ou
Não sei o que está acontecendo comigo, não consigo me organizar. Antes eu era de uma organização invejável, porém depois que sai do meu trabalho virei essa pessoa desanimada e desorganizada.

Moro com minha mãe, com Parkinson e em último grau de desorganização, se consigo organizar um pouco alguma coisa, vem ela e bagunça tudo, isso é o dia inteiro, meus dois filhos(25 e 27) também são desorganizados.

Enfim, é uma para tentar arrumar e 3 para desarrumar… Tem um quarto na casa que meu filho implora desde o ano passado para que eu o arrume, pois ele não quer mais dormir junto com o irmão, até porque as namoradas de ambos dormem aqui em casa nos finais de semana e parece até que possuo um bloqueio, não consigo arrumá-lo de jeito e maneira. Começo e não consigo terminar, tem um armário grande e uma bicama que nunca foi usada. Nesse armário só tem coisas minhas(papéis, documentos, roupas, etc…). Não consigo entender o porquê disso.

Da mesma forma o quarto de minha mãe está na mesma situação, a diferença é que ela guarda tudo em caixas, e é uma por cima da outra…meus irmãos em suas casas tem o mesmo problema, suas esposas reclamam muito, pois eles tem mania de guardar tudo, tem papéis, livros, roupas da época em que eram solteiros,ambos casados há mais de vinte anos, os dois tem quartos em suas casas cheios de caixas, papéis, discos, tudo velho. Ah, aqui em casa ainda tem caixas no quarto de minha mãe que meu irmão trouxe para cá e são dele, computar antigo, arquivo com documentos…

Começo a acreditar que somos os “acumuladores”, isso deve ser uma doença, resolvi te escrever para pedir ajuda para esse mal. O fato também é que não dou conta de tantos afazeres. Roupas, casa, médicos, comida, filhos, mãe, animais domésticos….

Acho até que meu desânimo é em função de querer fazer e não conseguir, por favor me ajude…

Oi querida leitora,

Veja, é muito comum a sua situação. Muitas famílias passam por isso – acumulam bastante coisa. Então, em primeiro lugar, não se sinta tão mal por essa situação. A vida acaba nos levando a essa acumulação se não prestarmos atenção em tudo isso.

Minha recomendação para você é que você tenha em mente que sua casa não ficou cheia da noite para o dia e nem ficará vazia nesse mesmo período de tempo. Tente não se cobrar tanto. Comece hoje, 15 minutos, com uma sacola na mão e recolhendo coisas para jogar fora. Amanhã, a mesma coisa. Vá fazendo isso até esvaziar sua casa de pequenas coisas e, na sequência, doe ou venda as grandes.

Só depois de se desfazer do que não usa mais que você poderá começar a pensar em se organizar, porque não dá pra gente organizar tralha.

Boa sorte.

Obs – Acima, foi minha resposta por e-mail para a leitora. No entanto, esqueci de citar, e posto aqui agora, que é importante os filhos fazerem parte desse processo todo. Eles são bem grandinhos e deveriam cuidar das suas coisas. Claro que, como mãe, a gente fica querendo fazer tudo… mas é importante que eles se mexam também, viu?

Thais Godinho
15/11/2013
Veja mais sobre:
37
Viagem de final de semana
Linkagem de domingo {46}
Conciliando maternidade e carreira: reflexões atuais

 

  1. jussi 15/11/2013

    Nossa não conhecia seu blog adorei as dicas, eu não gosto de acumular coisas que eu não isso cria uma bagunça, e olha que minha casa vive bagunçada rs mais tento organaizar aos poucos bjos
    http://www.guardeiadica.net/

  2. Larissa 15/11/2013

    Tudo se resolve com calma e paciência.
    Sugiro que ela pegue algumas folhas de papel e faça o seguinte:

    – Desenhe de modo esquemático a planta da casa dela (exemplo: um retângulo divido em vários quadrados identificando os respectivos cômodos)

    – Em outra folha desenhe a planta de um cômodo (ex. sala) colocando a disposição dos móveis e identificando (ex. estante, armário,baú etc). Nessa mesma folha no verso liste os móveis e desenhe eles de frente e detalhe (escreva) o que tem dentro de cada um deles.

