ou

230114-cafe

Não vim aqui dizer que estou impondo um novo ritmo ao blog, porque não estou impondo nada. Na verdade, é exatamente o contrário disso. Gosto de postar diariamente no blog, mas às vezes tenho vontade de deixá-lo respirar um pouco, e postar somente quando tiver vontade. Mas não que eu não tenha vontade de postar todos os dias…

Continuo ativa no blog, respondendo os comentários e tudo. Mas a simplicidade do momento se aplica a ele também. São muitos textos, alguns bem profundos e grandes, que foram escritos em tão pouco tempo. Para isso acontecer, eu tenho que vivenciar muita coisa aqui fora, ler e estudar bastante. E tenho feito isso.

Também há sete anos de posts arquivados sobre os mais diversos assuntos ligados à organização. Assunto nunca faltará, mas estou em uma fase mais introspectiva e querendo aproveitar outras coisas. Acho que nunca mais me recuperei depois daquela semana off line.

230114-retiro

No final do ano passado, eu participei de um retiro budista pela primeira vez. Não pude ficar muito tempo, por causa do filhote, mas foi um momento especial na minha vida. De lá para cá, tenho me dedicado bastante ao treino da minha mente e à prática espiritual, e lido, estudado, praticado muito. Isso tudo, além dos meus trabalhos e da minha família, tem feito parte do meu tempo.

Com relação à organização dos meus projetos, tenho aplicado tudo aquilo que falei em um post sobre simplificação e áreas de responsabilidade na vida, e já consegui diminuir bastante coisa para 2014. Na verdade, tenho me forçado a diminuir o ritmo e venho conseguindo. Não sei se vou voltar a viver de forma frenética como antes. Estou valorizando mais o meu tempo, especialmente em casa, com o meu filho e o meu marido, e meu descanso.

Um comentário sobre algo que considero engraçado na vida: agora que estava voltando a ter um bom ritmo de estudos, parece que tudo resolveu acontecer de bom nos meus dois trabalhos, e fico me perguntando se realmente devo continuar estudando para passar naquele concurso lá na frente. E olha, eu nunca tinha duvidado disso. Acho que a simplicidade me fez ver que posso ter estabilidade de outras formas e que há coisas muito mais importantes que um salário de dois dígitos, se souber viver com o essencial. Sei que isso é bem pessoal e talvez nem fosse o caso de comentar no blog, mas me abro com vocês para passar a mensagem de que mesmo uma pessoa com uma vida organizada como eu pode ter uma mudança de planos caso a vida (e o nosso coração) leve para outros pensamentos, sentimentos e caminhos.

Vou postar algumas fotos randômicas, com comentários que talvez interessem ao blog.

230114-palestra

No começo do ano, assisti a palestra da monja Gen-la Dekyong no Teatro Gazeta, em São Paulo, quando ela falou sobre ensinamentos para uma vida feliz no ano novo. Foi muito significativo. Tudo isso que eu estou passando se reflete nos meus relacionamentos, no meu trabalho, na minha escrita, e não teria como ser diferente.

230114-mesa

Foto da minha mesa minimalista. A mesa agora fica no quarto, já que não tenho mais um quarto para o meu escritório. É bem difícil de se acostumar, especialmente para o meu marido, que dorme mais cedo do que eu. Também tenho que tomar cuidado com o espaço, que é pouco. Até acho bom, sabem, porque estou tentando reduzir tudo. O criado-mudo migrou do lado da cama para virar um gaveteiro embaixo da mesa. Nele, guardo cabos, carregadores, fones de ouvido etc. Em cima, está meu notebook, guardado.

O calendário de mesa é do William Douglas (“Coaching para concursos”) e recomendo aos concurseiros de plantão. Trata-se de um calendário-livro com dicas diárias para estudar, planejar e alcançar objetivos.

230114-altar

Foto tirada outro dia depois de meditar. Estava escuro porque ainda era cedo e meu marido estava dormindo.

230114-luz

Outro dia ficamos sem luz e aproveitei para trabalhar escrevendo – coisa que adoro fazer. Agora também tenho um novo vício: fichas 3×5. Uso para anotações, desenhos. Pretendo fazer um post em breve sobre elas.

230114-fichas

Não se preocupem; está tudo bem. =) O silêncio é uma coisa boa, uma oportunidade de reflexão. E eu tenho curtido bastante.

