Imagem: Life Hacker
Imagem: Life Hacker

Este texto foi inspirado em um post do Life Hacker, pois é algo que já venho fazendo naturalmente na minha vida, mas percebi que não tinha indicado especificamente aqui no blog. O post me deu a ideia. =)

Pegue uma folha de papel. No centro, coloque seu nome ou faço um desenho que represente você.

Ao seu redor, escreva cada área de foco na sua vida. Trabalho, família, estudos etc. Quando terminar, ligue cada uma dessas palavras ao centro do papel – você.

Agora você tem uma visão geral da sua vida no momento. Será que está priorizando alguma área mais do que outra? O que você pode fazer para mudar isso?

Estabeleça alguns objetivos que deseja alcançar com cada uma das áreas de foco na sua vida e reflita: o que você está fazendo hoje para alcançá-los? E o mais importante: o que você pode fazer a partir de agora?

Esse exercício é legal de fazer sempre que você estiver se sentindo confuso(a) ou sem saber o que fazer da vida. Eu costumo fazer a cada quatro ou seis meses, para revisar mesmo.

20 Comentários

  1. ADOREI SEU BLOG…CONHECI ELE HOJE…CHEGUEI DO TRABALHO E JÁ ESTOU LENDO TODAS SUAS DICAS…SENSACIONAL…..

  2. Olá Thais. Muito bom o post. Também irei fazer o meu mapa mental e indicar para uma amiga. Aliás estou sempre comentando com um e com outro um pouco de tudo que vivenciamos aqui no Blog. Vlw a dica.

  3. Nada haver com o post,mas sinto falta das abas no menu.Era melhor para ler os posts de um determinado assunto/categoria.Ia direto ao que interessava.

    Bom feriado

  4. Olá Thais!

    Estava aqui já começando a perder o foco e aí entrei no seu blog dei de cara com esse post e ao abrir o link do post sobre definir prioridades vem a frase ” Nossa vida é uma só….” E aí mais uma vez você ressignificou o dia rs.

    Vou fazer o mapa mentar e focar no que é importante já!!

    Muito Obrigada por compartilhar tanta coisa boa com a gente.

  5. Eu adoro ver mapas mentais, mas nunca experimentei fazer um. Talvez achasse muito complicado, mas também… só experimentando, né? Gostei da sua explicação, agora acho que vou fazer, pelo menos tentar:)
    Bjo

  6. Boa noite Thais. Parabéns pelo blog, muito útil e inspirador. Eu estava olhando dia desses no seu Instagram e vi umas imagens de algumas das suas apostilas de estudo. Parecem muito boas, com exercícios e resoluções. Voce pode dizer em qual editora comprou? Estou estudando para concursos, acho que ajudaria muito. Obrigado.

    • As únicas apostilas que uso são as do Estratégia Concursos, mas nunca as imprimo – estudo pelo tablet.

      O que você deve ter visto são capítulos dos livros, que eu destaco para não ter que carregar o livro inteiro comigo.

      Abs

  7. Oi Thais,

    Com base no mapa, sugiro um post sobre taxonomia pessoal. Li no livro Tríade do Tempo que é uma maneira da pessoa se organizar. Sei que cada um tem um jeito,porém fica a sugestão.

    Obrigada pela atenção.

    Boa semana

  8. Olá Thais! Queria dizer que sou sua fã. Adoro suas dicas, tanto de trabalho, quanto de vida pessoal. Seu blog me ajudou e ainda me ajuda muito. acompanho desde 2011. Muitas das suas dicas ja consegui inserir na minha vida e viraram hábitos, como por exemplo limpar a pia do banheiro apos escovar os dentes, “destralhar” a casa em 15 minutos, desligar as redes sociais enquanto estiver trabalhando, entre outras. Há tempos estou ensaiando pra te escrever, mas tomei a decisão esses dias. Meu nome é Mônia e tenho 27 anos, sou casada a 3 anos e ainda não tenho filhos (Deus ainda não permitiu, pois tento a 2 anos) e tenho um problema pessoal que acredito que mais pessoas tenham, que é a insatisfação com a vida, tanto pessoal quanto profissional. Sou casada e graças a Deus sou muito feliz no meu casamento, porem sofro por que não consigo me encontrar como profissional. parece que nenhum emprego me faz feliz e vou fazendo cursos, tentando achar algo que eu me identifique, mas parece que não consigo encontrar. meu sonho é trabalhar assim como você: trabalhar em casa, poder fazer meus horários, estipular sozinha quando serão minhas ferias, etc. Mas não tenho nenhum tema especifico pra começar a fazer um blog. Sou formada em letras/inglês, dei aula por 3 anos e não me identifiquei, hoje trabalho em uma loja de decorações e faço um curso de estética ( que eu relativamente gosto, porém o a concorrência está cada vez mais absurda e paga-se muito pouco para esteticista, pelo menos aqui onde moro). No campo pessoal, o que me aflige, é a cidade onde moro. quando li seu post de Amsterdã no blog thaisgodinho, me identifiquei muito, pois me sinto exatamente igual quando viajo pra São Paulo ou pro Rio. Volto pra casa sofrendo, não querendo voltar. Alem disso moro muito longe dos meus pais e irmão, o que me ajuda a não aceitar ficar aqui. Meu sonho é morar numa cidade grande, onde tem mais oportunidades e lugares pra passear. Hoje moro no interior do Mato Groso. Uma cidade pequena, com poucas oportunidades pra mim (exceto p/ meu marido que é eng. Agrônomo) Uma cidade hipócrita, cheio de pessoas que ganham muito dinheiro e se sentem donos do mundo e pessoas desocupadas que não tem educação e cuidam da vida dos outros, coisa que dificilmente se vê em São Paulo, onde as pessoas são ocupadas demais pra se preocupar com fulana que é amante de ciclano e Beltrano que está com câncer, ou fulano que se separou etc. Não gosto desse tipo de pessoa e é o que eu tenho que conviver todos os dias. Eu sei que tudo isso é um problema meu e que você não é psicologa, mas talvez você tenha alguma dica pra fazer com que eu e outras pessoas que sofrem com o mesmo problema consigamos viver menos insatisfeitas. Gosto muito da forma simples com que você trata todos os assuntos e talvez você tenha uma boa forma de me ajudar também. E vou continuar seguindo seu blog, pois sempre tem algo a me acrescentar.
    Obrigada e parabéns pelo seu trabalho!

DEIXE UMA RESPOSTA