    Exemplo:

    1ª folha: Desenho da planta da casa
    2ª folha: Planta do cômodo – sala
    Armário (i) – 5 prateleiras (recomendo fazer um corte/desenho esquemático do
    armário em questão com o nº de prateleiras – não precisa desenhar os
    objetos apenas escreva o que tem na prateleira e ter noção do que tem
    guardado)
    Prateleira um – caixas com fotos, livros, pastas com documentos
    Prateleira dois – pastas com papéis diversos,calendários,telefones antigos
    Prateleira três – sacolas, tomadas e caixa com papéis.

    3ª folha: Área de serviço.

    E assim por diante.

    Faça isso com todos os cômodos. Uma ideia é identificar cada cômodo com uma cor no título – ex. sala escrito com uma caneta roxa.
    Procure deixar todas as folhas referentes aquele cômodo juntas. Assim ela terá um panorama geral.

    Vai ser trabalhoso e pode demorar algum tempo para fazer isso, mas, vale muito apena!
    Recomendo, pois fiz isso em casa é o que está ajudando a colocar a mesma em ordem.

    A intenção dos desenhos esquemáticos é facilitar a visualização de como esta a situação.

    Desejo que a leitora coloque sua casa ordem e que tudo se resolva da melhor forma =).

    Boa sorte e que Deus te ilumine!!!

    PS: Desculpe pelo comentário longo.

    • Larissa respondeu Larissa 15/11/2013

      Que Deus te fortaleça, te de ânimo e que dentro de um ano sua casa esteja totalmente organizada!!! =)

    • Thais Godinho respondeu Larissa 15/11/2013

      Dicas preciosas! Obrigada por comentar.

    • Lucimara respondeu Larissa 11/11/2014

      Excelentes dicas. 🙂

  3. Patrícia Campos 15/11/2013

    Concordo que os filhos tem que se mexer. Se o rapaz, aliás, homem, né… Se ele quer o novo quarto não deveria ficar implorando pra mãe arrumar e sim colocando a mão na massa.
    Jã são bem grandinhos.

  4. Ção 15/11/2013

    Pois é Thaís, fiquei indignada ao ler que os filhos levam as namoradas para dormirem em casa no final de semana, e não ajudam a organizar e a mãe sobrecarregada ainda por cima se sentindo culpada por não dar conta de tudo.

  5. Eliane 15/11/2013

    Posso dar pitaco? Eu no lugar dela tirava as “minhas” coisas do tal quarto que o rapaz quer e passava para o meu quarto. Depois disso falava para os filhos: “agora cada um tem seu quarto e é responsável pela limpeza e arrumação deles”. Acho o cúmulo esse povo com quase 30 anos e a mãe ter que arrumar as coisas. Eu sou responsável pelo meu quarto desde criança, e olha que eu uso cadeira de rodas e mesmo assim limpo tudo.

    Os filhos cada um cuida do seu quarto, a leitora cuida do quarto dela e do quarto da mãe no que ela puder arrumar também. Nas partes comuns da casa as tarefas devem ser divididas, cada um limpa um pouco, cada um lava seu prato, etc. Não dá para a leitora querer dar conta de tudo.

    • Thais Godinho respondeu Eliane 15/11/2013

      Obrigada por comentar. Concordo!

    • El respondeu Eliane 25/09/2015

      Parabéns por não ter problemas de organização das suas coisas.