Aproveito a oportunidade para pedir que acompanhem o blog da Call Daniel, pois estamos fazendo um grande esforço para postar dentro de um calendário editorial temático por lá e os posts sobre produtividade e GTD podem ser muito úteis para vocês.

Outro recadinho: o IFTTT, aquele site que eu já falei aqui, agora tem receita para usar com o Toodledo. Estou fazendo uns testes para escrever um post específico sobre isso em breve, mas pode ser que vocês já queiram ir testando.

Um bom restinho de semana para vocês. <3

Thais Godinho
23/01/2014
Veja mais sobre:
45
Dica da leitora: roupa de cama
Preparação da casa para o verão
Semana maluca

 

  1. Laura 24/01/2014

    Nossa como fez falta esses dias sem posts, mas te entendo.
    Menos é mais.
    Bjão bom restinho de semana…

  2. Mariana 24/01/2014

    Que post mais gostoso de se ler pela manhã, numa sexta. Bom dia e bom final de semana, Thais 🙂

  3. Dona 24/01/2014

    Thais, mera curiosidade, mas que linha budista você está seguindo?

    • Thais Godinho respondeu Dona 24/01/2014

      Kadampa.

      • Dona respondeu Thais Godinho 24/01/2014

        Legal, na minha cidade tenho contato com o pessoal do Terra Pura. Não quero alongar este diálogo, então fique com elogio pela postagem de hoje, e bom fim de noite!

  4. LOURDES 24/01/2014

    AMO SEU BLOG TEM ME EDIFICADO MUITO, QUERO DEIXAR ALGO PARA VC: PORQUE DEUS AMOU AO MUNDO DE TAL MANEIRA QUE DEU O SEU FILHO UNIGÊNITO, PARA QUE TODO AQUELE QUE NELE CRER NÃO PEREÇA MAS TENHA A VIDA ETERNA. JESUS CRISTO MOREU NAQUELA CRUZ POR VOCÊ E POR TODOS NÓS. ELE RESSUSCITOU E VOLTARÁ. UM DEUS ORGANIZADO QUE CRIOU TODAS AS COISAS, INCLUSIVE NÓS. ELE TE AMA E TODOS OS DIAS TEM COISAS NOVAS PARA NÓS. OBRIGADA PELO SEU BLOG!

  5. Juliana 24/01/2014

    Oi Thaís,
    Acho super legal essa sua mudança de foco, você parece estar mesmo mais tranquila.
    Comecei a meditar desde que o ano começou, é uma vontade que vivia adiando e agora resolvi colocar em prática. Nos primeiros dias foi sem muita disciplina, mas pra corrigir isso, resolvi diminuir o tempo dedicado a outras coisas pra garantir meus minutos diários de calma. É mesmo muito bom. Tenho muita vontade de começar a praticar yoga também, mas tenho medo de me arriscar ao fazer sozinha, sem alguém pra direcionar e corrigir posturas… De qualquer forma, continua nos planos!
    E o blog continua ótimo, é sempre bom te ler!

    • Thais Godinho respondeu Juliana 24/01/2014

      Oi Juliana. Eu tenho o mesmo receio que você. Gosto de fazer uma sequência simples de noite, que é a saudação à lua. Tentei fazer outras mas fiquei com dores nas costas, então devo estar fazendo errado mesmo, mas essa é bem tranquila. Pode ser que dê certo para você também.

      Eu pretendia entrar em um curso de yoga perto de casa em janeiro, mas adiei o projeto para economizar dinheiro.

  6. Malu 24/01/2014

    É ótimo ficar em silêncio as vezes.

    🙂

  7. Elaine Ramos 24/01/2014

    Olá Thais, passando para dar um oi. Lendo este post consegui visualizar você dizendo cada palavra de forma serena, quase sussurrando para não atrapalhar aqueles que estão ao redor. Muita luz para você nesta fase mais relax! Bom final de semana

  8. Lidi Faria 24/01/2014

    Aproveite, e sinta. O silêncio é um presente maravilhoso. Sua atitude é uma ótima reflexão pra quem te acompanha também. Você já tem posts ótimos no seu blog, e quem sentir falta pode tranquilamente revisitá-los. É muito bom valorizar a vida offline também.

    Obrigada pelo seu trabalho e por compartilhar tantas coisas boas com a gente.

