Imagem: I <3 Organizing
Imagem: I heart organizing

Limpe quando estiver sujo. Pare de perder tempo no seu dia a dia limpando a casa quando não precisa.

Simplifique a alimentação da sua família. Não precisa fazer três acompanhamentos todos os dias. Prepare alimentos com antecedência, se puder. Congele. Use alimentos frescos e crus, se não precisar cozinhá-los.

Deixe um bloco de notas e uma caneta na cozinha para ir anotando o que precisa comprar. Quando chegar o dia de ir ao mercado, compre somente aquilo.

Cuide da casa em equipe. Se três pessoas moram na casa, não existe motivo para somente uma delas cuidar de tudo. Se houver divisão, não fica pesado para ninguém.

Tenha menos coisas. Todos os dias, passe com uma sacolinha de lixo pela casa e separe o que for lixo. Você vai se surpreender com a quantidade de embalagens, papeizinhos e cosméticos vencidos que aparecem de um dia para o outro.

Pare de comprar algumas coisas durante algum tempo. Existem coisas lindas, mas quem disse que precisamos ter a posse delas? Fotografe e guarde-a com você. Não precisa comprar. Quanto mais coisas, mais trabalho para limpar, e menos espaço você terá em casa.

Tenha um cantinho do chá/café na cozinha, perto da cafeteira, onde ficam as canecas, pote de café, adoçante/açúcar etc. Facilita ter tudo perto.

Aliás, o mesmo vale para as outras áreas da casa. Onde você vê tv, deixe controles por perto, os DVDs, os jogos de vídeo-game. Onde ficar o computador, deixe os fios, carregadores, pendrives, tudo guardado meio perto. Na cozinha, tenha a área de preparo, onde ficam as facas, temperos. A área de cozinhar, onde ficam as panelas. Se a gente pensar por esse lado, é muito fácil organizar a casa intuitivamente.

A coisa de ter menos itens em casa significa que você perderá menos tempo cuidando e limpando, além de garantir que tudo tenha seu lugar. A bagunça começa quando a gente compra um item e esse item não tem lugar para ser guardado.

Tenha rotinas simples, com poucas tarefas que garantem a sua casa ok no dia a dia. Lavar a louça, esvaziar as lixeiras, fazer a cama, coisas desse tipo. São tarefas rápidas que garantem uma manutenção nada neurótica do lugar onde você vive.

Sua casa não precisa ser bonita para ser prática. Pense na praticidade e, quando fizer, faça com capricho. Só depois que sua casa estiver prática você pode focar na beleza, porque gostamos e ver coisas belas nos faz bem.

Distribua as tarefas de limpeza ao longo da semana, em vez de deixar para fazer tudo no mesmo dia. Com 15 minutos aqui e outros 15 ali, você perderá menos tempo no final de semana se dedicando à faxina e terá uma casa minimamente limpa sempre.

Suje menos. Tome cuidado, mas sem neuras. Tirar o sapato ao entrar em casa é uma tática simples e que faz muita diferença. Explore outras.

Diminua as expectativas. Não tem como uma casa ficar perfeitamente limpa se todos trabalham fora, há crianças e animais em casa. Aceite, a não ser que você queira pagar alguém para fazer isso por você.

Curta mais a sua casa. Tenha um cantinho para ler ou simplesmente descansar, onde você possa ficar um pouco todos os dias. Dedique-se a ele. Fará diferença na sua rotina.

66 Comentários

    • Sei não…Minimalismo e vida simples, tudo a favor. Exploração imobiliária, tudo contra! Ninguém precisa de 300 m2 para viver, mas não acho que se possa viver bem em 19 m2, principalmente qdo esses 19 m2 custaram a bagatela de $400.000,00. Nenhum adepto da vida simples jogaria seu dinheiro fora dessa maneira.
      Uma das vantagens de consumir menos, ter menos coisas, é justamente para que nos sobre aquilo que de fato tem valor: tempo e espaço…:)

  1. Thais ! primeiramente , parabéns pelo blog e pelo grupo no Facebook. De todas as limpezas que fiz, só continuei no seu grupo !

