: Ars Technica

Essa é uma pergunta que chega até mim constantemente, e eu espero esclarecer as principais dúvidas de quem também se pergunta isso.

Eu já tinha um tablet quando comprei meu Kindle em setembro do ano passado. Por que eu quis comprar um Kindle? Basicamente, porque um tablet tem outras funções. Ele serve para ter mobilidade de acesso e auxiliar na produtividade em frentes diversas (trabalho, estudos etc). Para ler, a tela é brilhante, o que pode atrapalhar um pouco. O iPad 3 tem tela retina, o que ajuda, mas não é a mesma coisa que ler em um leitor de e-books como o Kindle.

Outro ponto importante é que eu leio MUITO. Eu me considero até bibliófila. Então o ato de ler é uma constante na minha vida. Logo, eu curto coisas relacionadas, e o Kindle é uma delas.

Só pegando um Kindle na mão para saber. Parece que você está lendo um livro de papel mesmo. Além disso, a bateria dura MUITO, coisa de um mês. A do tablet, se ficar ligada, dura um dia todo, mais ou menos. Porque o Kindle você usa só para uma finalidade. Além do que, é legal centralizar em um único lugar todos os seus e-books.

Se eu leio e-books somente no Kindle? Não. Muitas vezes, em uma fila de banco ou outros lugares, não estou com o Kindle, e leio no celular ou no tablet. Já consultei muitas vezes alguns livros (tipo o GTD) no trabalho, quando não estava com o Kindle. Eu penso que o Kindle é mais legal de levar em viagens, especialmente se você quiser ficar longe de tecnologia e se concentrar somente na leitura.

Não é um gadget absolutamente necessário. Então, se você está em dúvida(o) entre comprar um Kindle e um tablet (que usará para outras coisas), veja o que você precisa mais no momento. Um tablet pode ser prioritário. E não é qualquer um que pode gastar de 200 a 600 reais em um leitor de e-books no Brasil.

Dá para usar o Kindle para outras coisas, como acesso à Internet? Sim, mas é muito limitado. Eu não compraria um Kindle pensando nisso. Compre para ler livros. Para todo o resto, um tablet é melhor.

Também me perguntam qual é o melhor: Kindle ou Kobo. Eu só tenho o Kindle. Pelo que eu testei do Kobo, são muito parecidos. Eu preferi o Kindle pela comodidade da Amazon.

Outra pergunta é sobre o modelo. Eu escolhi o Kindle básico (sem touchscreen) porque achei o touchscreen do Paperwhite meio fraco, mas eu recomendo o Paperwhite, por causa da luz interna. Existem capas para o Kindle com lanterninhas que resolvem o problema, no entanto. Isso não foi problema para mim também. Eu tenho que usar luz para ler livros. =)

Espero que eu tenha esclarecido algumas dúvidas com este post. Podem postar outras nos comentários que, se eu souber, eu ajudo.

Thais Godinho
03/04/2014
Veja mais sobre:
Tecnologia
47
Como ter um dia-a-dia minimalista
Você não precisa de resoluções se tiver projetos organizados
Dica da leitora: quando a organização salva