  9. Renata 24/01/2014

    Uma pausa faz bem para todos nós. Que bom que está bem e tranquila, isso é o mais importante. Fizeram falta seus posts esses dias, mas é até bom, que assim fazemos uma pausa, lemos seus posts antigos e relembramos coisas já esquecidas. Viver uma vida tranquila, serena nāo tem preço. Esse post foi muito gostoso de ler pela manhā. Nos faz querer diminuir o ritmo e aproveitar o tempo em família e em paz que nem nos damos conta que temos. Bom descanso Thais! 🙂

  10. Kathia 24/01/2014

    Que post bacana, já tinha reparado que você está numa fase mais tranquila, mais zen e isso é muito bom. Acompanho todos os dias o seu blog e o da Rita (The busy woman and the stripy cat) e ela também está numa fase mais tranquila, desde que começou a praticar yoga no ano passado e ler vossos blogs tem me feito muito bem. Também estou numa fase de deixar de achar que posso fazer tudo e ser perfeita (ah, ah, ah…). Faço todo dia um pouco e vou mantendo minha casinha bem legal desse jeito, estou me organizando mais no trabalho para deixar de “apagar um incêndio a cada meia-hora”. Pego uma dica aqui, outra lá na Rita e estou descobrindo o meu jeito de me organizar, o que dá certo para mim. Ainda estou em fase de ajustes, mas bem melhor do que estava. Muito obrigada sempre! Bjs.

  11. Cris 24/01/2014

    Oi Thais, ando meio sumida de comentários por aqui, mas saiba que não passo um só dia sem acessar o VO (intima assim), só nas férias que eu desliguei e realmente fiquei off line e foi muito bom. Sabe que ao refletir sobre o ano que passou e o ano que está fresquinho…cheguei a conclusão que nós trazemos a correria do dia a dia para nós, somos nós que somos os maiores culpados dessa vida FRENÉTICA, da ansiedade ao extremo, de estar on line a todo tempo. Quando no post vc citou sobre continuar estudando para passar num concurso, eu me identifiquei demais…pois alguns anos atrás eu me preparava para concursos, mas não passei e a cada tentativa a minha ansiedade aumentava mais e com cada reprovação eu ia perdendo as forças e a motivação para continuar…aí veio o clique e junto dele um emprego legal (com todos os stress normais), mas que me sossegou e vi que aquela meta não era para mim…hoje me vejo feliz e realizada nos meus dois empregos, exatamente como vc disse: “me fez ver que posso ter estabilidade de outras formas e que há coisas muito mais importantes que um salário de dois dígitos, se souber viver com o essencial” BINGO :p

  12. Cris 24/01/2014

    Thais, um comentário sobre o blog Call Daniel, um alerta na verdade, as letras do texto são muito clarinhas…help amiga, é forçar demais as vistas para ler! No geral a equipe é muito boa e os post SÃO ÓTIMOS

    • Thais Godinho respondeu Cris 24/01/2014

      Nós sabemos! Estamos providenciando essas mudanças, mas obrigada por comentar.

  13. Juliana 24/01/2014

    É realmente muito bom o silêncio, Thais! Te sigo aqui no blog já tem um tempinho, mas essa é a primeira vez que comento. É engraçado porque até os seus textos transmitem paz.. eu estou tentando chegar em uma ‘semana completamente off’ mas nas minhas férias resolvi tanta coisa que não deu.. e quando eu vi, já estava voltando. Queria muito também ter mais tempo pra família, amigos, e pra mim – mas não consigo, rs.. de segunda – sexta estou no estágio/faculdade e fim de semana a minha segunda profissão.. então é muito muito complicado arrumar mais tempo pra ter uma vida mais leve.
    Você mencionou no texto que também tem duas profissões (não sei se são em escritórios fora ou são dentro de casa), como faz pra se adaptar a rotina de duas profissões + filho + marido (sem mencionar em seus rituais de meditação, organização, etc)?

    Beijos e AMO/ADORO seus posts! Obrigada!

    • Thais Godinho respondeu Juliana 24/01/2014

      Oi Juliana, precisa ter muito trabalho em equipe em casa e ser organizada. =) Comentei em alguns outros posts do blog sobre isso.

  14. Ana Claudia 24/01/2014

    Gente, que delícia de post! Calmo, calmo… Por vossa influencia, eu baixei o “Modern Buddhism: The Path of Compassion and Wisdom – Volume 1 Sutra”no kindle e estou adorando. Eu tenho que me disciplinar mais para meditar. Eu acordo bem cedo, umas 4 da manhã para poder estudar antes de levar minhas filhas ao colegio e ir para a residência. Eu tentei meditar nesse horário, mas durante a meditação eu fico preocupada que deveria estar estudando.. ai, ai, esses neuronios que não deixam a gente em paz! Outra coisa, você que fez esse desenho do “Don’t overthink”. Se foi, eu posso copiar para imprimir e colocar no porta retrato da minha mesa de estudo????