  6. Pri 15/11/2013

    Me identifiquei com uma coisa que a leitora falou, sobre ficar desanimada com o querer fazer e não conseguir. É impressionante como algumas tarefas parecem impossíveis de começar, tenho umas tarefas assim aqui em casa… fico me programando pra fazer e depois procrastinando! Sendo que lembro de várias outras tarefas chatas que já concluí e que senti um alívio enorme. Acho que o difícil mesmo é começar, depois a gente se anima.

  7. Pri 15/11/2013

    Ah, esqueci de falar outra coisa que percebo aqui em casa… sempre quando a casa vai ficando suja e desarrumada durante a semana, parece que a minha moral vai baixando, vou ficando sem energia e quando limpo a casa parece que ganho muito mais animo, mas começar a limpar é sempre difícil!

    • Thais Godinho respondeu Pri 15/11/2013

      Às vezes pode ser porque você é muito perfeccionista, Pri. Eu penso assim de vez em quando também… tipo, se não vou limpar a cozinha inteira, não vou limpar só o chão, por exemplo… mas esse pensamento não leva a nada. Por isso vale mais a pena fazer UMA coisa que não fazer nada. Isso quebra a barreira do perfeccionismo.

  8. Dani 15/11/2013

    Oi….posso palpitar?!
    É bem complicado qdo vc quer limpar, mas não tem ajuda, aqui em casa é a mesma coisa… eu acho que já fiquei tanto na bagunça_por causa de uma reforma que nunca acaba_q agora tudo me sufoca… minha prima e eu estamos tentando, mas tem a turma do apego,pra piorar não é cobrado dos meus primos organização……mas estamos tentando tirar um pouco todo dia_ontem me livrei de uns cds d sertanejo q tinha aqui..detalhe: ngm aqui gosta de sertanejo ‘rsrs e tbm umas capas de cds/dvds q ngm usava ou nem tinha o cd mais…A chave é paciência, comecei pegando os livros_4 caixas_ tinha livro da 5°série(1995)…livros repetidos…faltando página, q ngm quer mais ler etc….juntei tudo na sala e fui selecionando,no fim os q não queria mais foram pra biblioteca_pois lá eles encaminham pra reciclagem qdo não usam_todo dia, é uma coisa…Outra dica é: sempre q comprar algo, tira uma semelhante…assim não acumula…..e tbm gosto muito de assistir programas de organização, pois tem dicas ótimas: Cada coisa em seu lugar(H&H), Vivendo no Caos e Santa Ajuda(GNT) são ótimos, além é claro do Vida Organizada….desde q descobri o blog me deu formigas da organização ‘rsrsrs Mas tenha paciência e comprometimento….todo dia tem q pegar um pouco(uma caixa, uma gaveta, um punhado de papel_NADA DE JOGAR NO LIXO, Documentos Com Dados Como Nome, Endereço, Numeros…Queime ou Use Fragmentadora de papel_ E cobra dos seus filhos tbm 😉 Boa Sorte!!!

  9. Letícia 15/11/2013

    Estou longe do meu ideal de organização, mas sentia (às vezes ainda volta) exatamente o mesmo desânimo. Tudo parecia impossível, daí eu gastava um dia todo improdutiva e quando ia deitar não conseguia parar de pensar em como parece simples e “amanhã vai ser diferente”, mas nunca era. Hoje em dia eu vejo que nada fica pronto de um dia pro outro e temos que fazer um pouquinho – o que for possível hoje – mesmo que não pareça fazer efeito no resultado que almejamos. Sem dar o primeiro passo, é impossível mesmo dar o segundo.