    Queria Muito , seguir uma rotina mais leve em casa ( moro com meus pais e meu filho! ) Eu trabalho fora , e meus pais ficam em casa com o baby , porém desde que me entendo por gente, a rotina de limpeza da casa , sempre foi : Acordar, arrumar as camas , levantar as coisas pra cima, lavar a louça do café, varrer , tirar pó , passar pano na casa, lavar o banheiro, e lavar a roupa.
    Sinto que essa rotina deixa a minha mãe , mega cansada ! porque ela ainda tem que fazer comida, todos os dias.
    Ela também faz bolos e tortas pra fora, e tbm trago marmitex pro pessoal aqui no trabalho que ama a comida dela.

    Enfim , eu acordo as 5: 30 pra trabalhar, minha mãe levanta as 6:6, e todos os dias vamos dormir 00:00 ou mais….

    Como poderia começar a criar – e convence -lá – de uma rotina mais “leve” na limpeza da casa ?
    Tem um esquema , um jeito simples de começar aos poucos, até porque, ela passou TODA a vida dela fazendo assim, não quero IMPOR um novo jeito a ela, só queria mostrar que pode ser diferente.

    Desde já, obrigada !

    • Não tenho como atender pessoalmente cada pedido particular, Carol… para isso criei o blog, para ajudar a todos. Infelizmente não tenho disponibilidade de tempo de estudar cada caso. Obrigada pela compreensão.

  2. Tenho deixado a neurose pra trás e isso só tem me feito bem. Antes, eu enrolava pra limpar uma parte da casa porque pensava, mas se eu limpar isso, tenho que limpar aquilo e aquilo e não vai dar tempo! Sem contar que meu “TOC” não me permitia limpar uma parte e deixar outra, mesmo que ela já estivesse limpa. Nessa enrolação, acabava ficando tudo pra trás e eu acumulava a faxina pra um dia, normalmente final de semana.

    Depois do blog, vi que dá pra fazer uma coisa de cada vez e manter a ordem.

    Obrigada, como sempre, pelas maravilhosas dicas!

    PS: a parte de comprar menos é difícil, ó céus, como é! Mas a gente tenta.

  3. Prometo que vou tentar, praticar. Viver também é preciso, e tudo que é demais geralmente não faz bem 🙂

  4. Concordo plenamente Thaís!
    Estou praticando os 15 minutos de destralhamento e está sendo ótimo!
    Sem neuras, a minha casa tá organizada e limpa!

    Beijooos
    milenaazsantos.blogspot.com.br

  5. Oi Thais! Descobri o seu blog recentemente e tenho tido o hábito de acompanhá-lo. Queria dizer que seus posts têm me incentivado muito a fazer um belo destralhamento na minha casa e buscar um estilo de vida mais simples.

    Um empecilho que sempre percebo no ato de separar coisas que não uso mais é decidir que destino dar a elas. Quando os objetos não estão em bom estado eu costumo jogar fora, mas eu diria que 90% são coisas de perfeita qualidade, que simplesmente não uso ou não combinam comigo. O problema é que sempre tenho dificuldade em encontrar destino correto para essas coisas.

    Quando quero me desfazer de livros, por exemplo, eu levo num sebo perto da minha casa e troco por outros que me despertam o interesse. Isso me deixa duplamente realizada. Eu geralmente faço doações de roupas e sapatos em igrejas. Mas alguns objetos são difíceis, como copos, vasos, objetos de decoração, enfim, objetos muito particulares… O lixo eletrônico tem me dado bastante dor de cabeça, como cds, disquetes, fitas antigas, relógios usados, etc. Não encontro quem aceite, mas também tenho dó de simplesmente jogar no lixo, pois acho que eles não seriam reciclados ou reaproveitados corretamente.

    Gostaria de saber quais são suas dicas a esse respeito e se você conhece lugares específicos para descartar cada tipo de item. Acho que seria muito interessante ver um post sobre isso aqui, pois não encontrei.

    Abraço!

    • Talitta

      Vi o seu comentário e gostaria de te falar, quanto a estes objetos faça doação para mim, entre em contato comigo por email, eu vou retirar, simplesmente faço um trabalho voluntário de doação de cestas básicas, não tenho nenhuma ajuda do governo ou qualquer coisa parecida, comecei com 5 cestas, estou em 40 e tenho cadastramento de 232 famílias, com estes objetos faço bazar e consigo arrecadar dinheiro para a compra de alimentos. Se quiser colaborar, ficarei muito feliz. muito obrigada.
      Edna

  6. Este último item achei particularmente super importante. Porque a gente vive organizando e limpando a casa, às vezes neuroticamente e acaba não aproveitando nada dela!
    Então do que adianta, né? A casa acaba virando só hotel! O jeito é fazer tudo com senso, sem neuras.
    Thaís, ótimas dicas!