  15. Poli Lopes 24/01/2014

    Thais, teu blog é minha leitura obrigatória. Entendo quando vc fala em “escrever sempre” X “ter seu tempo”. Eu mantenho um blog, onde escrevo somente quando tenho algo relevante ou importante pra dizer. Faz parte do processo!
    Aproveitando, vi esse vídeo hoje e lembrei de vc: http://videos.clicrbs.com.br/rs/zerohora/video/donna/2014/01/coach-vida-dicas-para-fazer-metas-2014/59012/
    Beijos e bom fim de semana!

  16. Pri 24/01/2014

    Faz 5 meses que estou desacelerada também… saí de uma rotina frenética pra uma vida calma! Tenho até sonhos a noite, coisa que quando tava correndo estressada, nem percebia…

  17. Milena 24/01/2014

    Boa tarde Thais…. Gostaria de deixar este recadinho para te apoiar. Eu também sempre levei uma vida frenética, aliás 99% das pessoas que vivem em SP levam essa vida. Nascemos e crescemos numa sociedade frenética e isso acaba ficando intrínseco. Eu sempre quis desacelerar mas não fazia por medo de perder oportunidades. Pensava… Estudei tanto, me dediquei tanto, eu preciso continuar no caminho, eu sei que estou no caminho. Mas no fundo eu não tinha certeza de que meu esforço seria recompensado. Foi aí, que com a virada do ano, decidi parar alguns minutos para escrever os meus desejos para 2014. E para minha surpresa minha lista continha mais desejos emocionais do que itens de consumo. Então eu tive certeza que minha vida (ou pelo menos meu ano de 2014) seria diferente…. Sei exatamente o que você está sentindo, de olhar para dentro, de intensificar o lado espiritual, de deixar as coisas fluírem. Estou passando pelo mesmo e te dou o maior apoio. As decisões não devem ser preto e branco, há o cinza, o rosa, o amarelo, etc. Precisamos utilizar todas as cores…. Boa sorte nessa nova fase, estarei aqui acompanhando… Beijos

  18. Lucimeire 24/01/2014

    Oi Thais! É sempre muito gostoso ler o seu blog (já li todos os post 1 vez e agora estou lendo novamente!!! Agora faltam 72 páginas…rsrsrsrs)
    E acredito que o bacana da vida seja isso mesmo que você está passando… transformações… Como seres humanos, estamos em constante transformação… e isso é muito bom para nossa evolução. Grande beijo!!!

  19. Vanessa Rosa 24/01/2014

    Thais, pode parecer bobeira mas estou adorando a sua fase zen e a maneira como você transmite despreocupação nas postagens. Acho que todo mundo precisa um pouco disso, então tomara que continue assim! A maneira como você demonstra que não há necessidade de fazer tudo, ter tudo e atender às expectativas dos outros tem tido muito a ver com a fase atual que estou vivendo, e cada vez mais eu sinto que essas mudanças são naturais, conforme a gente se conhece e consegue identificar o que nos faz feliz. Um beijão e obrigada!

  20. RAQUEL DIAS 24/01/2014

    Olá Thais

    Vejo vc aqui mais leve e como uma outra colega disse parece até que escuto a leitura do seu post num sussurro de tão Zen que parece estar. Se está te fazendo bem desacelerar, acho q só ganharemos com suas novas experiências publicadas. Só para não perder o costume, rs, onde vc conseguiu o calendário acima, eu ainda preciso de motivações para o estudo, inclusive para outros idiomas. Vocé já postou como aprendeu ou aprende o seu inglês, gostaria de uma indicação sua quando puder.

    Grande bj 😉

  21. Manuella Firminy 25/01/2014

    Estou perdidamente apaixonada pelo seu home office… Queria tanto ter um H.O. assim, minimalista… O meu não tem tantas coisas na mesa, mas parece bagunçado, sabe? Preciso organizá-lo melhor, rs.

    Beijos.