    Mas o que me deu o impulso real pra começar a mudar foi entender os motivos internos que me levavam a acumular tanta coisa. Não sei explicar direito, mas pra mim era uma coisa de controle, parecia que eu queria “segurar” tudo ao mesmo tempo. Eu juntava as coisas mais inúteis com aquele pensamento de “e se um dia precisar”… mas a verdade é que esse dia nunca chega, e se chegar, você se vira. Enfim, por vários outros fatores na vida – que me mostraram que não dá pra controlar tudo como a gente quer – eu acabei relaxando um pouco dessa questão, amadurecendo. Acho que o que sobrou, eu converti pro contrário – hoje em dia me sinto muito bem jogando fora ou doando uma coisinha sequer, mesmo que seja mínima e nem faça impacto no meu dia-a-dia. Ver a minha vida ainda desorganizada e cheia de coisas é um motivo de enorme frustração, me dá vontade de jogar tudo pela janela e começar do zero. Vejo o mesmo comportamento que eu tinha na minha mãe – acredito que ela esteja tentando preencher algum vazio interno com tantas coisas inúteis.

    Enfim, desculpe pelo comentário longo, mas tem também uma medida que não foi definitiva mas deu o pontapé no meu processo de organização: um dia, exausta com tudo e sem saber por onde começar, sentindo esse desânimo e achando que tudo parecia impossível, resolvi tomar uma medida extrema. Peguei um feriadão e tirei tudo, simplesmente tudo, do quarto e coloquei na sala. Só ficaram os móveis que eu sabia que não iria trocar, e todos vazios. Daí tirei muitas fotos – tanto do quarto vazio quanto da sala abarrotada de tralhas. Parecia que as coisas tinham perdido o contexto e não tinham mais o mesmo valor do lado de fora da porta. Daí fui arrumando na sala mesmo – resolvi que não passaria pra dentro do quarto nada que não precisasse de verdade estar lá. Demorou o feriado inteiro, mas joguei muita coisa fora. O que sobrou não voltou perfeito, porque estava sem grana pra comprar os organizadores que queria e não encontrei soluções caseiras pra tudo, mas pelo menos agora eu caibo no quarto, ele não está tomado por tralhas. Já faz dois anos que fiz isso, quero fazer novamente agora. Tenho certeza que muitas das coisas que eu não estava pronta pra me desfazer agora já verei que são tralhas.

    • Thais Godinho respondeu Letícia 16/11/2013

      Obrigada por compartilhar.

    • Lenita Santoro Bottino respondeu Letícia 18/11/2013

      Bom dia, adorei seu post sobre arrumação, com calma, cada dia 15 minutos, tenho o mesmo problema, mas em casa há mofo, e muita poeira, e estou com tosse , pois moro perto depraia, pensei em usar mascara, e luvas, mas será que tem alguma outra ideia pra mim.

      A bagunça é na casa toda, moro com minha mãe idosa, e uma adolescente de 19 anos, que tb é bagunceira.

      Agora estou sem trabalhar, mas com probleminhas de saude, principalmente esta tosse e a coluna, mas vou tentar seguir suas ideias, e ver se no ano de 2014 consigo limpar tudo melhor.
      Agradeço agora por todas as suas ideias são ótimas.

      Lenita

      • Brena Caroline respondeu Lenita Santoro Bottino 19/11/2013

        Lenita !! Comece agora nesse fim de ano, tente destralhar ao menos um cômodo (seu quarto por exemplo) isso vai te motivar a manter o ritmo e não desanimar em 2014!

        Beijos

        Brena

  10. Zulmira 15/11/2013

    Peço licença para uma observação. A pessoa que pediu orientação mencionou a mãe, com grave problema de saúde, de quem ela cuida. Digo por experiência própria que basta um fato como esse para nos desorganizar bastante, porque tal situação mexe demais com a nossa parte psicológica. É como um computador tentando processar muitos programas ao mesmo tempo. Tudo se torna mais lento, mais penoso, mais difícil. Concordo que ela deve delegar tarefas a todas as pessoas que moram ou usufruem da casa (de maneira firme e definitiva) mas um pouco de suporte psicológico também me parece necessário.

    • Roberta respondeu Zulmira 18/11/2013

      Concordo plenamente, e acho que isso é uma fator importante de ser considerado, principalmente por ele ser super organizada antes.