  7. Thais, tentei mandar um e-mail mas vi a mensagem que tinha sobre perguntar por comentário, então ai vai:
    Farei a minha primeira viagem de avião pelo país, e estou com dúvidas sobre a bagagem de mão, eu posso levar uma bolsa de mulher, normal, e mais uma malinha ou só a malinha de mão? Como funciona?

    Obrigada

  8. Thais, os posts estão muito legais ultimamente. Estou nessa fase também de desapegar das coisas superficiais e focar no essencial, simplificando sempre. Estou me identificando muito com o que tenho lido no blog e acho que essa mudança que tem acontecido comigo foi uma das melhores que já aconteceram na minha vida. Acho também que marca uma fase de amadurecimento e reflexão minha. A gente vive comprando o tempo todo um monte de coisas que nem precisamos, nos endividando as vezes para agradar e ter uma imagem legal para pessoas que a gente nem gosta.
    Ah, eu cansei disso tudo! Cada vez mais tenho me apaixonado pelas ideias do minimalismo e a vida simples, não só materialmente, mas pra todos os âmbitos da vida. Me trouxe uma noção de organização maior, uma verdadeira paz de espírito.

  9. Olá Thais!!! Quero agradecer, de coração, pela existência do Vida Organizada. Confesso que comecei a ler blogs sobre limpeza e organização o ano passado. Contudo, desde então, não encontrei blog mais completo e eficiente que o seu! Está valendo a pena todos os “15 minutos” do seu tempo dedicados à atualização do blog! Fico até emocionada… Que você continue dando dicas e nos ajudando a viver melhor!!! bjs, Andréa Caser.

    • 15 minutos? hahaha

      Brincadeiras a parte, Andréa, eu levo cerco de duas horas por dia (quando não mais) dedicada ao blog, pesquisando textos, escrevendo, respondendo comentários, mensagens, e-mails, contatando clientes, atualizando as redes sociais, entre outras coisas. Parece que não, mas é um trabalhão! Faço com prazer, mas é trabalho.

      Muito obrigada pelo seu comentário.

      • Thais, eu coloquei “15 minutos” no plural e entre aspas por dois motivos: primeiro para valorizar o que aprendi com seu blog, ou seja, o valor de cada “15 minutos” de nossas vidas; segundo, repare que coloquei “todos os “15 minutos” do seu tempo dedicados ao blog. Eu sei que é um lindo trabalho e exige muitas horas do seu tempo. Um forte abraço! Andréa Caser.

  10. Thais, desde q comecei a te acompanhar por aqui MUITA coisa mudou na minha cabeça… e fiquei muito feliz qnd percebi que, graças às suas contribuições em outros tantos posts, muitas dessas coisas eu já venho praticando…

    Ainda não consegui me organizar para limpar um pouco por dia pois a semana normalmente é cheia e quando chego em casa tudo q quero é curtir meu cantinho… acaba acumulando pro fatídico sábado mas parto do princípio “minimamente” limpo: aspirador de pó e paninho nos lugares mais visíveis. Banheiro e cozinha merecem atenção especial mas nada q demande muito trabalho. Acabo por privilegiar a organização e percebo q, mantendo cada coisa em seu lugar, o aspecto de limpeza aparece “naturalmente” rsrsrs

    Suas dicas nesse post são valiosas! 🙂

  11. Amei, tem tudo a ver com o que estou tentando fazer aqui em casa: limpar cada dia um pouco e ter a casa mais leve, sem coisas desnecessárias. Obrigada pelas dicas, bjs.

    • Li, os temas do blog são aqueles do menu: organização, casa, família, bem-estar, trabalho e lazer. Eles se alternam. Espero que goste e continue acompanhando o blog.

      • Sim, Thais, já li todos os posts da categoria “casa”!
        Só quis dizer que ultimamente você tem falado de outros temas, e eu estava sentindo falta de um post novo sobre organização doméstica.