  22. Melissa Fagundes 26/01/2014

    Taís, não tenho como expressar a minha gratidão. O seu blog me ajudou tanto, realmente, mudou minha vida. Com relação ao post, gostaria que, se possível, você fizesse um review do calendário-livro do Willian Douglas, pois gostaria de comprá-lo, mas é um pouco caro e queria ter certeza que é bom mesmo. Bjos Mel

  23. Thaís 26/01/2014

    Thaís, sou totalmente iniciante na meditação e budismo. Gostaria de saber se você me indica algum livro.

    Desde já obrigada!

    • Thais Godinho respondeu Thaís 26/01/2014

      Muitas pessoas vêm me pedindo, então farei um post. Espero que ajude. =)

  24. Mari. M 27/01/2014

    Olá Thais,

    Muito bom ver seu novo ritmo e desejo que seja muito feliz nessa nova condução da sua vida.

    Se não for inconveniente, vc poderia dar a dica do retiro que fez? Estou procurando um a algum tempo e ficaria grata se pudesse compartilhar.

    Grande abraço

    • Thais Godinho respondeu Mari. M 27/01/2014

      Oi Mari,
      Fico sempre de olho nos retiros da tradição que eu sigo (Kadampa). O templo fica em Cabreúva e tem um monte de retiros programados para 2014, mas há centros locais que também fazem retiros, além de templos de outras tradições.
      Bjo

  25. Simmone 28/01/2014

    Maravilhosa Tais…. Estou amando tudo isso. Todas as suas postagens têm sido sempre muito maravilhosas. E eu sempre te pedindo alguma coisa!. Agora, se você puder, um post sobre a palestra que você comentou, da monja. Queria ter ído também, mas não consegui! Grande abraço e muita luz!

    • Thais Godinho respondeu Simmone 28/01/2014

      Obrigada, posso falar sim. Vou anotar a sugestão, obrigada.

  26. Ana Yuan 29/01/2014

    Nossa você foi tão profunda e sincera, dividiu seu interior conosco . Foi muito bonito, adorei o post, vc tem um trabalho incrível, que ajuda e inspira tantas pessoas, uma dela sou eu. mas as vezes é tão importante dar uma diminuída no ritmo,respirar mais pausadamente e aproveitar isso. parabéns por tudo viu, adoro aqui bjs

    http://www.antestardedoquenunca1.blogspot.com

  27. Jéssica Rosa 07/02/2014

    Oi Thais acho muiito bacana ver que você se tornou budista, eu sempre li livros e sempre me interessei por budismo, mais nunca mudei pois não conheço ninguém que seja, vc é a primeira,kkk Gostaria muito de saber sua opinião, sei que tem sido bom pra você percebi que esta até mais calma, por onde vc começou exatamente? quem vc procurou e porque se tornou budista de uma hora pra outra? gostaria que me respondesse pois gosto muito de vc e do seu trabalho, vc é inspiradora e me interessei mesmo no budismo! Obrigada flor por tudo ♥

    • Thais Godinho respondeu Jéssica Rosa 08/02/2014

      Eu já leio há muitos anos – foi assim que comecei. Depois comecei a meditar sozinha mesmo. Só ano passado passei a frequentar um centro na minha cidade, e lá comecei a fazer o curso de meditação. =)

  28. Ana 02/03/2014

    Há tempos curto seu blog, Thais, mas não comento sempre e nem sempre consigo dar conta de ler tudo também. Adorei esse post.

    Eu também passei por uma fase assim, meio dando um tempo no meu blog. Refleti muito sobre ele e estou voltando aos poucos, tentando não cair de novo na armadilha da obrigação de ter que postar com uma frequência X. Como você, também tenho milhões de ideias pra post (muitas anotadas no Evernote), mas não tenho sentido vontade de sentar e escrever sobre nada, tenho sentido vontade de priorizar meu tempo para outras atividades, muitas offline. Tenho resistido ao impulso de ter que compartilhar tudo que vivo, inclusive em outras redes sociais, não só no meu blog.

    Enfim, só pra dizer que entendo teu ponto de vista e super apoio. Sei como nós, blogueiros, sofremos um pouco tentando equilibrar a vida com as “obrigações” virtuais.

    Sobre yoga, vi acima que você disse que não entrou num estúdio pra economizar $. Há vários vídeos no You Tube com práticas, você deve saber. 😉 Eu adoro fazer yoga, mas não faço regularmente. É outra das coisas que estou tentando retomar com mais frequência na minha vida. Beijo!

  29. […] de ter postado uma foto da minha mesa no Instagram, muita gente veio me perguntar se o livro valia a […]