      A desorganização da casa pode ser reflexo da desorganização interna, desse novo arranjo. Pensem em como deve ser dificil sair do trabalho e ir cuidar da mãe com uma doença assim. E completamente natural que seja difícil elaborar a doença, a nova situação, e essa dificuldade se reflete em todas as áreas da vida. Acho que pode ser interessante pensar em ajuda profissional nesse sentido e se for o caso, de ajuda para limpar a casa também até conseguir se reorganizar.

  11. Bia Carias 16/11/2013

    O que eu tenho para te dizer é o seguinte; quando descobri que a técnica dos 15 min funciona, isso mudou a minha vida. Ao arrumar as coisas aos poucos tirando toda a tralha temos a visão geral do ambiente e os espaços a serem utilizados. E como fazemos em um tempinho curtinho não nos deixa estressadas, com o passar dos dias já é possível começar a aprimorar a própria organização(enxergamos o horizonte), é o que há! Por isso, siga o conselho preciosíssimo da Thais: TIMER: 15 min!

    • Brena Caroline respondeu Bia Carias 19/11/2013

      A técnica dos 15 min me ajudou muito também !!! Funciona meesmo !! =)

  12. Ana Carolina 16/11/2013

    Estou lendo o livro “Faça Acontecer” da Sheryl Sandberg, inclusive indicado pela Thaís aqui no blog, e uma frase que me chamou muita atenção foi: “FEITO É MELHOR QUE PERFEITO”. Muitas vezes não conseguimos organizar porque queremos fazer tudo perfeito,aí acabamos desanimados e não fazendo nada.

  13. Viviani 16/11/2013

    Sei bem como esta leitora se sente… dei o primeiro passo , principalmente em relação a coisas que estavam invadindo e atrapalhando o espaço de minha família , se não meu marido é que iria dar o primeiro passo , mas para fora de casa…rsrsrs
    abraço
    Viviani

  14. Terezinha Miranda 16/11/2013

    Socorrooooo, Thaís, amo seu blog de paixão, más estou precisando de ajuda sei que esta de férias mas peço que me ajude encarecidamente. Preciso entregar um trabalho de estagio da Pós preciso termina-lo mas não consigo, sinto uma aflição quando vou pegar no trabalho parece que estou com medo, não sei explicar, mas preciso termina-lo. Me ajude por favor.

  15. Lenita Santoro Bottino 18/11/2013

    Bom dia, adorei como voce abordou a situação de uma pessoa sobre arrumação da casa, tenho o mesmo problema, só que estou com uma tosse horrivel, e em casa tenho muito mofo, pois moro perto de praia.
    Voce pode me dar alguma dica , além da idéia de retirar o que não se usa, e começar cada dia uns 15 minutos. Pensei em luvas e mascara, o que voce acha??? Tenho muitas revistas e papeis também, nem sei por onde começar…
    Obrigado
    Lenita

  16. Lenita Santoro Bottino 18/11/2013

    Bom dia, adorei seu post sobre arrumação, com calma, cada dia 15 minutos, tenho o mesmo problema, mas em casa há mofo, e muita poeira, e estou com tosse , pois moro perto depraia, pensei em usar mascara, e luvas, mas será que tem alguma outra ideia pra mim.

    A bagunça é na casa toda, moro com minha mãe idosa, e uma adolescente de 19 anos, que tb é bagunceira.

    Agora estou sem trabalhar, mas com probleminhas de saude, principalmente esta tosse e a coluna, mas vou tentar seguir suas ideias, e ver se no ano de 2014 consigo limpar tudo melhor.
    Agradeço agora por todas as suas ideias são ótimas.

    Lenita

    • Raquel respondeu Lenita Santoro Bottino 21/11/2013

      É obvio que os filhos devem ajudar, e até as namoradas, que usufruem da casa também.