  12. Thais, falando em arrumação de casa, como fazer para limpar/lavar os panos de chão (ou o mop)?? Colocar na máquina de lavar?? Lavar na mão no tanque?? Apenas com sabão em pó e água sanitária?? Gostaria de saber a sua sugestão, como vc faz… Obrigada!!

  13. Olá Thaís!
    Faz 3 meses eu me casei. No calor dos preparativos não optamos por fazer listas de presentes. Em consequência disso ganhamos muitos presentes repetidos. Agora todos os presentes viraram bagunça e não consigo encontrar um destino para tudo isso. Em cima do guarda roupa tem vários edredons, atrás da porta do quarto tem alguns outros presentes, e até em cima do armário tem copos e vários itens de sobremesa… e atc…
    Pior que tudo isso é que perdi toda a minha vontade de viver após uma perda muita grande em minha vida. (Faz um mês que eu perdi meu filho, eu estava gravida de 6 meses e de repente minha placenta descolou, tive que fazer uma Cesária de urgência pois eu corria risco de vida. Meu filho tinha poucas chances de sobreviver e depois de um dia faleceu. Depois disso perdi todas a minhas forças, só Deus para me manter em pé.) ((Desculpa te encher com meus problemas)) Mas digo isso pra você entender o tamanho da minha dificuldade. Nem o berço do bebe eu consegui desmontar e virou uma espécie de caixa de entrada… tudo que encontro coloco lá.
    Estou precisando de uma inspiração muito boa para conseguir colocar tudo em ordem. E agora vou ter o tempo da licença maternidade para tentar fazer isso. SOCORRO… Daqui a pouco meu marido vai se arrepender de ter me escolhido como esposa. 🙁

    • Na minha opinião é importante você se dar um tempo para processar o que aconteceu e eu diria até para viver mesmo essa fase de luto. Ainda está tudo tão recente… não se cobre tanto!
      Para resolver a questão prática, talvez você pudesse começar se dedicando um tempo bem pequeno a cada dia (até menos que os 15 minutos normalmente recomendados – 5 minutos, quem sabe?), e ir aumentando aos poucos, à medida que você for se sentindo melhor com a tarefa.
      Muita força para você!

    • Thays

      Vi o seu comentário e gostaria de te falar, quanto a estes objetos faça doação para mim, entre em contato comigo por email, eu vou retirar, simplesmente faço um trabalho voluntário de doação de cestas básicas, não tenho nenhuma ajuda do governo ou qualquer coisa parecida, comecei com 5 cestas, estou em 40 e tenho cadastramento de 232 famílias, com estes objetos faço bazar e consigo arrecadar dinheiro para a compra de alimentos. Se quiser colaborar, ficarei muito feliz. muito obrigada.
      Edna

  14. Amei o post, Thais! Aproveitando o ensejo, aproveito pra sugerir que faça um post sobre como organizar/limpar a casa quando se tem muitos animais de estimação. Bjs.

  15. Eu simplifiquei a minha vida, desde setembro do ano passado mudei toda a minha carreira profissional e isso teve um impacto em todas as outras áreas da minha vida.
    Antes tinha uma pessoa q ia 1x semana pra dar uma faxinada geral na casa e passar as roupas e hoje não tenho mais ngm me ajudando.
    Minha casa era enorme e a sala já estava inutilizada, no início deste ano inutilizei mais um quarto e isso fez uma diferença danada!!!
    Quanto a arrumação tenho uma rotina matinal.
    Para passar as roupas uso apenas 30 minutos, primeiro passo tudo (e não fico mais ‘lambendo’ a roupa, passo pra tirar os amassados) e depois q acabo desligo o ferro e dobro tudo, isso me fez ser muito mais ágil.
    Almoço em casa de 2 a 3 vezes por semana e nesses dias é o dia do prático e saudável, uma bela salada de folhas verdes, tomate e hambúrguer caseiro (que só descongelo e preparo, pois sempre tenho congelado) não leva 15 minutos pra preparar…
    Tb não tenho mais neura de ficar esfregando só pq deu o dia, o box por ex: antes esfregava todo sábado, agora lavo qdo vejo que precisa, tem vezes q chega a ficar 15 dias até precisar lavar.
    Tb tento sempre evitar entulhos e tralhas, tenho uma caixa de papelão na lavação onde vão os recicláveis, terminou algo, lavo a embalagem deixo escorrer e vai pra lá.
    Recibos, nf, e papeizinhos são lançados em planilhas e arquivados. Comprovantes de cartão propagandas, panfletagens – Lixo
    Hoje tenho mto mais tempo pra ler, pra fazer academia, pra ficar de bobeira na piscina do que qdo tinha diarista, td pq me organizei e simplifiquei!
    Ah e as vezes tem que dar uma de João sem braço mesmo, fazer de conta que não é com vc!
    Quando vai alguém na minha casa não fico mais pensando que tem isso e aquilo que não fiz e que vão reparar, problema é de quem reparou kkkk!
    Espero ter ajudado, a vida é feita de escolhas!
    bj

