ou

261013-praia1 261013-praia2 261013-praia3

Imagens: Pousada de Camburi

Não existe nada que eu esteja precisando mais ultimamente que descansar, desconectar, ficar sem fazer nada relacionado a trabalho durante alguns dias. Esse é o meu desejo para novembro.

Thais Godinho
26/10/2013
Veja mais sobre:
14
3 coisas que eu faço antes de dormir para alimentar minha criatividade
Depoimento da leitora: “Este ano foi um ano extremamente difícil pra mim”
Atualizações sobre a mudança

Miss Minimalism é o blog de uma moça chamada Francine Jay e, na Amazon, há um livro com o mesmo nome, com uma coletânea de alguns dos seus melhores posts. Tenho baixado e lido ao mesmo tempo diversos livros no Kindle, então vou tentar falar um pouco sobre eles aqui no blog.

Eu adoro ler sobre minimalismo, mas muitos livros, blogs e sites acabam caindo nas mesmas frases-clichê de sempre e, mesmo que tenham validade, eu gosto de textos que agarram a sua alma e sacodem antes de devolver para o corpo. O livro da Francine não é como um Walden da vida, mas é um bom livro sobre minimalismo, que recomendo a todos. Já baixei também o mais famoso dela (The joy of less), que lerei em breve.

Captura de Tela 2013-10-10 às 23.09.16

Recomendo o livro por ser uma coletânea de posts do ótimo blog que ela tem sobre minimalismo (linkado lá em cima), mas todos os textos podem ser encontrados em seu blog. No entanto, como o livro custa menos de 1 dólar, achei legal comprar para prestigiar o trabalho dela, que acompanho e gosto muito.

Posso dizer que foi um livro que me fez despertar novamente a vontade de ter uma vida minimalista. Eu interrompi a leitura diversas vezes para separar coisas para doar ou jogar fora, porque alguma frase que ela disse me fez efeito imediato. Meu banheiro é outro! Eu tinha todos os meus cosméticos de uso diário em cima da pia (organizados, ok), mas agora guardei tudo, deixando somente o sabonete líquido para lavar as mãos. No gabinete, ficam somente os artigos de uso diário e, no gavetão, itens de suporte (papel, absorventes, outros cremes que uso uma vez por semana etc). Esse foi só um exemplo. Destralhei muita coisa depois de ler o livro e enquanto o lia.

Tive uma conversa hoje com meu marido, quando comentei com ele que adoraria fazer como a Rita, ter uma mesa baixinha para sentarmos no chão e fazermos a refeição ali, de forma descontraída, e juntos. Ele adorou a ideia. Ele também estava contra a gente se desfazer da mesa de jantar mas, quando eu expliquei a ele o que tinha em mente, ele passou a me entender um pouco melhor com relação a esse objetivo de ter uma casa e uma vida mais minimalista.

Por fim, é um bom livro sobre minimalismo e recomendo, caso você tenha dúvida sobre adquirí-lo ou não. E não vejo a hora de vir aqui falar sobre o outro livro dela, que dizem ser muito bom também.

Você já leu esse livro? Conhecia o blog Miss Minimalism? O que pensa sobre minimalismo?

Obrigada por tudo, pessoal.

Thais Godinho
26/10/2013
Veja mais sobre:
Minimalismo
32
Decisões frugais tomadas por nós
Sugestão de cardápio para a semana de 1 a 7 de outubro
[Tag] Know your blogger