      Uma avó minha teve parkinson, e a outra teve Alzheimer, conheço muito bem os dois casos, e sei que sem ajuda não tem como se organizar e cuidar de nosso ente querido. Além do serviço doméstico, o cuidado com a pessoa leva à extrema exaustão, alguns casos de insônia, stress, fadiga, etc etc… O ideal é que aja até o revezamento para cuidar da pessoa com parkinson = nós fazíamos isso lá em casa.

      Então o conselho que dou é… Mãos à obra, TODOS!

  17. Sonia Amaro 19/05/2014

    Olá meninas!
    Passo pelo mesmo problema que muitas e sei que não é nada fácil. Já sofri até de problemas emocionais por esse motivo e as vezes ainda sofro. Uma das coisas que consegui fazer em minha casa, foi diminuir o acumulo de louças. Pois, era sempre uma multidão de louça para lavar. Aqui em casa somos 3. Sendo assim, guardei todo o excesso de copos, pratos, talheres e mais… Deixei somente 3 pratos, 4 talheres, 3 copos e 3 canecas para o uso. Se chegar alguma visita, acrescento. Creiam, vocês não sabem a diferença, porque agora se todos os copos estiverem sujos, quem estiver precisando dele, terá que lavá-lo e assim por diante. Ufa! Que bom não ter tantas louças pra lavar, rsrsr.

  18. Dayana Talita 02/07/2014

    Estou adorando tudo que leio aqui. Tenho um filho de 9 anos e uma menina de 3 anos, hoje mesmo começo a colocar os dois no batente….(com cautela é claro), mas sera que o menino de 9 esta pronto para lavar louça???Se alguém puder comentar ficaria grata.
    Obrigada! um Abraço a todos…

    • Thais Godinho respondeu Dayana Talita 02/07/2014

      Acho que vale a pena fazer um teste acompanhando ele de perto. 🙂

  19. zila 14/12/2014

    Eu achava que só eu tinha este problema eu pensava que este desânimo era preguiça,que bom que te encontrei,VC não tem noçao de quanto me ajudou.obrigada

  20. Ivanilde 07/01/2016

    Minha casa está ficando cada vez, mais desorganizada. Não consigo ser organizada, como minha irmã.
    Ainda para complicar, meu namorado, trouxe as roupas dele para cá, há 3 anos. E peço para ele levar, as roupas, para para casa dele. Mas não quer. Cada dia, que saio deixo tudo bagunçado. Quando começo a arrumar, tiro tudo de uma vez para fora. e aí, não consigo terminar. É almoço para fazer, é ginastica, e outros compromissos de rua. Me orienta por favor.