  16. Ótimas dicas como sempre, Thais! Obrigada!

    Li um post do Design Sponge e lembrei dos seus últimos textos… Tô colocando o link e um trechinho do post aqui – pena que é em inglês – pra compartilhar com você e seus leitores:

    “Objects arrive on sanitized store shelves as if by magic and we grab them up, caring little about their point of origin or method of manufacture. At home, we use these objects until they fulfill their purpose, they break, or we simply grow tired of them. Then—more often than not—we put them out on the curb where they are taken away just as magically as they appeared. The average person sees only a tiny fraction of an object’s full life span. We don’t see the sweatshop conditions within which our heavily marked-down products are made. We don’t see the finite landfills where our trash is ultimately hauled off to. ”

    http://www.designsponge.com/2014/01/practicing-mindfulness-at-home-the-need-want-equation.html

  17. Peguei o dia para destralhar as gavetas da cozinha e enchi uma sacola imensa só com lixo. Papéis, cardápios, contas muito antigas, canhoto de cartão. Consegui reduzir tanto papel que eu mesma me impressionei.

    O problema é que, muitas vezes quando faço isso, minha mãe vai xeretar na sacola pra ver se joguei “algo importante”. Muitas vezes são receitas, daquelas cortadas do verso de embalagens de produtos. E eu falo “mas mãe, você tem o mundo às suas mãos pela internet! É tanta receita, pra que guardar isso??”. Aí ela se convence… às vezes. rs

    😀

  18. Thais, está tudo bem? Acompanho o blog todos os dias, e percebi a falta do post ontem e hoje. Espero que esteja tudo bem com você. Abraço

  19. Thais, ví muitas dicas de seu blog no blog da Aline Amorim (24 dias depois de primavera) e vim conhecer seu cantinho. Adorei tudo por aqui. Essa organização é sempre fundamental para o dia a dia ficar mais saboroso. É gostoso ter tudo sob controle.
    Parabéns pela sua iniciativa.
    Um beijo,
    Manoel

  20. Thais… li cada item dessa lista e sabe… faço absolutamente tudo isso. graças ao que aprendi nesse blog. Poxa se eu pudesse dizer o quanto ele foi fundamental para me tornar uma pessoa melhor…

    🙂

    obrigada pelas lições preciosas.

  21. Ola,
    Adorei seu post ganhou mais uma fa
    A dica de diminuir nas compras eu pratico ja a algum tempo e tem me ajudado bastante.
    Antes de comprar algo q eu acho lindo e adoraria ter eu penso : aonde vou colocar ? como vai ficar na minha casa? do que ele vai me servir? se eu realmente preciso dele? se passar nesses requisitos eu compro e ele passa a fazer parte do meu lar . Assim eu ja deixei de comprar muita coisa q so iria encher minha casa desnecessariamente .
    Obrigado pelas dicas .
    Bjs

  22. Oi Thais..como sabes acompanho teu blog sempre..o tenho como minha leitura diária e sempre ponho em prática coisas maravilhosa que tiro daqui…simplificar é o x da questão sempre..ando mais leve e solta e menos neurótica…o importante é viver bem da maneira que podemos..beijus querida

  23. Taís, adorei o seu blog!!! Parabéns!!
    Não pude deixar de notar que seus posta são sempre voltados para nós mesmas fazermos; a limpeza da casa, alimentação, etc. Mas como aplicar suas maravilhosas e preciosas dicas, para quem tem empregada ( que trabalha 6 horas corridas)? Como montar um cronograma do que ela tem que fazer em cada um dos cinco dias em que ela trabalha?
    Sei que não tem como vc analisar e responder cada caso que postam nos comentários.
    Mas existe algum post seu ou site parceiro(que vc pudesse indicar) que tenha “orientações para mães e empregadoras, que trabalham em horário integral, de como montar uma rotina diária para solicitar/ orientar as empregadas domésticas”? Desde já agradeço e compreenderei caso vc não possa me responder. Atenciosamente, Anita (DF)