  21. PLima 10/09/2016

    🙁 eu simplesmente nao consigo arrumar meu quarto, ja tentei algumas vezes, fica meio que com cara de arrumado mas so abrir uma porta e cai um monte…
    Cheguei a comprar uma cama que levanta e tem bau em baixo para colocar as coisas, comprei duas pequenas estantes, mais uma escrivaninha com bom espaco, mas um movel de canto para tv e acessorios e, esta tudo desarrumado, uma bagunca so, fios, livros, caixas, notas fiscais de compras de produtos que nem tenho mais, de presentes que dei…. for compra de coisas que vejo, fico interessado, me vejo usando fazendo.. compro e nada, vira cabide ou decoracao…
    Ja tirei dois sacos de lixo, acho que eh de 70l papeis e coisas e olhando, nao vejo nenhuma diferenca… doei a maioria dos equipamentos acessorios de fotografia que tinha e as estantes ainda estao uma bagunca… tinha uma pequena geladeira, frigobar, no quarto, embutido ao lado do armario. Deu problema, saiu e entrou 4 caixas cheia de coisas no lugar e o quarto nem parece que foi mexido. Fato que o pouco que as vezes arrumo, logo esta desarrumado, e nem percebo, vou colocando um papel aqui, uma caixa ali, guardando manual disso, daquilo… hoje nao consigo chegar na tv sem ter que afastar alguma coisa. Entrei numa promocao, sortei, no inicio do ano de uma computador, desktop. Na epoca era um sonho de consumo e nao tinha dinheiro para comprar, optei por um notebook menos potente mas com mobilidade e ganhai cupom para me inscrever no sortei de um desktop de ponta, com 50% de desconto… isso la em janeiro/fevereiro, bom, fui um dos 10 ganhadores, chegou faz 15 dias, estamos em setembro, chegou final de agosto e, ainda esta na caixa, nem abri, tudo lacrado…, nao tem onde colocar ele, tenho que desmontar tudo, tv acessorios, limpar o rack de coisas e poeira… dar uma geral no quarto para remontar as coisas de forma que encontre um espaco para o novo computador, com boa ventilacao etc e tal… mas, so de olhar ja fico desanimado… queria tudo arrumadinho, cheguei a desenhar no papel uma opcao de como gostaria o quarto, tirando as estantes, colocando prateleiras na parede em posicoes diferentes, fazer uma grande prateleira ou armario em volta de todo o teto para as coisas de pouco uso, ou que devo guardar por algum motivo… deixando o quarto apenas com a cama, escrivaninha e rack da tv…. alem disso, sou um comprador meio descontrolado, meio porque abuso da compra em um, dois meses e ai passo uns 4 meses sem comprar nada, mas nesses dois meses comprando, compro coisas que jamais vou usar, nem tenho como… como uma prancha de surf, estilo longboard, de 9.7″, ENORME, ficava atravessada numa das paredes do quarto… nao morava perto de praia, nao tinha carro e nem amigos que praticavam o esporte, simplesmente comecei a ver video no youtube, acompanhar foruns e logo eu estava comprando a minha… e foi um sufoco pra vender, anunciei e tirei o auncio umas 4 vezes ate realmente aceitar a venda. Hoje, tenho uma bicicleta, com um rolo de treino, um aparelho para remada, um cockpit para jogos de veiculos, corridas, simuladores…. alguns livros, caixas, pesos, tv com defeito, cadeira de praia, tenis, mala de rodinha, uma cadeira dessas de escritorio que uso para nao sentar na cama e por ter rodas eh mais facil de ir pra la e pra ca, mas eh um modelo talvez um pouco grande para o quarto, pelo menos como ele esta agora, e nem da para usar com o simulador, cockpit, porque a cadeira nao para quieta, as rodinhas nao travam, entao, ou eu coloco algo para travar a cadeira, ou pego uma da mesa da sala e ponho no quarto e.. vai saber quando ela volta para a sala, fora que espaco vazio, ja vira prateleira, papel, roupa…
    Sera que tem gente que trabalhe arrumando quarto das pessoas, nao digo essas pessoas que vao em casas de ricos onde ja esta tudo meio arrumado e ai usam tecnicas de dobrar roupa, aproveitar melhor o espaco…l aqui o negocio pega, uma gaveta tem inumeros papeis e tem que ver um por um para saber se eh ou nao necessario guardar…. enfim, queria uma ajuda, se alguem puder indicar, agradeco, Aqui, RJ zona sul
    Abs e parabens aos que conseguem manter o quarto organizado

    • Thais Godinho respondeu PLima 10/09/2016

      Comece destralhando. Não é possível organizar tralha. Enquanto você tiver coisas demais e espaço de menos, vai ficar assim.

  22. Suellen Daiane Leite Assi 17/11/2016

    Li todos os comentários,porque estou buscando solução par minha casa poxa tenho toc de limpeza e minha mãe é acumuladora de mais,ela junta tudo que vê pela frente,a casa vive cheias de papéis,livros velhos,se ela achar uma coisa no lixo já leva para a casa.Isso está me tirando a paz pois queria tiod organizado,nao me sinto bem em minha própria casa,isso é muito triste…Ela diz que vai arrumar mas toda hora junta coisas velhas.