  24. descobri seu blog ontem estou lendo todos os posts e adorando, ha muitos anos por motivos de saude tive que desapegar da neura com limpeza, estou em fase de destralhar e tenho pesquisado muito na internet pois estou mudando minha cozinha para facilitar a limpeza e melhorar a organização. sou aposentada e minha casa e masculina, 2 filhos adolescentes e o marido. adoro cozinhar e passo muito tempo na cozinha. como vc diz uma coisa de cada vez, qdo terminar a cozinha e area de serviço, vou para o meu quarto depois a sala. gosto muito de reciclar e reutilizar, diminui em 90% a compra de potes plasticos, reaproveito todos as embalagens. estou juntando garrafas pet para fazer um sofa, e uma questao de honra, meu marido nao compartilha da minha mania de reciclagem. ele namora um sofa de 5.500,00. vou fazer um igual, o projeto ja esta pronto sera uma surpresa. qdo estiver pronto se vc quiser mando uma foto, desculpe escrever tanto, rsrsrsrs

  25. Thais, você é realmente uma grande inspiração por mim. Conheci seu blog faz uns três anos e admito ter ficado obcecada por organização durante um tempo rs Mas como previsto, isso passou e acabei desanimando. Hoje, me vejo perdida por falta de rotinas e em uma bagunça quase crônica. Voltei a frequentar o blog com frequência e digo que seus posts estão me auxiliando muito a me tornar uma pessoa organizada e consciente. Você é incrível! Parabéns pelo blog! Beijos 🙂

  26. Thais,

    “Desenterrei” esse post num momento ótimo! Explico: sempre acompanho seu blog (muito mais por email do que por visitas ao blog em si) e você tem me ajudado bastante na minha organização pessoal.. Eu sempre fui organizada, mas deixava de ser produtiva (o que tornava a minha organização inútil!).

    Você tem alguma faxineira/diarista?

    Cresci sempre com 2 empregadas em casa… Família grande, casa grande, 3 cachorros, muitas plantas… E nunca ficávamos sem alguém para nos ajudar em casa.. Nunca cobri uma cama na vida…
    Mas aí as coisas vão mudando e o que eram 2 empregadas ficou sendo só 1… Depois eu casei e vi que, além de muito difícil de encontrar, não é tão necessário assim TER QUE TER uma diarista para ajudar… Vivo sozinha com meu marido numa casa de 70m²… Dá, tranquilamente, para nos organizarmos e mantermos a casa limpa por nós mesmos… Falta só aquele empurrãozinho… 😉 E aí me veio esse post específico! =D

    Estou organizando (sem muita pressa nem muita neura) um cronograma para mantermos sempre a casa limpa… e pretendo chamar alguém para uma faxina mais pesada 1x por mês… Tomara que dê certo!

    Muito agradecida por toda a ajuda… 😉

    • Você tocou em um ponto fundamental, Luciana, que é a necessidade de cada família e de cada casa.
      No geral, eu acredito que uma família normal, que viva em um apartamento pequeno (de no máximo 70 metros quadrados), consegue sim dar conta sozinha de tudo.
      É claro que essa dinâmica muda se você trabalha fora e estuda à noite, tem um bebê em casa, um dos dois no casamento viaja muito a trabalho, entre outras questões.
      Acho que o que você está pensando em fazer pode valer a pena sim. Sou a favor de a casa ser um lugar para relaxarmos, não algo do qual nos tornamos escravas.
      Aqui no blog você encontrará muitos textos sobre o assunto. Espero que ajude!

  27. Oi Tais,
    Parabéns pela sua iniciativa.
    descobri o seu blog ha 2 dias , e fiquei muito feliz.
    gostari de saber si tem cursos ou palestras do SISTEMA GDT , este ano em SP.
    grata bjs.

  28. Oi, Thais!

    Já há alguns dias eu não recebo os posts do Vida Organizada no meu email, que já é cadastrado na newsletter… Tentei recadastrá-lo, mas não consegui… Me ajude, por favor?

DEIXE UMA RESPOSTA